História Stay to the impossible - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Black Pink, IKON
Tags Bi (kim Hanbin), Drama, Romance, Rosé (roseanne Park), Tragedia
Visualizações 18
Palavras 2.063
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


No próximo capítulo tem HOT🌚🌚.
Eapero que gostem.
Boa leitura.

Capítulo 8 - I Like You


Fanfic / Fanfiction Stay to the impossible - Capítulo 8 - I Like You

Taiwan-15:29

B.I-ON

Acordo e vejo que Rosé ainda está dormindo. Ela até demonstra ser fofa quando está dormindo.

Coloco meu tênis e vou andar por aí. Saio do quarto e, obviamente, tranco a porta, mas por fora.

Era uma boa ideia, até eu perceber o quão forte está o sol, mas deixa. Vou mesmo assim.

Taiwan-16:05

Volto para o hotel, entro em meu quarto. Rosé ainda está dormindo, então tento não fazer barulho.

Decido tomar um banho, pois estava quente e suei um pouco, vulgo bastante.

Sento na cama e tiro meus sapatos e os coloco no canto perto da cama.

B.I-OFF

Rosé-ON

Vejo que B.I está acordado. Estava fazendo alguma coisa. Tento descobrir o que é, então disfarço que estou dormindo.

Estava com uma toalha ao seu lado, então provavelmente irá tomar banho. Continuo olhando para ter certeza do que penso.

De repente, B.I tira sua camiseta deixando seu ABS completamente a mostra, e pior, ele estava suado. Isso o deixou bem mais sexy.

Assim que ele passa do meu lado para pegar sua toalha, que não sei por que ele deixou do outro lado da cama, viro minha cabeça mais ainda e continuo observando.

Infelizmente ele me percebe olhando para ele, quero dizer, para seu ABS.

B.I-Roseanne, sua pervertida.

Rosé-Pare de reclamar, já te vi com menos roupa do que isso.

B.I-Idiota. Mas o que faz acordada?

Rosé-Acordei um pouco depois que você chegou. Desculpe ficar olhando. Como já reparei tudo, sei que vai tomar banho. Assim que sair, devo me virar ou o que?

B.I-Olha...por que não vem comigo?

Rosé-Onde? Tomar banho?

B.I-Sim, aceita?

Depois quem é a pervertida sou eu né.

Rosé-Tááááhh, mas me leva.

Não iria perder essa oportunidade.

Meu pedido tornou-se real. B.I me pega no colo e me leva até o banheiro. O mesmo só de calça.

Eu não sei o que fazer. Estou me sentindo estranha. Mas deixa, esqueçe.

Tiro meu short e em seguida a minha cropped.

B.I-Acabei de descobrir para que servem as roupas mais curtas.

Rosé-Só para você que fica reparando.

Lá estavamos nós. Eu, mais uma vez, apenas de langerie e ele apenas de boxer.

Ele liga o chuveiro e entramos. Calmamente, B.I vai tirando meu sutiã. Eu não ligo e deixo. Assim que consegue, joga em qualquer lugar.

Eu tiro minha calcinho ficando completamente nua. Falta apenas ele ficar também.

Sem eu reclamar, ele tira sua box e, agora sim, estamos os dois nus. Nunca me senti desse jeito antes.

Rosé-OFF

B.I-ON

Sempre é um completo desafio tirar esse sutiã dela. É difícil, por que ela tem todos iguais sendo que só muda cor?

Enfim, o banho foi calmo e agradável. Rosé não parava de me abraçar e pegar em minhas mãos. Parece que realmente gosta muito de mim.

Taiwan-17:48

Terminamos. Rosé sai na frente pegando suas langeries no chão do banheiro. Depois, pega sua roupa em cima da cama e veste na minha frente sem mais nem menos.

B.I-Você é louca mesmo...(Risos).

Rosé-Por que?

B.I-Simplismente por você jogar a toalha no chão sem roupa nenhuma e se vestir na minha frente.

Rosé-Mas você não é qualquer um. Pensei que não iria ligar.

B.I-Esqueça, não tem problema. Você é linda de qualquer jeito mesmo.

Rosé corre e me da um abraço forte. Ela nem deve ter ligado pelo fato de que estou sem roupa e ela apenas de calcinha e sutiã.

B.I-Agora termine de se trocar. Farei o mesmo.

Rosé-Sim oppa.

Acredite, foi realmente o que fizemos. Me troco rápido e, quando percebo, Rosé está na ponta da cama se maquiando. Para quê?

B.I-Por que está se maquiando?

Rosé-Sei lá, primeiro porque gosto. E segundo por que quero estar mais arrumada para você. Algum problema?

B.I-Bom...não. Mais é que já disse que você é linda de qualquer jeito. Não precisa de fazer essas coisas para estar comigo.

Ela então abre um sorriso no rosto com cara de quem ganhou seu dia com um comentário bobo feito esse meu.

Rosé-B.I, posso perguntar uma coisa? Não precisa responder se não quiser okay.

