História Star Connection - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jeon Wonwoo, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Seungcheol "S.Coups"
Tags Choi, Chwe, Elementos, Fantasia, Ficção, Hansol, Hong, Jeon, Jeonghan, Jisoo, Joshua, Kim, Luta, Magia, Meanie, Mingyu, Minwoo, Monstros, Poderes, Scoups, Seungcheol, Vernon, Wonwoo, Yoon
Visualizações 25
Palavras 1.481
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Shonen-Ai, Shounen, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Ataque na Rodovia


Fanfic / Fanfiction Star Connection - Capítulo 3 - Ataque na Rodovia

- Aonde vocês estão me levando? - Wonwoo perguntou dentro do carro

- Não temos certeza - Mingyu respondeu

- Vocês só estão me levando oara algum lugar? - Wonwoo perguntou ficando irritado

- Não - Mingyu respondeu olhando pela janela - Estamos indo, não levando você. Você só vai vir junto

- Isso não é muito diferente - Wonwoo falou desistindo de insistir

A viagem se manteve em silêncio. Passaram bastante tempo dentro do carro. Atravessaram um túnel e estavam sozinhos na rodovia.

Quando de repente, um carro foi jogado na frente do grupo. O carro onde eles estavam foi jogado bruscamente para o acostamento e acabou batendo.

- O que foi isso? - Hansol perguntou

- Um carro voador - Seungcheol respondeu com sarcasmo

- Vamos sair do carro - Mingyu praticamente gritou para todo mundo

Os meninos correram para fora do carro. Ouviram passos pesados atrás deles. Tinha um monstro com ni mínimo dois metros de altura. Com os braços enormes por músculos, assim como suas pernas.

- Trolls! - Jeonghan gritou

- O que? - Wonwoo estava assustado

O monstro parecia olhar para Wonwoo. Ele começou a andar rápido na direção do garoto. Mas Mingyu entrou na frente do garoto ativando uma magia de explosão no rosto do monstro.

- Fique atrás de mim - Mingyu disse sem olhar para Jeon

Wonwoo não sabia ao certo, mas sentia seguro com aquelas palavras ditas.

- Thunder Ray - Vernon falou ativando sua magia

Seu corpo começou a ser envolto por eletricidade. Uma raio foi desferido de suas mão indo diretamente no monstro, que cambaleou para trás.

- Reinforcement: braços e pernas - Seungcheol falou e linhas como se fosse circuitos apareceram nos seus braços e pernas

Ele deu um salto que chegou rapidamente perto do rosto do monstro. Disferi um soco no meio da face da criatura, fazendo ele ir direto no chão e abrindo um buraco onde ele caiu.

- Vines - Jeonghan falou

Vinhas de plantas apareceram do chão prendendo a coisa. Ele usava força, mas não conseguia se soltar.

- Inferno - Mingyu ativou

Um fogo forte apareceu no corpo do monstro. Ele gritava, mas seu corpo não parecia queimar. O problema é que as vinhas se romperam e a criatura se levantou.

- Eu quero ajudar - Wonwoo falou do lado do Mingyu

O monstro gritou e assustou o Jeon. A criatura correu até os dois meninos.

Wonwoo levantou uma das mão involuntariamente.

- Pare! - Jeon gritou fechando os olhos

- Wonwoo - Mingyu chamou - Olha

Jeon abriu os olhos e a criatura estava congelada. Totalmente imóvel. Dava para sentir uma brisa fria, como se o lugar onde eles estavam tivesse baixado a temperatura.

Ainda precisavam destruir a coisa. Estranhamente, Mingyu se sentia mais forte do o normal.

- Inferno - Mingyu ativou

O fogo surgiu de novo, mas ele estava azul. Ele nunca conseguiu deixar seus fogo assim.

Wonwoo percebeu que estava de mãos dada com Mingyu. Soltou rapidamente com vergonha. Kim percebeu que as chamas voltaram a sua coloração normal e a sensação de força havia sumido.

- Temos que continuar - Seungcheol falou com um sorriso estranho para Mingyu

Os garotos continuaram sua viagem andando. Mingyu foi andando um pouco atrás do Jeon. Não tirava os olhos do garoto a sua frente. Tentava entender por que seus poderes haviam ficado mais forte quando tocou a mão do Jeon.

- Eu imaginei que fosse por isso que o Feiticeiro Mestre mandou você proteger o Wonwoo, a partir de agora - Jeonghan apareceu do lado do Kim

- Por que? - Mingyu perguntou confuso

- Você não percebeu? - Jeonghan perguntou curioso

- O que? - Perguntou ainda confuso

- Esquece... Você vai perceber hora  ou outra - Falou andando um pouco mais rápido que o Kim

Eles ficaram mais um tempo andando na rodovia, até Seungcheol parar no meio do caminho.

- É por aqui - Ele falou indo em direção as árvores

- Mas aí é só uma floresta - Wonwoo falou tentando entender aonde ele ia

- Eu sei - Falou adentrando o lugar

Todos estavam seguindo Seungcheol entre as árvores. Todos se sentiam como Wonwoo quando o mesmo chegou na OMF.

- Estamos no caminho certo? - Hansol perguntou

- Sim - Seungcheol falou analisando o local

- Caminho para que, exatamente? - Jeonghan perguntou

- Vocês vão ver - Falou rindo

Andaram mais um pouco e chegaram a uma casa, até um bem grande.

