História Step Sister (G!P) - Capítulo 2


Escrita por: e gaby5Harmony

Postado
Categorias Austin Mahone, Camila Cabello, Fifth Harmony, One Direction
Personagens Austin Mahone, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Louis Tomlinson
Tags Alejandro, Camren, Clara, Lucy, Vero camren G!p Lauren G!p
Visualizações 549
Palavras 2.644
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


To de voltaa
Espero que gostem do cap!

Capítulo 2 - Uma festa?


*****

Pov Camila


-Camila o que tua irmã tava fazendo na sala hoje?

-Verdade amiga, ela já não tinha terminado o ensino médio?

Louis perguntou e Dinah completou.

Nesse momento eu ja tinha saído da sala e estava do lado de fora da escola, esperando a Lauren e também meu pai, que iria vir nos busca. Enquanto isso conversava com o Louis a Dinah, e a Lucy.

-Ih é mesmo pessoal, eu esqueci de contar pra vocês. Ontem foi o maior escarcel em casa. A Lauren mentiu pra todos nós que tinha terminado o ensino médio e que já tinha se matriculado em uma faculdade.

-Num creio, eu queria ter visto um bafo desses.

Louis disse eu dei risada.

-Falando nela, não é ela ali falando com o Austin? E ele não ta com uma cara muito boa não.

Lucy disse.

-Essa não.

Fui caminhando até os dois, com o pessoal.


*****

Pov Lauren


-Ah foi mal cara, eu tava prestando atenção no celular e quando vi ja tinha esbarrado.

-É mas você devia é olhar por onde anda, não pro celular.

-Ei calma ai colega, eu desarrumei seu cabelo com o esbarrão é?  Pode deixar que eu ajeito.

Disse sorrindo sarcastica e fui levar a mão até o cabelo do garoto, mas ele segurou meu braço.

-Ta de gracinha é? Tu ta vendo se eu to rindo por acaso?

Olhei pra minha mão que ele segurava com força e aquilo já foi me estressando.

-Acho bom você me soltar.

-Ou o que?

Ele perguntou e eu sorri.

-Você não vai querer saber.

Puxei minha mão e ele deu um passo se aproximando de mim me encarando. Mas antes dele falar algo ouvi a voz da Camila.

-Lauren.. Vamos, o papai chegou.

Ele falou antes de mim.

-Espera, Camilinha, essa coisa aqui é sua irmã?

Ele sorriu balançando a cabeça. Eu respondi antes dela falar algo.

-Acho bom você tomar cuidado com o que fala.

Coloquei meu dedo em seu peito o empurrando.

Antes dele fazer algo a Camila me puxou pelo braço.

-Vamos Lauren.

-Vai com o papaizinho vai. Mas fique sabendo que isso não vai ficar assim. Você mexeu com a pessoa errada.

Sorri.

-Ui, to morrendo de medo.

Ele ia continuar, mas a Camila saiu me puxando.

-Que bonito em Lauren, se metendo em confusão no primeiro dia de aula.

Camila disse enquanto caminhavamos até o carro.

-O que?  E que culpa eu tenho daquele mimadinho implicar comigo?

-O Austin é um babaca mesmo, normal.

Um dos amigos da Camila que ia caminhando com a gente que disse. Eu nunca fui próxima dos amigos dela, mas desse eu gostei.

-Cara, mal conheço você, mas já temos a mesma opinião.

Disse e ele sorriu pra mim, que retribui.

-Bom pessoal, vocês vão mais tarde lá em casa ne?

-Vamos sim miga.

Uma das meninas respondeu a pergunta da Camila, eu dei tchau para todos e caminhamos até o carro.

-O que eles vão fazer em casa hoje?

Disse quando entramos no carro.

-Bem intrometida você né.

-E você bem mal educada.

Ela me mostrou a língua.

-Hey que isso vocês duas.

Alejandro disse olhando pra nós duas que estavamos no banco de trás.

-Desculpa

Falamos juntas.


*****


-Pai, Clara. Meus amigos vão vir dormir aqui hoje, espero que não tenha problema, amanhã é sabado.

Estava sentada no sofá mechendo no celular enquanto ouvia a Camila falar.

-Não, tudo bem querida. Eu e seu pai vamos a uma viagem de negócio, só voltaremos segunda porque é em outra cidade, então vocês só não aprontem viu.

Revirei os olhos, óbvio que a queridinha pode tudo.

-E você Lauren vê se não se mete em confusão nesses três dias, por favor tá.

Minha mãe disse. Minha vontade era responder, mas como eu só levaria outra bronca então só balancei a cabeça confirmando.

-Bom vamos arrumar as malas amor o voo é daqui duas horas.

Alejandro disse e os dois subiram pro quarto.

