História Stay Safe - Capítulo 58


Escrita por: e camrenforever30

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camila G!p, Camilag!p, Caminah, Camren, Camren G!p, Camreng!p, Dinah Jane, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Lucy Vives, Normani Kordei, Norminah, Trolly, Troy Ongletree, Vercy, Veronica Iglesias
Visualizações 1.838
Palavras 1.225
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Festa, LGBT, Luta, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 58 - 2x17 - Cap 17


 

 

 

 

Camila Cabello |Point Of View

 

 

 

 

 

 

  - Laur, a Mani me deixou a par sobre a adoção do Sam. Agora eu queria saber, o que faremos?

 

 

 

 

 Estávamos nós quatro sentadas à mesa acabamos de tomar café da manhã, enquanto o Sam estava deitado na sala assistindo algum desenho aleatório.

 

 

 

  - Agora que você chegou vamos dar início ao processo de adoção, que não é muito fácil! Já que vocês estão pulando muitas etapas, ou seja, a cobrança vai ser um pouco maior! Mas nada que a gente não possa resolver. O Sam já é de vocês, só é preciso um pouco de persistência. - Lo disse sem esboçar grande preocupação.

 

 

  - Como assim, elas pularam etapas? - Perguntei curiosa.

 

 

 - Bom, o processo de adoção um processo rígido! Antes de chegar à conclusão, que é de fato escolher uma criança os pais que querem adotar uma criança precisam passar por avaliações. Para que o governo entenda que eles podem criar uma criança, que tem condições de criar uma criança em um ambiente estável e que essa criança terá todos os recursos necessários. Para isso casal entra numa fila de adoção, eles passam por avaliação com psicólogo e um assistente social a visita na casa para poder conhecer o ambiente onde criança irá morar. Também é feito uma avaliação dos bens do casal e da renda fixa do casal, para que seja verificado se realmente há condições de criar uma criança naquele ambiente. Tudo é minuciosamente averiguado antes dos processos reais de adoção acontecer. - Ficamos boquiabertas com tudo que Lauren explicou.

 

 

 - E por que estamos pulando essas etapa? - Dinah questiona.

  

 

- Porque você não entraram na fila de adoção, não fizeram o cadastro e já estão vivendo com o Sam. Mas ainda sim vocês irão ter que passar por algumas etapas, vocês terão um acompanhamento com psicólogo, mas na realidade não vai ser pra vocês mas sim para o Sam e também quando eu der entrada no pedido de adoção. Com certeza o juiz vai mandar a visita da assistente social que vai averiguar a casa de vocês e vai acompanhar um dia com vocês, para ver interação de vocês com Sam. Aí só depois vocês irão para o tribunal, que é aonde as coisas serão totalmente diferentes! A partir daí nós teremos que provar para o juiz, que vocês estão aptas à adoção e só depois de uma longa e extensa audiência, o juiz vai decidir se a guarda definitiva a de vocês ou não.

 

 

 

 

Ficamos ali por um bom tempo enquanto minha noiva explicava para minha amiga, cada passo até elas conseguirem concluir todo processo de adoção. Apesar de ser muita coisa e de parecer bem cansativo, eu pude perceber nos olhos de Mani e de Dinah, que todo aquele trabalho valia a pena. Sam já era filho delas, o que faltava era somente esses documentos comprovando o que o coração delas já diziam.

 

 

 

  - Mamas! Dindas! - Sam apareceu na cozinha com a maior cara de tédio.

 

 

  - Oi meu lord! - Mani esticou os braços o chamando para o seu colo, e assim ele fez.

 

 

  - Eu cansei de ver desenhos, podemos passear? - Sam pergunta sorrindo sapeca.

 

 

  - Podemos sim meu afilhado lindo! - Lauren disse e Sam se animou no colo da mãe.

 

 

  - Aonde vamos? - Perguntei animada.

 

 

  - Minha mãe comentou que está tendo exposição de dinossauros no museu... - Dinah comentou.

 

 

  - EBAAA DINOSSAUROS! - Sam se agitou.

 

 

  - Okay! Vamos para o museu... - Eu me levantei animada.

