1. Spirit Fanfics >
  2. Stranger Girl: Love4eva >
  3. É Ele

História Stranger Girl: Love4eva - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


pois é, voltei Strawberries 🍓💘

estou sem aulas e vocês? espero que estejam bem também
trouxe esse capítulo depois de um tempo sem postar nada, até final de abril pretendo ter terminado toda história

enfim, espero que gostem e boa leitura ♡

Capítulo 11 - É Ele


Fanfic / Fanfiction Stranger Girl: Love4eva - Capítulo 11 - É Ele

Chegamos ao parque e fomos andando até algum ponto menos lotado, via famílias, casais de todas as idades e sexualidades, pessoas com roupas tradicionais de nosso país, crianças etc,  falando em crianças, estava responsável por Yeosang e Yerin, céus, eu amava eles, mas tem vezes que da vontade jogar longe.

  - Tia, tia! - disse Yeosang puxando minha mão, me abaixo na sua altura e ele diz - Vamos no parquinho por favor

- Sim titia, diz que sim - disse Yerin fazendo uma expressão fofa, ah! Assim eu não resisto 

- Tá bom, tá bom... Vamos logo então

As crianças correram e eu vou atrás, o no caso, tento acompanhar elas, queria ter o pique deles para isso, sinceramente, uma senhora de 80 anos habita em mim, não é possível que eu, no auge de meus 21 anos já esteja tão cansada e com diversas dores pelo corpo. Chegamos ao parquinho que estava lotado de crianças e seus pais, ou responsáveis, chamo as crianças no canto e dou as devidas recomendações a eles, acho que não ouviram muito porém, sempre olhavam para onde eu estava, que era em um banco debaixo de uma sombra de um enorme salgueiro, pego meu celular e fico mexendo nele, estava conversando com Jihoon e Soonyoung, o namoro desses dois continua firme e forte, era tão bom ver que eles estão felizes.

Estava tão distraída que, nem vi que tinha um rapaz na minha frente, era maior do que eu, mas não era tão alto, deveria ter no máximo 1,71, tinha os cabelos vermelhos, vermelhos igual um morango ou uma maça, e era bem bonito.

- É...Se não for um incomodo para você, posso me sentar aqui? - diz o rapaz 

- Oh, sim... Pode se sentar, não tem problema - digo dando espaço para ele se sentar ao meu lado

De longe, observava os meus primos brincarem, era bom ver eles assim, sorrindo e pulando, e até interagindo com outras crianças. Por algum motivo, isso me lembrou  do Chuseok de quando eu tinha 7 anos, passei com a Yebin, foi nesse parque, bons tempos.

- Moça, está tudo bem? Você está chorando? - diz e eu olho pra ele, não me parecia uma pessoa estranha pensando bem...

- Ah... Estou sim, só lembrei de uma amiga que morreu a um ano, no caso, a gente não era mais amigas... Porém, é ainda chocante saber que ela está morta.

- Te entendo - diz suspirando, encostando a cabeça no tronco da árvore - A um ano, eu perdi uma pessoa, certo que o nosso relacionamento não começou de uma maneira correta, porém, eu a amava de verdade... Ela é a minha musa, eu me sentia bem com ela, porém, um idiota tirou sua vida

Isso me parecia familiar, parecia a mesma história de Yebin, será que era o cara que ela tava dizendo nas cartas? Pois não é possível, isso é idêntico a sua história.

- As vezes me sinto mal, pois vejo história que nem as suas, de pessoas que perderam alguém e eu e meu namorado brigamos por motivos bobos, tipo por conta dele fumar.

- Assim, brigar é normal, pois é entre as brigas que vocês vão aprendendo, tá tudo bem brigar... - disse dando um leve sorriso - O nome da garota que eu amava era Yebin, foi brutalmente morta pelo seu namorado abusivo...

Congelo na hora, olho para seu rosto e fico sem saber o que dizer.

- Você é Hongjoong? Kim Hongjoong?

- Sim, sou eu por qu...

Abracei ele, essa seria a primeira coisa que eu faria se eu encontrasse ele, ele ficou meio confuso, mas me abraça.

- Eu conhecia a Yebin, ela era a garota que eu tava falando - ele olha surpreso, mim ajeito e continuo falando - Tivemos alguns desentendimentos no passado, não conseguimos pedir desculpas pessoalmente, ela me deixou algumas cartas também dizendo como se sentia sobre seu relacionamento com o Jiyong, também sobre você, ela te amava 

Ficamos conversando mais um pouco, ele era alguém bem intelectual, ele era alguém legal para conversar, enquanto conversamos, meus primos brincavam no playground, infelizmente ele tinha que ir embora, mas me deu seu número, logo os mais novos vieram, reclamar que estavam com fome, levei elas para lavar as mãos e então, fomos comer.


Notas Finais


a transmissão de hoje foi encerrada, até logo 🌱💖

~ Soo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...