1. Spirit Fanfics >
  2. Spooky's Jump Scare Mansion >
  3. Sem Medo

História Spooky's Jump Scare Mansion - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Olá....
Bom,
como prometido, estou postando antes do mês acabar.
E para os poucos que ainda leem minhas histórias, OBRIGADO.
Sem enrolação.
ATENÇÃO: Tudo que está na história é apenas fruto de minha imaginação doida.

Capítulo 10 - Sem Medo


Fanfic / Fanfiction Spooky's Jump Scare Mansion - Capítulo 10 - Sem Medo

???: Então é isso... Eu realmente não sei o que fazer mais. Acabou. Não tem o que fazer. E pensar que já se passaram dez anos. Ele apenas desapareceu sem deixar vestígio. Ele poderia ter sido devorado por ursos, você pensa. Não tem ursos nessa região. Eu trabalhei nesse caso quase no fim da minha carreira. Quase nenhuma pista. As únicas pistas que encontrei foram um jogo e sua bicicleta. O que foi que aconteceu? Eu... Eu já não sei de mais nada. Já andei por essa cidade inteira e sem nenhum sinal do garoto. Eu... Eu estou velho demais pra isso. Hoje é o dia em que me aposento. O caso vai se encerrar depois disso. Realmente se passaram dez anos. Esses foram os últimos dez anos da minha carreira de detetive. É isso que você ganha Adrian. É isso que você ganha quando presta sua vida em alguma coisa. Eu adorava ser detetive.

*-----*

James: (O que... aconteceu? Tá tudo tão frio. Neve. Por que sempre que estou com problemas estou cercado de neve? Meu coração esfriou).

(James se senta atrás de uma árvore sem folhas.)

James: (Eu só vou sentar aqui pra descansar um pouco).

(Ele se aconchega e dorme. Em quanto isso, sombras com forma de animais se aproximam e se aconchegam junto dele.)

James: (O que? Não tô conseguindo me mover... O que tá acontecendo?).

(James acorda e se vê abraçado por sombras. Sombras com formatos de ursos, coelhos, cervos e lobos. Todos juntos se aquecendo como se fosse cair um grande inverno. Ele vê aquela cena e não fica com medo. Ele apenas se sente aquecido. O coração dele havia se enchido de paz e felicidade.)

James: (Eu. Eu sinto como se o frio não me afetasse mais. Isso me faz ter lembranças tão boas. Tudo está tão calmo...).

???: Vejo que está melhor.

(Quando ele olha pra frente vê a silhueta de alguém. Quando se aproxima, ele consegue ver melhor. Se assemelha a uma jovem mulher com olhos cor de âmbar e cabelos brancos curtos que obscurecem seu olho direito. Ela também tem orelhas e rabo de lobo, que são da mesma cor do cabelo. Ela tem um par de chifres de veado marrom que parecem ter uma textura de madeira e um colar com várias contas de ouro. Ela veste uma blusa marrom com um xale e uma saia, ambos feitos de pêlo marrom escuro, aquecedores de braço marrons forrados com pêlo de cor creme e perneiras marrons com uma faixa amarrada no joelho direito e está descalça.)

???: Não precisa ter medo.

James: Quem é você?

???: Eu sou Tirsiak, um espírito da floresta protetor dos animais selvagens. E você?

James: Eu sou James, tenho dezesseis e eu sou um fantasma ou coisa do tipo. Você não vai tentar me matar também, vai?

Tirsiak: Parece que eles se deram muito bem com você. Você parece uma pessoa boa que só procura seu caminho de casa. Não precisa se preocupar.

James: Obrigado. Você é a única que não tentou me matar até agora, isso é muito bom.

Tirsiak: Ok.

James: Aliás, o que são essas sombras? Algum tipo de fantasma?

Tirsiak: Essas sombras são as almas daqueles animais que foram mortos por nada. Apenas por diversão. Você não me prece uma pessoa má. Por isso não te ataquei.

James: Ah. Eu nunca machucaria um animal indefeso.

Tirsiak: Muito bem.

(Logo, ele se lembra de algo.)

James: Espera, ela falou que já se passaram dez anos?

Tirsiak: O que?

James: A Spooky, ele falou que já se passaram dez anos que estou aqui. Más, como.

Tirsiak: Você fugiu por esse tempo todo. Deve ter ativado um modo automático que nem você se deu conta do tempo.

