1. Spirit Fanfics >
  2. Stranger Things 4: New life,same problems >
  3. Brothers and Sisters

História Stranger Things 4: New life,same problems - Capítulo 48


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente!!!
Desculpem mesmo por ter sumido.
Meu avô foi internado e nós tivemos que sair correndo pra cidade dele e por causa de toda essa confusão do corona vírus meus professores começaram a passar vários exercícios e fazerem lives com matérias novas(resumindo...Foi uma confusão daquelas,e eu não consegui escrever direito)
Mas agora as coisas se acalmaram um pouco e eu consegui escrever esse cap.
Então aqui está ele!
Espero muito que vocês gostem.
Boa leitura
<3

Capítulo 48 - Brothers and Sisters


Fanfic / Fanfiction Stranger Things 4: New life,same problems - Capítulo 48 - Brothers and Sisters

Will on

Estava sentado na cama da Jane,no quarto que ela e a Cam estavam dividindo e fiquei lá um tempão(já com as roupas secas)esperando as duas voltarem.

Quando elas entraram no quarto,senti a preocupação que eu estava sentindo,me atingir com ainda mais força.

Apesar de parecer mais...Limpa,a Jan ainda estava parecendo extremamente abalada e até mesmo perturbada por alguma coisa.

Ela se aproximou devagar da cama e se deitou imediatamente largando todo seu peso no colchão macio.

-Você nos quer aqui ou...?-Perguntei esperando que ela respondesse

-Muito obrigada por ficarem do meu lado...Mas acho que agora eu só quero dormir!

Eu sabia que ela estava mentindo descaradamente para nós dois(e provavelmente a Cam sabia também),mas se ela não nos queria lá naquele momento...Era compreensível.

-Vamos estar lá na sala okay!?

Ela deu um mini sorriso,concordou com a cabeça e dei um beijinho na testa dela.

-Amo você!-Disse ela enquanto eu me afastava

-Também te amo!

Peguei a mão da Cam e saímos do quarto escuro devagar fechando a porta delicadamente ao sairmos.

-¿Crees que ella estará bien? (Você acha que ela vai ficar bem?)-Perguntou a Cam enquanto me abraçava pela cintura com força e colocava o rosto no meu peito

-Espero que si!(espero que sim!)-Respondi instantaneamente sem nem me tocar de que ela tinha falado em espanhol(habito freqüente da Cam..Quando ela está nervosa)

-Bebé, no quiero dejarla aquí en este estado(Amor,não quero deixar ela aqui nesse estado)

Quando ela disse isso,demorei alguns instantes para entender o que ela queria dizer,e pela nonagésima vez no dia...Fui atingido por um sentimento ruim.

Suspirei bem fundo ao me lembrar disso e como se estivesse lendo a minha mente ela acrescentou:

-No sé cómo puedo irme con todo lo que está pasando aquí.( Não sei como eu posso simplesmente ir embora com tudo o que está acontecendo aqui.)

-No pude disculparme adecuadamente contigo...(Eu não cheguei a me desculpar corretamente de você...)

-Se desculpar pelo que?-Questionou ela voltando a falar a nossa língua

-Por jogar você no meio dessa confusão!Eu realmente esperava que essas férias fossem ser tranqüilas...E que você não fosse correr nenhum perigo...E infelizmente parece que eu só te joguei de situação perigosa para situação perigosa...

Comecei a sentir meus olhos ficarem úmidos e ela colocou a mão quente no meu rosto e me deu “aquele” sorriso.

-Will...Essa é a sua vida...E por mais louca e estranha que ela seja...Eu fico muito feliz de fazer parte dela...

Não pude deixar uma risada não escapar e ela fez o mesmo.

-Além do mais...Isso foi definitivamente uma experiência indescritível...Se eu não tivesse vindo,provavelmente estaria só assistindo filmes com o Kyle durante todas as férias...E ouvindo ele resmungando sobre algum carinha gato que ele tá interessado.

