História Sra. Malfoy - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Hermione Granger
Tags Harry Potter Sra Malfoy
Visualizações 83
Palavras 3.106
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 26 - Indiferença


O dia foi longo e a única coisa que eu queria era ir para casa. Estava exausta. Mas só de lembrar que Draco também estaria lá, me dava um desânimo total.

Ligação • 

_Amiga? Oi você viu hoje as colunas de fofoca?- Gina me perguntou.

_Espera estou abrindo a página aqui. -Respondi abrindo uma página e verificando. 

Fiquei em choque só, com o títulos das reportagem. 

_Amiga você está aí?- Perguntou.

_Oi... estou posso te ligar mais tarde?- Perguntei voltando a me concentrar na notícia.

_Tudo bem... se quiser podemos nos encontrar depois do expediente, para tomar um chá- Perguntou.

_Tudo bem, umas 20:00 horas está bom para você? -Perguntei.

_Ótimo! Vamos naquela cafeteria de perto da faculdade...

_Tudo bem.- Desliguei.

 • Ligação off • 

Astoria havia exposto o encontro com Draco. Com direito as fotos íntimas e tudo.

“ Flagrado! 

O ex solteirão mais cobiçado de Nova Jersey,  foi clicado entrando na casa da ex mulher. Astoria Greengrass. A morta que voltou do Além para disputar o loiro com a atual Senhora Malfoy.” 

Essa era uma das manchetes, maldosas abrir a próxima também.

“ Casal de ouro enfrenta a primeira crise! 

De acordo com a colunista Rita, Draco Malfoy e  sua atual esposa, estariam passando por um momento delicado. O jovem empresário foi clicado entrando na casa da sua ex mulher. Que divulgou fotos íntimas com o loiro. Será que é o fim do casamento real? 

Procuramos Draco Malfoy. E sua acessória, negou qualquer crise no casamento deles. E a Sra. Malfoy deixou a cobertura onde, ela e Draco Malfoy mora, bem cedo não conseguimos contato ainda com ela. O que vocês acharam ?” 

Rolei a página para baixo e havia alguns comentários: 

“Bruna: Não acredito que ele foi capaz de trair ela. Diga que é só boatos por favor?! “ 

“Laura: Essa mulher ai que posou com o Draco só quer fama, é uma vagabunda!. “ 

“Pietra: Concordo! Falsa moralista. Astoria é uma vaca. Por favor fiquem bem” 

As lágrimas estavam difícil de conter, estava oficialmente acabada, com todos aquelas notícias. 

“ Astoria Greengrass é alvo de críticas depois de vazar fotos íntimas de Draco Malfoy.

 Na manhã desta Quarta- Feira, Nova Jersey inteira, descobriu que na noite anterior, Draco supostamente pulou a cerca com sua ex esposa. Logo depois ela divulgou as fotos. 

Mas quem pensa que as pessoas ficaram do seu lado está enganada. A loira foi duramente criticadas, por fã do casal. E também por colunistas renomadas.

A ex sogra, e mãe de Draco Malfoy. se pronunciou e saiu em defesa da atual esposa  de Draco.  Alegando que Astoria não passa de uma interesseira. 

Hermione e Draco subiram  ao altar. No final de Outubro.

Procuramos Draco mas sua acessória, nos avisou que todos os meios cabíveis já estão sendo tomados sobre o assunto. Também procuramos Astoria, que se negou a dar qualquer tipo de entrevista. A loira alega que está sofrendo diversas ameaças.” 

 Aquela última reportagem foi reconfortante. Mas eu estava péssima. Como Draco foi capaz de fazer isso comigo. 

Não acho que ele tenha transado com ela, pela hora dos print e a hora que chegou em casa, ele precisaria bem mais que oito minutos para tal ato. 

(...)

_Draco querido, o saguão da empresa está um inferno. -Disse minha mãe me dando um beijo na testa.

_Eu Imagino como deve está a cabeça dela... o que foi que eu fiz  mãe? E se ela me deixar? 

Levantei passando a mão no rosto, e olhando pela a janela.

