História Stay - Camren - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Austin Mahone, Camila Cabello, Fifth Harmony, Hailee Steinfeld, The Vamps
Personagens Ally Brooke, Austin Mahone, Bradley Simpson, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Hailee Steinfeld, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Acidente, Camila Cabello, Camilatops, Camren, Colegial, Coma, Ctops, Dinah Jane, Espírito, Ficção, Fifth Harmony, Fluffy, Lauren Jauregui, Laurenbottom, Lbottom, Normani Kordei, Norminah, Romance, Stay, Yuri
Visualizações 1.036
Palavras 2.416
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, LGBT, Orange, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi de novoo hehehehe

40 COMENTÁRIOS NO CAP PASSADO WHAAT?! Obrigado àos que comentaram <3

Já vou avisando que não gostei muito de como esse cap saiu (apesar da coisa maravilhosa que acontece nele rs), acho que poderia ter ficado melhorzinho na parte que a Camila fala com a Lauren, masok.

Tradução do título: Colocando um ponto final.

Enjoy!

(2/2)

Capítulo 24 - Putting a Final Point


Fanfic / Fanfiction Stay - Camren - Capítulo 24 - Putting a Final Point

Hailee intensificou o aperto na mão da latina ao perceber que a mesma tentava soltá-la sutilmente e Camila bufou baixinho; queria o mais rápido sair dali e ir à procura de Lauren, já não aguentava mais ouvir as conversas idiotas das líderes, vulgo amigas de Hailee.

- O que você quer, Camila? – A líder parou de andar bruscamente. Havia percebido que a latina não parava de olhar para cada canto do corredor, como se procurasse por alguém.

Antes que Camila pudesse mentir, dizendo que apenas estava procurando por Dinah, um gritinho estridente, seguido de um barulho de algo caindo, chamou a atenção das duas e de todos no corredor.

- Olha por onde anda, idiota! – O grito irritante viera de Mandy.

Camila sentiu seu coração errar as batidas quando percebera que era Lauren a pessoa com quem a líder falava e provavelmente esbarrara de propósito.

- Esses seus óculos servem pra te fazer enxergar melhor ou só pra te deixar mais feia? – Hailee perguntou, arrancando risos de suas amigas e de outros alunos que passavam por ali.

Lauren apenas juntou seus livros com as mãos trêmulas e o rosto corado. Se levantou e olhou rapidamente para o grupinho à sua frente, sentindo sua vergonha triplicar ao ver Camila ali no meio.

E, em questão de segundos, girou os calcanhares e saiu dali à passos rápidos.

A latina finalmente havia se dado conta do que acontecera, soltando sua mão da de Hailee bruscamente.

Ela não iria tolerar isso novamente.

- Camila! – A líder chamou-a. – O que aconteceu? – A pergunta só a fez ficar mais irritada ainda.

- ''O que aconteceu''? – Parou de andar, virando-se com a testa franzida, tamanha era sua raiva. – Aconteceu que eu cansei de aturar você e suas amiguinhas idiotas e fúteis desmerecendo os outros apenas por causa de popularidade! – Disse tudo em um fôlego só.

- Amor... – Hailee pediu, constrangida com os diversos olhares sobre ela.

- Não venha com essa de ''amor'', Hailee! – Bateu o pé no chão. – Do jeito que você é, aposto que deve ter ficado comigo apenas por status idiota! Porque é só isso que importa pra você, não é? – Foi se aproximando em passos lentos. – A merda do que os outros vão pensar sobre você.

- V-Você está enganada! E-Eu te amo, Camila, e-eu... – Tentou tocar o rosto da latina, que se esquivou no mesmo instante.

- Eu tenho pena. Pena de vocês que, para se sentirem melhor e serem os 'fodões', precisam humilhar os outros. Pena de vocês que apenas ligam para a porra do status social! – Riu sarcástica, negando com a cabeça.

A latina já havia cometido vários erros ao deixar que eles humilhassem Lauren em sua frente, não deixaria que isso acontecesse de novo. Não quando viu o olhar magoado da menor à ela.

Camila colocaria um ponto final nisso tudo, e seria agora.

- Ah, e antes que eu me esqueça, eu e você terminamos. – Levantou a mão direita, fingindo tirar o anel inexistente, e jogando-o no chão.

