História Star Wars Episode IX.5 - A New Era - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


olá pessoas, tudo bem? espero que estejam curtindo, eu to com alguma dificuldade em escrever esses dias, mas, eu já tenho alguns capitulos reservas escritos, então não se preocupem, a atualização diaria vai continuar, vou tentar ter mais ideias para não ter que chegar até os que escrevi no momento. bom, boa leitura e espero que gostem.

Capítulo 6 - Chapter 6 - Negociações


Kylo Ren andava pelos corredores da nave, em passos apressados e com um olhar determinado em suas feições. Ele ruma até os controlares.

- Virem a nave, tenho novas coordenadas para seguirem. – ele diz apontando para frente enquanto os controladores começam a seguir o seu comando.

- O que está acontecendo aqui? Por que está nos tirando do nosso curso? – Hux entra em cena já alterando seu tom de voz, apesar do medo que sentia pela presença e a pessoa de Kylo Ren, ele não conseguia medir palavras para com o novo líder supremo da primeira ordem.

- Tenho informações de onde é a base da resistência – Kylo disse sem se mover, fitando o espaço através da janela, recebendo um olhar de surpresa do general que preferiu manter o silencio depois disso, apenas limpando a garganta e virando-se para se manter um pouco à frente de Kylo.

- Por que toda essa demora? Não ouviram? Coloquem-nos no curso, toda potência dos motores. – Hux grita com os demais, sempre fazendo cena. 

- Toda potência nos motores, reajustando curso, os propulsores estão aquecendo, preparando para entrar no hyperspace em 5,4,3,2,1... entrando agora. – o líder dos controlares repete em voz alta todo procedimento realizado.

Kylo apenas aguarda imóvel no mesmo local, olhando para as estrelas através do vidro frontal da nave, perdido em pensamentos. Finalmente a resistência iria cair, e Rey, iria se juntar a ele no lado negro. 

[...]

Leia tenta acalmar os ânimos entre Rey e os amigos, quando alguém abre a porta subitamente, a pessoa era Rose Tico, ela aprecia ofegante e provavelmente tinha corrido o caminho todo até ali.

- General Leia, Rey, nós temos uma transmissão de urgência, e vocês precisam atender agora. – A garota respira descompassadamente enquanto transmite a mensagem, colocando uma mão apoiada no batente da porta e outro no joelho, buscando por ar.

- Rose, estamos ocupando resolvendo algo importante. – Finn disse por vez, tomando a frente da conversa.

- Isso é importante! – ela quase grita com o rapaz que faz uma careta e quase recua, ela olha para Rey e busca nos olhos da garota durante alguns segundos algo que nem ela nem a jovem Jedi sabiam o que era, ela dá uma última respirada fundo e diz. – É o líder supremo da primeira ordem, e ele exige que Rey o atenda, agora. – Ela diz por fim, fazendo Rey sentir seu coração saltar no peito, recebendo o olhar de todos a sua volta, fazendo-a tomar a dianteira, passando pela jovem Tico que se posicionava na porta e teve de sair às pressas para não ser levada pelo furacão Rey que saiu em disparada dali, sendo seguida pelos demais.

Não demorou muito, e com os passos apressados de Rey ela logo chegou ao local, estava cercado com todos os membros restantes da resistência, aquilo fez ela diminuir os passos, até chegar na mesa, hesitando em apertar o botão que abriria o microfone de comunicação, olhando Poe, Leia e Finn que estavam um pouco atrás de si chegarem.

Rey respira e aperta o botão

- Aqui é a Rey, da resistência, estou ouvindo. – ela diz, direta, em uma voz que transitava entre aflição e um tom de calma que ela tentava manter, aguardando uma resposta, enquanto o silencio se pendura por ambos os lados durante alguns minutos.

- Aqui é o líder supremo, Kylo Ren... – A voz de Kylo Ren é ouvida através da transmissão, ele soa neutro, paciente e confiante –  Rey, o último obstáculo entre a resistência e a minha conquista de toda galáxia. – sua voz sai persuasiva, e um tanto autoritária, tom que ele quase nunca usava com ela, mas, eles não estavam a sós, então, o seu teatro de Kylo Ren, o líder supremo, tinha que entrar em cena, mesmo que ele não tomasse consciência disso.

- O que você quer? – Rey diz em um tom de raiva, ela odiava ouvir aquele tom de voz. 

- Eu venho lhe fazer uma proposta. – Kylo diz por fim, sem fazer muita cerimonia.

