1. Spirit Fanfics >
  2. Stay. >
  3. Two.

História Stay. - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Two.


Amber chorava de forma sofrida, era doloroso, seu peito apertava, a sensação de sufocamento prevalecia intacto.  O soluços altos denunciavam seu choro, a tosse, era tudo doloroso, mas a garota logo engoliu o choro, e se levantou voltando a se olhar no espelho da sala, e rodeada por seus pensamentos ela nem percebeu quando seu pai entrou na sala, tamanho foi o susto ao sentir sua mão em seu ombro. Se virou com um sorriso no rosto, e o encontrou com uma expressão fria, até um pouco entristecida ela diria. Uns cinco minutos se passaram com eles se encarando, e logo o senhor já de idade murmurou algo baixo demais para que ela conseguisse ouvir, se sentou na poltrona, o ar superior que ele emanava era assustador, ele nunca havia lhe tratado assim, e sinceramente, era horrível. Cruzou as pernas e logo disse:


_ me diga, querida, como se sente? É algo novo, afinal.- ela dizia sem interesse algum, estava ali por obrigação, ele não queria. E ao perceber isto, Amber logo se entristeceu um pouco mais. Mas não tardou em responder.


_ oras, papai, eu estou radiante! Vou me casar com um homem lindo, e amável! Eu poderia querer mais? - respondeu com uma pitada de ironia, sorrindo largamente como se fosse a mulher mais feliz do mundo. Era incrível como até mesmo nesta situação, Amber continuava sendo uma ótima mentirosa. 


Seu pai deu de ombros, e ela viu a sombra de um sorriso em seus lábios, talvez ele realmente tenha acreditado naquilo, ou ele gostava daquele tipo de diálogo.


_ que bom, fico feliz, eu nunca pensei que veria você casar. Pra mim, isso tudo é um sonho, um bom sonho. - afirmou com um sorriso ladino no rosto, e como ela fez uso da ironia, ele tinha puxado isso dele. - eu vou indo, tenho algumas coisas a resolver. A gente vai se ver em breve, meu anjo.


Abaixou o olhar, mordendo seu lábio levemente, e foi tirar aquele vestido que lhe incomodava, se olhou novamente no espelho e logo retirou as alças do vestido, o tirando por inteiro em seguida. Observou seu corpo, e viu que sua barriga tinha crescido um pouco, guiou uma de suas mãos até a mesma, sorriu se imaginando com um barrigão, e um marido que realmente a amasse. Se desviou de seus pensamentos distantes e improváveis, e se vestiu com suas roupas costumeiras, seu jeans surrado e a jaqueta de couro preta, era algo que ela usava constantemente, se sentia bem daquela forma, mas sabia que deveria mudar para passar uma boa imagem a imprensa. Pegou sua bolsa em cima da cômoda que havia no cantinho da sala, e foi rumo a saída. Dava passos largos, se esquivando das pessoas, indo ao encontro de sua melhor amiga. Aurora, ela não sabia ainda, e provavelmente surtaria, se não a matasse primeiro, mas ela tinha sua lábia, sabia domar a fera. 


Parou em frente a entrada do café, e implorou mentalmente para que ela estivesse de bom humor, assim que entrou a avistou sentada de costa para si. Andou apressada até a mesa, e se sentou, causando um pequeno susto na garota a sua frente. Sorriu com a cena da mesma derrubando o celular em cima da mesa, e jogando o guardanapo na sua cara. 


_ sua vaca! - ditou em um tom um tanto quanto alto, dando um tapa em Amber - como ousa sumir, e não me avisar sobre mais nada durante duas semanas!? Eu tenho novidades, e você nem respondia as minhas mensagens. - disse com um tom de voz triste, fingindo secar uma lágrima no canto do seu olho.


_ eu também tenho novidades, mas você pode dizer as suas primeiro - repouso suas mãos em cima da mesa, tombando sua cabeça para o lado esperando uma resposta da moça.


_ bem, o Jackson me pediu em casamento! - mostrou o anel entusiasmada, era de fato lindo, ela estava feliz por sua amiga, muito feliz. - e você, Quais são as novidades?


_ eu vou me casar, e estou grávida - levou sua mão até sua barriga, e sorriu também mostrando seu anel de noivado, vendo a cara de espanto se formando no rosto de sua amiga.


_ grávida? Como o Thomas reagiu? Ele não surtou, certo? - perguntou esbaforida, animada demais da conta, trocou de lugar indo para o lado de Amber tocando sua barriga com cuidado - eu tenho certeza de que vai ser uma garota!


_ o Thomas não sabe, e não é com ele que eu vou me casar, é com o Max, não é como se você o conhecesse. - bocejou fingindo um certo tédio perante o assunto, e sorriu observando a animação da amiga. - Mas eu te garanto que ele é lindo, até mais que o Thomas!


_ Você não vai se casar com o Thomas? E quem diabos é Max?! - pergunto agora um pouco alterada, franzindo a testa.


_ é um casamento arranjado, Aurora, nem eu nem ele queríamos isso. Mas foram nossos pais quem decidiram, era isso ou não sustentar meu filho - sorriu reprimido o choro entalado em sua garganta, e apertou a bochecha da garota emburrada a sua frente. - mas ele me parece ser uma boa pessoa, eu juro!

 

_ Amber, eu juro, eu ainda mato a sua família! - cruzou os braços, fazendo um biquinho com a boca. Era até bem fofo.


 Mas no final das contas, alguém conseguiu fazer Amber sorrir, Aurora era uma ótima amiga. Mas não durou muito tempo, logo ela viu Max entrar na cafeteria junto de mais alguns homens, e se enfiou debaixo da mesa, puxando Aurora consigo, fez sinal de silêncio e disse.


_ ele está aqui, Aurora, o Max tá aqui, e eu não quero falar com ele...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...