1. Spirit Fanfics >
  2. Sr e Sra Wang- Imagine Jackson Wang >
  3. Epílogo.

História Sr e Sra Wang- Imagine Jackson Wang - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oooi! Deem muito amor a essa fic okay? É baseada em um dos meus filmes favoritos! ✌️😗💖
FIQUEM COM O CAP DE HOJE!!!
🌟
🌟
🌟
🌟
🌟

Capítulo 1 - Epílogo.


Fanfic / Fanfiction Sr e Sra Wang- Imagine Jackson Wang - Capítulo 1 - Epílogo.

15;56/ Terapia para casais, 1°consulta.




JS: Ok, eu vou primeiro. Hm... Na verdade, nós não precisávamos estar aqui. Somos casados há cinco anos... 


_ Seis.


JS: Cinco ou seis anos. Enfim, isso é apenas uma manutenção para nós. Uma chance de verificar o "motor". Trocar o óleo. Repor uma peça ou outra.

 


Terapeuta: Muito bem então! Vamos abrir o capô! ---proferiu alegre



(...) 

Terapeuta: Em uma escala de um a dez, o quão felizes vocês são como Casal? 


_Oito. ---respondi sem hesitar 


JS: Espera. Dez sendo completamente felizes e um sendo completamente miseráveis? Ou...?



Terapeuta: Apenas responda instantaneamente. 


JS: Tudo bem. Pronta?



_Pronta. 



JS/(S/N): Oito.


(...)


Terapeuta: Com que frequência fazem sexo? 



Que tipo de pergunta é essa? 



_Não entendi a pergunta. 



JS: É, eu estou perdido. É aquilo de um a dez? 



_É, o um é muito pouco...Ou o um é nada, porque...Tecnicamente falando... É quase nada. 



 sorri cínica arrancando um olhar furioso de meu esposo. 



JS: Que tal essa semana?...Inclui o fim de semana? 



Terapeuta: Claro. 



JS: Próxima pergunta... 



_Patético. 




(...) 


Terapeuta: Descreva como se conheceram. 



_Ah foi em...Foi na Colômbia. ---Sorri enquanto falava 



JS: Bogotá. 



_Sim. 



JS: Há cinco anos atrás. 



_Seis. 



JS: Isso, cinco ou seis anos atrás.


 


Bogotá- Colômbia, cinco ou seis anos atrás. P.O.V Jackson 


_ Pode me dar uma bebida? - proferi em espanhol e dei o dinheiro ao Barman que logo me deu uma garrafa de uísque e um jornal pra ler. 



Estava no saguão de um hotel simples, já passava da hora do almoço. Havia acabado de completar uma missão para matar um dos chefes do tráfico aqui, volto amanhã bem cedo. 



Servi  a bebida pra mim e antes mesmo de dar um gole fui interrompido por policiais abrindo as portas e gritando com os presentes no local. Larguei o jornal e o copo e pedi informação ao Barman. 



_Que pasa!? -"O que está acontecendo?" 



XXX:Alguien mató a la "barracuda". La policía busca a los turistas que viajan Solos.- alguém matou a barracuda. Os policiais procuram turistas que viajam sozinhos. 



_Droga... - pensei comigo mesmo. 



Me virei devagar ficando de costas para o balcão, chamando a atenção do policial sem querer 



Policial: Estas solo!? - Está sozinho? 



Me fiz de desentendido e coloquei uma mão na orelha fazendo sinal de "O que?".



Policial: Éstas solo?! - falou compassadamente tentando me fazer entender 



Policial 2: Señorita, su pasaporte por favor...-esbravejou entrando no saguão 



Desviei minha atenção do homem em minha frente tentando ver o motivo do alvoroço. Quando olhei pra frente vi uma mulher alta, olhos  claros, cabelos castanhos, saia branca, assim como a blusa que por ser curta deixava parte de sua cintura definida à mostra. Era definitivamente a mulher mais linda que já vi. Ela me olhou e ficamos nos encarando.



Policial 2: Señora, sus documentos!! - Senhora, seus documentos! 



Ela continuou me encarando. Só Pode ser uma armadilha, não é possível.


