História Story Of My Life (Larry Stylinson) - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction, Shawn Mendes, Zayn Malik
Tags Larry Stylinson, Ziam Mayne
Visualizações 30
Palavras 1.186
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente, sinto muito por ter sumido por meses.... mas garanto que a fic esta boa, como coloquei no inicio do cap... irei terminar a fic no capitulo 30, então aproveitem ao maximo... amo vocês! sem vocês ja teria excluido <3 lembram que vocês tinham shippado Cooper e Thomas? bom ai esta... pra quem queria saber o que ia acontecer com os dois... os proximos capitulos serao só deles... boa leitura <3

Capítulo 28 - The Demon Inside The Angel


Fanfic / Fanfiction Story Of My Life (Larry Stylinson) - Capítulo 28 - The Demon Inside The Angel

Capítulo 28 - The Demon Inside The Angel

*

(P.O.V. Cooper Styles Tomlinson)

Obs: Os capítulos daqui em diante será ponto de vista do Cooper, terminarei a fic no capítulo trinta, espero que gostem!

*

Meus pais viviam entrando em meu quarto e falando que vivo enfurnado ali dentro, que devia sair e que de La, tomar um sol, estava pálido de mais, até que estávamos em uma festa do tio Liam e tio Zayn, todo mundo fez com que eu fosse conversar com o meu primo. Thomas Payne Malik tinha mudado depois de alguns anos. Lembro da época que brincávamos juntos e éramos inseparáveis. Mas agora ele estava completamente diferente, estava caladão, isolado, mau humorado. As vezes eu pegava ele me olhando. Na festa tive que ir ate ele e puxar assunto, ele estava sendo seco e frio comigo, como se nem nos conhecêssemos.

- Oi Thomas... tudo bem? –Disse olhando para ele um pouco envergonhado, o mesmo olhos para mim com o semblante duro. – O que você quer Cooper?

-Engoli em seco e olhei para o chão, Ele me dava medo, ficou mais alto que eu, e mais forte, qualquer um era mais forte que eu, ele já estava com dezoito anos, a mesma idade que eu. –Eu só queria conversar, já que todos me forçaram a vir falar com você. – Me expliquei e escutei o maior bufar.

-Não quero conversar... acho que você devia ir com seus pais. Me deixe em paz. – Disse se aproximando o bastante que dava para sentir sua respiração bater em meu rosto, e sentir seu halito de bebida, quando terminou de falar, ele revirou os olhos com uma garrafa de cerveja a mão e bateu seu ombro no meu como se eu nem estivesse lá. Uma coisa foi comprovada, ele sabia como me intimidar. Corei e peguei suco para beber, não gostava muito de beber, voltei para o local aonde meus pais estavam.

-Como foi Cooper? – Perguntou Zayn olhando com um sorriso largo no rosto.

-Super empolgante... muito educado ele... – Digo ironicamente mas ninguém percebe, ainda bem, eu não iria ficar explicando a eles o que tinha acabado de acontecer na cozinha. Harry estava do meu lado e sussurrou em meu ouvido. – Fala a verdade filho... ele não foi nem um pouco receptivo.

Concordei sorrindo mas dei de ombros. Mas no fundo não conseguia parar de pensar nele. Esses anos fizeram bem a ele, estava muito bonito, cheiroso, só seu humor que era muito legal tempo atrás foi mudado. Eu sentia um amor muito grande por ele quando era pequeno, mas tinha superado depois que paramos de nos ver, mas hoje, Thomas despertou algo em mim.

Eu já sabia o que ia acontecer, todo mundo ia ficar bêbado e iríamos dormir na casa do tio Zayn, ainda bem que trouxe meu livro para ler e meus fones para escutar musica.

Quando escureceu entramos na casa e meus pais já tinham um quarto de hospedes só para eles, eu fiquei sobrando, lembro que quando dormíamos aqui, eu dormia no quarto de Thomas, bati na porta dele, mas não tinha nenhum sinal dele, peguei meu pijama ( Camisa grande do Thomas por eu não ter trazido uma , cueca e meias por estar frio) ,amava dormir desse jeito, comecei a tirar minha roupa e fui para o banheiro. Não demorei e sai enrolado na toalha, me enxuguei e me troquei, colocando a cueca e logo colocando a camisa que estava com o cheiro maravilhoso do Thomas.

