1. Spirit Fanfics >
  2. Srta Buena Mur >
  3. Flamingo

História Srta Buena Mur - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


Este capítulo está demais hahaha
Boa leitura e espero comentários para atualizar!
💞❤️🙉

Capítulo 23 - Flamingo


Povs Louin On

O que ele estava fazendo aqui na porta da minha casa, quando teria que estar em sua frsta?

- O que você faz aqui Kakashi? - Perguntei ainda na porta.

- Precisamos conversar! - Ele parecia aflito.

- Eu não quero conversar com ninguém hoje, é um direito meu, me respeite por favor! - Fechei a porta mas ele me impediu.

- Por favor? É importante...

Pensei por um momento e abri caminho para que ele passase.

- Você tem cinco minutos! - Falei olhando para o relógio na parede.

- Eu não quero voltar para aquela casa Louin. - Os olhos dele pareciam tão perdidos, eu nunca vi Hatake assim.

- Desculpa mas eu não posso ajudar! - Passei as mãos sobre sua caluna.

Ele estava sentado ao meu lado do sofá com as mãos sobre os olhos, ele parecia muito mal.

- O que aconteceu? - Suspirei.

"Eu sei que tenho coração mole demais, mas eu amo ele porra."

- Todo mundo está mentindo para nós! - Ele me encarou e seus olhos estavam chorosos. - SHIZUNE É UMA VADIA - Gritou.

- Quem escolheu ficar com ela, foi você Hatake! - Virei os olhos. - Não tem o direito de falar isso agora.

- Você não vê meu lado mesmo Louin? -Passou as mãos sobre o cabelo e se jogou no sofá, relaxando seu corpo. - Shizune era meu passado, eu fodia com ela de vez em quanto e com mais qualquer outra mulher porque eu sou homem e tenho minhas necessidades. Mas quando você chegou, sei lá, me senti desafiado em te sentir... - Fechou os olhos. - Esse foi meu pior erro! Eu te queria e era um desejo carnal. Eu juro que me controlei por várias vezes e eu jamais queria ter feito aquilo com você na primeira noite...

- E porque fez? Você me tratou como uma qualquer, uma suja! - Já estava com os nervos a flor da pele.

- Todos os caras falavam de você, no almoço, festa ou qualquer outra porra. Quando vi meu irmão lá e disposto a te levar pra sair, meu sentimento possessivo me dominou, e eu sei que isso é ruim mas eu aprendi a me controlar.

- Não, você ainda não aprendeu Kakashi! Você perdeu sua amizade com Itachi, por conta de uma mulher e eu não sou a favor disso, mesmo quando se trata de mim. - O interrompi.

- Foda-se o Itachi, ele não é meu amigo! Você não sabe de nada Louin, ele não é esse santo todo que você pensa! - Levantou-se. - Tobirama me disse que se deitou com você e eu me deixei na condição de te tratar mal, não sei porque, por inveja do meu irmão?

- Tobirama o que? - Foi só o que consegui escutar.

- Isso mesmo! Ele falou coisas do tipo "Ela é doce e apertada", eu queria poder socar a cara dele e acabei descontando em você...

- Kakashi? Tobirama é um idiota, eu só fui aquele dia porque não sabia quem era, eu não fiquei com ele e não foi por você. Foi por mim! - Me levantei e agarrei sua cintura. - Você não foi o único que errou! Eu só fui perceber depois da anunciação da Shizune o quanto eu fui idiota por indesejar nosso filho... - Suspirei o encarando.

Ele abraçou meu pescoço e deu um beijo em minha testa, abraçando meu corpo em seguida. 

Ah, se eu pudesse ficaria assim os anos todos de minha vida! Sem ninguém, problemas, apenas um braço forte para me segurar.

- Shizune não está grávida! - Ele Sussurrou em meu ouvido e eu o larguei.

- O QUE? - Gritei.

- Eu vi um teste hoje em sua bolsa, não falei nada para ela, apenas a deixei e vim para cá. Eu não quero ter que falar isso para todos!!!!

Pela primeira vez vi a insegurança e o medo nos olhos dele, eram sentimentos que não costumava mostrar.

- Ela realmente não está grávida? - O olhei, ainda em seus braços.

- Não, ela não está! - Passou as mãos em meus cabelos. - Você é linda, eu te amo!

