História Spiritismo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Annatheidiot, Bad, Capítulo Único, Depressão, Drama, Família, Original, Spirit, Tempo Perdido, Vida
Visualizações 5
Palavras 428
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bem,fic dedicada aos viciados em Spirit que vêem isso como um problema pessoal/social.

Boa-leitura.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Meus dedos digitavam hábeis na tela do celular.Eu sentia um orgulho enorme de mim mesma sempre que via as palavras se formarem na tela,rápidas,bem escritas,formando uma história que surgia em minha mente.Já havia escrito incontáveis capítulos para incontáveis histórias.

Eu era um leão faminto.Um leão faminto atrás de visualizações, de favoritos,de comentários,de elogios,de notificações.Eu era uma escritora,uma escritora que,como todos,queria ser notada,queria ter minhas histórias nas estrelas.

Aquilo era mágico.Em toda a minha infância havia escrito,escrito poemas,frases que brotavam do fundo de minha mente,impactantes,histórias com personagens bem-feitos e enredos complexos,histórias para crianças,para jovens,para adultos...

Eu finalmente havia achado o paraíso.Um mundo perfeito representado por um fogo branco cercado por um círculo do melhor tom de azul que já havia visto.

Era tudo o que eu havia procurado.Havia ganhado o melhor presente de todos.

E perdido a coisa mais essencial de minha vida.

Eles se afastaram,me deixaram de lado aos poucos.Queriam que eu fizesse coisas que não queria fazer.

-Só mais um capítulo.

-Espera,me deixe acabar esse parágrafo.

-Preciso revisar o texto,um momento.

Eles sempre me ouviam.Escutavam minhas respostas e iam embora.Eu terminava os parágrafos,escrevia o último capítulo,eu revisava o texto,mas não corria atrás deles.Queria sempre mais.

Uma letra.Uma palavra.Uma frase.E então surgiam os personagens,suas histórias,suas aventuras.

E enquanto eles apareciam,colorindo meu mundo,aquelas sombras que todos chamavam de família sumiam,me deixando sozinha,me deixando em preto e branco.

E no fim,eu estava realmente só.

Quanto tempo perdi esperando?Esperando aqueles númerozinhos naquele quadrado vermelho sobre o sino?Quanto tempo passei digitando,os polegares doendo,o som artificial do toque nas pequenas teclas cinzas do teclado?Quanto tempo passei lendo,lendo até os olhos doerem à noite? 

 As pessoas dizem que eu estou perdida.Eu digo a elas que faço o que quero. Que quero seguir minha vida,minhas vontades,meus sonhos.

Mas isso foi um erro.Essas respostas amargas foram um erro imenso.

Digo agora que contraí Spiritismo,e que infelizmente não acho a cura.

Eu quero parar.Quero deixar as palavras,os favoritos,as histórias,os novos capítulos,quero deixá-los,quero perder esse mundo e ganhar novamente o meu mundo,o mundo com as pessoas que se importam comigo de verdade,o mundo onde ninguém pede por continuações,o mundo onde minhas criações fazem tão pouco sucesso que às vezes esse fato me fazia ficar inundada num poço fundo,sem o colorido de minhas histórias.

Eu quero parar.Parar de digitar,de seguir,de comentar.

Mas é tudo mais forte que eu.Eu me sinto fraca,me sinto no dever de nunca parar,no dever de escrever,escrever,escrever,colocar minhas idéias nas histórias perfeitas que crio mas que nunca poderei viver.

Isso é o Spiritismo.

E é impossível de se fugir dele.

Então,me entrego cada vez mais,continuo a digitar enquanto minha vida se esvai aos poucos e minhas palavras ficam cada vez mais sombrias.

É essa a vida dos novos escritores.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...