História Story of my life - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Joo Heon
Tags Kpop
Visualizações 6
Palavras 911
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia)
Avisos: Drogas, Mutilação, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


fiquei muito tempo sem escrever mas voltei.... e quero compartilhar uma nova historia que estive pensando e criando a muito tempo. Nada de romance no começo simplesmente vendo o mundo como vejo. Boa leitura meus amores S2

Capítulo 1 - O psicologo!


Fanfic / Fanfiction Story of my life - Capítulo 1 - O psicologo!

Então é isto? cheguei realmente a este ponto?  Não é que esteja me lamentando mas por que devo conversar com um mero estranho? Oque querem de mim? Acha que me verão chorar? não mesmo, a vida já acabou comigo que desses olhos já não saem mais nada. 

NA SALA DE ESPERA ON

Aqui estou eu como diz a minha querida  mãe a garota problemática, a  peste que não deveria ter nascido. Sim está sou, tirando os outros nomes que não perco nem tempo em  falar. 
Não estou querendo deixar você para baixo eu com pena de mim por que isto já deixei de ter a muito tempo. 

- Senhorita  Isabeli pode entrar, o Drº estará te esperando. 

concordo com a cabeça e me levanto, ao passar todos no corredor me observam, crianças que estavam brincando se afastam ao me verem, não sou uma menina arrumada estava com algo que me confortava: calça preta rasgada nas pernas, camiseta preta, jaqueta preta e toca que cobria meu rosto juntamente com o cabelo fones de ouvido e a cabeça baixa é claro que não poderia faltar  minha maquiagem preta nos olhos, minhas músicas SAD ecoavam pelo fone. 

Finalmente atravessei o mar de olhos que me fuzilavam e cheguei  a porta do consultório respirei fundo e entrei.

- Finalmente chegou isa... Vejo que está mais animada hoje!

o olhei por baixo dos fios finos de meu cabelo e me sentei sem dizer absolutamente nada.

- então como foi sua semana? Você quer me falar sobre isso?- indagou o Drº sorrindo.

O observei querendo entender o por que daquele sorriso, como alguém que fica sentado ali consegue sorrir assim todos os dias?

- Nada de mais...-sussurrei ainda com a cabeça baixa.

- Isa fale mais alto quero poder ouvir sua voz! sei que é difícil   de acreditar mas estou aqui sempre para te ajudar.

- Eu sei... mas é difícil....eu não consigo me desculpe.- expliquei me encolhendo mais na poltrona.

- Tudo bem não se preocupe, vamos de vagar o bom é que desta vez você está falando não é? que tal eu fazer umas perguntas e você me dizer SIM ou NÃO?

Concordei com a cabeça.

- Certo seus professores me mandaram uma carta em que você escreveu e jogou fora, nela havia uma frase que me chamou muita atenção.- Neste momento ele se virou e pegou um papel que estava todo amaçado e começou a ler.- ACHO QUE MINHA VIDA ESTÁ CHEGANDO AO FIM...NÃO SEI O POR QUE MAS QUERO DESCOBRIR...JÁ CANSEI DE FINGIR ESTAR BEM. NÃO QUERO MAIS FICAR BEM, ESTOU CANSADA, ESTOU SENTADA ESPERANDO ISTO CONTINUA NUCA PASSA.  ENTÃO,  POR FAVOR ME DEIXE  APENAS DESISTIR, ME DEIXE PARAR DE TENTAR E LUTAR APENAS ME DEIXE CHEGAR AO FIM.

Por um breve momento me questionei por que eles haviam guardado este papel? 

- Não vai dizer nada? qual é o problema com você isa? Achei que esta vamos tendo um progresso aqui:

Soltei um sorriso de canto com sarcasmo ele ficou parado sem dizer nada.

- Isto é fácil para você, você tem uma vida perfeita nunca soube oque é ser odiada por tudo e todos nunca soube oque é ser a ultima a ser escolhida na aula de educação física. Ou então ser o alvo nas brincadeiras, então não me diga para viver por que isto já acabou com minhas esperanças, não quero seus bons concelhos, ou o por quê a vida é assim, eu estou bem. Você não sabe como é viver assim  isto tudo é uma má sorte isto tudo está em sima de mim e a unica coisa que ouço é : " Mantenha a cabeça erguida."  Dizer isto irá me ajudar em mudar em algo? por que se realmente me ajudar começo a dizer agora mesmo. Mantenha a cabeça erguida, Mantenha a cabeça erguida, Mantenha a cabeça erguida.....- ter minei de sussurrar tudo que estava preso.

Ele ficou assustado em me ouvir falar pela primeira vez...... eu disse mas precisava mostrar que tudo isto era perca de tempo.

- Entendo tudo que quis dize isa mas isto que falamos é para o seu bem...

olhei para o lado e vi meu copo de água ali completamente cheio precisava descontar minha raiva em algo minhas laminas não estava comigo para descontar em mim mesma então peguei o copo e mirei na parede ele se espalhou um muitos cacos batendo de volta em meu rosto.

- Não me venha com está frase novamente.- falei ao me levantar.

senti algo quente escorrer pelo meu rosto então levei minha mão direita até meu rosto e passei a mão senti algo molhando quando vi era sangue.

- veja isto não me causa dor, mas sim me tranquiliza.- falei virando minhas mãos para ele ver.

- isa  isto não está certo.- falou assutado 

- para mim está então não me diga mais o que fazer.

me virei e comecei a andar indo para a porta assim que a abri ele me disse algo.

- um dia você irá perceber como a vida é realmente, ela tem seus lados doces e amargos mas podemos sobreviver.

Terminei de ouvir e sai batendo a porta. coloquei meus fones para me desligar do mundo e sai daquele lugar que me sufocava, olhei ao meu redor e comecei a andar de cabeça baixa.

Isto é quem eu sou, isto é quem quero ser não me digam mais que tudo ficara bem quando não fica. Todos vocês são uns mentirosos.

 


Notas Finais


espero que gostem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...