História Stay - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouji Akimichi, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Kurama (Kyuubi), Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Narusasu, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha, Sasunaru
Visualizações 394
Palavras 1.887
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vish, que eu vim foi é rápido! 💕

Capítulo 18 - Teme idiota.


Fanfic / Fanfiction Stay - Capítulo 18 - Teme idiota.

Deitado naquela cama de hospital, Sasuke só conseguia pensar no loiro de olhos azuis. Queria saber como ele estava, não teve tempo de checar pois assim que voltaram para Konoha, logo foram recebidos por uma Ino,  que junto consigo tinha uma equipe de três ninjas médicos. Sasuke protestou, alegando que não precisava de cuidados médicos mas a loira não deu a mínima para suas palavras. 

A noite já havia caído e a enfermeira que havia o visitado mais cedo, agora trazia consigo uma bandeja que possuía seu jantar.

"Precisa de ajuda, senhor Uchiha?" Não quis ser indelicada ou coisa do tipo mas o homem possuía apenas um braço e como ele estava machucado lhe ofereceu sua ajuda. Mas achou que não deveria ter lhe oferecido pois o olhar frio que o belo homem lhe lançou fez um arrepio passar por seu corpo. "D-desculpe-me, se... quiser... bem... qualquer coisa que precisar, é só apertar o botão vermelho ao lado da cama." Dito isso a jovem enfermeira  posicionou a bandeja no colo do moreno e saiu do quarto.

Sasuke olhou para a sopa que com certeza era bem nutritiva. Os legumes flutuavam frescos e bem cozidos, o cheiro era bom mas não sentia vontade de comer.


Queria ver como Naruto estava.


Pegou a bandeja, pondo a mesma em cima da pequena mesa de madeira e se pôs de pé. O chão frio logo congelou seus pés, ainda estava nevando em Konoha e a temperatura havia caído mais. Calçou um par de chinelos que estavam ali e pegou na barra de ferro que carregava sua bolsa de soro no topo da mesma. As primeiras passadas eram lentas e a cada uma delas Sasuke sentia uma pontada na costela direita. Havia quebrado uma quando fora atingido pelo o machado de Otsutsuki.

Abriu a porta com cuidado e brechou. Apenas um enfermeiro passava e o mesmo já virava o corredor. Sasuke empurrou o suporte de soro a frente e começou a caminhar.  Não sabia que quarto Naruto havia ficado mas conseguia sentir o chakra dele perto. Fechou os olhos, sentindo a energia ficar cada vez mais próxima a medida em que seus pés o levavam para seu destino.  A energia ficou mais forte, oque causou uma onda de arrepios  pelo o corpo mas o chakra de Naruto não era o único ali. Abriu os olhos dando de cara com a porta cor gelo.


109


Era quatro quartos depois do seu.


Quem que estivesse ali com Naruto parecia esta bem emocionado pois a energia ezalava por todo o quarto.

Apertou os lábios pensando em voltar para seu quarto mas seu coração já batia feito louco só de saber que Naruto estava bem atrás daquela porta.

Pôs a mão na maçaneta e girou com cuidado. A primeira pessoa que viu foi uma morena de cabelos longos e pretos...


A Hyuuga 


Olhos perolados olhavam amorosamente para o loiro sentado na cama. 

"Na...ruto-kun. Eu fiquei tão preocupada." A voz carregada de timidez preencheu o quarto, viu Naruto sorrir ameno para ela e em seguida combrir a mão dela com a sua.

"Estou bem-ttebayo..." A Hyuuga ficou vermelha e com timidez apertou ambas as mãos.

Sasuke engoliu a seco sentindo o bile na garganta. Sentia-se enjoado. Aquilo tudo deu um embrulho no seu estômago. Puxou a porta de vagar e quando estava quase a fechando a voz de Naruto soou alta.


"Oe, quem está aí?"


Seu corpo se arrepiou com a voz rouquinha, teve vontade de abrir de uma vez e ir até ele mas a voz tímida da Hyuuga fez sua náusea aumentar.

Fechou-a de vez e saiu apressado de volta para o quarto. [...]