B.I-Pode perguntar sim. Irei responder com certeza.

Rosé-Se você diz. Então, a pergunta é: nós...você e eu...a gente está n-namorando?

Não parei para pensar nisso até agora. Depois de tudo o que fizemos, tudo aquilo que passamos, somos namorados?

B.I-Sabe que eu não sei.

Rosé-Aaahh, okay. É que passamos por tantas coisas. Achei que já era meu namorado. Desculpe-me.

B.I-Então, já que não estamos namorando, o que somos? Um tipo de "amantes"?

Rosé-Eu acho que sim.

Vejo que o que falei de "amantes" e tudo mais não era bem o que Rosé queria escutar, mas tudo bem.

Taiwan-18:10 AM

Lá estavamos nós, novamente, sem nada para fazer no quarto quando alguém bate na porta. O que pensar? Só que fudeu.

Rosé-Eu abro.

xX-Ola, está hospedada nesse quarto senhora?

Rosé-Bom....não, mas nesse do lado. Enfim, o que deseja?

xX-Aah sim. É que hoje terá um jantar no salão principal. Vai ser tipo uma festa. É mais para casais, então se tiver um namorado, que eu não duvido nada pois a senhora é realmente bonita, leve-o e passem metade da noite se divertindo. Aqui o folheto com hora e tals. Dê ao hóspede desse quarto por favor.

Rosé-Obrigada. Sim, darei a ele.

xX-precisa de um também?

Rosé-Não. Não preciso. Até mais, e obrigada.

Rosé fecha a porta com quem estava com o coração totalmente aliviado.

B.I-Deixe-me ver o papel.

Ela me da o papel e então eu começo a ler.

Rosé-Eu acho que deveriamos ir. Parece que será legal.

B.I-Também tenho essa intuição de que será legal e tudo mais. Mas acha mesmo que deveriamos ir?

Rosé-Então nós vamos.

Taiwan-18:20

Rosé-Então nós nos arrumamos, e nos encontramos daqui meia hora mais ou menos okay.

Ela parecia muito empolgada com aquilo, por isso não recusei.

Tenho medo de algumas possíveis coisas que podem acontecer. São elas; nos perdermos um do outro, a roupa da Rosé, um de nós desmaiar, a roupa da Rosé, um beber demais e estragar tudo e a roupa da Rosé.

Fora essas coisas, tá tudo bem. Sem preocupações e desespero.

B.I-OFF

Rosé-ON

Tomo um banho rápido para não me atrasar. Foi chato, pois estava sozinha. Ai, que comentário errado, mas okayh.

Visto um vestido vermelho curto, um salto vermelho com fita e uma bolsa prateada. *Capa*.

Sobre meu vestido, eu sei muito bem que vou ouvir bastante dele. Mas não ligo, o vestido é meu e o estilo também.

Estou maqueda com uma sobra rosa bem clarinho, rímel (BASTANTE), e um batom vermelho bem escuro para combinar com meu vestido e sapato.

Taiwan-18:48

Sou de chegar exatamente na hora marcada, mas agora vou chegar dois minutos antes mesmo.

Rosé-Posso entra?....Entrei.

B.I-Se vai entrar sem eu responder se pode ou não, por que mesmo assim pergunta?

Rosé-Chato, você não sabe brincar mesmo né?

Rosé-OFF

B.I-ON

Pelo menos agora, Rosé entra em meu quarto e eu estou de camiseta. Porque ela prevê quando não estou. É tipo; "Nossa, B.I tá sem camiseta. Vou no quarto dele".

Ela da umas sortes assim. É totalmente impressionante.

Rosé-Que horas que começa?

B.I-Começa as 19:00. Falta alguns minutos. Mas assim que der a hora, não vamos estar lá okay.

Rosé-Por que?

B.I-Não quero ser um dos primeiros a chegar. Não gosto.

Rosé-Tudo bem. E então, gostou do meu vestido?

Suspiro fundo e respondo seriamente.

B.I-Olha, você sabe que não gostei. Não é que fica ruim em você ou que é feio, mas é que é curto.

Rosé-Mas eu quero saber o real motivo de não gostar. Quem sabe eu não uso mais se falar.....

B.I-É porque as pessoas ficam olhando. Principalmente outros homens. E estranham também, pois não é a moda desse país. Entendeu.

Rosé-Aaaahh, agora entendi.

B.I-Mas sabe, você ficou muito linda nesse vestido.

Rosé-Eu sei.

B.I-E sabe aquela roupa que você veio? Aquela saia preta e blusa branca, então, você ficou ainda mais linda naquela roupa. lá.

Rosé-Aaahh, obrigada. Aliás, eu sei disso...(Risos).

Taiwan-19:12

Rosé-Está pronto? Se sim, nós já podemos ir.

B.I-Sim, vamos então.

Fomos nós para o tal jantar. Eu, claro, 100% de olho em Rosé, mas ela estava viajando e nem ligando para mim ali.