Deu uma última olhada às pessoas – que encaravam-na boquiabertas –, saindo em seguida na mesma direção que Lauren havia ido.

Camila respirou fundo, sentindo como se tivesse tirado um peso das costas. Há tempos queria ter feito a mesma coisa com Brad, mas o medo de que todos a zoassem depois disto, a fazia perder a coragem na hora. A latina agora pouco se importava se perderia a "popularidade" ou sei lá o quê, ninguém mais falaria mal de Lauren em sua frente.

E, por falar na garota, Camila não tardou a achá-la, sabendo que pelo o caminho que Lauren tomara, só poderia ter ido à um só lugar: O banheiro feminino perto da quadra.

- Lauren... – Sussurrou, chamando-a.

- Vá embora, Camila. — Pediu com a voz embargada e encolheu-se mais ainda contra o canto da parede, puxando os joelhos contra o peito e escondendo o rosto ali.

- Eu não vou embora até você ouvir o que eu tenho pra te falar. –Se aproximou lentamente e sentou-se ao seu lado no chão.

- O que? Veio se desculpar pelo o que a sua namorada disse? Obrigado, mas não preciso da sua pena. – Falou firme, ainda com o rosto entre os joelhos.

- N-Não é isso, é q-que... – Bufou.

Como ela contaria para Lauren que finalmente se lembrara de tudo?

Segundos depois, um sorriso iluminou os lábios da latina.

- Sabe... – Se arrastou para mais perto da menor, deixando seus ombros quase se tocarem. – Eu preferia quando você me chamava de Camz.

- O-O que? – Lauren levantou o rosto assim que ouvira o apelido.

- É, aquele apelido que você me deu quando foi me ver no hospital. — Comentou, distraída. – Aliás, eu nunca te falei, mas acho ele fofo. – Sorriu e olhou para os olhos verdes.

- V-Você... V-Você se l-lembra? – Lauren tinha os olhos arregalados e seu coração batia rapidamente no peito.

Camila sorriu, enquanto mordia o lábio inferior, e assentiu.

- Demorei, mas com uma ajudinha da Dinah eu consegui. –Riu fraco, observando o imenso sorriso que a garota à sua frente tinha.

O sorriso que a fazia querer sorrir junto e lhe trazia sensações estranhas.

- I-Isso... Wow! – Lauren atrapalhou-se com as palavras, imensa era a sua animação. – Eu realmente pensei que você nunca lembraria e que se eu te contasse, você me chamaria de maluca.

- Não é uma coisa muito normal de se acontecer... Mas também não é impossível. – Encolheu os ombros, rindo. –E... Tem outra coisa...

- O que?

- Hailee. – Camila viu o semblante de Lauren mudar e a mesma ficar rígida.

- E o que tem ela? – Perguntou simples, desviando o olhar para suas mãos.

- Você disse ''sua namorada'', e eu apenas queria falar que eu e ela não temos mais nada. Acabou.

Lauren, controlando a imensa vontade de sorrir, encarou a latina.

- Por quê? – Franziu o cenho.

A maior suspirou, ajeitando-se ao seu lado e colocando as mãos no bolso do moletom cinza.

- Para ser sincera, eu nunca gostei realmente de Hailee. Ela apenas me 'pediu' em namoro e eu aceitei, com medo de dizer não. –Confessou, o olhar perdido no chão. – E eu não iria mais aturar ela te destratando na frente de todo mundo.

A boca de Lauren se abriu em surpresa, olhando no mesmo instante para a latina, sem saber o que dizer.

- C-Camila, e-eu não queria a-atrapalhar vocês... – A culpa pesava em sua voz.

- Não, não! – Camila interrompeu-a, lhe encarando. – Você ainda não entendeu, Lauren. O jeito que Hailee trata você ou os outros alunos, foi só um dos motivos por eu ter terminado com ela. Não se sinta como se você tivesse culpa ou algo do tipo.

A menor assentiu, voltando a colocar os joelhos contra o peito e apoiando o queixo ali.

(. . .)

Camila comia seu sanduíche calmamente, quando observou uma sombra à sua frente. Ergueu o olhar e deparou-se com olhos castanhos suplicantes.

- Camila...

- Eu não tenho nada para falar com você, Hailee. Vá embora. – Falou friamente, desviando o olhar.