- O que acha que esta fazendo no meu quarto? – perguntou Thomas, reconheceria aquela voz rouca e maravilhosa em qualquer lugar. Dei um pulinho de susto e olhei para ele. – D-desculpa... eu v-vou dormir aqui... se não se importar, sabe quando éramos pequenos, eu dorm... – Fui impedido por uma mão em meu pescoço me apertando contra a parede, arregalei meus olhos olhando para Thomas, sem entender.

- Eu disse para você ficar longe... qual parte não entendeu? Não quero saber o que fazíamos quando éramos pequenos... sai do meu quarto.. –Disse bravo e eu sai correndo, fiquei na sala escura e fria, peguei uma almofada e um cobertor e deitei no sofá, meu pescoço estava vermelho com algumas marcas roxas, comecei a chorar baixinho. Ele tinha se tornado um monstro. Depois de um bom tempo, consegui dormir, me encolhi sentindo frio.

De madrugada acordei com um pesadelo e resolvi ir para fora da casa enrolado em um cobertor, sentei no jardim e fiquei olhando as estrelas. Escuto passos atrás de mim e fico com medo, Thomas tinha aparecido, dei passos para trás.

-Calma... eu só quero conversar... não estou conseguindo dormir. – Disse com um tom de voz sem arrogância, confiei nele e noto que veio ate mim e me abraçou. –Desculpa Coop... eu estava nervoso e bêbado, sei que te machuquei, eu também estava com saudades.. – Sinto seus lábios tocarem meu pescoço, beijado meus hematomas, logo subiu os beijos para meus lábios ,arfei baixo mas empurrei ele. – Você acha que é o que? Que pode ser arrogante, me machucar e vir me beijar? Agora eu que quero distancia de você Thomas... Você mudou! Você não era assim. – Disse chorando e ficando muito confuso, entrei pra casa novamente ignorando seus chamados, deito no sofá e volto a dormir.

[...]

É muito estranho, eu estava dormindo no sofá, e estava tão confortável e quentinho, resolvi ficar mais, até que senti o sofá se mexer, abri meu olhos e vejo que estou deitado em cima de um corpo musculoso, olho para cima e vejo que Thomas estava sorrindo me olhando e me abraçando com aqueles braços fortes, seu corpo estava quente e cheiroso, queria ficar, mas me levantei rapidamente.

- O que você fez?! – Perguntei desesperado e me cubro com o lençol, não queria que ele olhasse para minhas coxas.

- Só não queria que ficasse naquele sofá desconfortável, depois do jardim, percebi que fui um idiota, e resolvi te trazer pra dormir comigo, pelo menos é mais confortável. – Disse convencido, corei ao extremo e saio do quarto e chamo pelo meu pai. Thomas surge atrás de mim. – Eles e meus pais foram na padaria tomar café, Harry estava com vontade de comer rosquinhas na cafeteria que tanto ama, eles queriam te acordar e nos levar... mas disse que cuidaria de você... e já sabe o que acontece se eu não cuidar de você né... tio Louis me quebra ao meio. E Liam e Zayn vão deixar.

Te olhei confuso e me cobri ainda mais, te dei as costas e desci correndo para a cozinha, preparei café e waffles para mim, sinto os braços quentes do Thomas me envolverem e me abraçar por trás. Me virei e te empurrei. – Ta carente? Procura uma vadia pra você, ela irá te satisfazer... não sou seu brinquedinho Thomas,... se acha que pode chegar e me dizer coisas horríveis e me machucar, e depois vir me beijar e me dar carinho como se nada tivesse acontecido, esta muito enganado meu amor... – Reviro os olhos e vou para o quarto dos meus pais trancando a porta e ligo a TV e assisto.


Notas Finais


Gostaram? comentem e compartilhem, beijinhos ate a proxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...