James: Que coisa. Então significa que eu estou fora esse tempo todo. Espera, então quer dizer que meu irmãozinho já deve ter a minha idade. É. Já se passou tanto tempo.

Tirsiak: O que aconteceu com você?

James: Bom, eu morri.

Tirsiak: Não, antes disso. O que aconteceu? Como você veio parar aqui?

James: Bom. Eu como de costume, estava tendo um dia normal. Saí de casa pra ir trabalhar, depois do trabalho fui comprar um jogo. Depois disso eu fui embora pra casa, estava nevando tanto na estrada, eu quase não consegui ver o caminhão. Estava tão escuro, eu conseguia ver apenas a luz da lua. Eu estava com tanto frio. Foi então que eu encontrei essa mansão. Desde então eu apenas fugia de monstros. Daí, um momento, eu não aguentava mais continuar. Meu corpo não se mexia. Estava tão frio. Então. Eu não senti mais nada.

Tirsiak: Entendo. Você foi morto injustamente. Que sua alma siga seu caminho.

James: Obrigado. E você?

Tirsiak: Eu?

James: Como você veio parar aqui?

Tirsiak: Eu não me lembro. Eu apenas lembro de estar na floresta protegendo os animais. Então. Vim parar aqui. Não importa como, eles sempre conseguem as criaturas que quiserem.

James: Eu ouvi que a Spooky quer criar um exército de fantasmas para invadir a Terra.

Tirsiak: Eu sei disso.

James: Então por que não fazemos nada?

Tirsiak: Eu não tenho nada com isso.

James: Ah. Bem, talvez você não tenha, más eu tenho. Estou indo.

Tirsiak: Já vai? Tudo bem, adeus.

James: Até logo!

(James sai de lá deixando Tirsiak com seus animais e continua seu caminho.)

Tirsiak: (O que aquele garoto tá planejando?).

(James anda e encontra uma imagem de papelão.)

James: Não dessa vez. E nunca mais...

(James anda pelos corredores até encontrar um monstro. A criatura verde flutuante estava no final do corredor. A criatura corre para cima de James com a intensão de matar. James desvia dele. A criatura atravessa uma de suas poças verdes a chega atrás de James o acertando. James se distancia e vê uma faca cravada na mesa. Ele pega a faca e ataca a criatura. A criatura, machucada, foge.)

James: Agora você sabe como é ser fraco.

(Ele continua até chegar em um salão. Da parede do salão, surge Spooky.)

Spooky: Ah! Vejo que está de volta. Veio aqui para se render?

James: Não.

Spooky: Então, o que veio fazer?

James: Eu não vou fazer parte do seu exército de fantasmas.

Spooky: Então vejo que não tenho outra alternativa.

(Aparições, fantasmas e outras criaturas aparecem das paredes, do teto e do chão para enfrentar James.)

James: Podem vir! Eu não tenho mais medo de vocês!

(Eles começam. Vária criaturas o atacam e ele desvia e os golpeia com sua faca. Uma briga intensa. James dá o máximo de si.)

Spooky: Pare com isso. Se rede logo.

James: Nunca! Eu só vou ter paz quando voltar pra minha casa!

(Spooky fica sem reação.)

James: AAAH!

(James consegue ferir e deixar as criaturas inconscientes.)

James: Viu? Eu vou dar o meu máximo pra seguir com meu objetivo!

Spooky: Vai ser interessante ter você a bordo.

(Spooky atravessa a parede e todos os monstros somem.)

*-----*

James: (Desde então nenhum monstro me ataca. Será que eles me reconheceram como monstro? Bom, pode ser, porque eu também consigo atravessar as paredes. Mesmo assim, essa mansão é muito confusa. O legal de ser um fantasma é que eu tenho vários poderes e habilidades legais, más o chato é que não tem quase ninguém pra mostrar. O interessante é que eu sempre consigo chegar onde eu quero. Menos pra saída. Mesmo assim, eu nunca vou desistir. Eu sei que um dia eu vou conseguir voltar...).

 

*Curiosidade: Se você estiver sendo perseguido por essa criatura, basta apenas achar em uma das salas um agasalho e entregar para ele, assim, ele nunca mais vai te perseguir pelo resto do jogo (de nada)..............*

 

Fim?


Notas Finais


O fim é apenas o início para outra história...


Gostou?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...