A Camila caminhou até o outro sofá e se sentou, sorrindo e começou a mexer no celular.

-Que sorrisinho é esse?

Perguntei.

-Que sorrisinho?

Ela disse se fazendo de desentendida.

-Camila não se faça de tonta.

-Ih não é nada Lauren. Só vai ser melhor do que eu esperava.

Ela disse e se levantou sorrindo, subindo pro seu quarto. Fiquei sem entender, só sei que essa garota tava aprontando uma e ainda dizem pra eu nao me meter em confusão, vê se pode.


*****


-Tchau meninas, nos vemos segunda. Qualquer coisa vocês tem o cartão, apesar de que tem tudo aqui, não acho que vao precisar de algo. Mas enfim. Se cuidem e qualquer coisa nos liguem viu.

Minha mãe disse se despedindo de nós duas.

-Mãe antes de voce ir, pode deixar a chave do carro?

-Não, você ainda ta de castigo.

-Mas mae..

-Nada de mais.

-Clara, a Lauren ta certa, é bom deixar, vai que acontece algo.

Camila me ajudando que milagre é esse? Ih aí tem em.

-Verdade Clara, as meninas tem razão.

Alejandro disse e ela abriu a bolsa, retirou a chave da moto e do carro. A mulher ia levar junto, Deus me livre que castigo em. Ela jogou a chave pra mim e disse.

-Nem adianta se animar que quando eu voltar vou pegar de novo.

Parei de sorrir e eles sairam.

-Vem cá, porque tu me ajudou em?

Olhei pra Camila que sorriu.

-Por que você vai me ajudar também.

Ai ta vendo, sabia que ai tinha coisa.

Ninguém mais faz aquele bagulho de "fazer o bem sem olhar a quem?" Pelo jeito não.


*****


-Camila a gente não vai dar uma festa.

Disse, quando a Camila me contou a ideia de fazer uma festa em casa nesse final de semana.

-Aí Lauren para de ser chata vai, eles não vão nem ficar sabendo. A festa vai ser amanhã, domingo arrumamos tudo e na segunda eles chegam e vai ser como se nada tivesse acontecido.

-Camila tu ja assistiu filmes? Toda festa em que adolescentes decidem fazer festa quando os pais viajam, da merda. Até botar fogo na casa colocam, essa não vai ser diferente.

-Lauren não viaja, a gente não ta em um filme.

Ela diz revirando os olhos.

-Okay, você pode fazer essa festa, mas se acontecer alguma merda, eu não vou assumir a responsabilidade.

-Aí que madura.

-Você que ta querendo essa festa uai.

-Ta bom Lauren, ta bom.

Me sentei no sofa e quando ela ia saindo lembrei de perguntar.

-Se a festa é amanhã, por que seus amigos vão vim pra ca hoje?

-Ah, eles vão me ajudar a ir organizando algumas coisas e amanhã vamos todos fazer compras.

-Entendi.

Ela saiu e eu liguei a tv.


*****

Ding dong


-Lauren atende a porta pra mim.

Ouvi a voz da camila vindo do seu quarto. Me despertando, sim eu dormi no sofá. Levantei rápido arrumei meu cabelo e fui até a porta a abrindo.

-Eai pessoal.

Disse e cumprimentei cada um os deixando entrar.

-Migoosss aaaaa.

A Camila veio correndo e abraçou cada um.

Ai quanta melaçao, pensei comigo mesma e fui saindo dali, subindo pro meu quarto, mas no meio da escada ouvi a voz da Camila.

-Lauren depois vamos pedir pizza e assistir alguns filmes, se você quiser ficar aqui com a gente.

-Ah. Claro, eu vou só tomar um banho.

Sorri e subi pro meu quarto.

Parei de sorrir quando cheguei no mesmo. Espera ela foi gentil comigo, ai vem coisa, só pode.


*****

Pov Camila


-E então tudo certo, todos entederam qual a parte de cada um né?

-Sim, Mila pela décima vez, etendemos.

Louis falou. Sorri.

-Acho bom.

Quando ia continuar a falar, vi a Lauren descendo as escadas.

-Olha a encrequeira na área.

Dinah disse brincando e ela sorriu.

-O que? Eu? Mas eu só queria ajeitar o cabelinho dele.

Lauren disse entrando na brincadeira e todos deram risada.

-Mas sera que dá? Aquele bombril.

Esse foi Louis.

Segurei o riso.

-Da sim, eu dava um jeito. Mas e a pizza, ainda tem ou a Camila comeu tudo?

-Ainda não, então acho bom correr.

Revirei os olhos ao ouvir Lauren e Louis ficarem tirando sarro de mim. Ela se sentou do meu lado, já que estavamos em um círculo no chão.

