1. Spirit Fanfics >
  2. Stand by You >
  3. New friends

História Stand by You - Capítulo 3


Escrita por: byeongcosmic

Notas do Autor


EAE FML CES TAO BEM???
pois eh mano demorei pra atualizar, me desculpem, mas tá aqui 🥳🥳🥳🙏🙏🙏🗣️🗣️😭😭😭🤲💞💞💞 amém
enfim
> não revisei, vou fazer isso amanhã pq tô com sono!
> não vai ser narração da donghee, vcs q lutem com as mudanças de narração todo cap ksjdbdje
eu acho q eh só isso-
não sei, mas boa leitura 💖

Capítulo 3 - New friends



       Depois de duas aulas, Donghee ouviu o sinal fazer um barulho estridente pelos corredores, anunciando o recreio. 



Arrumou suas coisas, vendo os outros alunos arrumarem suas próprias rapidamente. Ela não estava com pressa, então apenas pegou os livros que havia usado com os braços e foi andando até o corredor, vendo alunos correrem como se a vida deles dependesse disso.



Não era uma garota estudiosa, apenas fazia o necessário, e o possível para não ter notas ruins, porém entendia todo aquele desespero. Assim que chegou na frente do próprio armário colocou a senha e enfiou os livros lá novamente, trancando e seguindo os outros alunos da direção que eles iam, não sabia o caminho da cantina.



Assim que chegou no lugar aberto e cheio de alunos lotando as mesas e filas para comprar lanche, percebeu que estava no lugar certo.


Foi em direção a fila para pegar seu lanche, mas no meio do caminho enquanto estava mexendo no celular para ver se tinha alguma mensagem esbarrou com alguém.


- Donghee?


- Junhee? Oi.


- Oi, que bom te ver por aqui, precisa de ajuda? 


- Oh não, obrigado. Estou indo pra fila.


- Eu também, depois que pegar seu lanche, quer sentar comigo e mais dois amigos?


Ela com certeza não esperava por isso, mas não perguntou, apenas concordou e seguiu com o mais alto para a fila.



Enquanto a fila diminuía eles conversavam, e ela descobriu várias coisas interessantes sobre ele, e se permitiu contar mais sobre si.


- Então é só você e sua mãe? Acho que conheço esse apartamento que você falou. Fica umas quadras da minha casa.


- Oh sério? Qualquer dia te chamo para ir lá se quiser.



Claro que ela não pensou muito antes de falar, e quando percebeu o que havia dito corou e colocou a mão sobre a boca, tímida demais para continuar falando. Junhee apenas riu de si.


- Então tá combinado, já que você me convidou.


O sorriso galanteador que apareceu nos lábios dele apenas contribuiu para ela ficar ainda mais vermelha, lhe dando um tapa fraco no braço dele, o fazendo rir, se divertindo com a reação dela.



- Deixe de besteiras, não precisa ir mais!


- É brincadeira Dongdong!


Ela o olhou, surpresa, ninguém nunca a chamava assim, e também não havia falado de seu apelido para ele, mas tentou deixar isso de lado, pois depois do garoto em sua frente seria sua vez de pegar a bandeja.



Olhou para frente, esperando sua vez, vendo o garoto de sua frente se virar e ir procurar uma mesa, mas ele parou assim que colocou os olhos nela.



Ela o reconhecia de algum lugar.


- Yuchan?


- Dong… Hee?



Falaram ao mesmo tempo, surpresos, e Junhee apenas assistia tudo atrás dela.


- Nossa que coincidência não?


- Ela disse, e ele apenas riu, concordando com a cabeça.


- Muita. Como você está?


- Estou ótima, e você?


- Muito bem.


Alguém atrás de Junhee gritou para deixarem de conversa e pegarem logo seus lanches, e Donghee, vermelha de vergonha, foi pegar a bandeira e o que iria comer.



Quando acabou, viu Yuchan e Junhee a esperando, então foi andando para o lado do mais novo, esperando Junhee também.


- Eu sei que não tinha como, mas não sabia que estudava aqui.


Ele se começou, e ela virou sua atenção para si.


- Na verdade é meu primeiro dia. Você estuda o quê?


- Ah, entendi! É o meu terceiro. Estou fazendo dança, e você?


- Moda.


- Bacana, já fez algum amigo?



Junhee se aproximou, e eles começaram a andar em direção a alguma mesa, e até aquele momento ele não falou nada.


- Conheci Junhee, mas não sei não, ele parece bem doido.



Ela disse, fingindo que o mais alto não estava bem do seu lado, o citado olhando torto para ela, sem saber que aquilo era apenas uma brincadeira.



