1. Spirit Fanfics >
  2. Spilled Blood >
  3. "Sonho estranho"

História Spilled Blood - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - "Sonho estranho"


Fanfic / Fanfiction Spilled Blood - Capítulo 7 - "Sonho estranho"

(...) Então corri para os braços de meu pai, dizendo

_Papai, tem alguém nas sombras. Um alguém de preto! Quem é ele papai?

_Vc está imaginando coisas, Lili. Não tem ninguém lá. Não temos motivos para ter medo das sombras._ ele responde calma, olhando eu meus olhos_ Volte a brincar, já vamos ir para casa.

Ele sai me deixando no parquinho, enquanto brinco no balanço ele vai atender um telefonema. Não consigo entender o que ele conversa, mas sei que ele está irritado. 

Assim que ele desliga, me puxa para irmos para casa.

_Papai...

_Não tem porque temer, está tudo bem querida._ ele diz sem olhar no meu rosto

Não falamos nada o caminho todo, ele fica olhando para os lados o que me deixa desconfortável. Eu vejo a sombra novamente, ela está vindo na nossa direção. Tento puxar a mão do meu pai mas ele ignora.

_Papai!

...

_O que foi? Desculpe querida, não estava prestando atenção_ ele diz me encarando um pouco nervoso

_A sombra... Ela está vindo na nossa direção.._ digo e ele olha em volta

Ele continua andando só que mais rápido, o que está acontecendo? 

Depois disso ele para e eu escuto barulho de tiro... São três disparos e ele cai no chão. A sombra vai embora e eu fico ao lado do cadáver do meu pai. Eu não faço nada além de ficar parada, chorando vendo ele ali, todo sujo de sangue. O que vou fazer agora?

_Papai..?_ digo com voz trêmula_ Papai... Vc não pode ter morrido..

Um carro prata para perto de onde estamos. Dele sai uma mulher alta, que pega seu celular rapidamente e liga para a polícia. Logo já tem uma multidão tentando ver o que aconteceu.

Essa mulher tenta me acalmar. Ela tem um cheiro de flor de laranja e uma voz alegre.

_Como é o seu nome?_ ela pergunta tirando uma mexa de cabelo do meu rosto.

Eu não respondo nada... Eu não sei como falar, eu não consigo abrir a boca

_Vai ficar tudo bem. Como é o nome da sua mãe? Eu preciso saber para tentar ajudar, vc pode me dizer? _ ela diz calmamente

_....C-clare..._ digo entre soluços

_Pode me dizer o que aconteceu?_ um policial pergunta para ela_ Vc encontrou o corpo?

_Sim, quando eu cheguei ele já estava assim._ ela diz me deixando de lado

Eles conversam por um tempo e vejo que a sombra apareceu novamente. Eu vou em direção a ela que fica me esperando.

Ele estica a mão para que eu vá junto dele mas eu o ignoro.

_Não devia estar aqui._ ele diz com uma voz grossa

_N-não... Não devia ter feito isso.._ nossa como eu sou ameaçadora.

Estou com um ursinho na mão ameaçando um homem armado, que inteligente.

_Seu pai mecheu com quem não devia, vc está fazendo o mesmo. Vai ter o mesmo destino que ele se continuar assim._ ele diz em um tom mais irritado

_...o que ele fez?_ pergunto indo para perto dele

_Não, vc não precisa saber._ ele diz enquanto se vira para ir embora.

_Vc é muito fofa. Ainda vamos nos ver novamente._ ele vai some na escuridão da floresta.

Aquela mulher aparece atrás de mim e eu tomo um susto.

_Com quem estava falando?_ ela pergunta olhando para a mesma direção que eu.

_A... A sombra_ digo olhando para ela

_Sombra? Entendo que esteja traumatizada... A sombra é um amigo imaginário?_ ela parece confusa

_Não.. Bem longe de um amigo...

                      {...}

_Acorda! Anda. Acorda logo_ alguém grita jogando um balda de água fria em mim. Literalmente um balde de água fria. Me fazendo levantar rapidamente.




Notas Finais


Bom meus amores, foi isso. Espero que tenham gostado
Amo vcs 😘🖤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...