História STEREK "Alfa e Mate" - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Personagens Originais
Visualizações 416
Palavras 1.436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Policial, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieee .... Voltei e antes de tudo , eu pergunto ...

Preparam seus corações ?

Sim ?
- ok !


Não ?
- então respire fundo e mantenha a calma .

Capítulo 15 - CAPÍTULO 15 - A ONDE ESTÁ VOCÊ, EU PRECISO TE ENCONTRAR .


Fanfic / Fanfiction STEREK "Alfa e Mate" - Capítulo 15 - CAPÍTULO 15 - A ONDE ESTÁ VOCÊ, EU PRECISO TE ENCONTRAR .


Stiles sentiu seus olhos se arregalarem e a boca secar.

- Deaton? É claro! Ai meu Deus, Derek! Como pudemos esquecer logo do Deaton? É óbvio que veterinários podem ser considerados curandeiros. Como não pensamos nisso antes?

Derek parecia tão abalado quanto ele.

- Eu não sei, Stiles. Sinceramente, ele nem me passou pela cabeça. Sempre que penso no Deaton, penso nele como nosso antigo emissário, nunca como veterinário. – Derek passou as mãos pelo rosto, demonstrando cansaço e frustração. – Bem, ficar aqui remoendo isso não vai adiantar nada. Temos que encontra-lo.

Stiles apenas acenou com a cabeça e os dois saíram correndo para o carro de Derek. Seguiram até a clínica em um silêncio ruim, pesado. Nenhum dos dois conseguia se conformar com o fato de que nem haviam pensado em Deaton quando descobriram sobre os sacrifícios dos curandeiros.

Quando estavam quase chegando, Stiles não se conteve e teve que perguntar:

- Hey, Derek... Quem foi que te ligou pra avisar que ele sumiu?

- Scott. Ele disse que foi até a clínica para ver se o Deaton queria ajuda com algo, já que não conseguiu ir trabalhar antes, mas quando chegou ele não estava lá. Disse que a porta estava aberta, então logo soube que algo errado havia acontecido.

Stiles emitiu um som de compreensão e novamente ficou pensativo (e se lá no fundo, bem no fundinho, ele amaldiçoou um pouquinho Scott por ter atrapalhado seu momento com Derek.... Bem, ninguém precisa saber, certo?). Agora, toda a concentração deles deveria estar em achar o veterinário. Ele não queria nem pensar no que poderia acontecer se não o encontrassem a tempo...

Chegaram à clínica e Isaac e Boyd já estavam lá, junto com Scott. Todos apresentavam feições preocupadas e pareciam conversar sobre um possível plano.

- Então, o que vamos fazer? – Stiles perguntou, se aproximando dos amigos.

- Acho que deveríamos tentar seguir o cheiro dele, porque não temos nem ideia de pra onde podem tê-lo levado. – Scott falou.

Todos pareceram concordar, então foram em busca de alguma coisa que ainda conservasse o cheiro do druida. Encontraram um jaleco que parecia ter sido usado a pouco tempo e usaram aquilo como base. Foram para fora da clínica e os lobisomens se transformaram, pois alegaram que assim seus sentidos ficariam mais aguçados. Depois de dar a volta na clínica, descobriram que o cheiro seguia na estrada, em direção ao centro da cidade.

Todos entraram no carro de Derek, abaixaram os vidros e seguiram caminho. Mas, quando chegaram no centro, a situação ficou ainda mais complicada. O cheiro do druida já estava fraco, mas no centro havia uma infinidade de odores que se confundiam. Encontra-lo somente pelo cheiro seria impossível. Derek estacionou o carro e eles se concentraram no problema a sua frente. Precisavam pensar. Para onde ele poderia ter sido levado?

- A única coisa que consigo pensar, é que se alguém está planejando sacrifica-lo, então provavelmente o levou para algum lugar isolado. Mas estamos no centro da cidade, justamente onde tem a maior concentração de pessoas, então não consigo entender como isso poderia acontecer. – Scott falou.

Os outros concordaram e ficaram pensativos.

- Espera aí... – Disse Stiles – Pode até ser que não seja um lugar isolado, mas com certeza será um lugar que não é frequentado por ninguém.

- Sim... Mas quais seriam nossas opções? Uma construção? – Perguntou Isaac.

- Acho que não. Deve ser um lugar fechado, onde realmente não tenha ninguém... Quem sabe um lugar que foi abandonado? – Boyd sugeriu.

Nesse momento os olhos de Stiles brilharam e, pela sua expressão, os amigos sabiam que ele havia acabado de encontrar a resposta para o enigma.

- O banco! O banco de Beacon Hills! Aquele lugar é enorme, uma pessoa poderia ficar gritando por horas e ninguém escutaria!

Uma expressão de entendimento atingiu o semblante de todos e Derek deu partida no carro, acelerando em direção ao banco. Stiles estava certo: o lugar realmente era enorme. A construção parecia ter sido linda antes, mas agora se encontrava suja e com vários vidros quebrados.

- Então, qual o plano? – Scott perguntou assim que Derek estacionou o carro. Estavam perto o suficiente para ver a porta de entrada, mas longe o suficiente para serem discretos.

