1. Spirit Fanfics >
  2. Start Over - Seulrene >
  3. Dez (parte 2)

História Start Over - Seulrene - Capítulo 11


Escrita por: juanita_s

Notas do Autor


Bom dia meu povo, como vcs estão?
Aproveitando que eu estou com meu surto de criatividade, temos aqui mais um capítulo.

Eu também queria agradecer a vocês pelos comentários e etc, chegamos a 1k e isso me deixa muito feliz, muito obrigada mesmo. ♥️🤧

Capítulo 11 - Dez (parte 2)


Mas que inferno Park Sooyoung!

Era o que se passava na cabeça de Irene e ela nem precisava de olhar no espelho para saber o quanto estava vermelho naquele momento, já que a quentura no seu rosto já denunciava isso.

"Eu. Vou. Te. Matar."

Joohyun mexia os lábios sem transmitir nenhum som. Mas Sooyoung certamente entendeu o recado.

— Tem alguma coisa que eu posso falar que me ajude a não morrer quando você for embora Seulgi? — A Park sorria, olhando em direção a Kang. — Aliás eu sou Sooyoung, Park Sooyoung. Mas pode me chamar de Joy se quiser.

A maior lançou uma piscadinha descontraida para Seulgi, que ainda estava aérea pela situação de segundos atrás, e saiu da sala. Fazendo muitas referências para Joohyun, em pedido de desculpa.

--

A conversa se manteve entre as três restantes na sala durante um longo período, Wendy era a que mais falava. Joohyun estava aflita sobre o que Seulgi estava pensando dela e Seulgi, bom. Provavelmente já havia se esquecido. Isso se Irene tivesse muita sorte.

Uma hora e meia depois Wendy também saiu, havia marcado de se encontrar com sua amiga Hyejin em um café ali perto, então se despediu das duas garotas e saiu.

Um silêncio um tanto constrangedor se instalou no lugar assim que a loira se retirou, nem Joohyun, nem Seulgi sabia o que dizer.

— Desculpa pela Joy, ela é meio sem noção as vezes e faz umas brincadeiras desnecessárias. — Irene achou melhor esclarecer, por via das duvidas.

— Tudo bem. Eu não ligo. — Seulgi estava nervosa, segurando suas mãos ainda geladas, procurando aquece-las.

O clima estava ficando meio estranho agora que estavam sozinhas, Joohyun precisava pensar em alguma coisa logo.

— Sabe, eu tenho uma amiga que mora aqui perto, o prédio dela é o maior da cidade, e se você for lá a noite, a visão é perfeita. Como aquela do campus, o que você acha de irmos lá?

Por sorte Joohyun sabia que qualquer coisa que envolvia o céu faria Seulgi topar o rolê na mesma hora. Espontaneamente Seulgi abriu um sorriso assentindo freneticamente.

Era fofo, era tão fofo. Joohyun se lembrou das palavras de sua amiga quando disse que ela teria um gay panic. Talvez estivesse mesmo, pois sentia vontade de agarrar Seulgi em uma abraço apertado e nunca mais soltar. Porque aquela garota tinha que ser assim tão fofa? Joohyun sentia seu coração acelerar toda vez que via aquele sorriso.

Seulgi se levantou e a mais velha repetiu o ato logo em seguida, ainda estava presa pelo encanto de Seulgi, mas conseguiu reagir.

— Eles nos deixariam entrar assim tão tarde?

— Não precisa se preocupar com isso, eu posso pedir pra ela nos ajudar a entrar. — A menor tentava passar credibilidade, o que deu certo, até porque Seulgi já estava bem curiosa.

— Tudo bem pra você sair assim? E se te reconhecerem? — Perguntou a maior.

E foi aí que se lembrou que havia acabado de sair de uma apresentação e ainda estava com o figurino usado. Prontamente agiu para se livrar do mesmo e colocar uma roupa mais confortável e nada chamativa.

— Pode me ajudar com isso?

Joohyun se virou de costas para a Kang, sinalizando para que ela abrisse o zíper que se encontrava na parte de trás do seu vestido. Joohyun tinha braços pequenos então era difícil alcançar, geralmente eram as meninas do grupo que a ajudavam, mas não tinha ninguém além de Seulgi ali.

A menor pôs seus cabelos de lado revelando o zíper que deveria ser aberto, Seulgi se aproximou mais um pouco para que pudesse o alcançar sem nenhuma dificuldade, e também para sentir melhor o cheiro de Joohyun, era um cheiro suave que havia se feito presente, graças a mais velha ter posto de lado seus cabelos.

Seulgi respirou fundo sentindo o aroma doce entrar em suas narinas, logo em seguida esboçou um sorriso.

— Você tem um cheiro muito bom. — Dizia enquanto alcançava o fecho do vestido, começando a desce-lo com certo cuidado.

— Obrigada. Eu não costumo usar muito perfume, mas era uma ocasião especial, então..

Seulgi sabia que Joohyun não estava falando que aquele encontro era uma ocasião especial, e sim a apresentação, mas ela esperava que fosse.

Já Irene, bom, Irene estava sim querendo dizer que se encontrar com Seulgi era uma ocasião especial.

— Prontinho!

O vestido estava aberto enfim.

Seulgi sentiu uma súbita vontade de passar suas mãos por entre os ombros de Joohyun quando o trabalho com o fecho já estava feito, revelando uma pele alva como a neve da menor, Seulgi queria tocá-la e teve que se segurar o máximo para não o fazer.

— Ah obrigada Seul, espera só um pouco que eu vou me trocar, tá bom?