 

 

 

 

Passamos o dia no museu, almoçamos no restaurante que tinha por lá. Vimos toda a exposição e aproveitamos para ver as outras coisas que tinham ali, Sam estava totalmente fascinado enquanto observava tudo do alto. Pois estava sentado nos ombros da Dinah.

 

 

 

- Olha lá mama! - Sam apontou pasmo para o fóssil do t-rex. - Ele é muito grande! 

 

 

- É sim, filho! - Dinah responde seu filho com o mesmo entusiasmo que o pequeno. 

 

 

 

Voltamos para casa extremamente cansadas, Lauren reclamava constantemente de dores nas costas e nos pés. Resolvi preparar um banho de banheira e logo depois uma sessão de massagem para aliviar a dor em seu corpo.

 

 

 

 

  - Ainda não acredito que você está aqui, as vezes me pego te olhando para ter certeza de que não irei acordar. - Lo confessou enquanto estávamos na banheira relaxando.

 

 

 - Mas é real! Estamos nós três aqui. Eu, você e o fruto mais puro e lindo do nosso amor. - Falei acariciando sua barriga.

 

 

  - Não quero que essa paz acabe! Você está de volta, me trouxe o Chris e de brinde veio a Alexa, Dinah e Mani estão realizando o sonho de ser mães. É incrível tudo isso.

  

 

- Não vai acabar! Vai só multiplicar... Seremos ainda mais feliz, pode ter certeza. - Beijei sua nuca exposta.

 

- Eu te amo. - Diz depois de um tempo silencioso e eu sorrio em seu pescoço. 

 

- Eu te amo mais. - Digo e acaricio a sua barriga. 

 

 

 

 

 

Depois de nos lavarmos, trocamos de roupa e descemos as escadas. Faço sanduíches para gente comer e não preciso nem dizer que a Lolo comeu metade do meu né? Esses hormônios... 

 

 

 

- Vem amor, vamos deitar. - Digo a pegando no colo estilo noiva ouvindo um gritinho seu e sorrio, a levando escada acima. 

 

 

 

 

Entro no nosso quarto e a ajeito na nossa cama, me deitando do seu lado, uma de frente para a outra. 

 

 

- Amorzinhoooo - Fala fazendo manhã e eu sorrio para ela.

 

 

- O que?

 

 

- Promete que quando nosso bebezinho nascer, você não vai deixar de me amar? - Pergunta e eu rio de leve pela pergunta sem sentido. 

 

 

- Claro que eu prometo! Nunca que eu iria deixar de te amar. Só irei te amar mais ainda por você ter me dado mais um para a nossa família, e depois vamos fazer outro filho, e outro. - Digo com os olhos brilhando.

 

 

- Camila, volte para a terra. - Estala os dedos enfrente ao meu rosto e eu olho sorrindo grande para ela. - Voce quer três filhos? 

 

 

- Sim, sempre foi o meu sonho. - Digo colocando seu cabelo atrás da orelha . - Mas se você quiser podemos ter só dois. - Digo olhando insegura para ela que pega minha mão e da um beijo na mesma.

 

 

- Não, até que seria legal se tivermos três filhos. - Sorrio grande com a informação e início um beijo. 

 

 

Ouço sua risadinha em meio ao beijo e o aprofundo. Solto os seus lábios e abro os olhos, vendo ela ainda com os olhos fechados e um grande sorriso nos labios. 

 

 

- Voce é muito bonita. - Digo hipnotizada e ela cora abrindo os olhos, escondendo o rosto atrás das mãos. 

 

- Para! - Diz e eu ri de leve falando um simples "ok" e dando um beijo em sua bochecha rosada. Quando vejo ela bocejar me ajeito na cama e ela deita a cabeça em meu peito, abraçando a minha cintura.

 

 

 

- Boa noite meus amores. - Digo colocando uma mão em sua barriga e outra fazendo cafuné em seu cabelo. 

 

 

- Boa noite Camz. - Diz e logo cai no sono. E eu fico olhando minha linda e minha mão em sua barriga e durmo com um sorriso no rosto.


Notas Finais


Qual é o palpite de vocês?


Baby Camren será um menino ou uma menina?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...