História Stop Crying Your Heart Out - Imagine Taemin - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias 4Minute, F(x), SHINee, Super Junior
Personagens Amber Liu, Cho Kyuhyun, Choi Siwon, Ga Yoon, Heechul, Henry Lau, Hyun A, Ji Hyun, Ji Yoon, Jinki Lee (Onew), Jonghyun Kim, Kangin, KiBum "Key" Kim, Kim Kibum, Kim Ryeowook, Krystal Jung, Lee Donghae, Lee Hyukjae "Eunhyuk", Luna Parker, Minho Choi, Park Jungsu, Shindong, So Hyun, Sulli Choi, Taemin Lee, Victoria Song, Yesung, Zhou Mi
Tags Você
Visualizações 39
Palavras 1.721
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OOIIEE
tô escrevendo dentro da perua p ir p escola
aff
queria férias dnv
dsclp o capítulo curtinho

espero que gostem!

Capítulo 35 - "Why So Serious?"


--O que iremos fazer hoje depois que eu voltar do hospital? --Pergunto a Taemin enquanto arrumava a bolsa.

--Não sei, a gente podia dar um passeio, tá um dia bonito hoje.

--Pode ser. Tchau, meu amor --Selamos os lábios e eu saio. Vou dirigindo -coisa que não faço nunca- porque tô sem paciência para andar de ônibus. 

Esse carro era de minha mãe. Eu só tirei a carta porque, vai que acontece uma emergência.

Quando chego ao quarto de hospital, Yesung estava sozinho.

--Onde está JiHyun?  --Pergunto depois de ter o abraçado.

--Foi comer. Por que estava tão preocupada?

Então eu conto o sonho inteiro para ele.

--Tá tudo bem, eu não vou morrer. Na verdade, o médico falou que daqui a pouco recebo alta. --Agradeci mentalmente. --Você não vai largar o Taemin?

--Eu o amo --Sento no sofá.

--Aquele playboy--Ele revira os olhos.

--Taemin não é playboy, muito pelo contrário. Taemin tem uma história sofrida, a vida dele não foi nada fácil.  O pai dele fugiu com outra mulher quando ele era pequeno, a mãe dele morreu e ele viu...Ele foi para um orfanato, ninguém gostava dele. Ele sofreu demais. Ele não tinha ninguém.

--Essa é a história dele? --Ele parece surpreso. --Acho que fui duro demais com ele.

--Você acha?

--Depois eu o peço desculpas, mas eu ainda não gosto dele.


13:44 am.

Eu estava tomando uma taça de sorvete com Taemin na praça de alimentação do shopping.

--Yesung está bem?

--Sim, ele está. --Falo pegando uma fruta. --Ele disse que acha que foi muito grosseiro com você...Disse que depois te pede desculpas.

--Oh, sem problemas. 


--Você acredita que ele achou que você era playboy?

--Sério?

--Pois é...O que foi, Taemin? Você tá estranho...

--Eu estou com medo daquela minha perseguidora. Sei lá, tenho medo dela fazer algo...com você...--Ele segura minha mão. --Eu não sei, ela pode estar aqui...Agora.

--Aí Taemin, assim você me assusta. --Solto minha mão da dele e o dou um tapa fraco no braço.

--S/N --Ele que antes estava sentado na frente, vem para meu lado, mudando  de cadeira. --Promete pra mim. --Ele pega minhas duas mãos. --Aconteça o que acontecer, não desista de mim. Não me deixe ir embora. Faça o possível e o impossível, não me deixe...Fique comigo--Sua voz era de choro. Ele estava quase chorando e eu não sabia o que fazer. --S/N, por favor...--Ele começa a chorar e me abraça.

--Eii, Taemin. Por que você tá chorando? Se acalme --O abraço forte. --Tá tudo bem, eu não vou te deixar.


Quebra de tempo* 14:34 pm.



Acabamos encontrando os meninos no shopping, então os deixei lá e vim para casa.
 

Eu estava observando a casa...Precisa de uma limpeza.

Subi para o quarto, coloquei uma camiseta velha, um shorts e prendi o cabelo. Desci para área de serviço, peguei minha caixa de som, levei para a sala, coloquei na tomada e conectei com o celular.

--Eu vou colocar esse som estourando. --Enquanto a música não começava, fui pegar o pano, rodo e os produtos.

Então começou.  

--SHINee, WOAH, OH HEYYY! AAAAHH OH! --Começo a cantar enquanto passava pano no chão fingindo que o rodo é meu microfone. (N/A: Eu quase já fiz isso KKKK).

