1. Spirit Fanfics >
  2. Stop, I'm already dead >
  3. Real fantasia

História Stop, I'm already dead - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Obrigado pela segundo favorito e um comentário,uhull,desculpa muita emoção kkkkk 😍❤

Capítulo 3 - Real fantasia


Fanfic / Fanfiction Stop, I'm already dead - Capítulo 3 - Real fantasia

~Lexa~

Eu ainda estou meio confusa com o que aconteceu mas o negócio foi o seguinte,depois que mataram o senhor Griffin e Wells chegou vários feridos que estavam em uma manifestação (era realmente muita gente),O tal Dr.Kane ficou a comando dos feridos já que a Doutora Abby tinha perdido o  marido o que não significou muito pois ela queria cuidar dos mortos do acidente  e eu estava lindamente sentada (agora em uma das cadeiras) pensando onde eu tinha me metido.

_Ei garota - disse a Doutora jogando um pedaço de algodão na minha cara - me ajuda com aquelas macas que eu te pago 500 dólares, não é difícil basta empurrar até a sala que precisa depois te dou o dinheiro e  você vai embora.- penso um pouco e aceito sua proposta eu estava atolada em dívidas,seria um serviço fácil (embora tenho quase certeza de que não vou dormir bem está noite por medo de ter o pé puxado por um fantasma).

Hoje pensei que seria um dia particularmente fácil,trabalharia ouvindo dos clientes como era bom passar um tempo com a família em algum lugar luxuoso enquanto pagava roupas extremamente caras para a amante ou talvez escutando o quanto Allie acha meu irmão irresistível,iria pra casa comer o que restou do almoço é dormiria sabendo que o outro dia seria igual...igual...igual são esses corredores de hospital que não terminam nunca.Tínhamos levado em torno de 14 pessoas ao necrotério que ficava nos fundos do hospital é tinham mais chegando (acho que nunca vi tanto morto junto),no entanto um dos defuntos deu o ar da graça me acusando arrepios

_Que barulho estranho - uma mulher de trinta e poucos anos abria os olhos lentamente - doutora acho que ela está viva - digo me afastando dando espaço para a Dra.Abby examina-la e  pela segunda vez  ela é atacada, a desconhecida tinha os mesmos olhos de Jake Griffin 

_Garota,acorda é me ajuda - vamos dizer que não sou muito criativa em situações de emergência mas deu certo,retirei meu blazer é enrolei na cabeça da desconhecida a puxando para trás ,a oportunidade perfeita para fugir (ou não) já que Abby estava sendo atacada de novo agora por um homem que devia ter seus cinquenta anos,empurro o homem enquanto a Doutora me chama 

_Entre aqui - disse ela sinalizando um caminho para um almoxarifado que parecia o meu quarto de tanta bagunça  a diferença é que não tinha cuecas do meu irmão pelo local( sim dormimos no mesmo quarto é ainda dividimos a casa com um cara que prefiro não falar).

_Isso acontece sempre? -Abby me olha confusa - as pessoas ressuscitando agressivas

_,Estamos presas vários deles que podem acordar a qualquer momento acho que meu contrato de sigilo não vale mais,essas pessoas não estão mortas totalmente mas tbm não estão vivas suspeitamos de arma biológica, a doença mudou era necessário cinco dias até o estágio final da doença,algumas pessoas estão  morrendo em questão de horas logo mais deles irão  acordar - a Doutora respira e  começa a chorar - Eu não sei o que vou fazer,como vou contar pra minha filha que o pai dela morreu,pelo amor de Deus ela perdeu os avós a poucos dias -(acho que ela finalmente percebeu que o marido havia falecido.

Ficamos sentadas esperando por horas uma ajuda mas apenas ouvíamos gritos ao longe enquanto isso o número de  mortos não tão mortos assim só aumentava,sou realista e aquela porta não iria aguentar 

_Acho que eles vão entrar mais cedo ou mais tarde é não temos uma janela descente UE possamos usar- aponto para a janela pequena com grades - liga pra sua filha,se minha mãe estivesse viva iria querer falar com ela - Abby até ligou mas não disse nada sobre o marido ou sobre a possibilidade de morrermos a qualquer momento apenas disse que ela deveria voltar pra casa em segurança - se eu soubesse que era o começo do fim do mundo não tinha levantado da cama,aproveitando sou Lexa Woods.

_Abgail Griffin mas pode me chamar de Abby.

Esperamos mais cinco malditas horas até o doutor Kane entrar na sala chamando pela doutora Griffin,pela minha intuição acho que ele correu muito depois de dar de frente com o que penso ser 11 mortos-vivos ,quando iríamos abrir a porta aproveitando a distração a luz se apaga.

_A porta tá trancada - diz ligando a lanterna do celular (só agora que percebi que estava anoitecendo) - Eu disse ao Jaha que essas malditas portas seriam um problema,elas não funcionam sem energia.

_Quanto tempo até o gerador ligar ?

_Já deveria ter ligado.

_Estamos fudid...


Notas Finais


Os capítulos são pequenos porque só posso adicionar eles bem tarde da noite e eu nao consigo ficar acordado porque trabalho até as 23:00 mas de pouco em pouco a história ganha vida 🙂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...