História Stargate SG-1 - Hidra Galaxy - Capítulo 9


Escrita por:

Visualizações 1
Palavras 1.208
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


James entra pelo portal e acaba voltando para Mera, mas graças a uma explosão solar, ele é mandado 3 meses no futuro.

Capítulo 9 - 3 Meses Depois


James –Morreram? Como assim?, do que você esta falando?

Mia – bom nem todos morreram, Link ainda esta vivo mas por muito pouco, não podemos fazer muito por ele já que não sabemos muito da fisiologia de um Kon’ilis.

James vai até a enfermaria para ver seu amigo, e tentar descobrir mais do que aconteceu.

James – e ai amigo, sou eu James.

Link abre os olhos e estava surpreso em ver James.

Link – James, achei que nunca mais iria ver você, depois que você sumiu, achamos que você apareceria em um ou dois dias depois, mas depois de um mês te declaram morto em combate. Foi ai que as coisas ficaram ruins.

James – como assim? Todos sumiram o que aconteceu aqui.

Link – um mês depois que você sumiu, fomos atacados, não tivemos chances, desde então somos atacados quase que diariamente, não podemos mais usar a ponte, porque foi destruída, as naves também foram destruídas no combate tentando proteger as pessoas que ainda estavam na base, Ray’ac morreu tentando proteger Alice, um pilar de concreto caiu em cima dos dois, Jake e o General usaram os X-302 para ajudar na luta no espaço mas foram abatidos, a força do inimigo era grande demais. Eu tentei ajudar o máximo que pude mas não adiantou nada, as armas que eu criei não fizeram efeito nenhum na nave deles.

James – quem atacou? Quem fez isso?

Mia – não acho que seja uma boa ideia você saber isso James, não vai fazer diferença.

James – como assim? Do que você esta falando, cadê a Sam?

Mia – ela foi capturada a 4 dias.

James – o que? E quem esta no comando da base? O que estão fazendo para resgatar ela?

Mia – eu estou no comando agora, não temos como resgatar ela, não temos naves. E não conseguimos usar o stargate.

James – como isso tudo aconteceu, eu quero saber quem atacou.

Mia – não, James não tem sentido, temos energia para uma tentativa com o stargate, e vamos usar para você ir embora.

James – eu não vou antes de saber quem fez tudo isso.

Link – o que você vai fazer se descobrir quem é?

James – eu vou atrás dele e pegar a Sam de volta.

Mia – impossível, quem você acha que é?

James – eu sou seu superior, e vou ir salvar a Sam.

James saiu da enfermaria, bravo, e foi para fora da base, estava tudo escuro e pegando fogo em varias partes, ele continua andando e encontra no meio de escombros sua nave, ele entra e percebe que ela esta bastante danificada, e começa a mexer e consertar o que podia, de alguma forma tudo parecia fácil para ele, era como se uma luz tivesse se ligado em seu cérebro, ele sabia como e o que fazer para concertar a nave. Ele saia dela, pegava peças espalhadas por toda parte e as montava na nave.

Mia – o que esta fazendo?

James – não sei, apenas estou fazendo. É como se eu soubesse o que tenho que fazer.

Mia – tentamos consertar essa nave a alguns dias, mas nada do que fizemos funcionou, porque você acha que pode consertar?

James – EU NÃO ACHO NADA, apenas estou fazendo algo, mesmo não sabendo o que! Vocês russos não sabem nada do lema do comando Stargate, ainda mais do SG-1,”nos não deixamos nosso pessoal para trás” nunca.

Mia – você não sabe o que passamos em 2 meses, você estava viajando no tempo, não tem direito de falar nada.

James ficou com vergonha do que disse.

James- me desculpe, é que eu estou nervoso só isso, não consigo parar de pensar que isso foi por minha culpa.

Mia – não foi sua culpa, tem como prevermos uma explosão solar.

James – não é isso! Se vocês não tivessem tentando me achar por um mês inteiro, vocês poderiam ter feito alguma coisa, ter se defendido, fugido para terra, não sei, qualquer coisa.

Mia – mas você pode mudar isso, vamos te mandar de volta, e você pode mudar esse futuro.

James – você não entende Mia, mesmo que eu volte, essa realidade ainda vai continuar existindo, são pontos fixos.

Mia – você não pode ter certeza disso.

James – você esta certa, mas mesmo assim eu tenho que salvar a Sam, eu devo isso a ela.

James aperta um botão no console da nave e ela liga.

Mia – como você fez isso, tentamos faze-la funcionar por vários dias e não conseguimos.

James – eu não sei, tem acontecido muito disso depois que eu vim para Hidra, agora eu quero que me de as coordenadas de onde a Sam esta presa, eu sei que vocês tem.

Mia – James, por favor não vá.

James – porque você quer tanto que eu não vá atrás dela, do que tem tanto medo, quem atacou esse planeta?

Mia – foi Hades!

James ficou branco, depois sua expressão mudou de surpresa para fúria.

James – impossível, Hades esta morto e mesmo que estivesse vivo como ele veio parar aqui em Hidra.

Mia –ele esta vivo, ele foi trazido pelos irmãos, eles vieram para cá depois da caída dos Senhores do sistema, parece que eles estavam seguindo você e sua equipe.

Hades era um Goa’uld um dos filhos de Cronos, ele havia fugido da Via láctea depois de quase morrer pelas mãos do pai de James.

James – como ele conseguiu ficar vivo depois de meu pai e o Ronon lutar com ele? Como esse maldito conseguiu ficar vivo.

Mia – parece que ele conseguiu sair do Hospedeiro antes do seu pai acertar ele, depois que seu pai foi levado pelo Ronon, Zeus e Poseidon o resgataram e roubaram uma nave, colocaram ele em um hospedeiro temporário, equiparam essa nave com sarcófagos, e traçaram uma rota para hidra, aqui eles conseguiram novos corpos.

James muito bravo.

James – Mia, agora eu quero mais do que tudo ir resgatar a Sam, vou usar essa nave.

James entrou na base com muita pressa, foi em seu quarto e pegou a espada de Sarin, e foi para a sala do portal, Mia o seguia tentando argumentar com ele mas ele não escutava ela, na sala do portal ele entrou no computador e conseguiu as coordenadas do planeta de Hades, na sala haviam vários soldados e ele começou a falar.

James – pessoal, eu sei que eu sou a ultima pessoa com quem vocês querem falar agora, para vocês eu estou sumido a três meses e não passo de um impostor, mas não vou deixar esse cabeça de cobra maldito ficar com nosso pessoal, eu preciso de quatro voluntários para ir comigo resgatar nosso pessoal, quem quiser vir comigo eu vou estar esperando na nave.

James sai da sala e vai para onde a nave estava, ele a liga e a coloca onde pode terminar os ajustes, enquanto ele termina os reparos, dez soldados aparecem, Mia estava entre eles.

James – Mia, você fica aqui.

Mia – não mesmo...

James – isso não foi um pedido! Quero que você fique aqui, esses soldados precisam de você.

Mia – tudo bem, aqui pegue isso – ela entrega a pistola de Jake – ele iria querer que você a usasse.

James – obrigado, pessoal, essa pode ser uma missão só de ida, quem quiser ficar é a ultima chance – todos dão um passo a frente – beleza então, vamos nessa.

Eles embarcam na nave e partem para o planeta de Hades.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...