-Lauren, aproveitando que ta aqui eu quero te pedir uma coisa. Na verdade nós queremos.

Ela olhou pra mim e terminou de engolir o pedaço que tava comendo e respondeu.

-O que?

-Você podia trazer a Vero pra tocar na festa né?

Ela começou a rir.

-O que foi garota?

Perguntei enquanto a olhavamos sem entender.

-Tava demorando né? Entendi a gentileza agora.

-O que?

A olhei sem entender.

-Não, nada e eu não vou chamar, na verdade provavelmente ela nem viria. Deve ta lotada de show.

-Aí Lauren o que custa, ela já tocou aqui em uma festa sua de aniversário.

Disse.

-Vai Lauren, não seja chata.

Louis tentou me ajudar.

-Não insistam. Sem contar que quando ela tocou nem profissional ela era.

Ela disse e a Dinah continuou.

-Vai mulher o que custa? Só chama se ela vem ou não dai é outro caso.

Ela revirou os olhos e pegou o celular.

-Ta bom, vou ligar pra ela agora e mostrar como ela ta super ocupada. Vocês sonham muito alto.

Ela discou um numero e colocou no viva voz, logo a garota do outro lado da linha atendeu.

-Alô Vero.

-Lauren é você? Caramba achei que tivesse perdido meu número, não falou mais comigo depois que voltamos de Paris.

-Ah, é que ta muita correria aqui.

-A onde? Na faculdade de mentira?

Ela disse e seguramos o riso.

-Alias seus pais já sabem?

-Já já. E não foi pra isso que te liguei.

Lauren disse e Vero continuou.

-Então foi pra que?

-A minha irm.. Digo, a Camila, vai fazer umas festa amanhã junto com as amigas aqui em casa, e elas  estão aqui me importunando para que eu te chame pra tocar na festa. Mas como eu sei que você deve ta lotada de show, agradeço pela compreensão.

Ela ia desligar o telefone mas tomei de sua mão.

-Ei ei, espera aí. To lotada nada, desde quando Vero Iglesias nega uma festa? Pior que nem me convidar você ia né. Que amiga em. Não sei se a Camila ta me ouvindo, mas obrigada querida.

A Vero disse tudo de uma vez.

-De nada.

Respondi sorridente enquanto a Lauren revirava os olhos.

-E então Vero você vem?

Perguntei e todos estavam na expectativa.

-É claro. Amanhã a tarde vou ai e levo todos os equipamentos. Essa festa vai bombar.

Ela disse e todos na sala comemoraram.

-Obrigadaaa. Olha depois a gente vai dar um jeito de te pagar.

-Que isso Camilinha. Estamos praticamente em família, precisa não.

-Esse precisa não, as vezes sai bem caro ta.

A Lauren disse.

-Lauren, amiga duas cara, não se meta que eu to conversando com sua irmã.

Ela revirou os olhos de novo.

-Então tudo certo né Vero, amanhã te esperamos aqui. Tchau tchau, beijo.

-Tchau, até amanhã.

Desliguei o telefone e a Lauren tomou de minha mão. Ui ogra.

-Satisfeita?

Ela perguntou e eu concordei, então me liguei em algo.

-Lauren eu tava pensando uma coisa aqui.

Disse, ela me olhou.

-No que?

-Se você não terminou o ensino médio, a Vero também não terminou?

-Não.

Ela disse simples.

-Cara o que vocês ficaram fazendo em Paris por um ano? Se não estavam estudando.

Louis perguntou e a Lauren sorriu.

-Ah meu querido, muitas coisas. Muito melhor do que ir pro colégio.

Revirei os olhos e ela continuou.

-Até chegamos a começar o terceiro ano mas fomos praticamente um mês só e desistimos. A Vero se aperfeiçoou no que ela queria ser, já que ela sempre gostou de tocar, fez um curso e se tornou DJ.

-E você? Por que não fez algo também?

-Por que ela tava levando tempo em pegar as parisienses, ainda não entenderam?

Disse revirando os olhos e me levantei, me sentando no sofá, liguei a TV para procurar um filme.

-Ta certa. A Vero tocava nas baladas e eu aproveitava pra pegar as meninas.

Revirei os olhos ouvindo ela falar.

As meninas sorriram e todos se acomodaram no sofá. Louis e Lauren ficaram em um sofá enquanto eu Dinah e Lucy ficamos no outro. Escolhi um filme de terror. Quer dizer eu não né, mas foi o voto da maioria fazer o que.

Volta e outro nos assustavamos com alguma coisa.


*****

Pov Lauren


-Hey se liga só, vou dá um susto nelas.

Sussurrei falando com o Louis. Ele me olhou, sorriu e concordou.