A mais velha abre uma das portas que tinha dentro do local, revelando um banheiro e a última coisa que vê é Seulgi assentindo e sorrindo pra si.

Ao fechar as portas ela pega sua roupa e a veste o mais rápido que consegue. Também retoca sua maquiagem de leve, não que seja necessário, estamos falando de Joohyun, ela consegue ficar perfeita em qualquer circunstância. Só por precaução.

— Prontinho, não te deixei esperando muito né? — A menor surge mais uma vez no campo de visão de Seulgi.

Esta que fica alguns segundos apenas admirando a beleza da garota a sua frente, sem perceber que a mesma havia feito uma pergunta.

— Seulgi?

— Ah não, não. Não demorou nada. — A Kang termina a frase sorrindo.

— Antes da gente ir eu vou levar algumas coisas daqui pra gente comer, espero que não tenha nenhum problema pra você.

A mais velha volta o olhar para Seulgi sorrindo, antes de pegar alguns sanduíches que haviam sido preparados e deixados para as meninas do grupo antes da apresentação. Quase nada havia sido tocado, Estavam ansiosas demais para comerem alguma coisa, mas agora Joohyun estava faminta, e seria um desperdício deixar aquele tanto de comida ali. Aproveitou também para pegar algumas latinhas de cerveja que Sooyoung havia deixado alí.

— Espero que não se importa em beber enquanto come uns sanduíches. — A mais velha brinca depois de se virar para Seulgi, caminhando até ela. — Vamos?

Irene tira do bolso de sua calça uma máscara preta que seria sua aliada aquela noite, não queria ser reconhecida pelo caminho e perder a chance de passar a maior quantidade de tempo que conseguisse com a Kang.

Seulgi esperou que a mais velha pusesse o acessório e a seguiu para fora da sala. Joohyun não esperou muito para agarrar o braço da mais alta, tamanha era sua animação.

--

Joohyun estava certa, bastou uma ligação e as duas puderam entrar tranquilamente, agora estavam deitadas sobre o gramado que ficava no terraço do prédio. Havia um jardim no local, por isso o gramado, não poderiam estar deitadas ali, mas elas estavam.

Seulgi estava maravilhada, o tempo havia colaborado bastante e agora a visão era de um céu totalmente limpo, cheio de estrelas e uma lua cheia e deslumbrante. Se Seulgi tivesse levado consigo algum papel, com certeza teria desenhado aquilo. Mas se contentou apenas com algumas fotos em seu celular.

— Obrigado por ter vindo, sua presença me deixou muito feliz, de verdade.

Joohyun dizia enquanto se sentava no mesmo gramado antes deitada. Queria olhar melhor Seulgi. A última fez o mesmo quando percebeu que a maia velha estava se sentando preferiu sentar também.

— Eu que devia agradecer por você ter me convidado. Eu sei que pode ter muita gente que você queria ter visto hoje, mas obrigada, por me chamar.

— Na verdade, a única pessoa que eu queria ver hoje era você.

Pode ser efeito da bebida talvez, assim que chegaram as meninas desfrutaram de seus lanches e as latinhas de cerveja e bom, Joohyun que não tem lá tanta tolerância assim, tomou uma latinha a mais que Seulgi. Mas Irene queria muito que Seulgi soubesse o quanto queria que elas se encontrassem aquela noite.

Seulgi se surpreendeu com as palavras, mas preferiu sorrir apenas.

— Eu queria tanto ver esse sorriso outra vez. — Joohyun continuou deixando uma Seulgi bem corada agora.

— Assim você me deixa sem graça Joohyun Unnie.

Ok. Isso foi demais para Joohyun, ouvir Seulgi chamá-la daquela forma fez seu coração errar algumas batidas.

A maior sorriu ao perceber que sua amiga havia escolhido um lugar questionável para manter os olhos. Irene estava olhando os lábios de Seulgi e isso com certeza deixou a maior com um tom de vermelho a mais em seu rosto.

— Eu quero beijar você. — Sussurrou ainda mantendo os olhos nos lábios alheios.

— O que? — Claro que Seulgi ouviu, ela só não sabia se ouviu certo.

Joohyun não estava mais raciocinando, seu corpo não respondia mais seus comandos, então se inclinou um pouco pra frente. A Kang observava aquilo sem reação. Seu coração estava batendo tão forte que temia que ele fosse sair pela sua boca a qualquer momento. Quando sentiu que Irene estava próxima o suficiente se permitiu fechar os olhos e esperar o que tivesse de acontecer. 

Joohyun tocou na coxa de Seulgi suavemente, se inclinando um pouco mais, antes de finalmente cessar a distância e tocar seus lábios nos da maior. Iniciando um beijo calmo, que foi se aprofundando a medida que suas linguas começaram a batalhar por espaço. Mas logo, totalmente contra a vontade das duas, precisaram se separar por conta da falta de ar que se fez presente.

Quando os olhares se encontraram mais uma vez, as duas simultaneamente deixaram escapar um sorriso entre os lábios. Se Joohyun tinha alguma dúvida que sua iniciativa em beijar Seulgi havia sido bem aceita, essa dúvida se foi nesse exato momento.

A mais velha se aproximou mais uma vez, deixando que sua mão agora repousasse na nuca de Seulgi, que sentiu seu corpo sendo minimamente empurrado para frente, dando início a mais um beijo.

Se dependesse de Irene Seulgi não iria embora aquela noite e Seulgi não se incomodaria em passar o resto da noite com Irene. 


Notas Finais


É isso gente, noa vemos no próximo capítulo, não sei quando vai ser mas vou tentar traze-lo o maia rápido possível.
Tenham um bom dia, até mais ♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...