História Steel Scars - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Denki Kaminari, Eijirou Kirishima, Katsuki Bakugou, Ochako Uraraka (Uravity), Personagens Originais, Shouta Aizawa (Eraserhead)
Tags Bakugou, Bakugou Katsuki, Boku No Hero Academia, Imagine, Imagine Bakugou, Imagine Bnha, My Hero Academia, Reader + Bakugou
Visualizações 40
Palavras 958
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Música; The oral cigarettes-Kyouran hey kids! (Noragami OP)
You and me-KARD

Capítulo 27 - O toque de anubis


"Hoje a noite nós honramos o herói!

Enlouqueçam, crianças! 

Iluminem o amanhã confinado."

  

Mitsuki não tinha mais esperanças de que alguém a salvasse daquele mundo escuro e frio, pensou que estava ficando louca quando ouviu um grito conhecido vindo por detrás de um dos grandes espelhos que a rodeavam.

Anubis virou sua cabeça na direção de Ryuu que saia de trás de um dos espelhos, abanando os braços como se quisesse espantar um mosquito, o ruivo criou uma grande chama mas Poison se esquivou.

Mitsuki piscou seus olhos com força para ter certeza de que estava mesmo vendo aquilo, um oficial saiu de trás de um espelho e sacou sua arma em direção a Anubis, o projétil de metal acertou em cheio o braço do vilão que berrou de dor.

Yoshida se concentrou na bala, tentando sentir as vibrações do metal, mas o único sentimento veio foi uma pequena vibração vindo da ponta de seus dedos.

A garota voltou a realidade quando sentiu algo em seus pulsos, virou levemente a cabeça e viu Bakugou agachado atrás dela tentando acabar com as videiras que prendiam seus pulsos.

Uma chama de esperanças se acendeu e a marca do dragão brilhou levemente.

-Não tem como cortar isso?-O loiro indagou e tentou parti-as com as próprias mãos.

-Não tem metal na sala-A voz rouca de Mitsuki era irreconhecível.

Com um movimento rápido Bakugou abraçou Mitsuki e criou uma explosão forte suficiente para afastar Anubis de sua amada.

-Estou muito fraca para sentir o metal acima de nós-Yoshida explicou.

-Sem problemas-O Dragão De Ferro disse e com um movimento rápido cortou as videiras.

O corpo de Mitsuki pendeu para frente quando ela foi solta, a menina passou a mão nos pulsos, onde tinham marcas de irritação.

- Eu vou levar Mitsuki para cima, provavelmente já há mais soldados apenas esperando sinal para entrarem-O senhor Yoshida explicou rapidamente para Bakugou.

-Pai...-Murmurou e não conseguiu falar nada mais do que aquilo.

Foi então que o alçapão se abriu de uma vez, todos viraram em direção a entrada, o primeiro a cair no porão foi Yuki, desacordado e com um corte na cabeça, logo após uma menina caiu em pé.

Mitsuki sentiu suas mãos tremerem, seu pai a abraçou vendo que a filha estava visivelmente alterada, a vilã não disse nada, seus olhos vazios não tinham emoção alguma, com a boca aberta gritou o mais alto possivel, as frequências que suas cordas vocais eram capazes de reproduzir eram sobre humanas.

Yoshida caiu no chão e levou a mão até as orelhas, ainda havia sangue seco no canto de seu rosto, a garota estava entrando em colapso.

Era como se toda atmosfera ao seu redor tremesse e se partisse, ela não conseguia ver ou ouvir, seu quirk não invadia o corpo, não conseguia se defender, estava vulnerável e isso a irritava ainda mais.

Poison se aproveitou do momento de fraqueza dos heróis e pulou em Bakugou, mordendo-o no pescoço, o loiro se debateu e por impulso gerou uma explosão tão forte que o vilão bateu no teto como um boneco de pano.

Mitsuki sentiu suas costas nuas queimarem, era como se o dragão negro pedisse para ser libertado, uma voz baixinha sussurrava palavras de ódio em seu ouvido. Quando Yoshida se levantou não foi para correr dos barulhos altos e rezar para que alguém a ajudasse.

Sua mãe nunca fugiria de um vilão.

A anti herói deixou sua peculiaridade se dispersar no ar e invadir a sala, da mesma forma que a luz invade uma sala escura o dragão negro invadiu a penumbra que envolvia Mitsuki, buscando incansavelmente sua vítima.

Como se abandonasse seu corpo consciente, Mitsuki sentia como se serpenteasse rapidamente pela sala, procurando por sua vítima, era como se não fosse humana, muito menos um animal qualquer, era um grande dragão transparente e cego, poderia atacar qualquer um a qualquer momento.

Ela estava se unindo ao Dragão negro.

A vilã fechou a boca assim que sentiu seus tímpanos sofrerem tanta pressão quanto os de Yoshida, a ruiva caiu no chão balançando a cabeça como se quisesse tirar algo de dentro de seus ouvidos, chorando, gritando, não aguentava a mesma dor que Mitsuki sentira por tanto tempo.

Katsuki se levantou com dificuldades, os efeitos do veneno de Posion faziam com que ele tivesse náuseas e sentisse o mundo girando e girando. Anubis sorriu ao ver o herói tão vulnerável bem na sua frente, se Mitsuki fosse tirar dele a sua melhor vilã, então ele causaria o dobro de dor em Yoshida e mataria seu amado, o homem levantou e correu na direção de Bakugou.

Yoshida ainda sobre efeitos do poder do Dragão sentiu o homem se mover e correu até Bakugou. Mitsuki lembrou das aulas com Eraser por um instante, cerrou o punho e trincou os dentes, se preparando para socar a bochecha de Anubis, pensou que estava ficando louca quando sentiu o Dragão tatuado em suas costas se enrolar em seu braço e prender em seu pulso.

Como uma cena em câmera lenta Bakugou se virou levemente e viu a sua amada cerrando os dentes com as pontas feitas de metal e levando o punho em direção ao maxilar exposto de Anubis.

O vilão não estava assustando, na verdade estava sorrindo como nunca antes, foi então que os olhos escarlates de Katsuki viram a mão pálida e ossuda de homem indo direto no rosto de Mitsuki.

Com a mão livre Yoshida empurrou Bakugou e num piscar de olhos ele se viu no chão, se afogou em um sono profundo.

A última coisa que Bakugou viu foi Anubis tocar no rosto delicado de belo de Yoshida, e poder do Dragão Negro ricocheteou e Anubis caiu no chão. 

Mitsuki e Anubis agora tinham a mesma marca.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...