- Por favor, vamos conversar e... – Tentou a líder.

- Eu. Não. Quero. Nada. Com. Você. Deu pra entender ou quer que eu desenhe? – Seu tom agora fora muito mais alto do que imaginava, atraindo a atenção das pessoas.

Hailee soltou um gritinho e bateu o pé no chão, dando meia volta e saindo do refeitório à passos firmes.

- Ih, essa daí vai se descabelar inteira até o final do dia. – Dinah zoou, chegando na mesa e se sentando, junto com Normani.

- Pois ela terá que aceitar, por bem ou por mal, que eu e ela não temos mais volta. – Falou decidida.

- Certo, certo... – Dinah roubou uma batatinha de Camila e comeu antes que a mesma pudesse protestar. – Mas você sabe que a Hailee é pirada da cabeça e ela vai tentar de algum jeito voltar com você, nem que seja à força.

- Vou ter que concordar com a Dinah, Mila. Como Hailee e eu estamos na mesma equipe, sei bem o gênio dela. – A negra disse.

- E se ela souber que um dos motivos de você ter terminado foi por causa de Lauren? Céus, é melhor sair de baixo!

Camila suspirou. Onde ela havia amarrado o cavalo dela?! E o pior era que Dinah tinha razão, tudo o que Hailee queria, ela conseguia, por bem ou por mal.

- E onde está Lauren por falar nela? – Ignorou o olhar malicioso de Dinah e encarou Normani.

- Ela me disse que passaria o intervalo na biblioteca, precisava fazer algumas pesquisas... Sabe como ela é. – Deu de ombros.

- Oh, sim. — Não pode conter o desanimo em sua voz.

- Ficou triste porque vai passar o intervalo longe da mozão, chancho? – Camila a olhou feio e chutou a canela da loira por de baixo da mesa. – Ai!

- Mozão? – Normani encarou-as com as sobrancelhas arqueadas.

- N-Não é nada! Apenas a Dinah falando idiotice, como sempre. – Sorriu amarelo.

- Depois conversaremos sobre isso, Cabello. – A negra lhe deu um olhar firme.

''Dinah e sua boca grande!''

(. . .)

Um sorriso surgiu no rosto de Lauren ao lembrar-se de sua conversa no banheiro com Camila. Tudo parecia estar melhorando de novo; Primeiro a latina se lembrara de tudo. E segundo, ela e Hailee haviam terminado. Eram as melhores notícias que poderia receber, embora o sentimento de culpa ainda a dominasse ao saber que fora um dos motivos do término.

Ao final de tudo, o tempo em que Lauren passara evitando Camila a fim de esquecê-la, não adiantara em coisa alguma, pois em míseros segundos que passou ao lado da latina, já fizeram seus sentimentos voltarem à tona; e o tempo que passou tentando fazê-los desaparecer, se resultou em nada.

Se ela pensava em se ''declarar''? Jamais. Sabia que, mesmo que agora Camila estivesse solteira, não sentia o mesmo por ela. Nunca, talvez. E isso era o que mais a preocupava.

Como iria fazer para domar os seus sentimentos por ela?

Marina abriu a porta do quarto delicadamente e surpreendeu-se ao ver que Lauren já havia acordado e se arrumava em frente ao espelho.

- Caiu da cama, menina? – A senhora brincou, assustando a mais nova.

- Marina! – Repreendeu, encarando-a através do espelho. – Eu não caí da cama, s-só estou ansiosa para o teste de hoje. – Mentiu.

A mais velha arqueou uma das sobrancelhas, não acreditando muito em suas palavras. Por fim, deu de ombros e caminhou até a cômoda branca, deixando algumas peças de roupas limpas ali encima e notando um pequeno caderno vermelho que há tempos não via.

- Voltou a usar o diário que te dei?

Lauren olhou para ela, que alisava a capa um pouco gasta do caderno.

- Oh, s-sim. – Gaguejou. O motivo de tê-la voltado a usar o mesmo a deixava envergonhada.

Ali ela havia escrito tudo o que acontecera nos últimos meses, incluindo sobre Camila, e isso era o suficiente para deixá-la assim, sem jeito.

- Me lembro até hoje quando te dei. Você amou, e sempre te via escrevendo por aí. – Marina sorriu com a lembrança. – Pedro vivia falando que iria pegar o seu diário quando você dormisse e você ficava apavorada tentando escondê-lo.

