1. Spirit Fanfics >
  2. Spider Woman >
  3. Olívia Octavius. Spider-Man

História Spider Woman - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - Olívia Octavius. Spider-Man


Fanfic / Fanfiction Spider Woman - Capítulo 11 - Olívia Octavius. Spider-Man

"Ok... Agora hora de fazer, CIÊNCIA!!"- A Mulher grita apertando um botão com um sorriso esperançoso, mas nada acontece "Mas que..."- Ela deixa o pequeno aparelho na mesa indo até sua máquina de queijo, desde que a maioria dos Laboratórios Luthor foram fechados vários cientistas ficaram sem ter o que fazer, Olívia decidiu colocar alguns projetos antigos em ação, como uma máquina de queijo com cada tipo de queijo existente no mundo; Ela ama queijo

"Era para funcionar..."- Murmura abrindo o painel da máquina, enquanto ela tenta consertar sua máquina, uma iguana de estimação vai até o controle encarando início botão vermelho "Merda.. Bob, NÃ-" Antes que pudesse terminar queijo voa por todo lado, sujando ela própria, Olívia tira o óculos olhando sua iguana "Por que ainda, não te mandei para um Zoológico?"- Pergunta, Bob vira pra ela alguns segundos antes de ir embora para sua casinha "Veio me suja? Homens"- Reclama, ela olha as mãos suja de queijo, ela sorrir chupando os dedos

A Mulher anda com calma até uma das suas máquinas especiais, um elevador velho que se transformou em um lava jato de pessoas, ela entra apertando um botão fazendo as portas se fecharem e os jatos começarem a lavar todo o queijo, suas roupas são arrancadas de seu corpo, que é seco por um jato de vento, seu cabelo é penteado e lavado, logo mãos aparecem lhe ajudando a vestir roupas limpas, ela sai da máquina e um braços robótico lhe integra seu jaleco

"Obrigado, Rick!"- Agradece à máquina, ela é uma mulher solitária e com tendência à auto isolamento, até conhecer sua única amiga, Alex e Olívia se conheceram na faculdade logo depois do acidente da Alex que acabou perdendo o braço, Olívia deu a ideia da regeneração e iniciaram o projeto juntas, mas ela mesma desistiu após tantas falhas e desde então não tem se falado com frequência até aquele dia

Alex não tinha para quem recorrer, não pode confiar em ninguém e se Lex descobre que ela fez uso do soro mesmo ele dando a ordem para parar tudo, seria um problema, com sorte a Olívia lhe ajudaria com tudo ou lhe entregaria para Lex, com essa última esperança Alex recorre à Olívia

(....)

"Ok... Então você, conseguiu fazer a regeneração funcionar depois de tanto tempo e agora, quer minha ajuda por que seu braço... está, estranho?"- Olívia Recapitula sentando em uma cadeira encarando a Alex parada na sua frente, a ruiva balança a cabeça confirmando

"Eu sei que parece loucura, mas tem algo errado"- Alex fala passando a mão pelo novo braço, Olívia ajeita o óculos

"Claro que tem..."- Levanta colocando as mãos no ombro da ruiva "VOCÊ É MALUCA!! NUNCA SE TESTA ALGO EM SI MESMO! Pra isso usamos ratos e presidiários"- Fala sacudindo a Alex, a ruiva se solta daquilo tirando o casaco e mostrando o braço novo para ela

"Olha..."- Pede, Olívia suspira olhando o braço, a pele tinha padrões firmes e claros como escamas, ela segura o braço sentindo a pele grossa e ao mesmo tempo leve "Me ajuda"- Alex pede, Olívia sorrir fraco pensando que não poderia colocar as série em dia por que sua única amiga fez merda

(....)