Jajeong mak jinan saebyeok, jinheulg sok nun tteun mueonga

Modu nareul museowohaetji (oh yeah)

Apeuro ppeodeun du pal, nan sarainneun wokingdedeu

Geu sumeun chagawotji


Sum swineun ge jigyeowojil jjeum geu ttae geudae balgyeon! So shocked!


--Why so serious? Romiowa julliet, seulpeun reobeuseutoriga a, aniyaaa. Da jal doel geoya

Gyeolguk haepi ending’eul aneun neon yeonaesoseol maeniak.


Meonjiman pulsseokdaedeon simjang, enjineul re-new

Pitgi eopdeon naui ipsuri dasi bulgeun keolleo rujeu


--Baby nal eotteoke saenggakhae? Baby eotteoke saenggakhae? Nan museopji anhayo so get in, get in.


I gin eodumi eonjebuteoyeonneunji gieokdo an nane, daechung baek nyeon jeon?

Geunyang geudael bon nalbuteo sijagida, ijebuteon geuge deo jungyohanikka

“ireon jombi yeonghwa eodiseo bon geot gateunde?”



--Oh no igeon teukbyeolhae. Biteuldaeneun georeumeuro geotja geuge uri sarang bangsik. Why so serious? Romiowa julliet, seulpeun reobeuseutoriga a, aniyaaa.

  

Da jal doel geoya

‘gyeolguk haepi ending’eul aneun neon yeonaesoseol maeniak


Meonjiman pulsseokdaedeon simjang, enjineul re-new

Pitgi eopdeon naui ipsuri dasi bulgeun keolleo rujeu

Baby nal eotteoke saenggakhae? Baby eotteoke saenggakhae?

Urin dareuji anha beolsseo darmagago inneungeol


Hae jimyeon nawa georireul heoujeokdaemyeo hemae

Noe ttawin eobsi boigetjiman dadeul gomin itgetji

See? Hyumeonijeum geureon geo molla geunyang neol saranghage dwae

Nae pineun dasi tteugeowojyeo geu modeun iyuneun geudae, come on!



--Daeum ssinui keullaimakseu mak sijak dwae
I eumagi deouk deo keojimyeon urin saraisseo tonight

Why so serious?

Romiowa julliet, seulpeun reobeuseutoriga a, 


--Aniya


Da jal doel geoya

‘gyeolguk haepi ending’eul aneun neon yeonaesoseol maeniak


Meonjiman pulsseokdaedeon simjang, enjineul re-new

Pitgi eopdeon naui ipsuri dasi bulgeun keolleo rujeu

Baby nal eotteoke saenggakhae? Baby eotteoke saenggakhae?

Urin dareuji anha beolsseo darmagago inneungeol.


(N/A: "Why So Serious?", já sabem né? Eu peguei a romanização no "Letras" e desculpa por isso, gente! Na moral mesmo, mas eu queria mt KKKK) 


--Meu Deus, agora vou limpar sério. --Digo para mim mesma, porque agora eu só dancei e não limpei nada. --SHINee Is Back, SHINee Is Back, SHINee Is Back, Back, Back, Back, Back, Yeah! (N/A: Sherlock, também já perceberam, né? kkkk Desculpa gente por essa parte, mas eu queria muito fazer algo assim, ficou horrível e eu sei disso, mas pelo menos estou feliz.)


15:58 pm. 


--Tonight, SHINee's in the house wo ho. So give it up, give it up, give it up for SHINee. Give it up, give it up, give it up for SHINee --Essa hora eu já estava deitada no sofá, toda suada e apenas cantando. Nem música tocava mais. Eu levanto casada, e com finalmente com a.casa toda arrumada, eu vou tomar banho.

Quando termino, deixo meus cabelos molhados mesmo, me visto e vou pra cozinha achar alguma coisa pra comer, mas escuto a campainha. 


--Krystal? 

--Oi...Podemos conversar? Por favor...

--Entre. --Dou espaço para ela.

--Casa bonita...--Ela diz olhando em volta. Ainda bem que fiz faxina.

--Obrigada. Então...Senta, você quer alguma coisa? Água, café...

--Não, obrigada--Ela senta ainda sorrindo.

--Então, sobre o que quer conversar? --Me sento também.

--Sobre a questão da Jiyoon. Eu quero sua ajuda para conseguir o perdão dela.

--Olha, eu sei que você pode estar arrependida, mas a Jiyoon não é uma pessoal fácil de lidar, ela não vai simplesmente aceitar e vai ficar tudo bem. Vai levar um tempo. Eu posso tentar conversar com ela sobre  isso e aliás, pode ser uma boa você e o Henry conversarem com ela. Por que não tentam?

--Henry me odeia. Porque eu estraguei o relacionamento dele e todas as coisas.

--Então, pode deixar que depois eu falo com ele.

