1. Spirit Fanfics >
  2. Sr. Kim >
  3. It's not Taehyung!

História Sr. Kim - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - It's not Taehyung!


Fanfic / Fanfiction Sr. Kim - Capítulo 16 - It's not Taehyung!

Eu estou trancada dentro do meu quarto com uma Jennie furiosa de braços cruzados na frente da porta.

Ou seja.

Não tenho pra onde fugir.

Como isso aconteceu? Vou explicar.

Eu estava plenissima voltando para o quarto depois do meu banho quando levei um susto com Jennie sentada na minha cama. Depois que minha alma voltou para o meu corpo ela se levantou e apontou o dedo no meu peito, NO MEU PEITO MANO!! Querendo que eu explicasse pra ela com todos os detalhes o que realmente estava acontecendo entre mim e o Taehyung.

Claro que eu voltei com meu discurso VERDADEIRO de que somos apenas amigos e me sentei não dando ousadia nenhuma pra ela.

Agora a garota não quer me deixar sair do quarto.

- Eu já disse, só saio daqui um quando você confessar que está se encontrando as escondidas com Taehyung pela casa.

Bufei

- Quantas vezes eu preciso dizer pra você que nós somos só amigos?

Jennie cerrou os olhos

- Não vejo verdade em suas palavras senhorita.

Me levantei já puta da vida, estava perto do horário das festividades e eu prometi para Taehyung que daria um jeito de jogar Jennie em cima de Jimin antes que outra garota atacasse ele.

Com Jennie aqui me atazanando era impossível cumprir minha promessa.

- Quer que eu seja sincera? Pois bem, serei sincera. Não se ofenda com minhas palavras.

- Sou capaz de escutar qualquer coisa que você disser. - Ela cruzou os braços novamente e bateu o pé no chão, estava parecendo minha mãe.

- Seu irmão, Kim Taehyung, é um baita de um cara gostoso que eu sei que todas as garotas que eu conheço e que convivem comigo estariam de um quatro por ele assim como metade das moças solteiras daqui estão. Se você me perguntasse sobre Taehyung no dia em que cheguei, eu diria pra você com todas as letras que adoraria me trancar em um quarto com ele e fazer todas as coisas obscenas que você nem sequer sabe que existem, mas agora Jennie, por mais que eu continue achando Taehyung um homem irresistível, eu não quero nada com ele porque estou apaixonada por outra pessoa!

A cada frase que eu falava Jennie abria mais a boca, acho que ela nunca ouviu uma garota falar assim antes. Como se fosse obra divina, ou do diabo, Taehyung abriu a porta, forçando Jennie a se afastar dela.

- Garotas me desculpem, mas eu não pude deixar de ouvir meu nome.

- Você escutou tudo? - Perguntei para Taehyung sem nem um pingo de arrependimento do que eu disse, ele precisa saber que é um cara gostoso sim e que eu reconheço.

- Todas as palavras que sairam de sua boca, e me sinto lisonjeado por ser alvo de seus pensamentos impuros por um dia, porém... - Ele olhou pra Jennie. - Sinto dizer que você errou de irmão, Jennie. Emilly sai as escondidas pra se encontrar com Namjoom.

Se fosse fisicamente possível, o queixo de Jennie bateria no chão agora.

- Você está com Namjoon? Eu podia jurar que estava com Taehyung.

- Acredita em mim agora? - Falei um pouco chateada.

- Meu Deus Emilly, me perdoa.

- Onde está meu pedido de desculpas? Eu estava envolvido nessa história também.- Taehyung falou indignado.

- Desculpa Tae. - Jennie falou revirando os olhos.

- Tenho uma forma perfeita de você se desculpar conosco Jennie. - Taehyung me encarou e eu tenho absoluta certeza de que ele leu meus pensamentos.

- Como? - Tae respondeu.

- Indo lá pra baixo agora e expulsando todos aqueles abutres de perto do seu Jimin.

Não consegui mais segurar minha cara de chateada e comecei a rir.

- Meu Jimin? - Jennie falou um pouco cabisbaixa.

- Jimin foi apaixonado por você a infância dele toda Jennie, você que era muito bobinha pra perceber. Vai logo, ele não vai te rejeitar.

Os olhos dela brilharam após essa descoberta e a garota saiu do quarto a mais de mil.

Taehyung e eu ficamos nos encarando e depois de alguns segundos ele se sentou ao meu lado na cama.

- Jennie não é a única que desconfia que nós dois estamos envolvidos. - Coloquei as pernas pra cima da cama e me virei de frente pra Taehyung.

- Namjoon desconfiava no começo. - Tae desviou o olhar para suas mãos e ficou brincando com suas unhas.

- Minha mãe me chamou hoje, ela disse que, se eu quisesse ter um pouco mais de privacidade com você no baile, ela avisaria para as senhoras que eu já estou cortejando uma moça.

