1. Spirit Fanfics >
  2. Sr. Evans e Eu!! - Chris Evans >
  3. Ajuda (Ponto de vista do Chris)

História Sr. Evans e Eu!! - Chris Evans - Capítulo 40


Escrita por:


Capítulo 40 - Ajuda (Ponto de vista do Chris)


Desci para pegar água na cozinha e encontrei os pais do Matt ainda na sala de estar conversando, vou a cozinha pego minha garrafa d'água, vou até a sala e falo com eles que precisávamos conversar. Fomos para o escritório, chegando lá, o Sr. Cooper se sentou em sua cadeira, e a Sra. Cooper ficou ao seu lado em pé. Eu me sentei na cadeira na frente então comecei a falar.

 - Sr. e Sra. Cooper. Eu amo o filho de vocês. E eu gostaria de pedir ele em casamento. - Vejo suas caras de surpresa, então continuo - Sei que já passamos por muita coisa juntos e sei também que tem pouco tempo que estamos realmente juntos. Mas eu o amo. Tanto que o assumir na frente do mundo na premiere dos Vingadores. Não tem porque esperar mais. Eu quero passar o resto de nossas vidas juntos. Quero construir uma família com ele. E eu gostaria da permissão e ajuda de vocês para que isso aconteça.

Eu falei tudo o que queria apenas de uma vez . Eu esperava por isso a um tempo, mas não tinha coragem. Mas depois da premiere e do amor que os meus fãs demonstraram por nós, eu sabia que podia enfrentar qualquer coisa estando com o Matt ao meu lado. Ele dirá sim, tenho certeza. Eu o amo e ele me ama. 

 - Meu filho - começou a Sra. Cooper - Vocês tem nossa benção e terá nossa ajuda para tudo. Eu nunca vi o Matt tão feliz,. Você sabe que ele namorou durante 6 anos, estavam para noivar e o relacionamento acabou, e nesses 6 anos eu nunca vi o Matt tão feliz quanto agora. Ele te ama tenho certeza. E vocês formam um lindo casal.

Sinto uma paz ao ouvir aquelas palavras. Meu coração se enchia de amor. Eu tinha a benção dos pais do amor da minha vida. Agora só faltava fazer o pedido. Como iria fazer? 

 - Obrigado de coração, só tem uma coisa, eu não sei como fazer o pedido, vocês tem alguma ideia? - Perguntei.

O Sr. Evans pensou um pouco, acendeu um charuto e então disse.

 - Matt ama música, vive cantando por ai, e ele tem uma bela voz, já até falei com ele investir na carreira - eu prestava atenção em cada palavra que ele dizia - Então por que você não pensa em algo nessa linha. Sei lá faça uma serenata, componha uma música para ele.

Pensei a respeito, era interessante. Como eu não tinha ideia ainda, resolvi pensar de verdade nessa. 

 - Ele sabe de alguma coisa, ou desconfia? - Pergunta a Sra. Cooper

 - Acho que não - Respondo.

 - Mas quando pretende contar para ele? - O Sr. Cooper me pergunta.

 - Não sei ainda, não sei como fazê-lo - respondi - Mas pensarei na sua ideia.

Agradeço a conversa, então decido voltar para o quarto, espero que o Matt já esteja dormindo e não tenha sentido minha falta. 

Chego no quarto em silêncio, vejo Matt deitado na cama virado para o lado esquerdo.

 - Matt, está dormindo? eu trouxe sua água - Chamo por ele.

Ele não me responde, então suponho que ele já esteja dormindo. Deito ao seu lado, o abraço, dou um beijo em sua cabeça, então adormeci imediatamente.

 

 

Acordei mais cedo que o Matt, fui ao banheiro fiz minhas necessidades, tomei banho, vesti uma roupa confortável, era verão no Brasil e fazia calor. encontrei os pais de Matt tomando o café da manhã. 

 - Bom dia - falei.

 - Bom dia - eles me responderam.

 - Eu preciso de uma ajuda. Eu queria que vocês me dessem o telefone da melhor amiga de Matt. Quero combinar com ela no dia de levar ele para fazer alguma coisa enquanto preparo tudo. 

 - Ah sim querido. - Falou a Sra. Cooper.

Vejo ela pegar seu celular, deu alguns cliques, e sinto meu celular vibrar em no bolso. Pego ele e vejo que ela me enviou o telefone por mensagem no whatsapp. Ótimo. Agora era só prepara a música e combinar com ela. Matt não pode descobrir nada. 

