História Sr raposa - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 6
Palavras 873
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 14 - Flashback part 2


Yuki- não senhor Sune, a única coisa estranha que vejo em você é o cabelo branco mas fora isso nada...espera você é um velho?

- NÃO - ele se jogou na cama meio bravo e Yuki riu

Yuki- desculpa por isso- falou ela ainda rindo um pouco- vou terminar de preparar a comida, Sune ficou deitado por todo o tempo, ele não conseguia se levantar - prontinho - ela colocou a comida do lado da cama, e esperou que Sune se movesse demorou um pouco mas logo ele começou a comer assim como Yuki 

[•••]

Já estava de tarde, Sune fazia o máximo possível para que seus poderes de Youkai fizesse ele se recuperar mais rapido, o esforço fez uma parte voltar a ser como antes e a outra ainda estava machucada, ele queria a o máximo possível sair dali, Sune não gostava da ideia de ter como uma humana Mata-lo já que ele estava muito fraco por estar gastando muito seus poderes, depois de um tempo Sune estava estava um pouco suado, Yuki tinha saído a um tempo para pescar, e conseguir plantas para medicamentos, que era uma das habilidades dela, e depois de muito tempo ela voltou cantarolando

Yuki- Senhor Sune voltei! - ela olhou ele é percebeu que ele estava bem suado- o que aconteceu?

-nada, so...

Yuki- deixa eu ver - ela foi envadindo colocando a mão na testa dele - você não está com febre e tirando que está com o rosto suado você parece ótimo

- é...daqui um tempo possivelmente eu já vá embora...- Sune não tinha percebido mas Yuki estava um pouco triste, mesmo só sendo dois dias que ele estava na casa dela, mas ela não se sentia mais sozinha, até porque já faz anos que seus pais tinham morrido 

- mas aonde você tinha ido? Eu tinha dormido e nem vi você saindo

Yuki- pescar e também eu peguei algumas plantas pra me-me...a-atchin - sua respiração ofegou, Sune se sentou e colocou uma das mãos na testa dela e depois na dele

- você tá com febre, é esse cheiro, já sei o que é - ele a colocou onde estava antes 

Yuki- senhor Su-sune o que está fazendo? - Sune passou a levantar as mangas do kimono dela e os braços (dela) estavam com marcas vermelhas 

- você mecheu com algumas plantas que causam alergias, mas nada grave 

Yuki- como assim

- você só vai ter febre e algumas dessas marcas, e talvez fique fraca, e tossindo ou espirrando  e recomendo quando for se banhar faça isso com a temperatura da água fria, agora fica deitada, vou preparar algo pra gente comer- ele estava se levantando mas Yuki puxou seu kimono 

Yuki- não senhor Sune *tosse* eu *tosse* sou eu que tenho que cuidar de você- ele se ajoelhou perto dela 

- por hora eu cuido de você ok? Eu estou um pouco melhor, pelo menos o bastante para cuidar de de uma huma- QUER DIZER para cuidar de de você - Sune colocou a mão na cabeça dela e fez uma espécie de carinho - tenta dormir um pouco- Sune se levantou e Yuki dormiu um pouco como recomendado por Sune 

Depois de um tempo a comida estava pronta e Yuki tede de ser acordada por Sune para comer, depois Sune arrumou o outro futon, para que dormisse ele se certificou que se mantesse perto o bastante para conseguir ver se Yuki estava bem, e longe o bastante para que não acabasse agarrado com ela 

[•••]

Yuki e Sune estavam conversando como se se conhecem a  muito tempo, estavam os dois sentados na porta até que Sune decide ver se sua barriga já está bem, ele abaixou a parte de cima do kimono e removeu a faixa 

Yuki - uaaau já está totalmente bom, mas ficou com uma cicatriz enorme 

- não me importo tanto com isso - ele suspirou - e agora que eu e você já estamos melhor de saúde, eu vou embora ok?

Yuki- o que?

- eu vou embora não posso ficar aqui para sempre -ele se levantou

Yuki- mas é claro que pode 

- não não posso, você é só uma garotinha, eu sou perigoso, você deve estar com seus pais Yuki-chan - falou brincando ( o Yuki-chan) 

Yuki- mas eu não tenho pais senhor Sune - Sune ficou "assustado" - por isso que eu quero que fique comigo eu vivo sozinha, é acho que mesmo que nós não tenhamos passado muito tempo juntos eu quero que fique, eu não quero mais ficar sozinha senhor Sune!

- mas eu sou perigoso - Yuki olhou sem entender - eu não posso te falar o porque agora...

Yuki - por favor senhor Sune - ela chorava

"Será possível que alguem que mal me conhece quer ficar tanto desse jeito comigo?"

Era a única coisa que Sune conseguia pensar enquanto via Yuki chorando na frente dele, pensou melhor e concluiu 

" Por que não ficar ? Ela realmente quer isso, ou finge muito bem, é melhor ficar com ela do que com o tourinho"

Sune caminhou até a garota é a puxou para um abraço a garota ficou surpresa- quer mesmo? Mesmo eu te avisando que sou perigoso? - a menina que estava  com o rosto afundado no seu colo assentiu - você não tem medo? - ela discordou 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...