- Essa é uma casa da minha família - Seungcheol falou indo até a casa

Eles adentraram o lugar. Era bem confortável e grande para eles cinco.

- Vamos parar por um tempo - Seungcheol começou - Nós temos dois quartos aqui

- Eu durmo na sala - Hansol falou se jogando no sofá

- Eu divido o quarto com você - Mingyu falou com o Wonwoo

- Tudo bem - Falou dando um sorriso ladino

- Cuida dele - Jeonghan falou apenas para Mingyu ouvir

Os dois garotos foram para seu quarto temporário. No quarto só tinha uma cama de casal, uma cômoda. Era suficiente para uma noite.

- Wonwoo - Mingyu chamou o garoto - Por que você segurou minha mão?

- Não sei - Wonwoo corou - E-Eu só senti que devia. Por que?

- Nada. Esquece - Mingyu falou pensativo

Não fazia sentido para ele. Por que o Wonwoo o deixava tão forte? Por que se sentia tão bem com a companhia do Wonwoo? Decidiu a pensar nisso outro dia.

No momento ele só queria dormir e descansar um pouco.

*

*

O prédio inteira pegava fogo. As paredes de pedra enfraquecendo, estalando e fazendo fragmentos cair.

Dava para ouvir o grito das pessoas fugindo. O grito das pessoas agonizando enquanto seus corpos eram totalmente carbonizados.

O pequeno garoto chorava. Não sabia o que fazer. Queria sumir. Queria estar morrendo com aquelas pessoas. Queria não ter nascido.

- Isso é sua culpa! - Seu pai gritava com o garoto que só conseguia chorar - Tudo sua culpa! Sua culpa - Sua voz foi engolida pelo fogo - Seu monstro...

Mingyu acordou assustado. Seu pulo acabou acordando garoto do seu lado.

- O que foi? - Wonwoo perguntou sonolento

- Foi só um pesadelo - Mingyu falou acalmando o garoto - Pode voltar a dormir

- Não quer conversar? - Wonwoo tentou ser amigável

- Não precisa - Mingyu disse rindo nervoso

- Pode falar se quiser - Wonwoo falou se sentando na cama mais confortavelmente

- Nesse sonho, eu estou dentro de um prédio que está pegando fogo e todas as pessoas dentro estava morrendo queimados. E um homem chega perto de mim gritando coisas como: É culpa sua! Seu monstro! - Mingyu dizia sem olhar nos olhos do Jeon - E ele é queimado também e é nessa hora que eu acordo

- Que sonho horrível - Wonwoo falou

- É... eu sei! - Mingyu disse

- Não se preocupe - Wonwoo segurou no rosto do Kim - Um pesadelo não pode te afetar

- Obrigado - Mingyu disse rindo

Mingyu esconder algumas partes da história do sonho dele, mas preferia assim. Era melhor ele não saber ainda. Voltou a dormir, precisava descansar.

*

*

O prédio inteira pegava fogo. As paredes de pedra enfraquecendo, estalando e fazendo fragmentos cair.

Dava para ouvir o grito das pessoas fugindo. O grito das pessoas agonizando enquanto seus corpos eram totalmente carbonizados.

O pequeno garoto chorava. Não sabia o que fazer. Queria sumir. Queria estar morrendo com aquelas pessoas. Queria não ter nascido.

- Isso é sua culpa! - Seu pai gritava com o garoto que só conseguia chorar - Tudo sua culpa! Sua culpa - Sua voz foi engolida pelo fogo - Seu monstro!

O garoto fechou os olhos e tentava tapar os ouvidos para não escutar as vozes de desespero das pessoas.

De repente, os sons sumiram. O calor transmitido das chamas sumiu. O garoto abriu os olhos. Estava sozinho em um lugar escuro.

Continuou chorando. Viveria ali sozinho, para sempre. Então sentiu alguém se aproximar de si. A pessoa brilhava muito. Não dava para ver quem era.

- Você não está sozinho - A pessoa falou - Eu estou aqui com você - Estendeu a mão para o garoto

Meio receoso, segurou na mão do ser na sua frente. O lugar onde estava começou a ter estrelas brilhando em volta deles. Era lindo o lugar onde estavam.

- Quem é você? - Mingyu perguntou

- Eu sou a pessoa que quer te ver sempre com um sorriso no rosto. A pessoa que sempre vai se preocupar com você e sempre te ajudar. A pessoa que vai estar do seu lado para sempre. Eu sou sua alma gêmea. Eu sou...

Mingyu abriu os olhos. Já estava de manhã. O brilho do sol pegava nos olhos do Kim.

Sentiu um vazio do seu lado na cama. Jeon não estava mais ali. Estava no banheiro, a porta estava fechada.

Aproveitou esse tempo, oara pensar no sonhi que teve. Quem era aquela pessoa? Alma gêmea? Isso existe de verdade?

Wonwoo saiu do banheiro. Estava vestido, mas as gotas de água ainda pingava de alguns fios de cabelo, enquanto outros estavam grudados na testa.

Mingyu ficou um tempo olhando Wonwoo. Ficou olhando cada detalhe do garoto.

- Mingyu? - Wonwoo chamou confuso

Mingyu acordou de seu devaneio e percebeu que ficou admirando Jeon. Se levantou e foi até o banheiro tomar banho.

[...]



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...