Naruto ainda se sentia fraco e seu corpo estava uma merda. Qualquer esforço lhe dava tonturas e seu abdômen estava inflamado, lhe deixando limitado a esforços. Dormiu a maior parte do dia e só quando a noite caiu foi que sasseou seu sono. Recebeu algumas rápidas visitas do pessoal e ficou feliz por Gaara ter ficado um tempo a mais consigo.

Hinata havia ficado e Naruto gostou disso pois assim tinha alguém para conversar. Odiava hospitais. Mesmo que na maioria do tempo sua mente só tivesse voltada para Sasuke, tentava acompanhar a morena no assunto.

"Na...ruto-kun. Eu fiquei tão preocupada." A voz carregada de timidez preencheu o quarto,sorriu ameno para ela e em seguida combriu a mão dela com a sua.

"Estou bem-ttebayo..." Naruto riu com o tom vermelho que cobriu a face da morena e a mesma apertou ambas as mãos.

A porta rangeu. Olhou para a mesma vendo que havia alguém atrás pois a pessoa parece que havia desistido de entrar e estava a fechando.


"Oe, quem está ai?"


A porta se fechou e Naruto viu pela a sombra debaixo da porta, os passos saírem apressados. Olhou para Hinata e a mesma lhe olhou de volta, se levantando em seguida.

A morena abriu a porta e olhou para o longo corredor vendo a tempo a porta dos fundos sendo fechada. Olhou para trás vendo o loiro lhe encarando ansioso. 


"Não tem ninguém... m-mas a porta dos fundos acabou de ser fechada..."

Naruto franziu as sombracelhas sentindo seu coração disparar de repente.


Será que era ele?  


"Naruto-kun, t-tudo bem?"

Olhou para a morena que logo veio para perto de si com o semblante preocupado.

"S-sim, eu só... estou cansado. Eu... acho que vou dormir..."

Se acomodou no centro da cama, tomando cuidado com o braço que recebia soro.

"Oh, c-claro... fique bem, Naruto-kun... Boa noite!"

"Boa noite, Hina."

Sorriu para ela, recebendo outro em troca.  A morena saiu do quarto, sentindo seu coração pular aquecido.

Hina... 

Gostou daquele apelido.

Saiu do quarto do Uzumaki, começando  a caminhar  pelos corredores sentindo seus pés leves e seu coração agitado. Naruto lhe bagunçava tanto por dentro que chegava a ser assustador.

Saiu de dentro do hospital, sentindo a baixa temperatura de Konoha se chocar em seu rosto. Começou a caminhar de vagar a caminho de casa, seus pés afundando na neve e Naruto tomando seus pensamentos.

Sorriu sozinha. Se sentia alegre mas a sensação durou poucos minutos pois como se para lhe trazer a realidade. Sua mente lhe trouxe o episódio do restaurante. Quando viu a troca de olhares entre Naruto e o Uchiha.

Parou no lugar, sentindo seu peito apertar.

Achou aquele olhar parecido com oque ele dirigia para Sakura, por quem era apaixonado na infância mas só parecia... 


Era diferente... 


Era... O olhar que gostaria de receber [...]



O coração do loiro ainda não havia se acalmado. Não tinha total certeza de que era Sasuke detrás da porta mas era a primeira pessoa que vinha em mente. Soltou a respiração que nem havia percebido que prendia.


Sasuke... 


Fechou os olhos controlando a vontade de chorar. Ino que vinha de vez em quando, lhe dizia como Sasuke estava. Havia pedido isso a ela, mas queria ver com seus próprios olhos.

Sim, Naruto sabia que era a pessoa mais burra do mundo por ainda se importar com alguém que o deixou sem mais nem menos.


Fazer oque?


Amava aquele teme com todo o seu coração.

Sorriu sozinho se xingando. Era um burro mesmo.

Abriu os olhos levando a mão até os mesmos e limpou o pouco vestígio das lágrimas. Olhou no relógio da parede onde o mesmo marcava nove e quinze da noite.

Sabia que oque estava pra fazer era totalmente burrice mas seu coração idiota precisava se aliviar. Tirou as cobertas de cima do corpo e se pôs de pé. A tontura havia passado mas as dores no corpo ainda estavam bem presentes.


"Tsk... teme idiota." pregajeou o moreno por está o fazendo passar por isso.


