História Stalker.Park ChanYeol. - Capítulo 17


Escrita por: e SheWolf___

Postado
Categorias EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Personagens Originais, Wu Yifan (Kris Wu), Zhang Yixing (Lay)
Tags Chanyeol, Exo, Pcy
Visualizações 183
Palavras 1.392
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


•Não revisado.
•Boa leitura nini's♡
@leiam as notas finais tem uma pergunta pra vocês lá.

Capítulo 17 - II Temporada.


Fanfic / Fanfiction Stalker.Park ChanYeol. - Capítulo 17 - II Temporada.

                   — II Temporada —

—Nos vemos depois.—Beijo as bochechas da minha prima me despedindo.—Tchau Lay.Acho bom você continuar cuidando bem da Lari e fazer ela muito feliz,se não ,não deixo você casar com ela!

—Eu vou cuidar não se preocupe.—Sorriu.

—Fala com o ChanYeol sobre aquilo que me disse tá' se ele é mesmo um bom fotógrafo não posso deixar passar.Afinal de contas onde ele está?—Procura pelo maior,bem maior.Tá parei.—Ele nunca desgruda ou te deixa sozinha por muito tempo.

— Foi buscar o carro...eu vou falar sim.Agora tenho mesmo que ir,o almoço estava ótimo.

— Mentirosa,vi como você estava o tempo todo,nem comeu nada direito só ficou se alimentando de beijos.—Sorriu maliciosa.

—Tem coisa melhor que isso?—Sorrio.

—É,você tem toda razão _________.Não tem. Mais eu sei quando você não está se sentindo bem ou confortável...

— A culpa de quem será? O Kai não me deixa em paz.

— Eu sei,eu sei.Se soubesse que vocês estavam em pé de guerra não teria pedido aos dois para serem os meus padrinhos…

—Não estamos em pé de guerra ,o único problema dele é não seguir em frente.Mais não esquenta com isso está bem?Só tenho que aturar ele algumas vezes durante essa longa semana que antecede o casamento de vocês dois....— Faço drama forçando um sorriso.

' Biii-Biii' ouço a buzina do carro.

—Olha só,o Channie está me chamando.Falo com você depois pra te contar como e onde vamos fazer sua despedida de solteira.—Ela sorriu largamente.—Eu e a Mei estamos responsáveis por essa parte não?

"Mei é prima do noivo."

—Eu queria muito ir naquele clube novo.

—Se eu falasse isso na frente do Channie com um sorriso desta largura ele me mataria.—Debocho da cara que o noivo faz.

—Não sei porque, mais não gostei nem um pouco disso.

— Ai amor.Direitos iguais,você também terá a sua despedida de solteiro Xing.E eu não disse nada!

— Mas, eu não vou transar com ninguém.

— E quem disse que eu vou?

—Te conheço bem Lari.

— Ih olha a treta,nem casaram ainda e já estão brigando...Tem certeza que não estão sendo precipitados?

—Não,eu amo essa doida.—Yixing puxou ela pela cintura selando os lábios rapidamente.

—Eu também te amo amor.Agora me beija direito..—Larisse abraçou o pescoço dele e começaram a se devorar.

— Gente!Oi ,ainda estou aqui!Pelo amor de Deus!Vocês estão em público...—Tive que separar eles ;porque o Lay já estava tirando a roupa dela,na verdade os dois estava se despindo.

— Desculpa.—Ela fala ofegante com a boca toda borrada de batom assim como a do Lay ficou.

—Depois de uma dessa vou indo.

— Me ligue quando chegar em casa!

— Claro Mãe!Nem a minha mãe de verdade se preocupa tanto quanto você.

—Fazer o que?

Rolo os olhos acenando pra eles enquanto ando até o carro entrando nele,pondo o cinto de segurança, logo em seguida,Channie também acena para eles e dá partida no veículo.

—Sua prima chega ser pior que minha sogra as vezes.—Fala sem tirar os olhos da direção.

—Ela só ficou um pouco protetora demais depois do que aconteceu…

—Um pouco?—Sorriu de canto olhando-me rapidamente.

—Tá bom, você tem razão.Ela ficou muito chata.Mais fazer o que?Eu amo aquela doida.E,acho que ela se sente culpada de algum modo.

— Ama mais do que me ama?

—Nossa, você só ouviu a parte que eu disse amar ela?—Finjo indignação mas a unica coisa que arranco dele é uma gargalhada.— Formas diferentes de amor né Channie.Agora pisa no acelerador temos que buscar o Baek.

— Tem certeza?Está melhor do enjôo?

— Estou melhor agora.—Mexo no rádio.—Adoro essa música...—Aumento o volume.—Ainda mais quando você canta ela.

— Mudando de assunto?

— Com toda certeza.

—Ainda está pensando no que aquele investigador falou?

—Hum rum.

—Isso está te fazendo ficar nervosa e,enjoada.

—Você me conhece tão bem…sabe até que fico enjoada quando estou nervosa e ,estressada.

— Eu sei,está para nascer alguém que conheça e te ame mais do que eu.

—E meus pais?