_Não essa querido. Hermione é uma mulher sabia e madura e que sabe o que quer. Além de tudo ela te ama. Trate de se acalmar, você precisa está de cabeça fria para enfrentar tudo isso. Você vai sair lá fora e anunciar a gravidez dela, e falar que não há crise alguma. Faça o que o Draco faria, tome as rédeas da situação.- Me encorajou minha mãe.

_Mais expor minha vida assim mãe? - A encarei.

_Dessa vez é necessário. Vá e faça isso. -Entregou-me o meu palito. 

Suspirei colocando meu casaco e saindo da minha sala. Meus seguranças, me acompanharam. Descemos até o saguão da empresa. Lá encontrei meu empresário.

_Senhor Malfoy. Me chamo Rita Skeeter do profeta diário. Respondendo boatos, seu casamento de da Sra. Malfoy está em crise?- Perguntou 

_Eu sei bem quem você é ... e não! Estou aqui para desmentir todos esses boatos maldosos. Na quela foto era eu sim. Eu assumo meu erro, mas eu e minha esposa não estamos passando por situação ou crise alguma. Inclusive minha esposa está grávida. -Respondeu.

_De quantos meses ela está?- Perguntou outra repórter.

_Ainda não sei de muitos detalhes, depois dessa confusão toda ainda não tivemos tempo para conversar muito.

Mas quero aqui ressaltar o amor e admiração que eu sinto por ela. Hermione se você estiver vendo isso me perdoa, eu te amo.- Falei.

_Senhor Malfoy...

Os reportes ainda me chamavam e a confusão estava feita agora dei munição para que eles falassem. Caminhei novamente para dentro da minha empresa.

(...) 

Eu estava na cafeteria quando a reportagem de Draco passou na tv. 

_Você está grávida?- Sorriu Gina.

_Surpresa! -Falei hesitante bebendo o chá.

_O que pretende fazer agora?-Perguntou Gina.

_Eu não sei... A única coisa que eu quero é achar um buraco e me enterrar dentro. -Suspirei

Gina olhou para fora e viu meus seguranças arqueando a sobrancelha e bebendo chá.

_É um pouco difícil com tanto segurança, que seu marido contratou. -Sorriu.

_Pois é!.- Sorri também. 

Depois do chá que tomei com Gina caminhei até o carro e Greeg me levou para casa em silêncio.

_Onde você estava Hermione!- Sua voz estava mais autoritário o possível.

_Fui tomar um chá com minha amiga. -Coloquei a bolsa no sofá, retirando meu casaco. Peguei os dois e subi as escadas.

_Não me vire as costas Hermione! Eu ainda estou falando com você. -Disse bravo.

E eu o ignorei, se ele não me respeitava porque eu tenho que respeitá-lo? 

Draco subiu logo atrás de mim, também entrando em nosso quarto.

_Vamos conversar- Disse parando na porta do closet.

_Pode falar!- Disse escolhendo uma calcinha.

_Hermione, é claro que eu quero nosso filho ou filha... me perdoa? Eu estava nervoso!. -Suspirou.

_Eu só não entendo porque procurou ela?- O encarei.

_Eu não sei Hermione, quando me dei por mim já estava na cama dela beijando ela.- Respondeu.

_Obrigado pela sinceridade.- Ironizei a situação.

_Se quiser eu minto!. -Respondeu.

_Já que está sendo sincero, me responde transou ou não com ela?- Virei para ele.

_Não Hermione, eu me lembrei de Você, da nossa conversa... não ia fazer isso. -Respondeu.

_Que amável. -Agora fui sarcástica.

Draco me encarava com um olhar reprovador.

_Hermione, eu só queria que você começa-se e terminasse em mim. -Suspirou.

_E é assim Draco. Nosso bebê não ia interferir em nada!.  Bebês acontecem quando se transa e a gente faz muito isso Draco! Muito...

_Eu sei disso Hermione, me desculpa por favor ?- Draco caminhou até próximo de mim colocando a mão em minha barriga.

_Se eu falar que desculpo agora não estaria sendo verdadeira. É por isso, que eu preciso pensar e você vai ter que respeitar Draco!- Retirei sua mão da minha barriga entrando no banheiro. 

(...)

A porta do banheiro estava trancada, e eu estava enjoado de olhar para. Paredes do nosso quarto. 

Caminhei até a cozinha pegando um copo, e também peguei o leite tomei. 

