História Stardust - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias As Provações de Apolo (The Trials of Apollo), Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Apollo, Ares, Artemis, Atena, Calipso, Calypso, Charles "Charlie" Beckendorf, Clarisse La Rue, Connor Stoll, Demeter, Dionísio, Frank Zhang, Gleeson Hedge, Grover Underwood, Hades, Hazel Levesque, Hefesto, Hera (Juno), Hermes, Jason Grace, Júniper, Leo Valdez, Luke Castellan, Meg McCaffrey, Nico di Angelo, Octavian, Percy Jackson, Personagens Originais, Piper McLean, Pollux, Poseidon, Quíron, Rachel Elizabeth Dare, Reyna Avila Ramírez-Arellano, Silena Beauregard, Thalia Grace, Travis Stoll, Treinador Gleeson Hedge, Tyson, Will Solace, Zeus
Visualizações 9
Palavras 1.236
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E aí pessoal? Td bem com vcs? Ta aqui o capítulo novo, peguem a pipoca e se divirtam

Capítulo 5 - De volta ao acampamento


*2 Dias depois*

Hoje havia sido o último dia de provas, a maioria das pessoas da minha idade estava comemorando as férias, ou chorando pela recuperação, já eu? Bem, eu estava arrumando minha mala, afinal amanhã eu iria voltar pro camp, minha mãe ainda estava relutante com isso, mas também né, se sua filha some por 2 dias e meio e volta com o cabelo de uma cor totalmente exótica e superpoderes, eu não tiro a razão dela, mas depois de muita insistência e de eu prometer que iria ligar no mínimo 1 vez por semana ela acabou cedendo, e cá estou eu arrumando minha mala com tudo que eu possa precisar, roupas, tênis, chinelo, protetor solar, carregador, bateria portátil, a tartaruguinha, maiô, objetos básicos de higiene, enfim, uma miríade de coisas, além é claro da blusa do acampamento, e meu maior desafio no momento era como raios eu iria fechar a mala, porque eu já havia tentado de tudo, sentar em cima com a mochila da escola nas costas e o cachorro de pelúcia gigante em cima da mala, colocar a mala da minha mãe em cima, e por aí vai... Então eu pensei:

— Será que Stardust pode virar algo pesado o suficiente pra fechar a mala?"

Dito e feito, puxei o pingente e ele se transformou numa tampa de metal pesada, surpreendentemente eu aguentava o peso, então coloquei a tampa em cima da mala e ao final consegui fechar a mala, porque meus deuses! Eu estava a uns 15 minutos tentando fechar aquela mala! Depois de enfim vencer a briga com a mala eu separei uma roupa entre as restantes no armário para ir amanhã pro camp, ajustei meus despertadores para acordar as 8 da manhã, porque eu queria acordar o Comet e ver ele caindo de cara no chão e com q diferença de horários lá seriam 5 horas, e fui pro quintal treinar um pouco com Stardust, afinal uma árvore morta é um perfeito alvo para arco e flecha, depois de um tempo eu entrei, peguei algo pro lanche e passei o resto do dia vendo TV, algum tempo depois de eu ter terminado de jantar meus pais chegaram do trabalho e então eu dei boa noite pra minha avó, subi e fui dormir

As 8 da manhã eu acordei, fui tomar banho, me vesti, fiz e tomei uma caneca de achocolatado, peguei minha mala e guardei meu tablet no bolso frontal da mala, tomando cuidado de ver se não estava forçando com todo o conteúdo comprimido dentro da pequena mala, então me despedi rapidamente dos meus pais e da minha avó, viajei nas sombras até o acampamento, lá eram 5 da manhã, guardei minha mala no meu chalé e me dirigi ao chalé de Ártemis, vi que a porta e as janelas estavam fechadas então viajei nas sombras para dentro do chalé para evitar barulho, puxei Stardust e transformei em uma buzinq de ar comprimido, e então apertei

— Aaaah!!! — gritou Comet acordando assustado e caindo da cama de cara no chão — o que houve?! — ele perguntou olhando assustado ao redor até me ver gargalhando

— Hahahaha!!!!! Você tinha de ter visto sua cara!! — disse quase sem ar e com a barriga doendo de tanto rir

— Engraçadinha... Que horas são?

— Umas 5 da manhã, hahaha...

— Cinco da- ?! Aargh!! Isso vai ter volta!