 

Policial: ¿Está sola? - gritou



XXX: NO! -negou para o mesmo



Ela veio caminhando lentamente até mim, pequei em minha arma que estava em minha cintura na parte de trás e fiquei segurando-a. 



_No, no esta bien. Ella esta comigo!! - fui em sua direção a afastando dos homens 



Policial: Esta bien. 



(...) 




Levei a garota até meu quarto no hotel e tranquei a porta. Ela apenas encostou o ouvido  na porta tentando ouvir se os policiais haviam ido embora. Encostei minha cabeça na porta assim como minhas costas e olhei para frente tentando disfarçar minha curiosidade. 



XXX: Sou (S/N). - sussurrou ainda tentando ouvir algum ruído 



_Sou Jackson. -Sorri de lado 





(S/N): Muito prazer. - me cumprimentou 





_O prazer é todo meu. - continuei o cumprimento logo após acariciando sua mão arrancando um sorriso da mesma


22;46pm 



(...) 



Havíamos saído do hotel para comer, sentamos em uma mesa e começamos a beber. Haviam hóspedes dançando e vários bebendo e tocando violão e cantando. Fazia muito calor, o céu estava estrelado fazendo a garota olhar para cima de vez em quando para admirá-lo. Não havia trocado palavra alguma depois do ocorrido. 


Escutem enquanto leem essa parte:"Mondo Bongo- Joe Strummer & The Mescaleros" 



(S/N): À nossa fuga. - levantou seu copo propondo um brinde. 



_À nossa fuga. - brindei com a mesma. 



(S/n): Hm, então ele fala. 



A garota se levantou com o copo na mão sorrindo pra mim



(S/n):Mas será que dança? - mordeu os lábios ainda sorrindo 



Me levantei admirando a mesma. A morena se direcionou a parte onde haviam casais dançando, deu um gole em sua bebida e jogou o copo em um barril fazendo o fogo dentro do mesmo aumentar, limpando a boca em seguida.


 

Me aproximei da garota que já estava com os braços levantados remechendo o quadril para os lados em uma dança sexy, peguei em sua cintura e fui subindo os toques fazendo-a continuar sua dança agarrada em mim.



(...) 




Passamos a noite toda dançado e trocando olhares. O tempo fechou e começou a chover. Nos sentamos, a sentei em meu colo e enquanto bebia uma garrafa de vodka dava um pouco em sua boca. começamos a nos beijar com desejo 



_Está chovendo... - sorri falando em meio ao beijo molhado da mesma



(S/N): Você liga?  Porque Eu não. 




Rimos e continuamos o beijo. O resto da noite foi bem intensa, ficamos juntos até o amanhecer. 





P.O.V (S/N) 



Acordei quase saltando para fora da cama, notei que o homem com quem dormi ontem não estava. Cobri meu corpo com o lençol, estava nua e sem saber sobre o paradeiro das minhas roupas. Me sentei na cama e sorri ao lembrar da noite passada. 



Meus pensamentos impuros foram interrompidos ao ouvir a porta sendo aberta 




_ Eu conheço você? - sorri cínica fazendo o homem em minha frente também soltar um sorriso sacana




JS: Desde ontem. - se aproximou com uma bandeja de café da manhã


 


Me ajeitei na cama ainda sorrindo de lado. Coloquei uma mecha de cabelo para trás e o encarei 




JS: Acho que os empregados fugiram. Eu fiz o melhor que pude. - se referiu a comida me entregando-a em seguida



Peguei uma xícara de café assim como o homem em minha frente e bebi



_Hm... Está ótimo! 



JS: Ainda bem. Tive que tirar o leite de uma cabra 



Ri com o comentário do maior, peguei uma flor que estava na bandeja e coloquei no cabelo.  Me levantei ainda coberta, andei na direção do mesmo que se encontrava admirando a vista pela janela e o fitei. 



Sorri fazendo o homem em minha frente largar a xícara de café no chão e me beijar 



(...) 




Terapeuta: Como resumiriam esse dia? 




JS/(S/N): O melhor dia da minha vida. 






















Notas Finais


Vou tentar atualizar essa fic ainda essa semana ok? Beijinhos, amo vcs💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...