B.I-Só não vá ficar bêbada okay.

Rosé-Não prometo nada.

B.I-OFF

Rosé-ON

B.I falou e saiu de perto de mim. Parece que essa noite, ele quer dar um tempinho de mim. Não sei e também não ligo. E além do mais, ele até pode estár certo.

Rosé-OFF

Taiwan-21:04

Rosé-ON

Já se passaram quase três horas que estamos aqui e até agora, não encontrei B.I. E procurei no lugar todo, acredite.

Está ficando tarde para ficarmos aqui, então a única coisa que posso fazer é continuar procurando-o.

Continuo atrás dele. De repente, o vejo com algumas garotas que aparentavam ter mais ou menos minha idade.

Olho mais um pouco para ter total certeza de que realmente era ele. Me aproximo e realmente era.

AAAAHH, QUE RAIVA DELE. COMO PODE FAZER ISSO COMIGO?

Mesmo com raiva vou atrás dele, que com certeza deve estar completamente bêbado.

Chego e as garotas me encaram sem entender nada.

Rosé-Kim Hanbin, que palhaçada é essa?

Tzuyu-B.I, quem é essa?

Dara-Verdade, quem é essa aí?

B.I-Essa quem?

Calma, vou acabar me estressando aqui. Mantenha a calma Roseanne.

Rosé-Primeiro, essa aqui tem nome. Segundo, eu B.I.

B.I-Aaaahh tá. Rosé....o que faz aqui?

Rosé-Eu que te pergunto.

As três garotas olham com cara de quem não está entendendo nada do que está acontecendo no momento.

Momo-Meninas, melhor irmos embora agora.

Rosé-É, eu também acho melhor.

As três saem e eu fico encarando B.I com cara de quem vai mata-lo quando estiver melhor.

Rosé-Vai, levanta. Vamos embora. Anda logo.

B.I-Não consigo, me ajuda.

Diz ele fazendo um biquinho muito fofo.

Rosé-Tá bom. Venha.

Coloco um de seus braços sobre meu pescoço e ombro e o levo. Claro, demoramos um pouco para chegar, mas chegamos.

Fui para o meu quarto, já que não iria entrar no dele sem mais nem menos assim.

Assim que entramos, solto-o e ele meio que da uma desmaiada básica na cama.

Na hora que ele acordar, vejo o que vou fazer. Se o ajudo ou se o mato de uma vez mesmo.

Taiwan-21:45

B.I-ON

Do nada, acordo no quarto de Rosé. Hã? Alguém poderia me explicar o que aconteceu. Pois a única coisa que lembro e de beber e ai sim, esquecer de tudo.

B.I-Rosé, por que eu estou aqui?

Rosé-Quer mesmo saber?

B.I-Claro que sim.

Rosé-Você que pediu. Quando chegamos na tal festa, você saiu de perto de mim. Eu achei que tinha ido pegar algo e voltaria logo, mas você não voltou. Nas primeiras meia hora não me preocupei, mas depois, eu fiquei que nem uma louca te procurando. O pior de tudo é que, quando te achei, você estava com umas três garotas, e totalmente bêbado, por isso não se lembra de nada e nem por que está no meu quarto. E parecia estar se divertindo bastante com elas. Se precisar delas, me avise, eu as procuro. Tenho experiência nisso já que fiquei umas duas horas e sei lá quantos minutos procurando você.

B.I-Jura mesmo que tudo isso aconteceu só essa noite?

Rosé-Você acha mesmo que sou capaz de criar uma mentira dessas?

B.I-Meu Deus, eu fiz isso tudo mesmo? O que fiz com a minha vida?

Rosé-Também quero saber o que fez com ela.

B.I-Não sei o que falar depois dessa....

Rosé-Eu sei. Me fala o por que de ter saido de perto de mim aquela hora e não ter voltado mais. Quando saiu não estava bêbado, então sabe muito bem. E quero saber cada detalhe.

B.I-Tá, eu falo. Eu sai pois achei que viria junto comigo, mas tinha muita gente, então não consegui te ver. Quando percebi que não estava lá, eu já estava do outro lado. Óbviamente pensei que teria ficado, então peguei minha bebida e tentei voltar onde você estava, mas do meu lado havia aquelas meninas. Elas começaram a flertar comigo, disse para pararem e pararam. Mas depois, começaram a puxar assuntos, e eu não iria deixa-las falando comigo e eu fingindo não escutar. Seria falta de educação. Com isso, fui bebendo e bebendo. Depois disso, não me lembro de mais nada. Assim, como eu estava totalmente bêbado, elas foram para uma mesa qualquer e me levaram, então fui. É disso que me lembro.

É, ele realmente não está mentindo. Que dó, ele deve ter achado que eu estou tipo muito mais muito brava.

Confesso que eu realmente estou, mas depois de tudo isso, acredito nele.

Rosé-OFF


Notas Finais


Eu nem li sapoha pra re-visar, então se tiver erros me desculpem ok ok.
Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...