História Stranger Things - Stay Together - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Chefe Jim Hopper, Dr. Martin Brenner, Dustin Henderson, Eleven (Onze), Jonathan Byers, Joyce Byers, Karen Wheeler, Lucas Sinclair, Mike Wheeler, Nancy Wheeler, Personagens Originais, Steve Harrington, Will Byers
Tags Stranger Things
Visualizações 197
Palavras 1.353
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 27 - As Larvas


Jim Hopper voltou para a delegacia e se surpreendeu com o pandemônio que estava lá dentro. Os oficias de polícia corriam para lá e para cá para anotar as mesmas ocorrências. A água está suja e está fazendo mal as pessoas que a tomam.

- Xerife, o hospital ligou para cá. - Disse o oficial Powell. - Disseram que já são mais de cinquenta pessoas afetadas pela água.
- Hopper, Herma Boulevard da rua Flint disse que o marido está louco, isso aconteceu depois de ela tomar essa água suja, Ela o trancou no quarto e ela está lá gritando e batendo na porta feito um louco. - Disse Marta, a secretaria.
- O que vamos fazer? - Perguntou Powell.
- Vamos emitir um comunicado geral, mande que ninguém beba água ou tome banho ou sei lá o que. Emita esse comunicado pelos alto falantes.
- Sim senhor.

     O que diabos está acontecendo? Senhoras e Senhores, Hawkins estava vivendo um pesadelo. Mas agora um pesadelo generalizado, onde todos estavam sendo afetados. Em toda Hawkins, pode-se ouvir a voz de Powell emitindo o comunicado.

  "Atenção moradores de Hawkins, foi decidido pelas forças policias que nenhum morador deve fazer uso da água para consumo, nem para banho ou qualquer atividade, por favor se dirijam educadamente para os mercados mais próximos ou aonde desejarem e comprem água para sua abastança, assim nós agradecemos sua compreensão e estamos resolvendo o problema o mais rápido possível".

    Todos, exatamente todos em Hawkins ouviram o alerta. Até mesmo Mike e Will lá do casebre de Hopper ouviram o comunicado.

- Tem alguma coisa acontecendo, Will. - Disse Mike. - E não é coisa boa.
- Eu sinto como se Hawkins fosse ser engolida a qualquer momento.
- Eu também.
- O que foi esse som? - Perguntou Cinco voltando da margem do rio lá atrás juntamente com Harold.
- Foi um comunicado, vindo da polícia de Hawkins.
- E essa Agora? - Resmungou Harold com um palito na boca.
- Parece que não poderemos usar a água dos encanamentos por um tempo. - Disse Mike.
- O que será que há de errado? - Perguntou Cinco.
- Só o Hopper deve saber. - Disse Will.

     Dustin procurava por pudim na geladeira. Vasculhava entre as panelas e embalagens de coisas que sua mãe comprava mensal e semanalmente. Dustin ficou frustrado ao não encontrar o pudim de chocolate, ele se voltou para trás e vendo sua mãe lá fora disse:

- MÃEEEEE!!! CADÊ O PUDIM DE CHOCOLATE?

   Sua mãe ouvindo sua voz voltou para dentro de sua casa, ela apanhou as chaves do seu carro rapidamente e disse:

- Dustin, Eu vou ao mercado comprar água, parece que não poderemos usar a água encanada.
- Porque?
- Está contaminada com sei lá o que, vou ao mercado comprar água para nós.
- Não se esqueça de comprar o meu pudim.
- Tudo bem,meu pudimzinho.
- MÃE. -  Dustin abre os braços. - Já falei pra parar de me chamar assim.
- Não dá, você é tão fofinho. - Ela aperta as bochechas de Dustin.
- Vai logo pra o supermercado. - Disse Dustin quase expulsando sua mãe que saiu rindo.
- Tchau meu pudimzinho.

    Dustin não lhe deu atenção e ela saiu.

- Droga, sem pudim e sem água. - Dustin resmungou caminhando para o seu quarto.
 
     Dustin parou no meio do caminho e uma expressão de "uma grande ideia chegou a minha mente" surgiu em sua face.

- Água, água, água, água. - Cantarolou Dustin apanhando um copo de vidro no armário e enchendo de água verde da torneira.

    Dustin cuidadosamente carregou o copo até o seu quarto e o depositou sobre o criado-mudo, ele foi até o seu armário e jogando as roupas para trás retirou uma caixa grande com a foto de um microscópio estampido. O nome? "Kit Jovem cientista" Vindo com um microscópio, um jogo de lâminas e laminulas, pipeta e luvas, além de coisas para observar como cortes histológicos ou células mortas.

