1. Spirit Fanfics >
  2. Spring of love ( IMAGINE SONG MINGI ) >
  3. Capítulo 2

História Spring of love ( IMAGINE SONG MINGI ) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 3 - Capítulo 2


A vida é uma droga, e depois você morre... É tivesse eu essa sorte.


Chego em casa e yumin vem até mim avisando que hongjoong estava me esperando em sua sala, acho estranho pois ele nunca falou comigo. 

Vou até sua sala e bato na porta recebendo um " pode entrar " abro a porta e o vejo sentado em sua cadeira vendo uns papéis, ele levanta a cabeça e me olha sem ânimo me mandando sentar.

_ o que quer falar comigo? - vou direto ao ponto.

_ queria falar que não iremos para a casa dos meus pais. - fala sem olhar para mim. 

_ porque? 

_ eles viram aqui - ele me olha sério. - minha mãe quer te ver, eu sei que eu tinha decidido ir lá... Mais ela disse que não precisa e que fazia questão de vir a nossa casa.

 _ hum... Só isso? 

_ sim - volta a prestar atenção nos papéis. - ah...dessa vez atua melhor.

Reviro os olhos e me levanto saindo de sua sala. Subo as escadas e vou para meu quarto, hongjoong e eu dormimos em quartos separados. 

A vida é uma droga! 

Me jogo na cama e fico pensando na minha vida, a mãe do hongjoong ela é bem legal o pai dele também, mais eles não sabem do contrato.

_ porque... - sinto uma lágrima cair pela minha bochecha.



( ... )


Hana estava se despedido de San em frente a faculdade, eles eram amigos desde pequenos, San  gostava da mesma mais ele sabia que não era recíproco, e que, hana nunca ficaria com ele já que é mais velha que ele e é casada.

_ tchau San! - ela o abraça.

_ tchau... Hana! - ele beija a bochecha dela.


SEONGHWA ON


Paro o carro e abro as janelas vendo Hana abraçada com um garoto mais novo... " Quê? "  Olhava a cena com ciúmes.

Somos casados a pouco tempo, trabalho em uma empresas de carros do meu amigo;  e ela faz faculdade. Assim que ela me percebe se despedi do garoto e entra no carro.

_ Oi, am-  

_ quem era aquele garoto?! - pergunto sem a olhar. - hum??

_ é o San meu amigo 

_ amigo? - eu a encaro.

_ sim seonghwa, meu amigo de infância! - ela me olha. 

_ não quero que fale com ele mais.

_ mais- 

_ mais nada! - ela me olha com raiva e dou a partida no carro.

( ... ) 


Estaciono o carro e ela sai com raiva batendo a porta entrando na casa, respiro fundo e abro a porta saindo... 

Entro dentro de casa e vou para o quarto, tiro meu casaco e vou até o banheiro onde a vejo tirar seus acessórios ela olha para o espelho e me ignora.

_ sabe que não gosto quando você me ignora! 

_ e eu não gosto quando você fica com ciúmes idiota! 

Respiro fundo.

_ eu só... Não gosto de te ver com outro cara! 

_ ele. É. Meu. Amigo! - fala pausadamente. - não precisa ter ciúmes, por favor! 

_ Affff tá - reviro os olhos.

Ela vem até mim com um sorriso nós lábios e me dá um selinho.

_ te amo! - eu seguro sua cintura a trazendo para mais perto e lhe beijo pedido passagem com a língua, só paramos por falta de ar.

_ eu também te amo! - lhe dou um selinho. - agora... Vamos tomar banho 

Ela sorri e se afasta tirando as roupas.


SEONGHWA OFF 


Termino de me arrumar e desço as escadas vendo hongjoong conversar com seus pais.

" Fingir está feliz! Fingir está feliz! Fingir está feliz!

Respiro fundo e desço o resto dos degraus vendo todos os olhares em mim.

_ s/n! - a mãe de hongjoong se levanta e me abraça. - tudo bem querida, como está?

_ Oi... Estou bem senhora Mary - sorriu.

_ oh querida não precisa me chamar de ' senhora - ela fingi está ofendida. - parece abatida... Hongjoong está lhe tratando bem? - ela olha feio para hongjoong.

" Ele nunca me tratou bem..." 

_ tá tudo bem... O hongjoong... - ele me olha sério. - ele sempre me tratou bem né amor. - vou até ele abraçando sua cintura.

_ claro - ele beija minha cabeça sorrindo. - não sei porque a senhora acha isso, mamãe! 

_ hum...

_ isso deve ser o trabalho...

_ ah tudo bem querida.

_ espero que gostem da festa que organizamos para vocês - jaejoong, pai do hongjoong fala.

_ com certeza, não é amor?! - hongjoong me pergunta " cínico " 

_ sim! - sorriu.

Nós sentamos no sofá e começamos a conversar, a conversa estava tão boa, até que chega em um assunto que me incomoda. 

_ estão...já pensaram em ter filhos? - jaejoong pergunta.

Fico sem saber o que responder.

_ pai! - hongjoong o repreende. - ainda somos novos para sermos pais.

_ mais nós queremos netos, meu filho! - Mary fala sorrindo. - e eu acho que a s/n também quer ser mãe!

A olho com vergonha " o que eu respondo? " 

Hongjoong me olha por um momento.

_ tudo bem querida? - Mary me pergunta.

_ s-sim... 

_ tá vendo a deixaram com vergonha! - hongjoong fala pegando em minha mão.  - não fique assim, ok - ele me olha sério.

_ nós desculpe 

_ tudo bem... Eu também concordo com o hongjoong, ainda somos novos.

Eles acenti.

" Na verdade nós nunca nem tentamos nada, como vamos vós dar um neto? " 

Respiro fundo triste.














Notas Finais


E aí gente! O que acharam do capitulo???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...