História Stellae - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Alien!au, Alienígenas, Ficção Cientifica, Hopekook, Jinmin, Namkook, Taekook, Yoonmin, Yoonseok
Visualizações 15
Palavras 1.273
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, LGBT, Magia, Mistério, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi.

Faz tipo, uns 84 anos que eu não posto uma fanfic, e me dôo tanto a um enredo, pensei umas 300 vezes antes de postar, e pensei em desistir também, mas é algo que eu amo fazer -apesar de morrer de preguiça- e espero que eu consiga ser fiel a essa fanfic, eu AMO demais esse tipo de ficção e sou uma amante do universo e acredito fielmente que não somos únicos neste, improvável e ignorante talvez, acreditar nisso.

Não liguem pra mim, focus on the fic.

Enfim, eu ainda tô praticando minha escrita e etc, mas pedi pro meu mô olhar os erros pra mim e eu tive ajuda da mandy em TODO o capítulo que faz uns dois meses que tá mofando no meu notas, OBRIGADA MÔ E MANDY (e a Dressa também que me convenceu a postar, thnx Dre), a Soph tmb, minha vidinha que achou minha capa depois de eu ter perdido, você salvou minha vida, te amo.

Chega de enrolar, vamos ao cap. ESPERO QUE GOSTEM, PERDOA SE TA RUIM E NÃO DESISTAM DE MIM!

Capítulo 1 - Convite


 

“Cinco de Maio de Dois Mil e Vinte e Seis, objeto não identificado foi avistado caindo do céu próximo ao Deserto de Nevada, autoridades locais contaram sobre relatos de cidadãos de cidade próxima que presenciaram o momento, relataram que houve um clarão e logo após um estrondo, nem o exercito, nem o governo deram seus depoimentos sobre o acontecido.”



Jeongguk tomava calmamente seu café em sua xícara favorita quando seus ouvidos captaram a voz da jornalista que estava séria dando a reportagem, Jeon não ficou surpreso, mas algo o chamou a atenção, a reportagem estava sendo feita próxima a divisa onde ficavam as placas de "warning" que os funcionários do exército colocaram, era proibida a passagem a partir daquele ponto, o homem que já beirava a casa dos trinta sorriu para a Tevê, surpreso não pela reportagem, mas sim pela coragem da equipe, e principalmente da jornalista de irem fazer num lugar tão próximo correndo o risco de serem abordados. Jeon adorava o profissionalismo. Faria como a mulher se fosse um jornalista. Mas não era. Era muito melhor que isso.

Jeon Jeongguk, nascido em Busan, no dia primeiro de Setembro de Mil Novecentos e Noventa e Sete, com seus preciosos vinte e nove anos já era um homem com uma carreira de dar inveja, desde pequeno sempre fora muito inteligente e tinha interesses fora do comum por pesquisas —principalmente aquelas que envolviam os tão falados alienígenas e sobre o espaço—, o universo era sua paixão e não foi como muitos pensavam, que seria algo passageiro, Jeon levou seus estudos tão a sério, levou sua paixão tão a sério, que quando percebeu, estava dentro de um avião, indo direto para os Estados Unidos cursar sua tão amada faculdade de Astronomia em Havard.

O menino, com seus dezesseis anos já começava a faculdade após ser adiantado na escola dois anos por sua inteligência mais avançada que a dos colegas, sua facilidade em cálculos surpreendia a todos, mas sua mãe dizia ser o gêne da família já que o pai do garoto era um biólogo pesquisador, mas diferente do pai, o garoto sonhava com outros planetas, sonhava com a vida, mas com ela fora da terra

Escavações realmente não eram sua praia.

Depois da faculdade, pós graduação e muitos cursos específicos, recebera em um dia uma carta especial que não tinha endereço de envio muito menos informações de quem havia o enviado, nem selo havia naquela carta e desconfiava que alguém tinha colocado por pura brincadeira em sua caixinha de correio, ponderou, por dias, se abriria ou não aquele envelope em branco, não tinha amigos, não conhecia os vizinhos e sua mãe ligava todos os dias e lhe mandava mensagens, então quem mais poderia ser? Suas contas sempre haviam o nome da empresa e endereço, principalmente o selo estampado nos envelopes.

Mas em um belo dia de domingo que não fazia nada em seu pequeno apartamento alugado, jogou todos os medos para o espaço e abriu o maldito envelope e leu a carta, onde apenas continha uma sequência de números, um site e um pedido em palavras digitadas para que ele pesquisasse.