Resolvo subir de novo e ir para o quarto, abro a porta no completo silêncio, vejo Matt ainda dormindo. Observei por um momento. Ele era lindo até dormindo. Então decido me deitar novamente. Quando estava me deitando, Matt mexeu na cama, abriu os olhos e me viu.

 - Onde está indo? - Ele me perguntou.

Seus cabelos estavam bagunçados, sua cara estava amassada por conta do sono, mas mesmo assim ele continuava lindo. 

 - Eu estava no banheiro, mas já vou voltar a deitar. - Respondi.

 - Você tomou banho? seu cabelo está molhado - ele falou.

 - Sim, aqui faz calor né, aproveitei e tomei um banho. Agora chega de conversa e vem aqui. - Puxo Matt para um abraço. Ele repousa sua cabeça em meu peito e então permanecemos assim por um tempo. 

Matt então resolve levantar. Ele vai até o banheiro, ouço o barulho da água, suponho que ele estava tomando banho. Depois de um tempo ele sai, somente de toalha enrolada na cintura. Eu o vejo, e começo a me animar. Matt era muito gostoso. Seu corpo bem definido, suas coxas bem torneadas. Sua bundinha grande e rebitada. Eu era louco por ele.

Ele vem até a cama, pega seu celular e vai para o closet. Ele Volta somente de cueca box e uma regata. Ele senta na poltrona de frente da cama, e fica mexendo no celular. E eu o encarava. Eu o desejava. Eu queria ele na cama junto comigo. 

Me levanto, vou em sua direção. Ele ainda continuava mexendo no celular. Paro em sua frente. Tiro minha roupa, ficando apenas de cueca box e blusa. Pego o celular de sua mão. Ele me olha finalmente.

 - Me devol... - Ele para de falar ao me ver em sua frente. Ele me abre um sorriso bem malicioso e sexy, fico louco. - Ora, ora o que temos aqui - ele fala colocando a mão sobre o meu membro duro ainda na cueca.

 - Você quer brincar? - Eu o pergunto. Eu o olhava com desejo e luxuria. Eu queria testar sua cama finalmente.

 - Claro. - Matt respondeu. 

Ele me puxa para si, me joga na poltrona. Ele se ajoelha em minha frente, tira minha cueca revelando minha ereção. Ele sem pensar duas vezes começa então a me masturbar com a mão. Depois de um tempo ele muda e passa a fazer os movimentos com a boca. Que sensação maravilhosa era ter a boca de Matt em meu membro. A cada dia ele se superava ainda mais. Era nítido em seu rosto o prazer que ele sentia ao me chupar. E eu adorava. Eu o olhava com tesão enquanto ele me dava prazer.

Depois de um tempo. Eu levanto, pego Matt no colo, e o jogo na cama. Deito encima dele e começo a beijar seu corpo já totalmente nu.

 - Vamos experimentar sua cama -  eu falei.

 - Por favor, faça o que quiser comigo - ele falou gemendo gostoso em meu ouvido.

Nos beijamos apaixonadamente. Desci beijando seu corpo, chegando em seu membro. Comecei então a chupá-lo. Matt tinha um gosto muito bom, ele era muito gostoso. Eu sentia muito prazer com ele mais do qualquer transa que eu já tivera em toda minha vida. Nós não transávamos. Nós fazíamos amor. 

 

Resolvemos tomar um banho juntos. Depois descemos para tomar o café da manhã. Os pais de Matt já haviam comido, então comemos sozinhos. Depois fomos para a piscina. O dia estava lindo. Cheio de núvens brancas. O céu azul, e o sol radiante. Passamos protetor solar. Então vejo Matt de sunga. revelando toda a sua gostosura. Sinto meu rapazinho ficar feliz com aquela imagem. Matt também percebe. Ele se senta ao meu lado na espreguiçadeira onde estava. Eu estava de bermuda e sem camisa. Ele me beija na barriga, sinto um arrepio por todo o meu corpo.

 - Que fome em? - Ele fala agora pegando em meu membro por cima da bermuda.

 - Culpa sua. Já te falei que não me sinto saciado perto de você. - Falo me sentando e beijando Matt, nos separamos e então falo - E você está escandalosamente gostoso nessa sunga, não consigo me controlar - falei rindo.

 Ele me acompanha no riso e então fala.

 - Vá tomar um banho bem frio que esse seu fogo passa - Ele falou saindo correndo e pulou na piscina.

 - Você não vale nada, me provoca e foge - Eu grito para ele poder me ouvir.

 - Eu não fiz nada - ele fala mergulhando.

É melhor eu me acalmar mesmo, vai que os pais de Matt ou os funcionários da casa me vêem nesse estado. Então saio correndo e pulo na piscina também. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...