História Starry Sky ( One Shot ) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias A Matter of Life and Death
Personagens Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 590
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Terror e Horror
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - That Night


Eu não sei o que pensar, toda a minha mente está uma bagunça e eu não posso expressar isso porque eu realmente não sei o que sinto.

Minha existência tem sido crua, destrutiva e egoísta. Eu não entendo porque eu fui criado.

Eu sou uma zombaria do meu criador?

Tudo o que eu toco morre, tudo na minha frente fica apavorado de me ver, eu sou um esquisito entre os meus companheiros. Todo mundo sabe que sou uma abominação, que todos seriam melhores se eu não existisse ... E é verdade.

Eu atravessei um prado escuro onde a lua refletia em um lago frio. Eu me senti como aquele lago, escuro que só reflete meu oponente.

A vida dá a luz deste planeta, dá-lhe forma e cor e eu, nas profundezas das trevas, mantenho as almas daquilo que ele criou com esforço.

Imagino que ele me odeie, ele me repudia quando me vê. É normal, eu também.

As nuvens cobriam a lua em sua posição mais alta e vendo isso eu me senti tão ansioso para chorar.

"Sinto muito..."

É como se fosse o mal que destrói meu oponente, escondendo seu mais alto esplendor.

Meu peito se apertou mais, fazendo-me chorar a plenos pulmões, mas temia que alguém me escutasse, então apenas chorei tentando não fazer barulho.

Eu sentei no prado. A noite se tornou perigosa e mais porque você não podia imaginar o que estava escondido nas sombras e essa entidade era eu.

Todo o mundo que teme porque no fim até mesmo se eles não quisessem eu levaria eles e embora eu não quisesse os machucar, eu teria que fazer isto, porque é minha existência, meu trabalho.

Uma criatura se aproximou de mim, parecia que eu estava sofrendo muito. Aquela pequena lebre tinha sido muito corajosa para se aproximar de mim por pena. Eu apenas explodi e continuei chorando.

A criatura insistente voltou mais algumas vezes e eu só pude gritar com ele em fúria.

"Se você se aproximar, vai morrer, entenda!"

Aquela criatura não vacilou com a minha fúria e apenas se inclinou na minha perna pedindo-me para acabar com sua vida. Acalmei minha raiva e olhei para a pequena vida que estava na minha frente.

"Você quer morrer tanto e as outras criaturas, você não se sentirão sozinhos sem você?"

Antes de colocar minha mão na cabeça dele, ele lambeu meus dedos suavemente. Seu calor me fez sentir que isso era o que precisava ser feito.

Fechei os olhos e peguei a alma da criatura, quando abri meus olhos novamente uma pequena borboleta branca estava voando ao meu redor.

"É você?"

Eu nunca tinha notado a alma de alguém até aquela noite. Aquela alma voou animada e livre. Ele não entendeu isto até que ele foi para o céu e logo as nuvens que cobriam a lua se dispersaram mostrando aquele satélite iluminando o céu como se fosse o mesmo sol.

Era lindo, o prado escuro estava cheio de vida, embora ainda estivesse coberto pela noite. Eu não pude deixar de sorrir.

Na escuridão também há luz e calor.

Meu coração acelerou quando percebi que tudo o que ele havia criado também fazia parte de mim. Seu trabalho e dedicação também são meus em cuidar das almas de sua própria imaginação.

Meu trabalho, mesmo que fosse ruim para os outros, era precioso aos olhos da mesma existência. Toda a vida é tão curta e tão bonita.

Eu ainda tinha coisas para esclarecer com tudo isso e mais, porque era novo para mim ver essa mudança retumbante no meu trabalho, mas havia uma coisa que eu entendi perfeitamente e foi o maravilhoso trabalho da Vida que com a minha existência eu vou cuidar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...