—Formas diferentes de amor,meu doce.—Sorriu usando a mesma fala que eu havia usado.—Agora vamos cantar só refrão.

—Nãooooooo você sabe que sou péssima cantando.Quer ficar rindo de mim é?

—Eu gosto de te ouvir cantar meu doce,Baek gosta e o pirralho do seu irmão também.

—Vocês não contam…

—Porque não?

—Porque vocês me amam.—Falo fazendo um biquinho.

—Se eu não estivesse com as mãos no volante ,prestando atenção na direção te daria um beijo.

—Em casa.—Sorrio maliciosa mordendo os lábios.

—Vou cobrar.—Aperta os dedos no volante.

Durante o caminho para buscar o Baek e irmos pra casa conversamos coisas aleatórias,por mais que quase um ano tivesse se passado eu não sabia nada do ChanYeol,ele não se abria comigo sobre a vida dele em si.Só das partes que eu estava envolvida nela.

Eu ficava olhando pra ele,às vezes sério ou sorrindo porém sempre focado na direção sempre era assim quando estávamos dentro do carro.Como se algo assombra-se ele e seu passado.Talvez algo que envolvesse os pais dele...principalmente o pai.

                           (......)

Ao chegarmos em casa ajudo Baek a descer e entramos enquanto ChanYeol ficou estacionando o carro na garagem.

—Como foi com a Doutora Gi?Já chamou ela pra sair,Baek?—Jogo minha bolsa no sofá.

—Eu não tenho coragem...e ela não iria querer sair com um cara como eu…

—Como você?O que tem de errado com você Baekhyun?Por acaso estamos morando com alienígena e eu não sabia?—Cutuco a cintura dele.

—Você sabe noona.—Esboça um meio sorriso.

Sou mais nova que o Baek,mais se ele gosta de me chamar assim, quem sou eu pra negar algo.

—Eu sei do que?—Vou guiando ele pelas escadas até seu quarto.Baekhyun é tão teimoso que odeia o fato de usar a bengala para ajudar na locomoção dele.

—Que garota,ainda mais uma médica como a Gi,iria querer sair com um cara cego!

—Aigoo porque acha isso?É claro que qualquer garota iria querer sair com você.É a pessoa mais doce e gentil que eu conheço.—Olho para os lados.—Não conta pro seu irmão.— Toco em seu rosto fazendo-o rir —Sei que está falando isso por causa da sua deficiência mas,fique sabendo que se não fosse por você e esse seu jeito eu não teria começado a gostar do ChanYeol.

—Como assim?O que eu e meu jeito fizemos.

—Você me mostrou e ensinou a enxergar a bondade que o seu irmão tem,me mostrou que não adianta poder ver e não enxergar realmente as coisas importantes e que valem apena.Se não fosse você eu certamente continuaria odiando ele por ter me sequestrado e me forçado a amá-lo...Olha Baek,você é uma pessoa maravilhosa e se gosta mesmo da Doutora Gi,diga a ela o que sente.—Acaricio sua bochecha.—Caso ela diga que não,a única pessoa quem vai estar perdendo algo será ela.Você é maravilhoso lindo por dentro e por fora.

—Você acha?—Fala com voz dengosa meio chorosa.

—Acho isso e muito mais.—Abro a porta do quarto pra ele.

—Noona?!

—O que?—Fungo.

—Está chorando?

—Ya'caiu um cisco nos meus olhos.

—Nos dois?—Baek passa as duas mãos sentindo cada pedacinho do meu rosto.—ChanYeol tem sorte de ter você.—Sorriu.

—Eu que tenho sorte,tenho duas pessoas maravilhosas morando comigo…

—__________ telefone pra você!É a sua prima.—Chanyeol grita lá debaixo.

—Atende pra mim!—Grito de volta.

—Vocês não estavam com ela ainda pouco antes de me buscar?

—Sabe como minha prima é.Quer ajuda com o banho?

—Quer tomar comigo?

—Debochando vou contar para o seu irmão…

—Estou só brincando noona!Não fala pro ChanYeol que eu disse isso.

—Não conta o que para o ChanYeol??

"Falando no diabo,ele aparece segurando meu celular."

—Que você tem muita sorte de ter a __________ como sua namorada,se você não pedir ela logo em casamento eu peço.Você aceitaria noona?

—Com toda certeza.—Rio da cara do Chanyeol.—É brincadeira amor.Dá aqui meu celular…

—Não teve graça.—Faz bico.

— Aigoo meu Channie ficou com ciúmes foi?

—Não.Eu não tenho ciúmes.

—Mentiroso!—Baek fingiu tossir.—Noona a proposta ainda está de pé.

Ele entra no quarto e fecha a porta atrás de si.

—Que proposta?O que vocês estavam falando antes que eu chegasse?—Franze as sobrancelhas.

—Que eu te amo.Quer tomar banho comigo?

—Eu quero.—Beija meu pescoço.—Só banho?

—Você quem sabe.—Sorrio maliciosa e vamos andando para o nosso quarto.


Notas Finais


Baek é uma peça única♡rsrsrs.
Querem hot no próximo cap??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...