Começou a caminhar descalço mesmo, empurrando o suporte de soro a sua frente. Abriu a porta e pós a cabeça pra fora, olhando em volta. O corredor estava vazio dando um ar sinistro. Naruto quase desistiu mas precisava acabar logo com sua ansiedade.

Respirou fundo, saindo do quarto e começou a caminhar até o quarto que ficava no final do corredor. A medida que se aproximava, Naruto sentia seu coração palpitar ainda mais forte. Conseguia ouvir o Tum,tum batucando. Estava a passos de distância da porta quando vozes começaram a preencher o corredor. Olhou para trás vendo as sombras se aproximando, arregalou os olhos sentindo o nervosismo tomar conta do corpo. Empurrou o suporte e aumentou a velocidade dos passos, sentindo sua barriga doer e quando alcançou a porta e girou a maçaneta, empurrou o suporte de soro na sua frente e entrou, trancando-a atrás de si.

Naruto estava encostada contra a madeira, tentando controlar a respiração mas estava sendo difícil pois seu coração batia rápido dificultando tudo. Fora que sentia o peso do olhar de Sasuke em si.

Sabia que era ele. O cheiro de hospital forte mas o perfume natural do Uchiha estava no cômodo. Engoliu a seco, finalmente abrindo os olhos.

Naruto sentiu a pouca força que lhe restava sumir. O tronco alvo estava exposto e havia gazes em volta do mesmo. No rosto, havia um  band aid na bochecha e outro no supercilio.

Tentou dizer algo mas sua garganta estava seca e seus olhos já queimava.


Droga, iria chorar de novo?


Mordeu o lábio inferior, se concentrando na dor dos mesmos para esquecer que seus olhos queria vazar mas suas pernas fraquejaram quando Sasuke tirou a agulha que o conectava ao soro e veio em sua direção.  A temperatura  estava baixa mas o calor do corpo dele lhe fazia sentir ondas mornas. Arfou quando o moreno deu mais um passo, ficando centímetros de distância.

As íris negras lhe fitavam com intensidade, Naruto sentia seu rosto esquentar com aquele brilho ridículo que as mesmas possuíam. Tentou não se abalar com isso mas o rosto de Sasuke estava a centímetros do seu. Era torturante.


Era torturante olhar para aqueles lábios claros...

Era torturante ver toda aquela beleza descomunal de perto...

Era torturante sentir o calor do corpo dele sem nem ao menos toca-lo...

Era torturante está tão perto de Sasuke Uchiha...


"E-era... Era você..." Engoliu a seco quando as íris negras fitaram seus lábios e consequentemente passou a língua sobres os mesmos se arrepiado quando o brilho delas ficaram mais intensos.

"Eu precisava saber como você estava..." O hálito quente de Sasuke colidio em cima dos seus lábios, Naruto fechou os olhos, sentindo suas pernas fraquejaram de vez.

"C-como se si importasse com isso."


Sasuke só podia está de brincadeira.


Naruto sentiu o peito dele colar no seu e foi como se todo o ar tivesse sumido. A ponta do nariz dele roçou na sua e a mão gelada se apossou de sua cintura. Sua mente gritou o alarmando. Era perigo está ali, tinha que sair mas infelizmentenão não tinha comando em seu corpo.


"Eu sei que te magoei partindo sem dizer nada mas você não entenderia..." apertou a cintura do loiro, sentindo o suspiro quentinho dele colidir em seus lábios.

"Você... v-vocês realmente me acham incapacitado de entender as coisas. E-EU POSSO NÃO SER O MAIS INTELIGENTE M-MAS EU NÃO SOU ESSE ESTÚPIDO QUE VOCÊS ACHAM!"

Abriu os olhos sentindo as lágrimas se formando nos cantos. Tentou empurrar o corpo do Uchiha mas o moreno intensificou o aperto em sua cintura, oque lhe fez gemer de dor.

Olhou nos olhos dele, vendo a íris vermelho sangue derramar lágrimas.


Porque ele estava chorando?


Porque ele parecia está machucado tanto quanto estava se sentindo?


Sua mente deu tilt quando os lábios dele tomaram os seus.


Notas Finais


Não se esqueçam que o Narulindo é teimoso! Rsrsrs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...