- Verdade? Nossa isso parece ruim, pode ser minha amiga então.



Yuchan vendo a mais baixa rindo da cara do outro apenas entrou na brincadeira, vendo o mais velho olhar para si também, com uma cara confusa.


- Vocês não tem vergonha não?


- Não!


Responderam juntos, rindo de Junhee quando ele bufou, logo mudando a carranca para uma expressão animada e apontando para uma mesa onde dois garotos estavam sentados.



- Lá estão eles! Venham.


Donghee e Yuchan apenas seguiram ele, vendo o mais alto sentar em uma das cadeiras disponíveis. Ela reparou nos dois garotos, um tinha um sorriso muito bonito e era bem estiloso, já o outro tinha olhos adoráveis e usava roupas coloridas, enquanto se agarrava ao outro.



- Podem se sentar. 



Donghee olhou para o mais novo, o vendo a olhar também, mas sentando em uma das cadeiras, a que sobrou iria deixá-la no meio dos dois. Sentou-se, colocando a bandeja em cima da mesa, olhando para os dois garotos que até aquele momento não falaram nada.



- Meninos, essa é a Donghee, e o amigo dela é o Yuchan. Esses são Sehyoon e ByeongKwan.


Ele apontou para cada um enquanto falava os nomes, e os dois garotos sorriram, estendendo a mão.



- É um prazer conhecer vocês.



ByeongKwan falou, sorrindo fofo, e Sehyoon apenas concordou, parecia tímido.


- Igualmente. Vocês fazem curso de quê?


- Dança.


Os dois responderam juntos, e ela ouviu Yuchan fazer um barulho surpreso ao seu lado.



- Também faço. 


- Sério? Nossa acho que nunca te vi por lá.


- É meu segundo dia aqui!


- Oh entendo. Viu amor? Agora a gente não precisa falar com aquele pessoal da sala. 



ByeongKwan falou para Sehyoon, que apenas concordou com ele. Logo todos começaram a conversar sobre várias coisas, discutindo coisas da faculdade e vida pessoal, o assunto fluindo tão bem que nem perceberam o tempo passar. Durante a conversa Donghee, mesmo que já tenha percebido antes, descobriu que Sehyoon e ByeongKwan namoravam, à uns 2 anos. Yuchan disse queria na verdade fazer música, porém era caro, então decidiu fazer dança, e por isso que tinha começado a trabalhar, para pagar música dali alguns meses.



Junhee era o que mais tentava fazer eles interagirem, e Donghee achava fofo o quão atencioso ele era com os dois amigos, sempre oferecendo algo de sua bandeja para eles.



Ouviram o sinal tocar, juntos com resmungos de outros alunos. Se levantaram enquanto pegavam as bandejas, e seguiram para a lixeira.



- Bom, a gente se vê por aí, vocês são bem legais.



Sehyoon que disse, sorrindo fofo para Donghee e Yuchan. ByeongKwan concordou, e Junhee não falou nada, mas pela expressão que ele estava fazendo parecia que ele havia gostado de ver seus amigos interagindo.



- Digo o mesmo, é divertido conversar com vocês, podem me passar seus números?


Donghee perguntou, e os quatro concordaram, pegando seus respectivos celulares e trocando seus números.



- Tchau gente, boa aula pra vocês.


- Pra vocês também, até!



Sehyoon pegou na mão do namorado, os dois acenando para a mais baixa e Yuchan, que fizeram o mesmo. Junhee ainda estava do lado dos dois, disse que iria no mesmo caminho que eles.


- Gostei dos seus amigos, eles são bem legais, seria legal se a gente sentasse junto de novo.


- Isso é ótimo, amanhã sentamos juntos de novo.


- Por mim tudo bem.


Yuchan respondeu, e os três foram procurar seus armários para pegar os matérias para as próximas aulas. O mais novo foi o primeiro a achar, se despedido e indo agora sua sala, Donghee foi logo depois, de despedindo de Junhee, que tentava trancar o próprio armário.


- A gente se vê amanhã Junhee!


- Ok, tchau Donghee, boa aula!


- Tchau, pra você também!


                                [...]


Ela ouviu o sinal tocar mais uma vez, só que para ir embora, já era de tarde. Arrumou seu material, colocando livros que iria estudar dentro da mochila, pegando também seus fones e celular, colocando em uma playlist aleatória enquanto andava devagar nos corredores extensos da faculdade.



Esperaria a mãe na frente do portão, de enquanto ela não chegava, checou suas redes sociais, não vendo tanta coisa interessante. Pulou do lugar quando de repente sentiu duas mãos tirarem seus fones e colocando as mãos na frente de seus olhos.



