História Stay With Me - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Lemon, Romance, Yaoi
Visualizações 118
Palavras 918
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Esporte, Festa, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu estava esperando muito por esse capítulo.. :3

Capítulo 9 - I need to have you


Fanfic / Fanfiction Stay With Me - Capítulo 9 - I need to have you

POV Andrew ~ On 

 

Acordo com o sol batendo em meu rosto, é sábado, ou seja, não veria Gabe hoje, a menos que eu de um jeito de vê-lo, sei que não vou aguentar um final de semana sem olhar naqueles olhos pretos, intensos, que parecem querer me dominar de alguma forma.

 

Resolvo dar uma festa hoje, já que meus pais vão viajar, assim posso chamar Gabe, mas tem um problema... Nataly, eu ainda não terminei com ela, mesmo não namorando, nós ainda temos algo, e eu não sei como acabar com isso. Darei a festa mesmo assim, preciso vê-lo!

 

Mando uma mensagem a todos meus amigos os convidando, incluindo Gabe, fico ansioso pela resposta. 

 

Um a um vai confirmando presença, e nada de ele me responder, vou ficando preocupado e resolvo ligar...

 

-Alô? - Ele atende.

 

-Gabe? Você ainda está na casa do Aiko? - Pergunto.

 

-Não, voltei para casa, meu pai já não está mais aqui. - Fico feliz com isso.

 

-Isso é muito bom, Gabe! - Exclamo. - E você vai vir para a festa? 

 

-Ainda não sei... - Fico triste com a resposta.

 

-Vem sim, por favor. - Insisto.

 

-Andrew... eu... ah ok, eu vou! - Agora sim estou feliz.

 

Desligo e vou preparar as coisas...

 

                                ...

 

Já são 21h00, horário marcado para começar, as pessoas começam a chegar, muita gente que eu não convidei, mas não me importo, estou preocupado apenas com Gabe...

 

21h30 e ele ainda não chegou, resolvo beber um pouco para tentar diminuir a ansiedade, bebo algo forte que já me deixa um pouco mais animado, vou dançar um pouco e sinto alguém tocando no meu ombro... era Gabe, ele havia chegado.

 

-Já está bêbado? - Ele pergunta com uma expressão de decepção.

 

-Achei que não iria vir. - Falo com um  sorriso de canto. - Vamos beber comigo? - Pergunto e ele concorda.

 

Tomamos mais um copo daquela coisa forte e fomos dançar, a música muda para uma lenta, as pessoas estão dançando abraçadas, eu encaro aqueles olhos pretos, sinto que ele quer o mesmo que eu, então, o puxo até mim, colo o corpo dele ao meu e começamos a dançar juntos.

 

Sinto as pessoas nos olhando, mas não me importo, finalmente tinha Gabe abraçado a mim, estava realmente muito feliz com isso, eu tinha aquele corpo pequeno e frágil junto ao meu, mas para acabar com a minha felicidade, a música muda novamente, mas dessa vez para uma animada.

 

Sem pensar duas vezes, puxo Gabe e o levo até meu quarto, entramos e eu encosto a porta...

 

-Não aguento mais, eu preciso ter você! - Digo com um olhar faminto.

 

-E-eu t-também. - Ele fala gaguejando e ficando corado. 

 

Me aproximo, passo a mão em seu rosto parando em sua boca, ele me encara com desejo e eu selo nossos lábios com um beijo, peço passagem com a minha língua e ele cede, mordo seu lábio inferior, o que faz ele soltar um leve gemido.

 

-Ah..nh

 

Isso me fez perder o controle dos meus atos, o joguei na cama, levei minha minha mão até seus mamilos e comecei a toca-los, o que o fez  gemer ainda mais, eu queria continuar, mas nesse momento a porta do quarto é aberta... era Nataly.

 

-ANDREW? Eu não acredito! - Ela falava com raiva e nojo no olhar.

 

-Nataly, me desculpa, eu ia conversar com você sobre isso, só não sabia como. - Tentei acalma-lá.

 

-Conversar comigo? Ia me dizer o que? Que você é gay? Vocês são uma aberração! - Nataly dizia com intolerância. - Nunca mais me procure! - Ela sai fechando a porta.

 

Nesse momento olho para o Gabe que está com os olhos marejados de lágrimas, vou até ele e o abraço...

 

-Gabe, não fica assim, por favor. - Tento consola-lo.

 

-Ela c-chamou a g-gente de a-aberração. - Ele estava com a voz trêmula.

 

-Não liga para isso, ela não sabe o que diz. - Seco suas lágrimas. - Vamos, vou te levar para casa.

 

-Vai deixar sua casa sozinha com esse monte de gente? - Ele pergunta.

 

-É... não, vou tirá-los daqui.

 

Desço pedindo para todos irem embora, e quando a casa está completamente vazia vou até Gabe que já não chora mais...

 

-Vamos? - O chamo lhe oferecendo minha mão para ele segurar.

 

-Vamos. - Responde aceitando minha mão.

 

Chegando na casa dele, ele me convida para entrar...

 

-Só entro se você me deixar dormir aí. - Respondo com um sorriso malicioso.

 

-Andrew... 

 

-Por favor... - Insisto.

 

-... Ok, vou pedir para minha mãe.

 

Entramos e eu cumprimento a mãe dele.

 

-Mãe, esse aqui é o Andrew, um amigo meu. Ele pode ficar aqui essa noite? - Gabe pergunta.

 

-Amigo, né? - A mãe dele fala sorrindo. - Pode ficar aqui sim, mas tenham juízo, meninos! 

 

-MÃE! - Ele exclama envergonhado.

 

-Hahah pode deixar, senhora. - Digo, e isso lhe deixa ainda mais corado.

 

Subimos a escada em direção ao quarto...

 

-Por que você disse aquilo? Você é realmente louco! - Gabe fala enquanto sorri.

 

-Sua mãe parece estar de boa com isso!

 

-É... ainda bem.

 

Nos deitamos e conversamos um pouco antes de dormir...

 

-Você não tem medo que a Nataly conte para todos sobre nós? - Ele me pergunta.

 

-Na verdade não, eu não me importo. E você?

 

-Não sei... - Diz preocupado.

 

-Não se importe, vamos passar por isso juntos!

 

Abraço Gabe e ele retribui de uma forma que aquece meu coração, e dormimos ali... juntos e abraçados.

 

POV Andrew ~ Off


Notas Finais


Até que enfim né... hahah
Espero que tenham gostado :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...