1. Spirit Fanfics >
  2. Spirit e Lucky >
  3. O bando

História Spirit e Lucky - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - O bando


Após o ocorrido inesperado:

Lucky-Bem Spirit, infelizmente tenho que me arrumar e ir pra escola, acho melhor você me esperar aqui garoto.-Ela saiu do quintal e foi para dentro de casa.

Cora-Bom dia Lucky.-Cora estava começando seus afazeres domésticos,  lavando louça. 

Lucky-Bom dia tia Cora.-Foi quando Cora abre a janela.

Cora-Por que tem um cavalo na porta da minha casa Lucky?!-Disse ela assustada.

Lucky-Bem, longa história, esse é o Spirit, meu novo melhor amigo. -Lucky riu do desespero da tia.

Cora-Desde que você tire essa coisa da varanda está tudo bem.-Cora relevou a situação. 

Lucky-Tenho que ir para a escola, vou me arrumar, tchau...-Ela correu para o seu quarto para procurar a bota que ela trouxe da mudança, era a bota da sua falecida mãe quando ela ainda era viva, por sorte ainda estava lá, guardada numa caixa velha com cheiro de naftalina, Lucky começou a espirrar.

Lucky-*Atchim*Naftalina, droga..-Disse ela colocando a bota que acabara de achar em seus pés, era uma bota marrom com detalhes rajados de fogo, logo em seguida a garota colocou sua blusa, tirou as tranças de seu cabelo, deixou-o solto e saiu de seu quarto.

Cora-Mas Lucky e aquele vestido elegante que eu te dei?

Lucky-Não sou nenhuma garota que odeie vestidos,mas aquilo estava ridículo (risos).

Cora-Por mim tanto faz, só tire esse cavalo da porta da minha casa pelo amor de deus!

Lucky olhou para a porta, Spirit ainda estava esperando ela lá.

Lucky-Já vou indo!-Ela pegou sua mochila e abriu a porta.

Ela tentou montar em Spirit porém não conseguiu, tentou de novo e novamente fracassou,ela ficou cansada (geralmente é difícil subir em um cavalo à pelo sem a ajuda de um estribo), foi quando ele levanta sua pata para "dar pézinho" para Lucky conseguir subir nele, os dois seguiram o caminho para a escola, até chegarem lá:

Lucky-Obrigada pela carona garoto, e coma isso, vai recompensar sua energia gasta-Ela tirou uma cenoura da mochila,se despediu do garanhão e seguiu para a aula.

Spirit já sabia para onde ele iria ir, afinal continuava sendo livre, galopou até chegar em seu bando, todos os cavalos já sabiam de sua "vida dupla" .

Ventania-Spirit?Ora se não é o cavalo domável (risos) você nunca se pareceu com o seu pai-Todas as éguas do bando riram de Spirit, que era conhecido por ser muito "anti-social".

Spirit-Não enche meu saco Ventania, eu sei muito bem o que eu faço. -Ele começou a pastar e ignorou Ventania, foi aquando Brutus, o líder do bando chegou perto de Ventania:

Brutus-É melhor deixar o menino quieto Ventania, sei lá o que se passa na cabeça dele, ele só tem três anos,  é um adolescente, acabou de ser expulso do antigo bando, pega leve com ele.

Morgan se aproximou de Spirit:

Morgan-Bora à tarde nós irmos patrulhar o território para ver se não tem nenhum predador aqui?

Spirit- À tarde?

Ventania-Sim..

Spirit-Não dá não.

Morgan-Por quê? 

Spirit-Tenho que buscar minha humana na escola, eu prometi pra ela.

Morgan- Você parece um cachorro, ou pior, um cavalinho domado de uma dama-Morgan começou a rir.

Spirit-(risos) E se eu for?

Morgan-Seu pai deve se envergonhar de você.

Spirit-Tanto faz, eu não devo seguir regras impostas pelo meu próprio bando.

Continua...



Notas Finais


#SpiritQuebrandoPadrões kkkkkkk
Tadinho ele sofre bulying.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...