História Starships - Capítulo 4


Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adrien, Erika, Gabe, Gato, Katrina, Poppy, Rachel, Stephanie, Yatarou
Visualizações 12
Palavras 750
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Agora, uma personagem estranha...

Capítulo 4 - Lana's in Havana


Lana, a mulher cliché, bonita, loira, de belos olhos e pele clara, mas Australiana, nada que mudasse sua vida, claro. A popular da escola, a que pega todos que ela quiser, e a que sonha em ser um atriz/cantora. Bem, pelo menos é o pensam dela.

- Lana Meyer de los Santos Cabello Mendez! - O policial mostra a foto que, furiosamente, coloca na mesa á frente de Kim.

- E? - Kim olha para Johnson com uma sobrancelha erguida - Para Yatarou! - Grita Kim se virando para chamar á atenção seu filho. Após isso, volta a se focar no Johnson - Filhos.

- Ok, bem, Lana é a mulher com menos de 21 anos mais procurada no Mexico, Cuba e Estados Unidos, acusada de vender mulheres, traficar armas e ajudar fugitivos! Ela tem de ser presa - Enquanto ele falava, Kim olhava os ficheiros da mesma.

- Aqui diz que ele é de Havana, Cuba!

- Ela está aqui, em Nova Iorque com seu sobrinho!

- E...qual o nome do rapaz? - Diz Kim guardando, na sua mala, os ficheiros de Lana.

- Gabe...Gabe Mendez... - Responde Johnson.

- Ok, irei fazer meu melhor - Kim levanta-se, arruma seus objetos, incluindo a foto de Lana, sai do edifício e entra no carro, mas mal ela esperava o que estaria nos bancos de trás, seu filho, Yatarou. No susto, mais ainda focada na estrada diz - O que fazes aqui?!

- Não é óbvio? Quero ajudar Umma! - Responde Yatarou com um sorriso fofo.

- Por favor, nem inglês fala corretamente! - Responde a mãe.

- Não é verdade! Consigo ser útil! Mais tarde ou mais cedo vai ter de aceitar que não sou mais um pequeno menino assustado! Eu tenho quase 17 anos! Então mais... - Ele é interrompido quando eles encontram, num beco de noite em Nova Iorque, Lana, entrando num beco.

- Fica aqui! - Kim sai correndo do carro com um magnum na mãe e Yatarou, como bom filho, sai seguindo a mãe, mas depois mudou de ideia e entrou por outro canto.Ao ouvir um voz angelical, ele fica encantado, era de um homem ou de uma mulher? Impossível de reconhecer, no final, ele vê um sombra no fim do caminho.

- O-Oi moça... - A sombra vira-se após Yatarou dizer isso.

- Moça? Está um pouco longe, não acha? - O rapaz aproxima-se sorrindo.

- Quem...quem é você? - Pergunta Yatarou que, a cada passo que o rapaz dá, ele ficava ainda mais corado.

- Bem, tenho muitos nomes mas... - O rapaz sussurra no ouvido de Yatarou - Me chama de Miles, Tarou - De seguida, Miles o beija deixando Yatarou tonto e caindo no chão - Agora seja um bom menino e fique ai, tenho de ir ter com minha tia... - Miles vira-se e desaparece da visão de Yatarou.

Enquanto isso, Kim procurava pela rapariga, ela ao ver cabelos loiros, longo, voando, ela logo soube que era Lana, apontou a arma sem pensar e gritou:

- Fica parada onde está! - A mulher vira-se, era sim, Lana que segurava uma mala - Largue a mala! 

- N-Não me faz mal senhora, por favor! E-Eu... - Uma linda mulher sai de trás de Lana, de pele negra e cabelos castanhos, apenas falava português.

- Quem é essa? Outra pobre mulher que venderá? Ou uma fugitiva que acabará com  o país? - Grita Kim furiosa.

- Não, ela se chama Layla e...

- Nem mas ou meio mas! As duas! Deitem... - Lana joga a mala contra o olho de Kim a acertando, CORRE!, foi o que ouviu Kim antes de acertar um tiro na perna de Lana, ela não viu se fugiu ou morreu, mas ficou com um olho muito machucado. 

Algumas horas depois, Kim e Yatarou estavam em casa, enquanto Suk corava Yatarou. E, talvez, Lana e Layla estivessem chegando a Havana, e sabendo que estão safas dos americanos. Mas Kim sabia que não seria o fim e Lana também, mesmo assim, á algo incompleto nesta historia, pensava Kim enquanto chegava a casa, cansada e machucada...

- Aquela filha de uma puta! 

- Gosh, violento mãe - Diz Suk rindo - E tu, pareces um palhaço - Diz Suk na direção de Yatarou.

- Onde estará ela? E aquela Layla? Aff ...

- Eu só sei que... - Yatarou vira-se para Kim, sua mãe - Que aquele rapaz é mágico!!!

- Pera... - Kim vira para Yatarou - Que rapaz?

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...