Seus olhos me encaravam tão intensamente, pela primeira vez senti minhas pernas falharem e meu coração virar uma escola de samba Brasileira dentro do meu peito. O que era isso?

Ele se aproximou e selou meus lábios, senti meus lábios amortecerem e seus olhos logo apareceram novamente me encarando, agora com uma mistura de desejo e paixão.

- Eu te amo! - Disse e o beijei novamente.

Um beijo calmo e lento, conseguia sentir sua energia, sua intensidade, sua vontade através dele. Nossas linguas traçavam uma batalha intensa e eu segurava seus cabelos, enquanto ele ainda apertava minha cintura contra seu corpo. Logo nos faltou ar e nos afastamos sorrindo.

Era estranha aquela sensação! 

Mesmo sendo um início, aquilo parecia uma despedida, senti um aperto no peito.

- Kakashi, fique aqui hoje? - Pedi e ele concordou com a cabeça.

Segurou minhas pernas fazendo com que eu pulace em seu colo e partiu para meu quarto. Nós riamos e logo cheguei na minha cama, sentindo seu corpo deitar sobre o meu.

Ele me analisou, dessa vez por completa e parecia querer ver o que não via a muito tempo. Meu rosto sorrindo ao lado dele!

Ele se afastou e tirou sua camisa, analisando minha reação que não foi nada menos do que morder os lábios, eu amava o corpo dele. Meu Kakashi, meu homem!

- Eu adoro seu corpo! - Disse o puxando para mim.

-Eu também gosto dele, mas confesso que prefiro o seu! O corpo mais sensual e lindo que já vi - Me encarou os olhos e mordeu os lábios. - Queria poder acordar todos os dias ao lado dele!

Beijei seus lábios e apertei toda a extensão de seus braços de uma forma violenta. Ele adorava!

Escutei alguns gemidos vindo de seus lábios e eu me afastei para tirar a camiseta que estava. Ele me encarou por um breve momento e já foi para o fecho do meu sutiã o tirando.

Assim que o fez ele saiu da cama, pegou uma cadeira que estava no meu quarto e se sentou frente a cama.

- Tira toda a roupa! - Mandou!

Sem hesitar, apenas de shorts e calcinha eu as tirei lentamente, olhando nos olhos do platinado.

- Eu adoro quando você me olha com esse olhar de pantera! - Fechou os olhos e colocou a mão sobre seu membro. - fica de quatro pra mim secretaria! - Mandou abrindo os olhos novamente.

- Claro meu chefe! - Sorri safada e me posicionei de quatro na cama, o escutei arfar.

- A Meu Deus, essa visão é a melhor! - O senti próximo e o olhar dele sobre meu corpo. - Como eu tenho uma mulher gostosa! - Apertou minha cintura por trás e senti um tapa forte em minha bunda.

- Aih Kakashi! - Gemi.

- Você gosta?  - Ele estava com uma voz baixa e sensual, apenas assenti com a cebaca. Ele encostou seu corpo em meu bumbum e eu podia sentir sua ereção ainda por cima da calça. - Rebola pra mim, rebola?

Meu corpo reagia de forma constante, ele pedia e eu fazia. Aquilo era tão bom!

Comecei a rebolar por cima de sua calça e ele gemia um pouco alto apertando minha cintura. No início as reboladas eram lentas e eu o sentia cada vez mais duro, logo ficaram mais intensas e rápidas o fazendo marcar minhas cintura com os dedos.

Senti ele se afastar de meu corpo e me empurrar um pouco mais para cima.

- Sabe Buena Mur, as vezes eu fico em dúvida se você tem gosto de morango ou turifruti, sei que não são sabores tão iguais, mas me confunde! - Do que ele estava falando? - Mas acho que turifruti! 

Senti suas mãos apertarem meu glúteo me fazendo empinar instantaneamente e logo senti sua linda quente em minha entrada úmida.

- Oh meu Deus, você tá tão molhada quanto na primeira vez... Isso tudo é vontade de me dar gostoso? - Ele estava com um tesão incomum. 

- Sim, eu quero muito te dar Kakashi! - Falei manhosa.

Logo sua língua começou com movimentos rápidos e senti um de seus dedos me adentrarem, fazendo com que eu gemesse de forma constante.

- Ah Kakashi, por favor... - Pedi mordendo os lábios.