    Dustin colocou seu par de luvas para sua proteção, pôs o microscópio sobre a bancada a frente, apanhou a pipeta e depois a colocou dentro do copo apanhado microlitros da água suja e a depositando sobre a lâmina. Dustin era extremamente cuidadoso com as amostras.

- Que bom que a mamãe me deu esse Kit.

    Dustin colocou a lâmina sobre a plataforma do microscópio e ativou a objetiva de menor alcance a focando primeiro.

   Dustin ao observar pelas lentes, viu pequenos seres como larvas verdes se movimentando devagar pela lâmina.

- O que são essas coisas?

   Dustin muda a objetiva para a de maior alcance e obtém mais detalhes das pequenas criaturas que o lembraram...

- Dart?

    Era isso, a água estava contaminada com centenas ou milhões de larvas de Democães ou Democegos ou Demogorgons. E para piorar, eles se multiplicavam por fissão binária, criando cópias de si mesmos. Em outro local , Scott Clark tinha resultados ainda mais precisos, resultados que ele anotava para levar até Jim Hopper posteriormente.

    Primeiramente, Scott Clark apanhou uma cultura de células que ele tinha no porão - Scott Clark era esquisitão. Depois ele apanhou a água contaminada ao qual já havia analisado e a depositou sobre a cultura de células para análise. Scott Clark se espantou com os resultados tão rápidos.

    As larvas invadiram as células, porém não as lisaram, eles contaminaram as células com um tipo de secreção e depois começaram a crescer lentamente.

- Isso é... Eu preciso ligar para Jim Hopper. - Disse Clark saindo do porão e subindo as escadas deixando a amostra ali mesmo no microscópio.



     Alguns gemidos, movimentos de dedos e ela abriu os olhos, Onze acordou. Ela se sentia atordoada como se houvesse acordado de uma febre profunda que a fez desmaiar. Por incrível que pareça, Quatro também acordou e estava sentado no sofá da frente com a mão sobre a testa. Onze reconheceu aquele lugar, era a cabana onde ela e Hopper viviam.
  
    Ela respirou um pouco e seu tórax doeu um pouco, além de sua cabeça latejar um pouco. Ela se levantou apoiando as mãos na parede, sentiu suas pernas tremerem na base, e suas mãos doerem.
   Mike. Ela viu Mike Wheeler lá fora e sentiu sua força retornando um pouco. Um pouco até ela chegar na porta e Mike a avistar.

- Onze! - Mike correu para encontrar ela.
- Mike. - Onze sentiu uma forte emoção ao vê-lo.

    Mike a abraçou com força demonstrando toda a sua felicidade em vê-la ali acordada.

- Eu... Eu achei que tinha te perdido. - Disse Mike.
- Você nunca vai me perder.
- E eu não quero. - Mike olha em seus olhos um pouco cansados e depois a abraça novamente.

     Mas Cinco sabia que algo estava mudando vagarosamente dentro de Onze, Ela sentia uma força maléfica crescendo dentro de Onze, algo que nem mesmo ela poderia impedir. Como então Cinco salvaria Onze? Haveria salvação para ela? No Que ela iria se transformar?

    Jim Hopper ouvia com atenção o que Scott Clark dizia. Em geral coisas que Hopper não entendia por completo como "Eles usam os humanos como hospedeiros principais" e "Acabamos de descobrir um novo parasita que se desenvolve em humanos" e por último, Mas mais preocupante "Se isso está de fato na água, então creio que Hawkins esteja em sérios apuros".

- Obrigado professor.
- Eu continuarei fazendo alguns estudos, se surgirem novos resultados, Eu te ligo.
- Ótimo, ótimo. - Hopper desligou. Ele passou a mão no rosto, suspirou e se encostou na cadeira.

   Hopper apanhou novamente os documentos que falavam sobre as cobaias, ele foi até a última página onde encontrou aquelas mesmas coordenadas que davam em Rushville. Por um instante, Hopper se perguntou o que tinha de tão importante em Rushville. Mas foi interrompido por Marta que adentrou ao seu escritório, em sua face enrugada uma expressão assustada.

- O que houve? - Hopper se levanta.
- Recebemos uma ligação do hospital.
- O que tem de errado?
- As pessoas que beberam a água encanada... Elas ficaram loucas e estão atacando os outros.

    Agora sim Jim Hopper sabia que Hawkins estava em sérios problemas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...