História Spilled Blood. - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Jeff The Killer, Lendas Urbanas, Slender (Slender Man)
Personagens Jeff, Personagens Originais
Tags Creepypastas, Descrição De Tortura, Romance, Terror, Tortura, Violencia
Visualizações 23
Palavras 1.104
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Harem, Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


❁ Oi! Tudo boum?

❁ Desculpa a demora ;-; hum, eu ainda não sei com que Proxy/Creepypasta ela pode ficar... hum... Alguma sugestão?

❁ Boa leitura!

Capítulo 3 - -- ( Capítulo 3 ) --


Fanfic / Fanfiction Spilled Blood. - Capítulo 3 - -- ( Capítulo 3 ) --

- viu? Um O com um X no meio ela é uma proxy "






[Inglaterra,Bethlem Royal ]

[ 24/08/2018 , 16:21 ]


Começo a ouvir barulhos de passos, pareciam que viam na minha direção, abri os olhos e olhei para os lados, paralisei assim que senti mãos em meus ombros

Eu te disse que você iria sair

J-Jack!?

Viro para trás e não vejo nada, sinto algo molhado e frio cair no meu rosto, olho para  o céu, ele estava fechado, parecia que iria cair uma forte chuva, vou me arrastando para perto de uma árvore, e então a chuva começou a cair, as folhas da árvore me protegiam um pouco, não o suficiente, estava com frio. Fico um tempo ali até ouvir passos novamente, me levanto, não estava tão cansada poderia voltar a correr, começo a correr e ouço passos atrás de mim também pareciam correr também, estava encharcada por causa da chuva. Continuo correndo até sentir algo acertar na minha coxa, Caio no chão gemendo de dor, lágrimas caíram dos meus olhos e ouço os passos se aproximarem de mim lentamente, olho para minha coxa vendo uma faca, agarro nela e a tiro, a dor era imensa

- Go to sleep ~

A criatura me prende no chão, não conseguia ver seu rosto direito e pega a faca e a aponta para meu pescoço. Antes dele fazer qualquer coisa com a minha outra perna, chuto suas partes íntimas e dou um empurrão nele, ele cai deitado com as mãos cobrindo seu membro e geme de dor, ele fez um pequeno corte no meu pescoço, coloco a minha mão no pescoço e me levanto e tento correr só que, bem mais devagar por causa da minha  perna machucada, avisto uma cabana e vou para lá abro a porta

- A-Alguem? Por favor, socorro.. - grito dentro da casa, tentando ouvi alguma resposta

Por preocação prendo a porta com uma cadeira que tinha por perto. Coloco a mão no machucado e vou mancando até a cozinha

- A-Alguem estar aí!? Por favor... 

Sem resposta. Vejo um kit de primeiros socorros na pia, pego ela,levanto a camisa e o tampo com um pano, abro o kit é com o que tem dentro faço apenas um curativo simples, vai dar para parar um pouco o sangramento. Olho para os lados e vejo um telefone, vou cambaleando até ele, conseguindo ligar para polícia

Alô? - pergunta uma voz masculina rouca

- Por favor, me ajude!

fique calma, o que aconteceu?

- T-Tem um Psicopata atrás de mim, por favor mande a-alguém, viatura, tanto faz! Só mande a-alguém aqui logo!

Vou até a janela da cozinha e começo a olhar para fora da casa

bem não sabe aonde está certo?

- h-hum bem eu nã... Como, sabe disso?

apenas deduzi, mais... Você sabe se você o trancou pelo lado de fora ou pelo lado de dentro?

Paralisei, assim que caiu a ficha

- filho da puta... - sussuro

Ele deu uma risada

- é você é a vadia que conseguiu me chutar, adimito estou impressionado - ele da mais uma longa risada  - aproveite seus últimos momentos de vida 

- Vai se fuder, por que está fazendo isso comigo!? O que eu te fiz, porra!? Você me deu a merda de uma facada!

- bem você me irritou e chutou as minhas bolas, mais.... Heh você ainda não me respondeu..

Ele ficou em silêncio, eu ouvi passos atrás de mim é uma respiração perto do meu ouvido, estava totalmente paralisada, minhas pernas não se mexiam

- você me prendeu junto com você? Ou você me trancou do lado de fora!? - ele ri baixo - acho que já sabe a resposta não é?

Sinto algo gelado e pontudo( não pensem besteira '-') tocando na minha barriga por cima da minha camisa, percebi ser uma faca. Empurro ele para trás e tento correr e sair para outro cômodo, vou para um quarto escutando sua risada atrás de mim, fecho rapidamente a porta e ouço sua voz de longe

- Quer brincar de esconde-esconde!? Ok então, vamos brincar!

Ouço os passos dele, mais tento ignorar, olho em volta e vou até uma janela e tento abrir mais esta emperrada, desisto de tentar abrir e ouço assobios fora do quarto, vou para baixo de uma cama que tinha no canto do quarto e vejo a porta abrindo lentamente revelando aquela criatura. Ele olha para os lados e sai, respiro aliviada até sentir algo enrolando na minha perna

- o-o que...? - pergunto baixo como um sussurro

Ele me puxa levemente para baixo, me seguro em uma da pernas da cama, olho para baixo vendo um tentáculo? Ele não era pegajoso mais parecia ser um. Ele me puxa mais forte, e eu me seguro mais uma vez só que também mais forte, aquele tentáculo larga minha perna, começo a ficar com medo e minha respiração fica mais rápida. Depois de um breve minuto sinto mais uma vez o tentáculo enrolando minha perna, só que agora dois e enrolava minhas duas pernas e me puxa mais forte ainda fazendo eu me soltar, e ele fazer eu sair da cama e me ergue de cabeça para baixo

- Olá rosa ~ - falou com uma voz rouca é meio... sexy?

Minha visão foca em uma ser bem alto, de terno e um chapéu ambos pretos, tinha um sorriso largo e afiados e não tinha olhos e de suas costas saia tentáculos parecia ser o Slenderman? Mais não era. Ouço a chuva derepente parar, e a porta do quarto se abrir com tudo

- offenderman!!? Larga ela, ela é minha vítima!

Pera... Offenderman...? A mais que droga. Tento me debater, assim que ouço o nome dele, com medo ouço ele rir

- Então a rosa me conhece, não se preocupe você vai me conhecer ainda mais, só que mais tarde - ele disse passando um dos tentáculos que saiam de suas costas na minha bochecha - e Jeff ela... Não é sua vítima desde que era pequena, ela é uma Proxy do Slender

- Ah sim, acredito no estrupador de merda, provavelmente você está me dizendo isso só para eu te deixar a "sós" com ela e estrupar essa putinha depois

Offenderman me solta e quando estou quase caindo no chão, mais uma vez um tentáculo se enrolar em mim só que na minha cintura agora e me vira para ele, sinto um outro tentáculo levantar minha camisa tento me debater mais uma vez e abaixar minha camisa, mais ele prende minhas mãos e tampa minha boca com outros tentáculos, mais que droga quantos tentáculos esse merda tem!? ele ergue minha camisa, sinto ele passar um tentáculo em uma marca de quando eu era menor

- viu? Um O com um X no meio ela é uma proxy...



Notas Finais


❁ :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...