História Stalker Obsessivo - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Homossexualidade, Jikook, Yoonseok
Visualizações 320
Palavras 1.121
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


- Boa Leitura! ^^

Capítulo 4 - Criança Nunca esquece!


Fanfic / Fanfiction Stalker Obsessivo - Capítulo 4 - Criança Nunca esquece!

(Park Jimin Online) - Dia Seguinte 07: 20 AM 

Era Completamente estranho acordar no dia seguinte sem ouvir gritos e acordar com cada objeto da casa sendo jogado em mim! Não é que sinta saudade de casa, mas.. Só queria a minha liberdade outra vez e ter a minha vida livre de volta... Recebo ordens de um mascarado que não tem um pingo de noção de moda..  (autor: AVÁ NÉ!) Jm:  Shiu! 

Assim que abri meus olhos tive a sensação de estar talvez em um local diferente do anterior, apesar de luxuoso o quarto anterior que havia dormido estava em outra forma de decoração, as paredes eram cinzentas e o forro de cama tinha cores pastéis em mistura com o branco dando um destaque da minha atenção aquele local. - quem bem me conhece sabe o quão louco sou por cores mais padrão..  Digamos cores as quais qualquer coisa se encaixa não importa a cor assim como o:  Cinza, Branco e o Preto. 

- Mas..  Que lugar é esse afinal? 

Me perguntava pelo fato de ter um sono tão leve e não ter acordado quando levado por um dos capangas ou até mesmo daquele homem estúpido. Respiro fundo e encontro sobre minha cama peça íntima e algumas roupas, sapatos e produtos de higiene com um simples bilhete "Não demore em acordar cinderela! Temos que conversar".

- Nossa!  Bem a cara desse imbecil! Aish.. 

Apenas me levanto recolhendo tudo aquilo sobre a cama gigantesca e seguindo diretamente para um banheiro que havia em meus aposentos que seria capaz de ser maior que meu quarto ou até mesmo minha casa, maravilhado olho tudo em volta não demorando muito para fazer minha higiene bucal e seguir rapidamente para um banho na incrível banheira de água quente, era um dia chuvoso e o frio só iria se aprofundando Então era uma necessidade aquele banho tão gostoso. 

Relaxei completamente apoiando minha cabeça sobre o detalhe da banheira fechando meus olhos retirando totalmente meus pensamentos de tudo que se passava a minha volta, sentia saudades de Omma..  De Hoseok e de todos os meus amigos e etc, eu sentia saudade Da minha vida "Normal" Ou pelo menos achava ser normal perto dessa que convivo agora, estou aqui faz um dia e já quero fugir desse lugar e se possível arrancar fora o pescoço daquele cara metido que acha que pode me tocar quando bem entende. (Autor:  você gosta safado!)  JM: Cala os dedos! 

- Aish... Preciso arranjar um jeito de dar o fora daqui! 

O garoto pensava alto, não demorou muito para que ele terminasse sua higiene e começa-se a se secar e se vestir quando se deparou com a porta aberta e Jungkook encostado sobre a porta admirando suas belas curvas.

- YAAH! VOCÊ NÃO SABE BATER??!! 

- Aigoo Bom dia primeiramente mau educado! 

- VAI A MERDA CARA!!!  - Jimin cobriu seu corpo com um roupão. 

- Ah cê colocou o roupão?  Deseretei!  Broxei legal. 

- Vaza vaza vazaaaa.. 

- Quanta frescura! Temos as mesmas coisas filho Relaxa ai!  

- Mais eu quero privacidade!  Posso?

- A sua privacidade sou eu!  Se eu fosse você nem reclamava ainda... O melhor Há de vir Park!

Não sei por que aquelas palavras me fizeram estremecer até o último fio de cabelo negro que havia em minha cabeça, apenas tossi para quebrar aquele clima e em seguida passei por ele sentindo minha nádegas serem apalpadas pelo maior sentindo agora o mesmo me empurrar contra parede me deixando de costas para si me fazendo sentir entre minha Região íntima sua ereção que era forçada contra meu íntimo.

- P... Por favor....  P... P-para!! 

- Shii eu dou as ordens aqui baby! 

- S-Serio!! P.... or.. 

Ele ignora meus pedidos e passa sua língua sobre meu pescoço depositando um selar ali e em seguida subindo levemente meu roupão, apenas tentava empurra-lo apesar que sentia um pouco de desejo e cobiça sobre o maior não queria que nada acontecesse daquele jeito, mas era tarde demais pois já estava completamente nu sendo jogado sobre a cama sentindo o peso de Jeon sobre meu corpo, tentei empurra-lo novamente até que meus lábios foram atacados pelos seus me causando uma certa eufória em um certo momento retribuindo o beijo sem perceber, tendo contato de nossos íntimos pude sentir um tapa ser depositado em meu rosto assim que o beijo foi cessado causando-me uma leve dor ardente o que me fez olhar para o maior tentando indentifica-lo pela metade do seu rosto amostra. 

Aquela máscara impedia todos os contatos que o maior tentava ter comigo o que agora foi impedido por mim o retirando de cima do meu corpo e me levantando rapidamente recolhendo meu roupão e pondo novamente, me viro para o mesmo e fixo meu olhar na silhueta do Homem a minha frente que estava sem camisa e com sua calça jeans escura com o cinto aberto me fazendo engolir em seco. - Respiro fundo e olho a região do seu abdômen notando uma pequena cicatriz a qual meu sistema mental dizia que eu reconhecia aquela marca. 

- Pera pera pera...  Eu conheço você! 

- Huh?  Nossa descobriu a Coréia do Sul.  - Disse Irônico

- Jeon Jungkook!  O garoto que passou anos da minha vida pondo taxinhas em minha cadeira, colando chicletes nojentos em meu cabelo!! 

- Até que pra um anão você é esperto Jimin-ah!  Bom de memória hein? 

- Como aquele garotinho de antes se tornou alguém tão nojento.. 

- As pessoas mudam!  Fora que você foi a causa da minha mudança lembra? 

- Não sei do que está falando Jungkook! 

- Eu vou te relembrar! 

Jeon se aproximou de Park fazendo com que o menor desse pequenos passos para trás sem ter nenhum tipo de escapatória apenas tendo suas costas de encontro a parede gélida do quarto, Jeon fixou Profundamente seus olhos nos pequeninos olhos caramelizados do Moreno e em seguida segurou firme as mechas da parte frontal dos seus fios e os puxou para cima sem tanta força assim. 

- Eu passei meses pensando no que lhe dizer e como finalmente me expressar! Pra quê?  No final de tudo você apenas me fez me sentir uma piada na frente de todos! 

- J-Jung... Kook..  Isso D-Doi.. 

- Doi?  Isso não é nem um pingo da dor que me fez passar Jimin! E eu não vou parar com tudo que tenho em mente em fazer com você! 

- C.. Como assim?

- Espero que você não morra no início do jogo!  É broxante baby!..  "Prometo ser o mais miserável possível"

Ele riu sínico para Jimin arranhando a coxa esquerda do garoto marcando-o com suas unhas listrando em 5 linhas retas a perna do menor causando gemidos e grunhidos de dor do pequenino. 

"Que o jogo comece Baby"



Notas Finais


Foi isso pessoal! Espero que não tenha saído tão polêmico pois ainda tem um melhor por vir. Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...