História Stefan and Caroline - Parte 3. - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Katherine Pierce, Matt Donovan, Stefan Salvatore
Tags Amor, Caroline, Damon, Daroline, Delena, Elena, Klaroline, Love, Mystic Falls, Romance, Stefan, Stelena, Steroline, The Vamipre Diaries, Tvd, Vampiros
Visualizações 109
Palavras 617
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 12 - Parabéns aos pais.


Fanfic / Fanfiction Stefan and Caroline - Parte 3. - Capítulo 12 - Parabéns aos pais.

POV: CAROLINE.

Caroline: Damon não tinha o direito de...

Stefan: Ele achou que eu merecia saber. - Stefan me corta.

Caroline: Merecia por que? Você não é o pai.

Stefan: Como tem tanta certeza? Por acaso já fez o teste paternidade?

Caroline: Não!

Stefan: O que Klaus falou de tudo isso?

Caroline: Ainda não contei pra ele... - Uma pausa - Porque...

Stefan: Porque você sabe que essa criança pode ser minha.

Caroline: As chances de serem suas são minímas.

Stefan: Minímas ou médias elas existem.

Stefan caminha até mim.

Stefan: Eu sei que se esse bebê for meu, acaberei voltando pra sua vida e seus planos iriam por água a baixo mas, você, eu e Klaus merecemos a verdade, a certeza. - Uma pausa -  Faremos o teste de paternidade, Caroline. - Outra pausa - Se o Klaus for o pai, não ficarei em seus caminhos mas, se for meu... Não desistirei do nosso filho ou filha, nem de você.

Meu coração acelera.

Stefan e eu seguimos para o hospital, colhemos sangue e aguardamos os resultado.

Passo uma mensagem de texto ao Klaus para que me encontre lá.

Contarei a ele tudo, independente de quem seja o bebê, independente se ele me perdoara.

Klaus: Caroline, vim assim que recebi sua mensagem. Está sentindo algo? - Pergunta preocupado.

Caroline: Não, me sinto bem mas, precisamos conversar.

Klaus fixa o olhar em Stefan que chega até nós com dois cafés em mãos.

Stefan: Klaus. - O cumprimenta.

Klaus fica em silêncio.

Pego em sua mão e lhe levo para outro corredor.

Klaus: Pode me explicar o que faz aqui com ele?

Conto tudo a ele e não economizo nas desculpas.

Ele escutou tudo calado, e com os olhos fixos no chão.

Aquilo partia meu coração.

Caroline: Klaus, por favor... Fale alguma coisa.

Ele lentamente vira o rosto para mim, seus olhos cheios de lágrimas.

Ele vem a mim em velocidade de vampiro.

Me assusto.

Klaus pega minha mão e tira o anel de noivado de meu dedo.

Klaus: Isso aqui... - Levanta o anel - Você nunca mereceu usar.

Ele joga o anel no chão e pisa em cima, de modo que o estraçalha.

Klaus: Só me procure se o bebê for meu, do contrário... Não quero te ver nunca mais.

Diz olhando em meus olhos e sai em uma velocidade que não faço ideia que caminhou tomou.

POV: STEFAN.

Klaus e Caroline me deixaram a alguns minutos, começo a me preocupar.

A visto Klaus que vem em minha direção.

Ele me acerta com um murro, começo a sangrar.

Então, ele me pega pelo pescoço e me arremessa contra a parede.

Isso dói.

Me levanto antes que alguém me veja e procuro algo para conter o sangue que sai de minha boca.

POV: CAROLINE.

Enfermeira: Srta. Forbes?

Uma enfermeira me cumprimenta.

Caroline: Sou eu.

Enfermeira: Você aguarda por um resultado de exame? Está pronto.

Ela me entrega um envelope.

Estou tão anestesiada com a reação de Klaus que nem consigo abrir, minhas mãos estão trêmulas.

Abro, e começo a ler.

Choro com o resultado.

É uma mistura de alívio, felicidade, emoção, culpa, e todas as emoções possíveis e imagináveis.

Damon chega e me pega chorando.

Damon: Ei, o que foi? - Diz preocupado e enxuga uma de minhas lágrimas.

Sorrio para ele, ainda chorando.

Estendo a mão com o envelope.

Damon lê com atenção.

Me fita com olhos arregalados e logo abre um sorriso.

Damon: Eu sabia! - Gargalha - Ela está grávida do meu irmão. - Grita para outras pessoas que passam por nós - Eu vou ser tio.

Rio emocionada.

Ele me olha e me gira num abraço.

O bebê é do Stefan, do meu amor.


Notas Finais


Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...