História Stranger Things - O Retorno - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Chefe Jim Hopper, Dr. Martin Brenner, Dustin Henderson, Eleven (Onze), Jonathan Byers, Joyce Byers, Lucas Sinclair, Mike Wheeler, Nancy Wheeler, Steve Harrington, Will Byers
Tags Lumax, Mileven, Stranger Things
Visualizações 119
Palavras 819
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Surpresas


Fanfic / Fanfiction Stranger Things - O Retorno - Capítulo 5 - Surpresas

 Entramos dentro da casa até que a luz se acende revelando...

_SURPRESA!!! - Começo a rir da cara de Eleven de assustada e confusa, que depois vira um sorriso

Eleven: Você sabia ?

_Sim, você tinha que ver sua cara - Continuo rindo e ela cora

Hopper: Parabéns Jane - Os olhos de El estavam brilhando de felicidade

Eleven: Obrigada, pai

Hopper: Você merece - Ele sorri

Joyce: Vamos comemorar !!

_SIIIM!!! - Todos

(...)

_Acharam o Garoto?

_Não Senhor. Mas achamos outra coisa - Olho para ele esperando uma resposta - Achamos uma nova espécie

_E o que isso é?

_Não sabemos

_Tratem de descobrir! E procurem o garoto, precisamos dele para atrair a Eleven

_Entendido

_Andem logo! - Todos voltam ao seus lugares procurando em seus computadores

P.O.V Will

Todos pareciam muito felizes conversando, Max e Eleven estavam se dando bem, bom...por enquanto

Minha visão começa ficar embaraçada e de repente tudo fica preto e só consigo ouvir aquela voz, a maldita voz

"Não tem coragem de fazer o que eu falei?"

Não vou fazer nada que você disser

"Haha, você é muito tolo, você tem que mata-la"

Por que tenho que fazer isso?

"Vai ser melhor para todos, inclusive para você, Will"

"Will...WILL!" - Acordo assustado olhando em volta vendo que todos presentes me olhava assustados

Joyce: Will, o que aconteceu? Ta tudo bem?

_... - Fico parado olhando as pessoas presentes

Mike: Will? Está tudo bem com você? - Meu olhar vai até Eleven

_Eu...eu preciso ir ao banheiro - Levanto do chão sob olhar de todos. Fecho a porta em uma força imensa, eu mesmo fico assustado com minha ação - O-o que está acontecendo comigo? Isso não é nada bom, não quero deixar minha mãe preocupada... - Paro de falar quando me lembro daquela voz, o que ele falou, matar a Eleven... iria ser melhor para todos. E para mim

P.O.V Joyce

Fico esperando Will perto do banheiro que ele teria entrado, observo os adultos indo embora deixando Mike, Dustin, Lucas, Max, Eleven, Hopper, Nancy e Jonathan. A porta do banheiro se abre revelando Will com uma cara nada boa

Will: Mãe

_Sim querido? - Pego em sua mão que estava gelada

Will: Vamos para casa? - Ele me olha com cara de cansado

_Sim Will, mas a mamãe precisa ajudar arrumar a casa pro Hopper

Will: EU QUERO IR PARA CASA

_Querido...

Will: EU VOU SOZINHO

Mike: Will - Mike o segura antes do mesmo sair pela porta - Onde você vai

Will: ...

Joyce: Will, por que você ta assim? Conta para mim

Will: Não tenho nada para falar... - Ele tenta empurrar Mike que não deixa passar

Mike: Você não é assim Will, NÃO É

Will: Mike... Por favor

Mike: Will... O que está acontecendo com você?

Will: Eu não posso falar - Ele abaixa a cabeça - Só...me deixa ir...

Eleven: Will

P.O.V Will

Ao ouvir aquela voz não consegui controlar, peguei uma cadeira a jogando em Eleven que desvia e me olha assustada, vou até ela pegando-a pelo pescoço e lhe enforcando

Joyce: WILL! PARA! WILL

_WILL - Todos

Quebra de Tempo...

Hopper vai até o garoto o pegando por trás e prensando na parede

Will: ME SOLTA

Jonathan: Calma Will

Will: Eu to falando para me soltar - Will diz com um tom sério

Joyce: Querido... - Will olha para sua mãe que estava quase chorando

P.O.V Will

PARA DE ME CONTROLAR

"Eu falei que se você não fizesse, eu faria"

Seu filho da puta

Ao falar isso tudo fica preto e não vejo mais a cena de todos tentando parar meu corpo que estava sendo controlado pelo Monstro das Sombras

Acordo vendo que meu corpo estava preso com correntes em uma cadeira qualquer de madeira. Mike olhava para seus pé encostado ao lado de Eleven. Dustin, Lucas e Max estavam dormindo, Hopper estava pensativo, Jonathan acalmava Minha mãe. Até que Mike me olha e avisa o resto fazendo todos me olharem preocupados

Joyce me olha e vem até mim

Eu não vou deixar ele me controlar de novo *penso*

Uma semana se passou e aquela voz não me pertubava mais, mas eu ainda sentia aquilo. Meus amigos conversavam de longe, olho para o lado e o garoto da loja estava lá, procurando por algo

Chego perto dele sem querer assusta-lo mas acaba por ele se assustando

_Tudo bem, não vou fazer nada. O que faz aqui?

...: Estou procurando pela minha irmã

 _Como ela se chama - Ele fica quieto olhando para meus pés - Se você falar, talvez eu possa te ajudar, e você, como você se chama? - Olho para seu braço e estava lá um número igual o da 011

Eu não vou viver de acordo com suas regras, esses são os sons do submundo Eu chamo para o justo Os gritos dos oprimidos Uma ameaça para o seu mundo perfeito O inimigo da humanidade


Notas Finais


Desculpem pelo capítulo pequeno, não sabia como escrever o final
Que espécie acharam?
Que número vocês acham que o garoto é? E qual seu poder?
E quem será sua irmã?

Vários kissus de morango <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...