Era sigiloso e perigoso. Jeon, como o bom medroso que era, hesitou nos primeiros segundos, mas mais uma vez, em um surto de coragem, digitou o site com as mãos tremendo sobre o teclado, e quando o mesmo lhe pediu a senha, digitou aqueles números que estavam escritos a mão na carta, um som típico soou pelo seu quarto, indicando que aquela não era a verdadeira senha. Analisou os números com cuidado e sorriu sozinho, percebendo enfim, que era um código. Não demorou mais que dez minutos e desvendou aqueles números, digitando outros, e o som típico de senha aceita encheu os ouvidos do garoto que sorria grande, orgulhoso de si mesmo.

Mal sabia ele que era a partir dali que seus sonhos de infância finalmente iriam se realizar... E até mesmo os seus é piores pesadelos

• • •

"—Jeon Jeongguk, sou Robert Wastwood, capitão do exército dos Estados Unidos e um dos comandantes da AFFTC Det. 3. Ou como outros chamam, Area 51—"

Os olhos negros se arregalaram e Jeon quase caiu de sua cadeira ao ouvir as primeiras palavras do homem, e pelo que ouviu, era Capitão e Comandante de dois lugares extremamente importantes, só que não sabia oque o homem queria dele, um mero extrangeiro que acabou de sair da universidade, ele nem cidadania tinha.

"—Nós do governo estamos observando seu trabalho como astrônomo pesquisador e chegamos a conclusão que temos um cargo perfeito para o senhor.—"

Era aquilo mesmo?! O governo dos Estados Unidos estava o observando esse tempo todo?

Nem percebeu quando suas pernas começaram a tremer, de ansiedade e medo.

Mas espera... Por que precisariam de um astrônomo na Area 51? era medroso, mas não era bobo.

"—O número de objetos 'não identificados' que vem caindo ao redor do mundo está crescendo a cada ano, a NASA está preocupada e muitos não estão acreditando nos balões meteorológicos e é aí que seu cargo entra, Jeon.— O capitão fez uma pausa e várias fotos apareceram na tela.— Essas são imagens do resto da tecnologia alienígena que vem constantemente caindo, precisamos da ajuda necessária para descobrir o porquê e de onde estão vindo.—Os olhos do homem estavam sérios assim como sua fala durante todo o vídeo, Jeon podia afirmar que ele estava lendo sua alma através da tela do computador.— Precisamos de uma resposta em uma hora, oque divulgamos aqui é extremamente secreto, então o senhor já sabe oque irá acontecer.—"

A tela ficou totalmente preta e segundos depois palavras em glitch surgiram, "acessar ao site?"

                "sim"        "não"

Jeongguk não pensou duas vezes em mover o mouse e aceitar.

  →

   03/04/2020- O.V.N.I 0678, entrou na órbita da terra dias antes somente foi encontrado na data marcada, caiu próximo a cidades do interior de Massachusetts. Sem nenhum vestígio de vida, materiais e componentes não identificados.

05/07/2023- Destroços de uma espaço-nave encontrados em Puebla, nas proximidades do vulcão Popocatepetl, relatos de cidadãos que moravam próximos. [acessar]

O 'click' soou pelo quarto escuro e silencioso.

"–Estavamos andando lá perto da praça quando do nada um negócio parecendo uma estrela cadente caiu lá pra' trás do vulcão, eu queria ir lá mas minha mulher não deixou!—"

Os relatos eram sempre parecidos, as pessoas sempre diziam a mesma coisa, não os culpava, ver algo diferente do normal de sempre, não era fácil de raciocinar sem ser um grande pesquisador, até mesmo o próprio não acreditava algumas vezes.

Mas aquilo fazia parte da realidade, querendo ou não.

O de cabelos negros seguiu olhando as imagens, fotos que jamais pensou que colocaria os olhos, mas lá estava ele, sendo convocado pelo governo estadunidense para trabalhar para eles, não colocaria essa chance em risco, se colocasse, sua vida e a de sua família correriam também.

Ali encontrou fotos de armas — possívelmente encontradas dentro dos ovnis— que jamais vira em toda sua vida, os nomes eram sempre números em códigos, uma delas, qual tinha pedras roxas, lhe chamou a atenção e se esforçou em lembrar os códigos que estudou quando ainda estava no colégio, "Fogo De Púrpura", leu ao associar o código.

Estava realmente enferrujado em Ascii.

Outras imagens seguiram, umas de qualidade ruim, outras com mais resolução, focou nos detalhes daquelas que continham possíveis corpos de seres encontrados e nas que as naves estavam mais inteiras.

    Mal podia conter a animação em si, esperava ver tudo isso de perto, e quem sabe, estuda-las, fazer algum feito de sucesso naquele local, que tanto sonhou em conhecer e descobrir os mistérios que o governo tanto se preocupava em esconder.


Notas Finais


críticas construtivas serão sempre bem vindas, se eu sumir e não tiver segundo capítulo já sabem quem foi que me pegou.

NÃO SEI QUANDO O SEGUNDO CAP VAI SAIR MAS VAI SER SOON!

eh isto.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...