_Cora?- Chamei a mulher.

_Sim?- Respondeu ela.

_Prepare algo para Hermione, ela come por dois. Então faça algo que a sustente, vou está no meu escritório. Não quero ser interrompido.- Respondi. 

Peguei meu copo e fui para o escritório, sem escutar a resposta dela. 

(...)

Quando sai do banho ele não estava mais lá. Suspirei, descendo as escadas. Também não o encontrei na sala. 

Cheguei na cozinha havia um banquete. 

_Quem vai jantar aqui um batalhão!- Sorri para Cora.

_O Sr. Malfoy. Me pediu para prepara, comidas para você.- Respondeu.

_ E onde está o Sr. Encrenca. Agora?- Perguntei me servindo com um copo de água e bebendo.

_No escritório, pediu para não ser incomodado.- Disse ela saindo.

_Ele não vai jantar?- Perguntei caminhando até a cozinha.

_Creio que não Sra. -Disse ela. 

Caminhei até a mesa, comendo um pouco. Não estava com muita fome. Assim que terminei coloquei o prato no lava louça. Cora já havia ido embora. E eu arrumei a cozinha. Suspirei olhei para a porta do escritório que continuava trancada. Subi as escadas e fui me deitar..

(...)

as luzes estavam todas apagadas caminhei até o banheiro pegando uma toalha e entrando embaixo do chuveiro. Fiquei uma hora em baixo do chuveiro até relaxar por completo. Caminhei até o closet pegando uma roupa, me deitei na cama ao seu lado. E a Abracei dormimos juntos. 

Acordei primeiro que ela, caminhei até o closet, separei uma roupa para que eu usa-se hoje. E entrei no chuveiro, percebo sua presença lá também.

_Bom dia!- Falou hesitante.

_Bom dia... Você está se sentindo bem ?- Perguntei.

_Sim estou bem, e como você está?- Perguntou me encarando.

_Bem mais doque merecia!- Disse 

_Hum. -Ela terminou de prender seu cabelo saindo do banheiro.

Sua indiferença estava me matando. Acabava comigo ver ela tão distante. E tão magoada, eu merecia o seu desprezo, não estou querendo fugir da culpa. 

Suspirei terminando de arrumar minha gravata. Desci até a parte debaixo da casa, e ela não estava lá. 

_Onde está Hermione?- Perguntei a Greeg. 

_No banheiro Sr.- Disse 

_Tudo bem! Bom dia Greeg!- Respondi pegando minha pasta e saindo da casa.

Caminhei até o elevador, pegando o meu Corola. Fui direto para a empresa. Que graças a Deus não tinha nenhum repórter.

_Bom dia Andrea, traga um café forte para mim. E por favor desmarque minha agenda, só deixe a reunião com os australianos tudo bem? -A encarei 

_Sim Sr. -Respondeu.

(...)

Quando sai do banheiro não escutei nenhuma voz. E também nenhum sinal dele. Me sentei a mesa para tomar meu café.

_Greeg! Bom dia onde está o Draco?- Perguntei quando vi o motorista.

_Já saiu Sra. -Respondeu.

Olho para mesa e vejo que sua xícara estava como cora arrumou e seu suco também. 

_Sem tomar café?- O encarei.

Tudo bem que estamos brigados, mas agora ele vai fazer greve de fome?

_Sim Sra... Com licença estarei esperando a senhora na garagem. -Respondeu atendendo seu telefone.

Suspirei e tomei um café preto, não estava com muita fome, mas enfim precisas me alimentar, afinal tinha um bebê aqui dentro.

Uma parte do meu corpo me dizia que estava sendo radical demais com o Draco e outra dizia para que eu continuasse a agir assim. O que o fraco fez estava passando dos limites!. Como assim se envolver com  a ex. Não tinha nenhum pingo de respeito por mim nem consideração. Eu grávida e ele me larga assim que dou a notícia para ele. Que espécie de pai ele é? 

Terminei meu café, aqueles pensamentos já haviam estragado meu dia mais uma vez.

_Cora já pode tirar a mesa, troque os forros de cama para um laranja bem chamativo por favor. -Disse 

_Mais Sra. o Sr.Malfoy. Odeia coisas chamativas e colorida. Apenas posso usar coisas neutras na decoração dele. 

