História Stay with me - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Black Pink
Personagens Jennie, Jisoo, Lisa, Rosé
Tags Blackpink, Chaesoo, Jenlisa
Visualizações 25
Palavras 1.046
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Nome do capítulo: Quer transar? (͡° ͜ʖ ͡°)

(Eu ñ revisei então deve estar tudo errado)
Não me matem
Boa leitura

Capítulo 8 - You want to fuck?


Fanfic / Fanfiction Stay with me - Capítulo 8 - You want to fuck?

  6 anos depois - 03:40 da manhã -Seul, Coréia do Sul.

Roseanne estava saindo de uma boate usando uma langerrie vermelha e apenas uma blusa de moletom com zíper aberto cobrindo parte de seu corpo, seus lábios estavam marcados pela cor forte um batom vermelho e toda a maquiagem que deveria estar em seus olhos, estava borrada aparentando alguém que acabara de chorar, seu salto alto também de cor vermelha estava sendo segurado pela mão direita e na outra mão estava seu cigarro que ela tirava de sua boca para deixar a fumaça branca sair pelo ar, levando sua vontade de viver junto com ela.

A vida da garota ruiva não estava fácil, quando tinha sete anos passou a ter câncer, então vem lidando com isso sempre tentando colocar um maldito sorriso bonito em seu rosto quando está em algum lugar com muitas pessoas.

Caminhando pelas ruas frias e vazias de Seul, Roseanne vê um garota alta de cabelos loiros com mechas azuis nas pontas e um franja grande o suficiente que deixava um sombra em seu rosto escondendo as lágrimas que caiam de seus olhos.

A loira levanta a cabeça e pega a garrafa de álcool que estava ao seu lado na calçada, levando a garrafa até sua boca mas não havia mais nenhum líquido dentro dela.

-Droga!

Ela pega essa mesma garrafa e joga para longe fazendo-na cair perto dos pés de Roseanne, a mesma se assusta, respira fundo e vai até a garota das mechas azuis.

-Oi! - A ruiva diz mas não recebe resposta alguma, coloca as sandálias no chão e se senta ao lado da loira - O que te aconteceu? - Ela pergunta para a garota mas a outra nem olha em seus olhos - Quer transar?

-Transar? Agora? - Ela finalmente levanta a cabeça e a encara com os olhos meio fechados.

-Sim, você parece estar triste e sexo sempre melhora as coisas.

-Você é louca.

-Eu não sou louca, só gosto de transar.

A loira vira seu olhar para o muro do outro lado da rua, observando os olhos verdes de um felino da escuridão da madrugada. Solta um longo suspiro de cansaço, seu dia não havia sido bom e agora uma maluca lhe pergunta se está a fim de transar.

-Você é virgem, né? - Roseanne pergunta tirando a loira dos seus pensamentos.

-O que? Não.

-Então porque não transa comigo? Espera…- Ela ficou em silêncio, parecia estar confusa - Você é hetero?

-Lésbica - Ela respondeu e Roseanne apenas disse um "ah tá" - Você nunca ficou com alguma mulher, tenho certeza, você está querendo experimentar algo, você quer sentir prazer mas sem receber dinheiro em troca.

-Co-como você sabe?

-Eu conheço garotas como você, ainda quer transar?

-Pode ser um beijo? Minha mãe está me esperando em casa - A ruiva disse com voz meio falhada e um olhar de medo.

-Fica tranquila, você vai gostar. Qual seu nome?

-Roseanne, e o seu?

-Lalisa - A loira disse tirando sua blusa de moletom e a jogando para longe.

Roseanne joga seu cigarro para longe tirando também, sua blusa de moletom, deixando sua langerrie a mostra. A loira segura a mulher pela cintura puxando-a com força para um beijo impaciente. Lalisa segura a cintura da outra e a move para cima dela de forma que ela ficasse com uma perna de cada lado de seu corpo. Desceu suas mãos pela cintura da garota e segurou sua bunda, apertando-a com força e separando suas nádegas

-Tire isso - Roseanne ordenou puxando de leve a camiseta que a loira usava, deixando seus seios a mostra pois estava sem sutiã. A ruiva ficou encarando os seios da outra, eram lindos, pequenos e durinhos.

Voltaram a se beijar já com os lábios um pouco inchados. Lalisa desceu sua mão pela barriga da ruiva, arranhou a pele com as unhas até chegar no cós da calcinha, brincando um pouco com ela.

Roseanne já estava tirando a sua calcinha sem separar seus lábios dos da ruiva quando de repente elas ouviram um barulho e em seguida uma luz, olharam assustadas quando viram três câmeras fotografando elas. As duas estavam assustadas, elas haviam esquecido que ainda estavam na calçada. A loira pegou a blusa da outra tentando esconder o corpo da ruiva, fazendo o mesmo em seguida usando sua blusa, as duas começaram a correr mas os flashs não acabam mais.

Elas correram muito, estavam cansadas, a respiração estava pesada e os batimentos cardíacos estavam rápidos demais, elas haviam chegado em um beco sem saída, não tinha para onde ir, pelo menos não tinha mais nenhum fotógrafo atrás delas.

Elas se sentaram encostando em uma caçamba de lixo , estavam cansadas, uma olhou para a outra e começaram a rir, comk elas poderiam rir em uma situação assim? Só pessoas com a vida bem fudida ficariam rindo disso.

***

Alguns minutos depois, o silêncio e o frio dominaram aquele lugar, Roseanne deveria voltar logo para casa pois sua mãe estaria preocupada, mas essa era a última coisa que ela queria, ela odeia aquela maldita casa, ela odeia sua mãe, a mulher nunca tinha tempo para sua filha, só queria deixa-la bonita e tentar esconder os problemas familiares da mídia.

A ruiva esticou seu braço para segurar a mão de Lalisa, quando encostou sua pele na da outra, uma coisa que não acontecia há anos acabara de acontecer, sua visão havia voltado.

-Você - Roseanne disse se afastando da loira que não e estava entendendo o porquê dessa atitude tão de repente - Você…é aquele demônio, o demônio dos malditos olhos negros, o demônio que estava atrás da garota, você…você…

A ruiva estava cansada e acabou caindo no chão.

  -Roseanne? - Lalisa se perguntou calmamente da primeira vez mas logo foi ficando desesperada - Roseanne! Roseanne! Ei! - A visão da ruiva foi ficando embaçada, seus olhos foram se fechando - ROSÉ!! - Lalisa gritou em desespero - Porque acontece essas coisas com quem anda comigo? Porque? - Lágrimas rolaram pelo rosto de Lalisa, ela fechou seus olhos com força fingindo que era um pesadelo, mas não era, abriu seus olhos e eles estavam na forma de como eram na sua infância, não havia mais cor alguma em seu olhar, eles estavam preto, completamente pretos.


Notas Finais


Eu ñ queria nem postar esse capítulo
Tô quase desistindo dessa fanfic
Ñ sei oq falar
Meu dia foi péssimo
Minha vida é toda cagada
Então é isso
Vlw flw


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...