Taemin POV on*

Encontramos os meninos no shopping e S/N foi para a casa.

Já eram quase 17:00 pm. e nós estávamos na praça. Logo, uma escola que tinha por lá dispensava suas crianças.

--Saudades do jardim de infância. --Onew diz olhando para o céu.

--Sim, não tínhamos preocupações com nada. -- MinHo.

--Ninguém queria atrapalhar minha vida --Falo olhando para o chão.

--Ainda aquela garota, Taemin? --MinHo coloca uma mão no meu ombro.

--Óbvio.


--Ela vai desistir disso aí, ela não pode ser tão louca. --JongHyun.


--Não sei, não...Acho que ela só quer...Estragar a minha vida mesmo. --Logo nos vemos as crianças saindo da escola. Um grupo de meninos vem falar com a gente.


Ficamos conversando e brincando com os meninos.
 


Quebra de tempo*

Eu chego em casa e S/N estava deitada no sofá com o controle da TV na mão, com a mesma ligada, porém, ela dormia. Sorrio e vou tomar um banho.

S/N POV on*

Sonho on*


Eu brincava com o bebê, ele sorria e eu sorria. Mas de repente me vi chorando, e novamente vi o caixão a minha frente.


"Por quê?"


Eu disse chorando.


Eu estava sozinha, sentada num canto da casa.


"Cadê aqueles que mais disseram me amar?"

Sonho off*


Abri os olhos, estava acordada porém, não conseguia me mexer. Eu via coisas estranhas, eu vi...Alguém, quase uma sombra, eu tentava gritar mas nada saía. Eu ouvi coisas estranhas sussurradas em meus ouvidos. A sombra sua estava na minha frente, não tinha rosto. Eu fechei os olhos com força e tentei mexer pelo menos os dedos, até que consegui me mover por inteiro. Eu já não via mais nada, não tinha ninguém na sala.

Aí meu Deus do céu, cada vez eu fico com mais medo.

Vou para cozinha beber água. Quando eu estava com o copo na boca, sinto uma mão no meu ombro. Grito.

--Que susto, Lee Taemin!! --Encosto as mãos no balcão e respiro fundo.

--Desculpa, não pensei que fosse se assustar tanto. --Ele diz rindo fraco. --Por que está tão tensa?

--Não estou. --Seco a água que havia derramado.

--Sim, você está. Tá brilhando na sua cara. Por quê?

--Tive outro sonho. --Falo baixo.

--E o que viu?

--Por que foi embora? --Falo falhado quase chorando.

--Quê? --Ele me abraça --Eu não vou embora. Eu nunca mais vou sumir. --Algumas lágrimas saíram.

--"Cadê aqueles que mais disseram me amar?". Foi isso que eu disse no sonho. Eu vi caixão e o bebê, de novo. 

--S/N, fica calma. Foi só um sonho.  Nada de ruim vai acontecer, isso eu te prometo. 


21:09 pm.

Eu brincava com Taemin no sofá, enquanto passava um filme.

--Como foi com os meninos?

--Foi normal --Ele responde.  --Brincamos com algumas crianças que passaram pela praça quando saíram da escola. --Sorrio, era incrível o que Taemin sentia pelas crianças. --Não vejo a hora do nosso neném nascer. --Ele passa a mão na minha  barriga e ri. --Sabe o que a gente podia fazer? --Eu murmurei um "hum" --Casar! --Arregalo os olhos surpresa. Eu não sabia o que falar.

--T-taemin...e-eu...Não sei o q-que di-zer  --Ele muda a feição de um sorriso para um rosto sério.

--Por quê? Você não quer casar comigo? 

--Nã--Ele me interrompe bruscamente.

--NÃO!?

--Não é isso!! Yaaah, não é que eu não queira, mas você me pegou de surpresa.

--Então, vamos casar, vamos fugir para qualquer lugar, bem longe daqui. Vem comigo, longe de todo mundo. Vamos ter outra vida.

--Taemin, calma. Uma coisa de cada vez, aliás, temos que terminar a faculdade, as coisas não são tão simples assim, como nos filmes.

--Parece que você não quer casar comigo.  --Ele faz um draminha.

--Eu caso com você --Me ajoelho no sofá e o abraço --Manhoso, se meu filho puxar para você, eu vou ter dois manhosos aqui. --Ele ri e me puxa para deitar em seu colo.

--Mas você gosta.

--Amo, vão ser o dois monhosos da minha vida. --Sorrio.

--Vou sentir ciúmes. 

--Aí meu Deus --Rimos.








 









Notas Finais


desculpe o micão de capítulo kkkkkk mas eu tava mt tempo sem postar

Então foi isso.

Desculpe os erros.

Até a próxima.

Annyeong 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...