- Eu realmente tinha medo de que ele lesse e descobrisse todos os meus segredos. – Confessou, rindo.

- Bom, já que a senhorita, milagrosamente, já está arrumada, o café da manhã está na mesa. – Colocou o diário de volta encima da cômoda.

- Estou descendo. – Marina assentiu e beijou sua bochecha antes de sair.

Lauren suspirou e foi até o caderninho vermelho, folheando algumas páginas antes de colocá-lo dentro da mochila. Conferiu se havia pego tudo e desceu, tomando café da manhã e depois escovando os dentes.

Entrou no carro e foi recebida por um ''Bom dia'' animado de Pedro, como de costume, e dirigiram em direção ao colégio.

- Até mais tarde. – Lauren se despediu do motorista, descendo do carro, e o mesmo apenas acenou com a cabeça.

Entrou no colégio e quando virou para um dos corredores que dava ao seu armário, acabou batendo frente à frente com alguém, fazendo-a se desequilibrar e quase cair.

Levantou o olhar e sentiu um calafrio percorrer seu corpo ao ver os olhos castanhos, carregados de puro ódio, em sua direção.

- Acho melhor você ficar esperta, Jauregui. – Hailee ameaçou, fazendo questão de esbarrar em seu ombro antes de continuar andando.

(. . .)

Lauren franziu o cenho quando abriu a porta do armário e não achou seu diário ali. Ela jurava que tinha o deixado entre as apostilas antes de entrar na classe mais cedo. Enquanto folheava e chacoalhava seus cadernos, rezando para que o seu diário estivesse ali no meio, um papelzinho branco caiu em seus pés.

Abaixou-se e catou-o, arregalando os olhos assim que o leu.

''Espero que não se importe de eu ler seus segredos.''

~Hailee.

A de olhos verdes sentiu o pânico se instalar em todo o seu corpo, seu coração bater acelerado e suas mãos suarem. Hailee com certeza teria invadido seu armário enquanto estava em aula.

A líder não podia de jeito nenhum ler o que estava escrito lá. Havia coisas demasiadamente pessoas e também sobre Camila.

Não esperou nem um segundo e fechou a porta do armário rapidamente, correndo para o refeitório, indo em direção à mesa com onde Hailee e suas amigas sempre ficavam. Avistou a líder, que tinha seu diário em mãos e um sorriso 'macabro' no rosto.

Quando Lauren fez intenção de se aproximar, sentiu duas pessoas lhe puxando pelo braço, impedindo-a de ir até ela.

- Não achou que seria tão fácil assim, não é, Jauregui? – Alycia, outra líder, sussurrou em seu ouvido.

- M-Me soltem! – Lauren tentava inutilmente se desvencilhar do aperto das líderes, se debatendo.

Com tudo isso, nem havia de dado conta de que lágrimas escorriam por seu rosto. Sabia que seria mais zoada ainda se Hailee lesse o seu diário na frente de todos.

Camila, do outro lado do refeitório, franziu o cenho, estranhando o burburinho que surgira perto da mesa onde as líderes costumavam se sentar. Só se dera conta do que estava acontecendo, quando viu Hailee subir encima da mesa com um caderninho em mãos e uma Lauren sendo segurada por suas duas amigas no canto do refeitório.

- Senhoras e senhores, irei ler para vocês o diário de ninguém mais, ninguém menos, que Lauren Jauregui! – Gritou lá de cima. – Quem aí está ansioso pra saber os segredos dela?

Merda.

 


Notas Finais


Merda ou motivo pra ter beijo Camren? Hm, vou deixar vocês pensarem haajhajahaisdj

Tenho um aviso não muito bom, mas.... Acabei de voltar das aulas e já tem o que? PROVAS AAAAAAAAAAA. Fora que eu ando de novo com bloqueio dos futuros caps, então TALVEZ demore um pouquinho pra sair o próximo :c

Vou tentar de tudo pra não demorar tanto, visto que o cap passado teve muito mais comentários nas primeiras 24h que tds os outros rsrs OBRIGADA <3

Me falem o que estão achando e/ou se têm uma sugestão de cena Camren ou sla.

Até...

FIC DISPONÍVEL TAMBÉM NO WATTPAD! (User: @H4rmonizers)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...