_ É por isso mesmo, falta cor nessa casa. -Disse me levantando.

Caminhei até o escritório, e comecei a colocar tudo que era dela da Astoria em uma caixa. 

_Cora?-  A Chamei novamente. 

_Sim Sra. ?- Perguntou. 

_Esqueça os forros! Limpe isso tire tudo que for de Astoria dessa casa, jogue no lixo, faça uma doação, pegue as roupas para você apenas tire tudo daqui tudo bem Cora ?- Perguntei.

_Sim Sra. -Respondeu.

_Obrigada. -Disse pegando meu casaco, e saindo do escritório e indo para a garagem.

(...)

O relógio já marcava, meio Dia. Caminhei até um restaurante próximo da empresa. Pedi um risoto de caviar, e uma taça de champanhe. Decidi que não voltaria para a empresa. Depois do almoço iria para casa. Precisava descansar. E foi o que eu fiz, comi paguei a conta e fui para casa. Greeg estava lá. Já havia deixado Hermione no trabalho e agora lavava o carro. Parece que Hermione vomitou dentro dele.

_O que aconteceu?-Perguntei quando vi os bancos para fora do carro.

_A Sra. Malfoy. Sentiu um mal star e acabou vomitando senhor. -Respondeu.

_Ela está aqui?- Perguntei.

_Sim está no quarto de vocês senhor... -Respondeu ele para minha surpresa.

Caminhei até o elevador. Entrei dentro da nossa casa, e havia varias caixas aquilo me assustou um pouco.

_Estamos de mudança?- Encarei Cora divertido, quando vi todas as aquelas caixas.

_A Sra. Malfoy. Me pediu para retirar tudo da Srta. Greengrass da casa, devo para Senhor?-Perguntou.

_Não... pode continuar -Respondi subindo as escadas. 

Caminhei até o nosso quarto ela dormia um sono profundo fiquei fazendo carinho em sua cabeça por alguns minutos. A sua mão involuntariamente foi para cima da sua barriga. Eu Sorri com o gesto também colocando a minha mão sobre sua barriga.

_Agora somos uma família!- Sorri amarelo dando um beijo em sua cabeça.

Acabei adormecendo com a mão em cima da sua barriga.

(...)

Quando acordei já estava tudo escuro, Draco estava ao meu lado. Abraçado comigo. Suas mãos estavam em minha barriga. Se eu não estivesse tão chateada com ele , acharia a cena fofa. 

Alisei seu rosto com carinho. Me levantei retirando seus sapatos. 

Logo em seguida entrei embaixo do chuveiro e a água quente bateu em minhas costas que delícia.  Depois Desci até a parte debaixo da casa onde Cora estava com as caixas.

_Oi Cora isso é tudo ?- Perguntei.

_Sim Sra Malfoy. O Greeg vai levar para doação. -Sorriu

_Obrigada Cora. -Sorri 

Ela caminhou para a cozinha e eu peguei o celular de Draco que estava sobre o criado mudo. Havia uma mensagem.

————————————————

De: Blasio Zabini

Assunto:  Jornal.

23 de Janeiro de 2005 as 14:32 

Para: Draco Malfoy.

 

Soube que também vai ser pai, parabéns irmão! que venha com muita saúde.

Sobre seu casamento, tenho certeza que vai ficar tudo bem. E Astoria não vai conseguir destruir um união tão bonita e estável igual a de vocês, fica tranquilo e de tempo ao tempo. 

Fica em paz, abraços! 

——————————————

Sorri com aquela mensagem, era muito bom saber que as pessoas queriam o nosso bem. E do nosso bebê.

Abri meu notebook e dei uma olhada, nos tabloides de fofocas. Estava tudo calmo. 

Havia algumas reportagem de bebês, que nos incluíam. 

Uma em especial chamou minha atenção.

“ Astoria, acusada de falsidade ideológica pode responder acusação presa.

Depois da grande repercussão, das fotos sensuais com o empresário Draco Malfoy.