- Adivinha quem é?


A pessoa engrossou a voz de um jeito engraçado e ela apenas riu, colocando suas mãos por cima das que estavam em seu rosto, sentindo os anéis.



- Para de. ser besta Yuchan.



O mais novo apenas riu de si, enquanto arrumava a mochila nas costas.


- Desculpa. Tá esperando alguém?


- Sim, minha mãe, e você?


- Vou de moto.


- Ah sim.



Enquanto conversavam uma última vez no dia, ela ouviu a buzina do carro de sua mãe, se despedido do mais novo com um aceno, correndo em direção ao carro, abrindo a porta e cumprimentando sua mãe com um beijo na bochecha.



- Quem era aquele bonitinho?


A mais nova parou com o cinto no meio do caminho, olhando para a mais velha confusa, desviando o olhar para fora do carro, vendo Yuchan subir em cima da moto vermelha e ir embora.



- Ah, lembra do entregador de ontem? É ele, Yuchan. Ele estuda dança, e eu conheço mais dois garotos que também fazem dança, e outro que faz moda também.


- Só tem garoto nessa conversa, não conheci nenhuma garota também não?



Donghee não havia parado pra pensar nisso, mas apenas deu de ombros, terminado de colocar o cinto, e abaixando o vidro do carro.



- Como foi seu primeiro dia?


- Foi bom, mas cansativo. E o seu?


- Também foi, porém já odeio meu patrão.



A Lee mais nova riu da expressão que sua mãe fez quando se referiu a ele, a mais velha a acompanhando, prestando atenção nas ruas enquanto conversavam.



- Só você mãe!


- Ai que trânsito, não vamos chegar em casa nunca, e eu só quero tomar banho e ir dormir.


- Eu também.



Elas continuaram conversando o caminho todo, e quando chegaram no prédio, subiram pelo elevador.



Chegando no próprio apartamento jogaram suas mochilas em cima do sofá e foram para os próprios quartos, pegando as roupas que usariam para dormir, se encontrando na frente da porta do banheiro.



- lÉ mesmo, tenho que fazer a janta, passei no mercado antes de ir te buscar, pode ir primeiro, mas deixa minhas roupas em cima da pia por favor.


- Ok!



A Lee mais velha deixou as roupas com a mais nova, idmo em direção a cozinha. Donghee entrou no banheiro, deixando a roupa da mãe em cima da pia e as suas perto das dela. Se despiu e olhou-se no espelho, tirando a maquiagem com um lenço umedecido com removedor, e fazendo um coque no cabelo, os fios castanhos e sedosos escorregando de suas mãos.


  

Foi para o box, se banhando enquanto cantarolava alguma música qualquer.



Saiu assim que terminou, se secou e colocoub do o pijama, ouvindo sua mãe bater na porta, foi até lá e abriu, a vendo com uma toalha no ombro.



- Vai jantar filha, amanhã é outro dia.


- Não, eu te espero.


- Ok.



Donghee foi andando em direção a cozinha, sentindo um cheiro bom do Kimchi. Foi pegar os pratos e talheres, colocando-os em cima da mesa, e abrindo a geladeira para ver se tinha algo para beber. Decidiu que faria suco de saquinho, pegando a jarra de água, e abrindo uma gaveta, encontrando vários sabores de suco. Pegou qualquer e colocou dentro da jarra e mexeu, colocando na mesa e procurando copos.



Assim que fez seu prato esperou um tempo por sua mãe, esperando ela ir jantar consigo.



Ouviu a porta do banheiro ser aberta, e a mais velha passar pela entrada da cozinha, o cabelo num coque desajeitado.



- Como é bom tomar um bom banho, e jantar com uma agradável companhia depois de um dia cheio.



A mais nova riu, concordando com a mais velha, começando a comer.



            

                                    [...] 



Assim que elas terminaram de comer a mais nova lavou a louça suja e abraçou sua mãe carinhosamente, se sentindo leve quando foi correspondida.



- Boa noite mãe! Durma bem


- Boa noite filha! Você também. Amo você.


- Eu também te amo.



E seguiram para os próprios quartos. Assim que Donghee colocou seu celular para carregar e arrumou seus materiais se permitiu ir deitar, suspirando aliviada quando deitou no colchão macio, se cobrindo devidamente e não demorando para cair no sono.



Notas Finais


eh isso.
se tiver algo sem sentido ou alguns erro relevem pf to com mt sono e se eu não escrevesse hoje não escreveria nunca, e eu qria mt postar ent eh isso, até a próxima, obg pra qm leu até aqui, e nao desistam da fic pf, eu so meio enrolado mas tento atualizar jfhdhs 😔💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...