1. Spirit Fanfics >
  2. Stonewall >
  3. Epílogo: Toda forma de amor

História Stonewall - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - Epílogo: Toda forma de amor


"E a gente vive junto

E a gente se dá bem

Não desejamos mal a quase ninguém

E a gente vai à luta

E conhece a dor

Consideramos justa toda forma de amor"

Lulu Santos - Toda forma de amor


Eu estava de volta ao campo de margaridas, sentado ao lado de Mags enquanto ela fazia uma coroa de flores. Ela parecia brilhar, enquanto também parecia um pouco transparente.


— O que a senhora é? — chamei sua atenção ao perguntar. — uma bruxa?


Ela negou rindo.


— Sou apenas uma pessoa sábia e que podia te ajudar. Isso é tudo o que você precisa saber. — Mags disse, ela terminou a coroa de flores e a pôs em minha cabeça. — e agora a minha tarefa acabou.


— Isso quer dizer que não vou mais te ver?


— Sim, mas tudo bem, não é? Você já é um homem grandinho.


Ela estava certa, mas isso não queria dizer que eu estava pronto para perder a mulher que foi como uma mãe para mim.


— Só estou indo, pois sei que você vai estar em boas mãos, Maki. — ela argumentou. Seus olhos se voltaram para frente e eu olhei na mesma direção.


Era como no sonho que tive quando recebi a missão de ir atrás da minha alma gêmea. Há alguns metros de nós havia uma árvore grande, na sombra dela um garoto dormia, encostado ao tronco. A diferença era que agora eu podia ver seu rosto e sabia quem ele era.


Mirio Togata. O amor da minha vida.


— Vou estar zelando por vocês sempre, meu garoto. — Mags disse, notei que sua imagem estava mais translúcida. Ela estava desaparecendo. — Me faça ficar orgulhosa, Maki.


Sua imagem foi se apagando gradualmente, no lugar onde ela estava sentada nasceu mais uma margarida. A flor favorita dela.


Me levantei e caminhei até onde Mirio dormia. Me deitei ao seu lado e abracei seu corpo, ele resmungou alguma coisa antes de se agarrar em mim, ainda dormindo.


Antes de fechar os olhos pude ver um garoto que deveria ter a minha idade. Ele estava parado meio longe de nós, mas eu sabia quem era.


Alguma coisa me dizia que meu primo estava orgulhoso de mim também.


Notas Finais


Vocês não sabem como eu estou feliz/triste por terminar essa fanfic. A idéia dela me surgiu no ano passado e era pra ter sido uma fanfic taekook, eu não consegui concluir ela naquele época então deixei pra postar esse ano. Eu também deixei de ser army então mudei o ship da fanfic skksksks

Muito obrigado a quem comentou e favortiou, vocês moram no meu coração 💕💞💖💓

Era pra ter ficado obvio mas acho que muita gente não pegou a idéia: o Bakugou era a pessoa com quem o Kirishima transou e não se lembrava. O bebê que ele perdeu era do Kirishima. Eu quero fazer um bônus contando a história deles, mas não sei quando vou começar a escrever.

Caso vocês tenham se perguntado alguma vez, as sexualidades e gêneros dos personagens:

Tamaki: gay
Mirio: pansexual
Kirishima: homorromantico e gray-a
Bakugou: homem trans e bissexual
Nejire: mulher trans e lésbica
Yuyu: gênero fluído e lésbica
Kaminari: bissexual
Jirou: mulher trans e bissexual

Perdoem pelas notas maiores do que o capítulo, obrigado por tudo. Leiam minhas outras obras e me sigam no tt (@demonezuko_)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...