- Proposta? Eu não negocio a vida de inocentes com a primeira ordem, que tipo de proposta você poderia ter para me fazer mudar de ideia? – o tom vibrante da sua raiva, era totalmente carregado e palpável a cada letra dita pela garota, todos a sua volta estavam apreensivos.

- A mas você vai – Kylo da alguns passos à frente se aproximando da janela – estou com uma arma apontada para o planeta onde você e o que restou da resistência estão escondidos, e posso dispara-la a qualquer momento transformando-o em cinzas. – Kylo diz enquanto faz um sinal com a mão para aquecerem o canhão.

Rey estava em choque, como isso poderia está acontecendo? Todos começam a discutir envolta dela, temendo por suas vidas, alguns dizendo que aquele era o fim, eles não tinham como fugir dali, não tinham quaisquer forma de se defender, se Kylo fosse escolher a dedo um momento para ataca-los, aquele seria o momento perfeito, e para infelicidade deles, ele escolheu de fato, a oportunidade perfeita. Os olhos de Rey pareciam perdidos, ela começa a respirar com a boca entre aberta enquanto seus olhos corriam o vazio da mesa tentando pensar em algo, mas, nada! Sua mente era um branco total, ela corre os olhos desesperados para Leia, marejados, ela queria ouvir que eles tinham uma saída, uma forma de ganhar, porém, parece que esse era realmente o fim, já que a inabalável Leia também havia cedido, ela corresponde a Rey olhando a garota nos olhos, e balançando a cabeça negativamente, como se estivesse respondendo que não havia mesmo como ele se salvarem de um ataque a essa altura.

Rey rapidamente volta ao microfone, ainda tinha uma esperança de que pudesse contornar essa situação.

- Como, como posso saber que você está falando a verdade? – Ela gagueja, sua voz falha em alguns momentos.

- Use a força, você é uma Jedi, use-a, e você vai sentir o quão próximos estamos de vocês. – Ben responde, ouvindo apenas o silencio como resposta, aguardando sentir a força dela alcança-lo.

A garota imediatamente fecha os olhos, e tenta se concentrar, mesmo com toda aquela falação e com seus sentimentos a flor da pele, ela busca alcançar Ben, rapidamente, como uma carga elétrica em um fio de condução, ela começa a passar por toda vida no planeta, até sair dele, e vagar um pouco até encontra-lo, notando que ele também sentiu sua presença, ela volta para si, com um olhar de surpresa e confusão no rosto, ele realmente estava perto. Rey hesita um tanto, como se tentasse organizar os pensamentos, ganhar tempo e pensar em algum plano.

- Quais são os seus termos? – ela diz por fim, ouvindo os múrmuros atrás de si diminuírem, sentindo o suor escorrer por sua testa.

- Entregue-se – Kylo diz de uma vez – Se você se entregar, eu terei misericórdia dos seus amigos, e os deixarei viver, e eu coloquei um fim em tudo isso. – conclui com um tom firme, principalmente sobre a última parte.

Rey parece um pouco hesitante, ela fita no painel de comunicação, embora sua atenção não estivesse ali, por alguma razão, a garota sente que este é o único caminho que ela poderia tomar.

Finn toma a frente, passando dentre todos e balançando a cabeça, dizendo para que ela não o faça, a garota apenas olha para eles, seus amigos, eram tudo que ela tinha.

- Tudo bem, mas, você tem me prometer que não vai machucar eles. – ela treme, seus sentimentos estavam conflitantes, o dever, a vontade de lutar e proteger os amigos, sua relação com todos. Obviamente, a decisão da moça não agradou os amigos, Finn, que estava mais próximo foi o primeiro a se manifestar.

- Não, não! Você não pode se entregar, isso é loucura! Você não pode- Rey! – a fala do rapaz saia rápida e entrecortada, ele, eles, estavam desesperados.

- Eu preciso fazer isso. – A Jedi diz por fim, formando um pequeno sorriso em seus lábios.

- Eu prometo – A voz de Ben do outro lado soa, quase haviam se esquecido durante alguns segundos que o inimigo estava do outro lado da linha – vá para um asteroide vagante no quadrante norte, estou enviando as coordenadas, vá desarmada, e sem ninguém, apenas você, a star destroyer vai continuar aqui, eu vou continuar aqui, caso tente alguma gracinha, eu vou matar todos. – Kylo diz por fim, encerrando a transmissão.

Assim que o fez ele virou de costas e começo a andar, rumo ao deck das naves.

- Preparem as tie fighters, e chamem os meus cavaleiros. – Ordena o mestre e novo líder supremo.


Notas Finais


espero que tenham gostado, não deixem de comentar, curtir, favoritar e tudo mais, bjss <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...