- E o que você disse?

- Eu falei a verdade, que não estou cortejando você e nem pretendo fazer isso. Mas Emilly... Se você puder ficar perto de mim hoje eu seria eternamente grato. Odeio as temporadas, não quero ser obrigado a paparicar aquelas moças só por causa do meu sobrenome.

Me levantei da cama e estendi minhas mãos para que Taehyung segurasse, ele olhou para elas como se fossem duas cobras.

- Vamos garoto, segure minhas mãos, nós vamos descer. - Ele segurou as duas um pouco desconfiado e eu o puxei para que se levantasse também. - Você vai ficar comigo até o momento em que eu sair com Namjoon, tudo bem?

Ele abriu um sorriso lindo.

- Tudo bem, depois que vocês dois saírem eu vou atrás de Jimin e minha irmã.

Por sorte, ninguém viu nós dois saindo de dentro de meu quarto, quando chegamos no salão de baile o que mais se podia ver eram carruagens paradas na pista.

- Mirla chegou. - Taehyung apontou para a carruagem mais próxima, uma garota ruiva apareceu na porta e eu fiquei besta ao ver o duque se apressando para ajuda-la a descer.

- Tae, ela é linda!! - Taehyung sorriu

- Ela é sim, Jimin dizia quando pequeno que queria casar com Mirla para que seus filhos nascessem com cabelos laranjas, mas sempre percebi ele olhando Jennie de longe, quando descobriu sobre Mirla e Seokjin ele desistiu dela e passou a observar apenas minha irmã.

- O Park ainda se interessa por ela? - Andamos juntos pra dentro do salão de baile, percebi a duquesa nos olhando de longe.

- Ele nunca mais falou de Jennie pra mim, desde que tinha 15 anos. Mas eu acho que, se ela demonstrar gostar dele, ele investe nisso.

Taehyung e eu fomos andando até o fundo do salão de baile, ele já estava ficando cheio, quando olhei para o lado vi algumas senhoras cochichando e apontando pra nós.

Que comecem as fofocas.

- Taehyung?

- Humm? - Ele falou desinteressado enquanto olhava os doces.

- Aquelas são as mães que te perseguem? - Foi só eu falar e elas começaram a andar em nossa direção.

- Deus me proteja, são elas sim. Emilly me esconde. - Taehyung foi para trás de mim.

- Eu vou te dar um conselho. - Puxei ele pra o meu lado de novo. - Um conselho que um dos meus melhores amigos me deu.

- Que conselho? E que amigo? - Sorri ao lembrar dele.

- Jeon Jungkook, ele vivia me dizendo, na dúvida, se faça de idiota.

- E isso funciona?

- Tente... - E então, elas chegaram.

- Sir Kim, que prazer encontra-lo. - Elas fizeram uma reverência, reverência essa que Taehyung devolveu e eu também.

- O prazer é meu.

- Como tem passado? Creio que a duquesa já deve estar arrancando os cabelos por nenhum de vocês ter assumido matrimônio ainda.

- Minha mãe entende nossa espera. - Ele falou simplesmente, as senhoras não chegaram a falar comigo, mas estavam me encarando de cima a baixo.

- Já conheceu minha filha, querido? Janine! - Ela chamou. - Venha cá, venha conhecer o sir Kim.

Pude sentir a vontade que Taehyung estava de sair correndo.

- Senhor, senhorita. - A tal Janine nos cumprimentou, pelo menos era educada, essa reconheceu minha existência.

- Senhorita Janine, como vai? - Tae a encarou.

- Estou bem senhor, obrigada.

A mãe da tal garota Janine já estava abrindo a boca, provavelmente pra garantir uma dança de Tae com sua filha quando enxerguei Namjoon entrando no salão, cutuquei Taehyung discretamente.

- Namjoon!!!! - Ele gritou. - Com licença senhoras, preciso falar com meu irmão. Venha Emilly. - Ele segurou minha mão e me puxou pra longe do grupo de mulheres.

- Você usou meu nome Tae, agora vão pensar que estamos juntos.

- Como se já não pensassem - Ele revirou os olhos.

Namjoon veio em nossa direção e parou perto de nós, preocupado.

- Está tudo bem Taehyung?

- Está sim. Toma. - Ele entregou minha mão que estava segurando pra Namjoon. - Cuidei bem de sua garota, agora você fica com ela enquanto eu fujo dessas mulheres malucas. Guarde uma dança pra mim Emilly. - Tae mandou um beijo no ar e sumiu.

- E mais uma temporada começou - Namjoon falou rindo. - Está com fome, linda?

- Sinceramente? Estou sim, com muita fome. - Falei sorrindo enquanto o "linda" ecoava em meus ouvidos.

- Então vamos procurar algo pra você comer. - Ele entrelaçou nossos dedos e saimos de mãos dadas pelo salão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...