Eu estava com um enorme tesão, eu queria ele dentro de mim, me pegando de todos os jeitos possíveis. Esse homem é de outro mundo!

Sua língua ágil me satisfazia com precisão e eu logo me senti chegar no ápice, mas ele parou e subiu seus beijos para meu ânus. Espertinho!

Senti sua língua fazer movimentos circulares e eu já não aguentava mais, eu estava tentando não ter um orgasmo mas era impossível.

Senti ele parar começar a ratear meu corpo ainda na mesma posição.

- Ah, você está doidinha para gozar gostoso não é Amor? Você é tão doce e gostosa que eu poderia ficar te chupando pelo resto da minha vida. Mas agora eu preciso foder com você, você deixa? - Ele Perguntou de forma sexy e suave.

Apenas assenti e senti seu pênis ser passado pela minha entrada, comigo ainda de quatro. Eu nem o vi tirar a cueca!

Ele esfregava de forma lenta e murmurava algumas vezes, estava sendo difícil ficar naquela brincadeira já que estava quase me transbordando.

- Você quer? - Perguntou e eu assenti, sentindo uma de suas mãos segurarem meus cabelos. - Pede pra mim!

- Por favor Kakashi, fode comigo! - Arfei e ele me adentrou.

Senti seu pau pulsar dentro de mim e minhas paredes internas se apertarem contra ele. Esse homem me deixa louca!

- Ahhhh, que boceta deliciosa! - Deu um tapa em meu bumbum e então começou com as estocadas. - Oh meu Deus! - Gemia.

Eu estava me lembrando do quão gostoso era me satisfazer com aquele homem, ele era uma tentação.

Me fodia de forma constante e em um ritmo lento me fazendo agarrar os lençóis. Ele falava putarias de baixo calão e aquilo estava me deixando doida. Eu apenas gemia e pedir por mais, até que o senti se mais violento e preciso nos movimentos mais rápido.

- Assim Kakas... - Não consegui terminar e troquei por gemidos.

- Isso... Geme pra mim, que agora você é só minha Louin e só vai me satisfazer! - Ele dizia ainda me comendo.

A cama balançava e eu senti meu orgasmo chegar, era incrível sentir o pênis dele pulsando dentro de mim. Minha intimidade se contraiu o apertando e ele deu um leve pulo, já que parecia que ele também estava chegando lá.

Nossos corpos dançavam em excitação e eu gritei seu nome enquanto ele apertava minha cintura soltando seu jato quente em mim. Ele me apertava tentando controlar a si mesmo e controlar meu corpo que parecia explodir.

Eu me tremia tanto, estava toda suada e minhas mãos apertavam o lençol entre gemidos obscenos e estridentes.

- Assim, ah isso.... Gostosa, vem pra mim...- Foi suas últimas palavras e logo ele saiu com dificuldade sobre mim.

Me virei de barriga para cima e ele estava com os cabelos tão molhados que parecia ter saído de um banho. Eu também estava transpirando e suspirava intensamente tentando me recuperar.

Ele se deitou ao meu lado e beijou meus lábios.

- Antes era tão fácil pra mim tirar esse tesão todo! - Disse ofegante. - Mas depois de você Louin, ele só aumenta e acredite, ninguém consegue tirar ele de mim apenas você. - Afagou meus cabelos e beijou meus lábios. - Fica comigo? Eu te amo!

- Eu também te amo Kakashi Hatake! - Sorri.

Tudo parecia um sonho, estar na cama com aquele homem, o beijar, sentir seu carinho e escutar sua voz dizendo que me ama.

Ele era perfeito!


Peguei ao lado da cama minha camiseta com uma estampa de flamingo e a coloquei cobrindo meu corpo, sentindo seu abraço. Tudo ficou escuro e eu acabei dormindo ali, com o amor da minha vida.


Povs Itachi On.

A festa estava muito cheia e todos pareciam achar tudo exagerado para o tempo de gravidez.

Vi Shizune sozinho tomando um vinho e ela parecia embriagada.

- O que você está fazendo sua idiota! - Me aproximei disfarçadamente acenando para outra pessoa do salão. - Você está simulando uma gravidez, não pode ficar bêbada.

- Cala boca Itachi, Kakashi sumiu e provavelmente já sabe que não estou grávida! - Vi suas lágrimas caírem com um sorriso de decepção.

