História Spectrum Love - TaeKook - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Comedia, Drama, Jeon Jungkook, Kim Taehyung, Kookv, Romance, Spectrum Love, Taekook, Vkook
Visualizações 125
Palavras 954
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tô tãaaaao soft com esses dois!

Obrigada a [email protected] que acompanharam essa história comigo! Tô muito feliz por poder finaliza-la. Nos vemos em breve!

😍😉💜💜💜

Capítulo 28 - Euphoria - Extra II


Fanfic / Fanfiction Spectrum Love - TaeKook - Capítulo 28 - Euphoria - Extra II

- Como você consegue ser tão bagunceiro assim? - Ele me olhou e sorriu. - Bem que o Jin disse que não era pra eu morar com você! 

- Já cansou de mim, Jeon? - Taehyung questionou. - Achei que queria passar sua vida inteira ao meu lado! 

- Não diga besteiras! E você sabe que odeio quando me chama de Jeon, parece que está me dando bronca. - Respondi. 

- Aaah, mas quando transamos, você adora me ouvir gemer assim, não é? - Gargalhou. - Não consigo te entender... 

- Podia ao menos pegar sua camisa do chão, Tae... - Minha fala não surtiu efeito, porque agora, ele tirava a camisa que havia vestido. - Tae... Não me provoque! 

- Está ficando excitado, Jeon? - Sorria maliciosamente. - E se eu... - A campainha tocou. - Merda! Eu vou matar aqueles dois! 

Fui em direção à porta, abrindo-a. Jin e Namjoon, que segurava LinLin no braço haviam chegado. 

- Boa noite, senhor Jeon! - Jin olhou pra baixo, em direção à minha calça de moletom, vendo o volume nada discreto ali. - O que estavam fazendo, hum? E logo quando sabiam que viríamos! Vocês são dois animais, se controlem! - Inutilmente, tentava me esconder. 

- É tudo culpa dele, Jin. Não posso dizer nada e ele já fica de p- Nam interrompeu a fala de Taehyung. 

- Heeey, temos uma criança no ambiente! - Apontava para LinLin. - Vocês dois não tem jeito mesmo. Quero ver como ficarão longe um do outro antes do casamento. 

- É pra isso que minhas mãos servem, querido! - Taehyung falava, e seus comentários diretos ainda me assustavam. 

- Idiota! - Exclamei. - Você não fará nada sem mim! - Taehyung gargalhava enquanto brincava com a pequena. - Não ria, eu falo sério! 

- Enfim, não briguem! - Jin falou. - Como estão os preparativos? Tudo certo? 

- Acho que sim. Como é algo simples, não tivemos muito o que fazer. - Expliquei. - Só escolhemos o lugar, experimentamos os trajes e enviamos os convites. 

- A propósito, Suga e Hobi virão. Acreditam que os dois estão juntos? - Todos ficaram felizes com a notícia. - E serão os meus padrinhos. - Tae falava. 

- Ingrato! Eu deveria ser seu padrinho, sou seu parente! - Jin reclamava. 

- E eu? Eu escolhi vocês para serem os meus. Não valho nada aqui? - Fiz uma cara triste. 

- Está vendo o que fizeram ao meu neném? - Taehyung dizia, me puxando pra perto. - Vem cá, coelhinho fofo! - Me chamava. 

- "Coelhinho fofo"? O que merda aconteceu com vocês? - Namjoon perguntava e nós gargalhamos. 

O jantar tendo a companhia da família Kim foi animado. Conversamos sobre tudo o que podíamos e não vimos a hora passar, até que LinLin estivesse adormecida no sofá. 

- É, já está tarde. A cerimônia será no sábado, e até lá, nosso Tae vai ficar lá em casa. - Jin falou. - Vão cumprir com as tradições. - E eu só pensava em como eu fui idiota por sugeri que seguissêmos todos os costumes de um casamento.

.

.

.

.

Finalmente, o nosso dia havia chegado e eu não aguentava mais de saudades dele. Passamos três dias separados, mas pra mim foi como uma eternidade. Nem os nudes que trocamos serviram de algo, nada era como tê-lo comigo. 

Eu já estava pronto, vestido num terno branco e iria direto para o local da cerimônia. Jin e Nam viriam me buscar, enquanto Suga e Hobi levariam Taehyung. O nosso casamento seria no pub próximo ao estúdio, amávamos aquele lugar, tinha um pouco de cada um de nós ali. 

Recebi uma mensagem de Nam, dizendo que ele já esperavam lá embaixo. Antes de ir, me olhei mais uma vez no espelho e como um filme, tudo o que eu vivera até passou por minha cabeça. Eu realmente tinha feito a escolha certa, amava Taehyung e teríamos um futuro juntos. 

Chegamos ao pub e o movimento era intenso. Os convidados iam aos seus lugares e percebi como aquele lugar estava lindo. Cheio de flores coloridas, cadeiras na cor prata, arranjos por todos os lugares. Tinha certeza que era obra de Jin, e agradeci em pensamento por isso. A seguir, tudo o que aconteceu foi como num sonho. 

Eu seguia em direção ao altar improvisado pelo lado esquerdo, enquanto Taehyung surgia pelo lado direito, e puta que pariu, como ele estava lindo! O seu sorriso era imenso, ele parecia reluzir de tanta felicidade. Tinha que me controlar para não agarrá-lo logo ali. 

Chegamos ao final do trajeto de mãos dadas. Jin e Namjoon nos olhavam felizes, Jin não conseguia parar de chorar e tinha em seus braços LinLin, que segurava nossas alianças. Yoongi e Hoseok também não tiravam os olhos de nós. Mesmo que nunca tenhamos tocado naquele assunto, já era hora deixar certas coisas para trás, nos perdoamos em silêncio, eu também estava feliz por tê-los ali conosco. 

O som do nosso "Sim! " ecoou pelo ambiente e nos beijamos. Finalmente estávamos casados, e caminhamos juntos em direção ao salão de festas, sob animadas salvas de palmas. 

Eu não conseguia soltar sua mão, ele era a razão da minha vida. Taehyung era tudo pra mim. Eu não poderia estar mais feliz do que naquele momento, celebrando o nosso amor junto às pessoas que mais amávamos. 

Tinha certeza que, independente de onde Jimin estivesse, aquele seu lado maravilhoso que eu tive a honra de conhecer, também estaria feliz por nós e nos guiaria por todo o caminho que tivéssemos pela frente.

- Meu amor! - Falei, e Taehyung me olhou. - Esse é só o começo da nossa jornada juntos. Está preparado? 

- Nunca soltarei sua mão, Kook! 





Notas Finais


Trilha sonora do cap:

BTS - Euphoria
https://youtu.be/uTiIZBFpfok


Nova fic TaeKook em andamento:

https://www.spiritfanfiction.com/historia/to-purple--taekook-17661422


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...