"Sra. Grant, isso é o uniforme da Spider-Woman?"- Kara pergunta entrando o café para sua chefe, mesmo que ela não seja heroína ainda trabalha como fotógrafa e a sua chefe acredita que a heroína vai voltar

"Claro! Achei no lixo, tenho certeza de que ela vai querer de volta quando voltar, afinal, sabe onde está"- Fala sentando na sua cadeira, Kara fica olhando para o uniforme pregado na parede sem entender muito bem o motivo daquilo, não tem como ela saber quem está por trás da máscara, seria impossível

"Acho que vou indo, tenho alguns trabalhos para fazer"- Avisa e é ignorada, nada que seja fora do normal desde que começou a trabalhar na Catco

"Kara"- James chama correndo até a loira; Kara suspira impedindo que as portas do elevador se fechem, deixando seu colega entrar e lhe fazer companhia "Então... Soube que dormiu com a Lena"- Começa, James tem uma tara estranha pela Lena desde sempre; mas a garota nunca foi além de beijos com ele e quase sempre se negava a sair com ele para sair com a Kara, talvez seja por isso a raiva dela

"Sim..."- Murmura ansiosa para sair dali, James parou com as provocações desde o dia no refeitório, e também desde que a Kara caiu nas graças da chefe com as fotos bem melhores que as dele, talvez ela tenha entendido a situação e simplesmente está tentando amadurecer e crescer como ser humano, deixar o James infantil para trás

"Ela até que é boazinha"- Ou não, ele não merece segunda chance

"Boazinha?"- Kara pergunta sem entender

"Sim, tem melhores, sabe? Ela é gostosa, mas não sabe usar o corpo"- Fala, Kara fica encarando as portas e pensando que logo que sair dali iria comprar o novo lançamento de figuras de ação dos Vingadores, ou então, iria matar ele ali mesmo que seria horrível, tem câmeras no elevador

Assim que as portas abrem, Kara sai correndo dando uma desculpa qualquer para correr dali, ele achava que ela tinha feito sexo com ela já que na cabeça dele e da maioria, dormir na casa da Lena lhe obrigava a tentar algo (não que a Luthor fosse reclamar se a Kara tentasse) mas é difícil para a Kara já que tem medo de estar entendendo errado e a Lena só está sendo como sempre foi sem nenhum interesse romântico, além disso pedir ajudar para o Winn que nunca namorou, não é a melhor opção

Passando pela banca de Jornal Kara para pegando um, o principal foco é o sumiço da Spider-Woman desde a morte de Lionel Luthor, com uma pequena declaração de Lex sobre o ocorrido naquela noite, Kara ergue uma sobrancelha olhando a foto de capa que o James tinha tirado, as suas são melhores por motivos óbvios, mas não tinha notado o James tirando a foto

"Parabéns, Olsen"- Murmura devolvendo o Jornal, Kara segue o caminho como em todos os dias desde se mudou, tudo estava como sempre devia estar e então nada tinha mas a mesma graça, brigar com a máquina de comida na frente da loja da Tia Sam, já não fazia o menor sentido e então tirar fotos dos jogos da escola ou ajudar sua Tia Astra, também tinha perdido a graça, até aquele segundo

"Ladrão!!"- Alguém grita e Kara para olhando para o outro lado da rua, uma homem sai correndo da loja com uma mochila e uma arma na mão, Kara quase corre atrás mas seu corpo trava quando uma bola de teia voa na cada do homem derrubando ele no chão, antes que o ladrão pudesse tentar levanta a teia prende em seu peito puxando seu corpo e lhe deixando pendurado no poste de luz como um casulo, então um cara desce para o chão tirando a teia do rosto do homem

Kara não sabe oque fazer, tem outro, as pessoas começam a gravar e a fazer centenas de perguntas, o cara sai correndo ou melhor, sai "voando" entre os prédios, seu celular começa a tocar e ele atende já sabendo de quem se tratava

"VOCÊ VIU?!"
"VOCÊ VIU!?" - Winn e Kara gritam ao mesmo tempo



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...