- O que? - Apertei seu braço. - Como assim sua imprestável?

- Me larga! - Se soltou de mim e me puxou para um canto mais afastado. - Pedi para que ela pegasse um documento, ele demorou para voltar e eu fui conferir, ele não estava lá e meu teste da grivadez estava jogado na cama.

- Droga, Droga, Droga! - Disse batendo em minha própria cabeça. - Como você pode ser tão descuidada? Você ainda não conseguiu engravidar daquele merda? Você tinha um prazo!

- Não é tão fácil assim Itachi, Kakashi me recusa muitas vezes e quando me toca é apenas para pensar naquela nojenta. - Virou os olhos.

- Não fale assim dela! - A apertei. - Ela é uma mulher incrível!

- Você já se escutou itachi? A mulher incrível que gemia intensamente para seu melhor amigo enquanto ele a fudia. Você mesmo me disse isso!

A soltei a passei as mãos sobre os cabelos.

- Foi apenas um momento! Eu só preciso faze-la minha novamente! - A encarei.

- Você já se ouviu? - Suspirou. - Kakashi está com essa mesma loucura sua! Ela ama ele Itachi e ele gosta dela, temos que aceitar isso... - Cruzou os braços.

- Eu não vou aceitar! 

A deixei falando sozinha e entrei em meu carro, eu sabia onde ele estava, sabia que tudo isso era culpa dele. Talvez se ele não estivesse mais aqui as coisas poderiam melhorar!

Acelerei o carro e fiquei pensando a viagem toda sobre os momentos que eu tive com ela. Eram os melhores! Eu a desejei como ninguem.

Kakashi naquele dia da boate, me contou sobre ela e o quanto ele havia a tratado como babaca. Ele queria ir pedir desculpas mas eu não deixei, disse que ele estava certo já que Tobirama estava fodendo com ela. Porque eu a queria! 

Era o melhor caminho para afastar ele de perto dela, eu só precisava ser um cavalheiro.

A primeira vez que a toquei dentro do provador, foi uma sensação inexplicável. Eu jamais senti aquelas sensações antes com qualquer outra mulher, somente com a minha falecia esposa . Eu não deixaria Louin partir também!

Logo cheguei frente a casa de Louin, abri o porta luvas e peguei uma arma de lá de dentro. A carreguei e sai do carro, indo em direção a portaria com a arma na cintura, coberta pelo terno.

Eu sei que isso parece precipitado, mas acredito que não seja. Com certeza é a melhor forma!

O Síndico logo me liberou e eu subi em seu apartamento abrindo a porta lentamente. Entrei em seu quarto e os dois dormiam, ele estava de cueca e ela com uma camiseta estampada de flamingos.

Eu havia dado aquela camiseta para ela!

Logo peguei a arma de minha cintura e apontei para a cabeça dela. 

-Louin? - A chamei e vi Kakashi acordar.

Ele me olhou com espanto e balançou o corpo da moça que logo se assustou em me ver ali armado.

- O que você está fazendo Itachi - Louin perguntou com os olhos cheios de lágrimas. - Por favor, esse não é você!

Kakashi não dizia nada apenas me olhava com rancor e eu o entendo, aliás, eu o afastei dela de certa forma mas porque ela nasceu para mim e não para ele.

Sentei na cadeira que estava na beira da cama e ri alto. Era incrível ver a sensação de medo nos olhos dele!

- Você se lembra de quando treinavamos tiro ao alvo quando éramos menores? - Perguntei e ele assentiu. - Eu sempre fui o melhor! Na verdade eu sempre fui melhor em tudo, me comparando a você claro. Porque agora, ela prefere você?

Encarei os dois procurando respostas mas apenas recebi um olhar frio e medonho dele e lágrimas dos olhos dela.

Sem pensar duas vezes disparei um tiro, vendo sangue naquela camiseta dos flamingos e escutando ela dizer algumas Palavras.

- Kakashi, eu te amo!




Notas Finais


Eai? Abalou? Kkk deixe Comentários, irei atualizar de acordo com o feedback de vocês. Preciso saber se estão acompanhando!
Preste atenção na leitura e lembre-se que ainda não acabou, então explicações virão a seguir
Beijinhos!!! ❤️💞 Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...