O ministério público, investiga a jovem modelo,  por falsidade ideológica. A jovem que teria supostamente morrido em Agosto de 2004. Tendo sua morte confirmada pelos seus familiares reapareceu, e mostrou para o que veio. Mas o que ela não contava é que o ministério público e a Interpol, iniciariam, uma investigação sigilosa. E a moça pode sim responder por acusação, e ser levada a júri.

A loira que já está sendo conhecida nas redes sociais, por destruidora de lares. Enfrentará uma batalha judicial. Já que o empresário Draco Malfoy também entrou com um pedido de indenização. Junto com sua esposa.

Parece que o feitiço virou contra o feiticeiro.” 

 Continuei a navegar no site e mais uma reportagem essa me envolvia.

“Bebê milionário. 

O Sr. E Sra. Malfoy. Estão esperando seu primeiro herdeiro, a notícia foi dada pelo próprio Draco Malfoy, depois que veio se retratar com a esposa publicamente.

A jovem esposa de Draco Malfoy, já foi criticada por diversas vezes por tabloides maldosos, mas parece que Nova Jersey, em peso está ao lado da esposa do jovem empresário. 

Hermione Tem 27 anos e está esperando seu herdeiro a mais ou menos 5 semanas. “ 

(...)

Quando acordei ela já não estava no quarto, estava sem meus sapatos e coberto provavelmente ela me cobriu. 

Olhei o relógio marcava 19:44. Caminhei até o closet, pegando uma roupa limpa e tomei um banho rápido.

Ela estava lá em baixo. Comia uma gelatina, e mexia no seu notebook parecia se divertir.

Eu estava louco para beijar-lá. Não aguentava mais toda essa distância.

_Oi, quer gelatina?- Perguntou ela quando me viu parado.

_Estou sem fome.- Me afastei acordando da minha transe.

Eu tinha medo de tentar uma aproximação e acabar rejeitado.

_Draco você não comeu nada, não está se alimentando direito, vai acabar ficando doente.- Disse ela docemente.

Ah Hermione me perdoa por favor?

_Eu almocei, na verdade acho que a comida me fez mal!- Disse me sentando em uma poltrona.

_Vou fazer um chá para você!- Ela se levantou e passou por mim.

Fui agiu a puxando ela caiu em meu colo, prendendo a respiração, e me encarando fixamente. 

Quero beijar-lá, morde seus lábios...

_Me deixa levantar.-Suspirou.

_Me desculpa, a sua indiferença está me matando.- Respondi colocando nossos rostos.

_Eu já te perdoei outra vez, e você continuou a pisar na bola Draco.- Sua voz saiu quase como um sussurro.

Ela é desafiadora, e eu a amo! O que é que você fez comigo?

_Por favor?- Implorei.

Hermione engoliu seco e me encarou. Deu um beijo no topo da minha testa e disse:

_Vou fazer o seu chá!- Levantando-se do meu colo e me deixando mais uma vez frustrado.

Depois de uns dez minutos ela voltou para a sala, me entregando um chá. E também voltou a se concentrar no que estava fazendo. Eu encarava, as suas belas curvas com desejo. 

Eu precisava fazer amor com ela, já havia muito tempo que não fazia amor com ela. 

Eu vou assumir as rédeas novamente, chega. Eu fui um idiota com certeza eu fui, mas não mereço isso. Eu a amo, e ela me ama. Sei que também está com saudades.

Coloquei a xícara, sobre a mesa de centro e me sentei ao seu lado. Ela fingiu não se importar. Mas dava para perceber seu nervosismo pela sua respiração.

_O que está fazendo?- Perguntou ela quando tirei o notebook da mão dela.

Eu nada Respondi apenas segurei em sua cintura, a puxando para um beijo logo correspondido.

Que delícia, que saudadas  mordi seus lábios superiores e ela Gemeu. Meu pau entendeu o recado e deu sinal de vida.

_Draco... -Hermione virou o rosto.

Eu continuei as investidas deitando a mesma no sofá, e beijando seu pescoço. As suas mãos arranhavam meus braços enquanto eu brincava com sua orelha. Encontrei novamente sua boca. Hermione tinha pressa, seu beijo era delicioso, assim como ela. Hermione puxou meu cabelo, e aquilo foi maravilhoso. Ela deu uma leve mordida no meu queixo.

_Chega.-Disse ela ainda ofegante.

Continua... 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...