Me levantei e fui em direção ao banheiro. Abri a porta e fechei como se tivesse entrado. Me abaixei e fui engatinhando para trás do sofá onde as três estavam.

Fiquei prestando atenção no que passava no filme e quando vi que vinha uma cena de susto. Me levantei e dei um grito alto.

As três pularam do sofá gritando.

-Sua filha de uma mãe.

Lucy me jogou uma almofada, consegui me defender.

Eu não conseguia parar de rir, junto com o Louis.

-Caralho que susto da porra garota.

Dinah disse e logo começou a rir também.

-Lauren sua idiota, eu te mato.

A Camila disse me olhando brava e meu sorriso começou a se desmanchar quando ela veio vindo em minha direção.

Sai correndo pros fundos da casa e ela veio atrás.

-Volta aqui.

Correndo e gritando.

Eu conseguia ouvir a risada dos outros que provavelmente estavam vindo atrás  também.

Parei na beira da piscina e ela veio correndo. Eu pensei em algo, sabia que ela iria me matar mas eu precisava fazer isso.

Quando ela veio correndo em minha direção, dei um passo pro lado e ela passou direto caindo na água.

Todos pararam de correr e rir no mesmo momento.

Quando ela se levantou na piscina e tirou o cabelo do rosto. Ela me olhou com um olhar, que eu desejei não ter nascido.

Antes dela conseguir gritar comigo, senti um empurrão e cai na água também. Me levantei rapido passando a mão nos olhos e pude ver os três retardados rindo.

-Foi você né Louis? seu viado você me paga.

Pensei em ir em direção a borda piscina pra puxar aquele imundo pra água, mas logo senti uma bofetada em meu braço, e que bofetada forte. Olhei pro lado e era a Camila me esbofeteando com cara de poucos amigos.

-Sua ridícula por que fez isso. Agora eu to toda molhada.

-É só se secar.

Disse rindo mas levei outro tapa.

-Ai ai.

Fiz uma cara de dor.

-Nossa Laurem eu te odeio.

-Eu vou procurar uma toalha pra vocês. Vamos meninas me ajudar.

Louis disse e os três sairam. Me deixando sozinha com a Camila, eles provavelmente me querem morta por isso fizeram isso.

Olhei pro lado e ela já não estava mais ali, já estava na beira da piscina tentando subir. Mas sem a escada não tava conseguindo.

-Ai droga de piscina alta.

Sorri e nadei até ela, parando atrás da mesma.

Segurei em sua cintura e a levantei, a fazendo se sentar na borda. Ela me olhou assustada.

-Que susto garota.

Sorri.

-De nada baixinha.

-Haha. Eu não tenho nada que agradecer, você que fez isso comigo.

Subi e me sentei na borda da piscina também. Senti um vento gelado, que me fez arrepiar.

-Caramba que demora esses três.

Disse e ela respondeu.

-Foram fabricar as toalhas só pode.

Sorri. E ela se encolheu, tremendo. O vento não tava ajudando muito no momento. Passei o braço por cima de seu ombro a abraçando, quem sabe assim ela se esquentava e eu também.

Ela me olhou e sorriu.

-Olha só, pelo menos por um lado essa brincadeira valeu.

Disse.

-Como assim?

Ela me olhou sem entender.

-Quando a gente teve um momento assim? Até parece que você gosta de mim mesmo.

Ela deu risada.

-Não exagera, você sabe que eu gosto de você. Não somos irmãs de sangue mas sempre fomos criadas juntas. Você é insuportável a maioria das vezes? Com certeza, mas eu gosto de você.

-Isso era pra me deixar bem ou não?

Perguntei sorrindo ela deu risada e logo ouvimos uma voz atrás da gente.

-Uai achei que iamos voltar e uma ia ta morta.

Dinah disse, sorri soltando a Camila e ficando em pé.

-Não foi dessa vez que a Camila se livrou de mim. Agora da essa toalha, que demora vocês em.

Peguei a toalha da mão do Louis. Passei no meu cabelo, tentei passar por cima da roupa pra eu poder entrar em casa sem sair molhando tudo. Tirei o sapato, mas antes de entrar parei na porta me virando pra eles.

-Pessoal, eu vou tomar banho e vou dormir. Boa noite pra vocês.

Eles responderam, antes de tentarem me convencer a ficar mais tempo vendo filme com eles, mas decidi ir dormir.

Subi pro quarto, separei uma cueca, uma calça moletom, um top e uma camisa soltinha. Fui até o banheiro, tomei um banho quentinho, quando terminei me enxuguei e me vesti. Voltei pro quarto. Sequei meu cabelo e me joguei na cama. Coloquei o celular pra despertar porque amanhã o dia seria longo.


Notas Finais


Oi de novo
Espero que tenham gostado, depois eu corrijo os erros
E até o próximo!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...