- Acho que você, Boyd e eu devemos entrar. Isaac e Stiles ficam aqui. – Falou Derek.

Stiles e Isaac já estavam prestes a protestar quando ele continuou:

- É só até termos certeza de que o Darach não está aqui. E se ele estiver... Bem, talvez seja mais importante ter vocês aqui para saírem para buscar mais ajuda. Não tem porque arriscar todo mundo.

Isaac e Stiles se entreolharam e pareceram entrar em um acordo não verbalmente.

- Tudo bem. Mas nos deem notícias o mais rápido possível. – Pediu Stiles.

Derek concordou com a cabeça e se virou para sair do carro, mas, antes que pudesse abrir a porta, Stiles pegou em sua mão e deu um aperto de leve.

- Toma cuidado. – O garoto sussurrou.

O lobisomem deu um sorriso leve.

- Pode deixar.

Eles se olharam por mais alguns instantes, até que, por fim, Stiles soltou a mão do mais velho e ele, Scott e Boyd foram para o prédio.

Entraram no banco o mais silenciosamente que conseguiram, cada um olhando para uma direção, para ter certeza de que o Darach não os pegaria de surpresa. Depois de alguns segundos sem nada acontecer, eles puderam se acalmar um pouco e prestar mais atenção ao seu redor. Todos já estavam transformados, tentando usar seus sentidos o melhor que podiam e não demorou muito até que detectassem o som de um coração batendo.

- É o Deaton! Ele está aqui! – Scott exclamou.

- Tem certeza? Será que não é uma armadilha, que não é outra pessoa? – Perguntou Derek.

Scott fez um sinal negativo com a cabeça.

- Eu ouço o coração dele todo dia, tenho certeza de que é ele. – Afirmou.

- Então vamos! – Derek comandou e os três tentaram localizar de onde estava vindo o som.

Descobriram que ele vinha de um dos muitos cofres do banco. Conseguiram abrir o cofre e quando olharam para dentro, viram Deaton. Ele estava pendurado no teto pelas mãos e Derek tinha muito medo de saber como aquilo estava afetando sua circulação. Eles precisavam tira-lo dali o mais rápido possível, mas quando tentaram entrar, uma barreira invisível os impediu. Havia um círculo de wolfsbane ao redor do veterinário. Scott ficou desesperado. Já era visível que o homem estava empalidecendo. Sua circulação estava seriamente prejudicada. Em um ato de desespero, começou a empurrar a barreira, na esperança de que ela quebrasse.

Derek e Boyd resolveram ajudar, mas, sem esquecer de que havia um humano lá fora, Derek disse, alto, para que Isaac ouvisse:

- Isaac, traga o Stiles até aqui. Tem uma barreira de wolfsbane que precisamos que ele desfaça.

Longos segundos se passaram antes de Isaac aparecer. Quando viu o que os amigos estavam fazendo, logo se juntou a tarefa. Agora os quatro empurravam com a maior força que conseguiam. A barreira estava cedendo. Com um último empurrão, mais forte do que todos, ela rompeu. Scott foi correndo desamarrar Deaton e Boyd o ajudou, segurando o druida para que ele não caísse. Ele estava desacordado, mas sabiam por sua respiração que estava bem, logo iria acordar.

Foi nessa hora que Derek percebeu o que havia acabado de acontecer. Por que Isaac estava ajudando a romper a barreira? Por que não trouxe Stiles para que ele rompesse a linha?

Derek olhou com atenção para Isaac e percebeu o que antes, com sua preocupação voltada para Deaton, não havia visto: os cotovelos e as mãos de Isaac estavam sangrando.

- Isaac? – Ele chamou, tentando se manter calmo, mas sentindo seu coração começar a pulsar numa velocidade absurda. – Cadê o Stiles?

Isaac fez uma expressão de dor e o coração de Derek afundou.

- Isaac, cadê o Stiles? – Repetiu em tom urgente.

Os olhos do garoto se encheram de lágrimas.

- Eu não consegui impedir, Derek. Eu tentei, eu juro! Mas ele... Ele era muito forte.

Um nó se formou na garganta do alfa e ele começou a respirar apressadamente.

- Quem é ele, Isaac? O que aconteceu com o Stiles?

- Foi o Darach, Derek. Ele levou o Stiles.

A visão de Derek começou a ficar embaçada e ele parecia não conseguir respirar. Stiles, seu mate, seu pequeno... Havia sido levado pelo Darach. Derek não sabia onde ele estava, o que essa criatura iria fazer com ele e nem o porquê o havia levado. A única coisa que sabia é de que ele nunca havia ficado com tanto medo.

-----



Notas Finais


Fudeu tudo..
E agora?? O que será que o Darach quer com o Stiles, porque o stiles , será que tem algo sobre stiles que os outros da Park não sabem ? Por que raptou ele? O que vocês acham que devia acontecer? Comentem, comentem! Deixem suas sugestões, opiniões, enfim, o que quiserem!

E muuuuito obrigado pelos comentários, pelos votos e principalmente por ler! A fanfic passou de 5 mil visualizações e eu ainda não consigo acreditar! Muito obrigado!

A fanfic já passou do meio , isso significa que depois do meio se aproxima o fim.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...