— Boa sorte! Haha, vou voltar pro meu chalé, tchau! — Disse viajando nas sombras antes que ele pudesse responder

Não tinha muito o que fazer ali então resolvi até a Casa Grande para ver se tinha alguém acordado e se tinham alguma resposta quanto a profecia

Chegando lá viajei nas sombras para dentro da Casa Grande e me deparei com Quíron já de pé, ele estava em sua cadeira de rodas mágica, parecia estar pensando em algo e não havia notado minha presença

— Está pensando em quê? — perguntei e ele se virou num sobressalto

— Ah, é você Gabi, não esperava que estivesse de volta tão cedo

— É que eu queria acordar o Comet

— Acordar o Comet? — ele perguntou confuso

— É, acordei ele com uma buzina, foi engraçado ver ele caindo de cara no chão

— Oh, hahaha! Entendo, enfim, estava tentando decifrar a Grande Profecia

— Algum progreso?

— Infelizmente não, a única coisa que consigo pensar é que a parte sobre o lar esteja sereferindo ao Brasil

— Faz sentido, posso ajudar?

— Claro, toda ajuda é bem-vinda

— Bom, se a profecia fala do Brasil, "grande festa" hum... Deve ser algum grande feriado brasileiro... É isso!

—Descobriu algo?

— Creio que sim, a grande festa deve ser o carnaval, é uma das maiores festas do planeta e dura de 4 a 6 dia dependendo do estado

— Entendo... Então a profecia se concretiza no carnaval, mas... Quando é esse "carnaval"?

— Se não me engano, ano que vem vai cair em fevereiro

— Ok, é melhor tomarmos providências desde já

— Agora, "As profundezas irá enfrentar", hum... As 2 últimas Grandes Profecias se referiam a seres antigos e poderosos, a última falava de Gaia e a penúltima de Cronos, então deve ser um ser com o mesmo nível de poder, e esse deve ter alguma relação com as profundezas ou... Ah não... — completei meu raciocínio com uma cara de "ferrou tudo!"

— O que foi? — Quíron perguntou olhando pra mim

— Pensa comigo, que entidade primordial tão ou mais poderosa que Gaia vive abaixo do Hades?

— Só tem o Tártaro e... Ah não — disse fazendo a mesma cara de "estamos ferrados" que eu

— É... O que fazemos agora?

— Temosmde avisar os campistas, tanto gregos quanto os romanos, e os deuses imediatamente, essa batalha terá proporções gigantescas

— Concordo, melhor comerçarmos a nos preparar desde já

— Tenho de acordar o Sr. D, você e Comet podem avisar os outros campistas para se encontrarem no refeitório em 30 minutos?

— É pra já! — respondi saindo dali na velocidade do gato a jato

Em 20 minutos todos os campistas (e alguns zumbis sonolentos) estavam no refeitório, junto dos olimpianos e uma mensagem de Íris que nos conectava com o acampamento Júpiter

— Alguém pode me explicar o porquê de me acordarem tão cedo? — perguntou Reyna já tomando a terceira caneca de café extra forte

— Bem — começou Quíron — tivemos uma nova Grande Profecia em relação a nova campista brasileira — ele repetiu a tradução da profecia — acredito que com a ajuda dela nós tenhamos decifrado parte da profecia

— E sobre o que se trata para causar tanto alvoroço? — perguntou Zeus

— Bom — tomei a palavra — Quíron acredita que a parte do lar se refere ao Brasil, então deduzi que a grande festa fosse o carnaval, que vai ocorrer em fevereiro

— Continue — disse Atena

— Também chegamos a conclusão de que o verso sobre as profundezas quer dizer que vamos enfrentar o próprio Tártaro

— ... — um silêncio fúnebre se instaurou entre os presentes

De repente vimos uma fumaça verde e todos olharam para Rachel quando ela citou uma nova profecia:

Com o deus mortal irás viajar

O escudo da sabedoria deverás encontrar

Junto do fogo e da feiticeira irão retornar

Velhos inimigos e amigos irão reencontrar

O guardião das almas deverás retornar

E em segurança irão regressar

Rapidamente traduzi a profecia

— Escudo da sabedoria... — disse Atena pensativa — já volto!

Ela sumiu e todos ficaram quietos sem saber o que fazer, quando ela subitamente reapareceu

— O meu escudo foi roubado! — ela falou desesperadamente

— Bom, melhor começarmos os preparativos da missão — disse Quíron olhando para mim



Notas Finais


E ai povo, que acharam do capítulo?
Velocidade do gato a jato, entendedores entenderam a referência (͡° ͜ʖ ͡°)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...