1. Spirit Fanfics >
  2. Starco ( reescrita) >
  3. Conversa estranha

História Starco ( reescrita) - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente, então às vezes eu não sei oque responder nos comentários, então eu só falo obrigada ou um “que bom” não se sintam ofendidos.

Capítulo 14 - Conversa estranha



POV Star 

Mensagem da Kelly?! Como assim? Ela ainda estava falando comigo? Ela deveria estar brava, afinal eu meio que roubei o namorado dela... estava com medo de abrir a mensagem e ser ela me atacando ou ameaçando. Ela foi legal até uma época, mas eu sei como ela pode ser possessiva quando está namorando, ela só não era assim com o ex dela por que ele era louco, eu realmente achei que os dois nunca se separariam, mas ai o Marco apareceu e... bom isso não importa... não agora. Desbloqueio o celular e vou ver a mensagem.


“Oi Star tudo bem?”


“Hmm tudo?”


“Eu soube q ontem vc passou mal.”


“A s, ingeri alguma castanha ontem.”


“Parece q vc se descuidou...”


“Pois é...”


Não sabia o que falar mais,  não queria dar mais intimidade pra ela, Kelly já sabia muito de mim... Mais do que deveria. Olho para meu celular, vejo que ela digita e apaga, aquilo era realimente constrangedor. Era melhor eu falar alguma coisa, afinal ela estava sendo gentil.


“Então Kelly... tá tudo bem entre a gente?”


Ela demora alguns minutos pra responder então aproveito e começo a desenhar, mas ainda deixo o celular desbloqueado encima da mesa.


“Claro! Por que não?” 


Dessa vez fui eu que demorei pra responder, será que respondia: “Porque eu roubei teu namorado.” Ou: “Porque você é meio vingativa.” Ou: “Nada não deixa pra lá.” É acho que a terceira opção é a melhor.


“Nada não, deixa pra lá.”


“É bom ainda sermos amigas... próximas”


“Sim...”


Porque ela deu ênfase ao “próxima”? Achei aquilo estranho, Kelly não era minha amiga próxima fazia alguns anos, não sabia o que responder porque aquela conversa já estava estranha demais pra mim. Fico olhando o celular por mais um tempo, não sabia se puxava mais assunto ou apenas ignorava ela, como fazia com todo mundo, não tinha o que falar e não queria puxar assunto nenhum. Meu celular vibra então olho pra ver de quem era a mensagem, meus olhos arregalam, tá aquilo era estranho!


“Vc tá na aula d artes agora né?”


“Como vc sabe?”


“Você falou pra mim uma vez.”


Eu nunca tinha falado o meu horário pra ninguém, inclusive a Kelly.


“Hmm”


“...”


“Ok, vc tá em que aula?”


Não queria levar aquele papo pra frente, mas não queria ser grossa.


“Cerâmica, vamos tomar lanche juntas?”


“Não posso, vou sair mais cedo.”


“Porque?”


“Tenho que cuidar da Mariposa.” 


“A sei... bom então boa sorte.”


“Ok... brigada”


Desligo o celular, aquilo tinha sido estranho demais, era como se eu sentisse que ela estava me observando, mas acho que ela não chegaria a esse ponto... espero que ela não chegue a esse ponto. Ligo o celular de novo e tiro print das mensagens, mando tudo pra o Marco.


“Anexo com 7 fotos.”


“Marco q isso?”


“Que conversa estranha Star.”


“Eu sei!”


“Vc falou só seus horários pra ela?”


“Vc sabe q n, eu n conto pra ninguém!”


 “Bom deixa isso pra lá! Hj vamos na praia.”


“Vai ser legal, to super ansiosa!”


“Então já pega as suas coisas que já vou te buscar.” 


“Ok bjs.” 


Desligo o celular, continuo o meu desenho, não sabia ao certo o que estava desenhando, acho que seria uma arte abstrata, eu não era muito boa em artes mas gostava de desenhar mesmo assim, também gostava de pintar, mas não era isso que iria cursar na faculdade, provavelmente iria ser política, demora me falaram que eu sou boa em falar em público e dar boas ideias. Olho para o relógio e vejo que só faltava 1 minuto para o sinal bater, então me levanto e recolho as minhas coisas, saio da sala andando rápido, para evitar conversa alheia. Quando estava chegando na saída, onde Marco estava, sinto que havia alguém me observando, tento ignorar e continuo andando na direção de Marco.


—Oi Marco...-Dou um beijo em sua bochecha e me sento na garupa da moto.—Vamos?


—A Kelly não para de nos olhar.- Olho para a multidão de alunos e vejo Kelly, parada em pé, assim que percebe meu olhar da um sorriso forçado. Aquilo me deu calafrios.— Vamos antes que ela venha aqui e nós mate.


Marco deu partida na moto, evitei olhar pra traz e assim começou o meu dia de praia. 



Notas Finais


<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...