1. Spirit Fanfics >
  2. Star Wars: A Ascensão Jedi ( 1º parte em andamento) >
  3. Capítulo 5:

História Star Wars: A Ascensão Jedi ( 1º parte em andamento) - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Capítulo 5:


Fanfic / Fanfiction Star Wars: A Ascensão Jedi ( 1º parte em andamento) - Capítulo 6 - Capítulo 5:

Estou paralisado

Onde estão meus sentimentos?

Eu não sinto as coisas

Eu sei que eu deveria

Estou paralisado

Onde está o meu verdadeiro eu?

Estou perdido e isso me mata por dentro. 




Leia parou em frente a sala de comando.

Han a observou de longe, colocando as mãos no casaco e indo até ela sem pressa. 

Desde a queda de Ben e o início da Primeira Ordem eles mal se falavam, se falavam era pouco, apenas o necessário, ambos sentiam culpa, culpa por tudo que havia acontecido, e ambos lidavam com aquilo que modo diferente.

Han tinha passado um ano e meio longe de tudo até Chewi o convencer a procurar Leia e se juntar a causa rebelde mais uma vez.

Ficaram felizes ao reencontro, mas em todo o caso, nunca foi a mesma coisa, tinha muita mágoa e dor misturada dentro de duas pessoas.

Leia sempre pensou que o estava fazendo ao filho era bom, era o certo. 

Enquanto Han odiava a ideia de Leia de o levar até Luke, e ambos brigaram por isso, e fora naquele dia que ambos perderam o filho.

“Eles são apenas crianças” Han gritou em desespero. 


“Uma criança que precisa aprender a se controlar, Luke dará isso a eles” Leia retrucou o marido. 


“Está tratando os nossos filhos como dois monstros, eles só precisam de tempo“ 


“Tempo para que? Para se tornar como o meu pai? Tornou-se o proximo darth Vader?”

“Veja o que está falando?Está falando dos nossos filho” 

E Ben tinha ouvido tudo de trás da porta. 



Han abraçou a esposa.

Forte, como fazia a tanto tempo, ele a levou para fora, a deixando que chorasse em seus braços. 

Ele sentia muito, talvez se culpasse todos os dias, ambos achavam que poderiam ter evitado tudo aquilo, falharam como pais.

E agora o próprio filho o odiava, sem contar Morigan que as vezes eles mal a viam, a garota chegava a ser como um fantasma perto deles, apenas recebia ordem e as fazia os ignorando mais tarde.

Mor tinha os próprios demônios, tinha as próprias perdas, a própria solidão de um certo modo, lidava com isso sozinha, precisava lidar sozinha, só contava com Poe em certa parte e certos momentos.

Apenas ele.

“Eu sinto muito Han a culpa é minha” Leia disse parando de chorar.

“A culpa é nossa, nós fizemos isso, não é só a sua culpa Leia” Han disse.

“Eu não sei o que fazer, não posso acreditar que ele se foi Han, as vezes ainda consigo sentir a luz nele, eu sei que ainda está lá” 

“Eu não sei Leia...ele tem muito de Vader nele” 

“Ela também” 

“Tivemos gêmeos muito problemáticos” Ele tentou brincar.

“Culpe o sangue” Ela riu fraco. 

“Anotado” 

E logo muitas pessoas começaram se movimentar, indo em direção a sala de comando apressados.

Leia e Han os seguiram, Han parou ao lado de Chewi que o apontava C3-PO. 

Que estava agitado morrendo de medo como sempre.

“A primeira Ordem está atrás de BB-8 que em consequência está com a mestra Morigan, e a desaparecida mestra Rey, e depois outro homem, aquele que salvou o comandante Dameron” C3-PO explicava.

“Mor está com eles?” Han ficou com calafrios. 

“Sim general Solo, ela está com eles, ela fora vista junto a Rey Solo que estava falando com Maz Katana, ela foi buscar algo, mas em seguida alguém avisou a Primeira Ordem e eles estão se aproximando” 

“Chewi você vem?” Han se virou ao amigo peludo.

“Han não pode ir” Leia virou-se ao marido. 

“Nossa filha está lá, e em consequência ele também estará” Han respondeu com um brilho no olhar “Vou trazer nossos filhos para casa” 

“Han...não faça besteiras” 

“Não pode me impedir de fazer isso Leia Organa” Ele deu um sorriso maroto.

[...] 


Kylo Ren estava sozinho em uma sala escura.

Tirou a máscara que cobria suas cicatrizes, que não se curavam.

Olhou a máscara com o que era de fato, o único olho bom que tinha, o outros com uma cicatriz enorme no meio, estava já totalmente cego após o ataque que fez no acampamento Jedi a anos atrás.

Ele jogou a máscara forte no chão a deixando longe, suspirou fundo e com raiva do mundo e com raiva de todos.

Uma vez ouviu que nunca seria forte como Darth Vader.

E a verdade era que achava aquele homem um fraco, um Idiota, achou o fraco por manter o amor mais forte do que tudo, por tirar tudo que lutou durante anos por trás da armadura que causou medo e todos que viam.

Então essa era a verdade.

Kylo Ren não queria ser igual ao seu avô, queria ser melhor, mais forte, mais poderoso e causar muito mais medo.

E isso o matava.

A dor permanecia em um sinal de fraqueza, já que tudo que restava era dor e ódio.

O ódio era o lado sombrio, era bom, era o que Snoke amava nele, mas a dor...ele queria que fosse embora.

Para as vezes, sentir nada.

Seria tudo tão fácil, seria mais fácil não sentir saudades dos pais, não sentir amor pela irmã, e não se sentir completamente apaixonado por Rey.

Seria tudo mais fácil, pois como sabia.

De todas as coisas que poderia deixar alguém fraco, o amor era só a pior delas.

“Eu sinto muito meu mestre, eu a senti de novo, a luz, e não consigo fazê-la ir embora, ela não me deixa” 



[...] 

Rey ouvia os disparos, ficou parada em frente a um monte de gente correndo e gritando, a Ordem estava lá.

Procurou Mor por todos os cantos ela a viu a metros e metros dela, ela estava colocando os Stormtroopers para o chão com o sabre de luz roxo. 

Quando viu foi puxada por Finn que a tentava tirá-la de lá o mais rápido que pudesse tirar.

Enquanto Rey começou a debater para se soltar, não era Finn, ficaria para lutar.

“Pegue esse Blaster e comece a atirar, não perca o foco Finn, essa luta agora é a nossa vida” Ela disse e ele seguiu as ordens.

Mas então...o sentiu.

Ele estava lá.


Notas Finais


Fui escrever feliz e sai chorando


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...