Ficamos rindo enquanto nos sentamos no sofá e ficamos lá praticamente a noite toda,rindo,nos beijando algumas vezes e em alguns momentos apensa ficando lá,em um silencio confortável que não vinha acontecendo muito nos últimos dias.

Quando já deviam ser umas quatro da manha, caímos no sono no sofá mesmo.

Mas apesar de me sentir o mais confortável possível quando estou com ela,não pude deixar de pensar muito na El no andar de cima...E em quão confusa e abalada  ela devia estar...E em como eu passara o dia seguinte inteiro na cola dela,por que por mais que ela já tenha desabado...Não tenho certeza se essa será a última vez.

Mike on

O dia seguinte ao “ataque”,eu fui obrigado a passar inteiro na cama.

Não era como se eu estivesse com dor ou alguma coisa do tipo...Mas eu tinha uma mãe surtada e muito protetora.

Ela realmente não me deixou sair da cama e disse que se eu movesse mais do que um dedo,ela cancelaria o Natal (que seria aqui em casa)e isso era algo que eu não podia deixar acontecer.

Um pouco depois do almoço liguei para a casa do Steve(com uma ajudinha da Nancy,que estava distraindo a minha mãe)e só quando conversei com o Will me lembrei de algo.

Daqui a menos de duas horas a Cam estaria voltando para Lansing.

Isso era tão estranho...

Um mês atrás eu nem imaginaria que o Will estava namorando...

E quando fiquei sabendo,entendi o por que de ele ter ficado tão chateado de todos estarmos namorando...Eu não queria correr o risco de perder o meu melhor amigo para uma garota que eu nem conhecia...

E hoje...Cá estou eu...Chateado por que ela já está indo embora.

A Cam definitivamente é a única pessoa que eu confiaria para ficar com o Will...

Ela é inteligente,divertida e tem um ótimo astral,que combina perfeitamente com o Will,além de ser uma das melhores amigas da El...

Me levantei da cama rapidamente e percebi que os pontos dados pela Vivian estavam tão bons que a ferida nem estava mais doendo(tanto).

Tirei a calça do pijama e a troquei por uma jeans escura e confortável.

Como costumo dormir sem camisa,e nessa noite não foi diferente fui até a porta e senti o vento frio do corredor me atingir com tudo,e não pude deixar de tremer, e gritei o único nome que podia me ajudar naquele momento.

Nancy on

-NANCEEEEEEEEEEEEEE-Ouvi a voz do Mike gritar do quarto dele(coisa que ele vinha fazendo a manhã toda só para me atazanar.)

Como a mamãe surtou por ele ter se machucado caindo de bicicleta ou algo do tipo,ela me pediu pra cuidar do Mike enquanto ia ao supermercado,levava a Holly para a casa de uma amiginha e passava no salão.

E como Michael Theodore Wheeler é uma criatura composta 50% de maldade e 50% de amor a Jane Hopper,é obvia que ele ficou me chamando várias vezes apenas para me avacalhar.

“Nancy,eu estou com cede...Pode pegar uma água pra mim?”

“Acho que agora eu estou com fome...Pode me trazer uma fruta?”

“Está muito frio...Pode fechar a janela?”

E tudo isso com a coberta o cobrindo até o pescoço e um sorriso debochado nos lábios.

Se eu pudesse,com certeza deixaria ele lá gritando para as paredes e aproveitaria meu dia de folga da semana de natal e iria encontrar o Jonathan...

Mas para a minha infelicidade ele tinha saído para tirar fotos e ajudar o Will com algo mais tarde.

Aparentemente o chefe dele ficou sabendo que ele estava na cidade conspiratória de Hawkins.

“Russos no shopping,vazamentos suspeitos de laboratórios e essas coisas”

E pediu para que ele escrevesse um artigo sobre os lugares turísticos da cidade e tirasse fotos para o artigo...E como um artigo sobre a cidade conspiratória direto da cidade conspiratória,era uma coisa difícil de se ter acesso...O pagamento seria muito bom...E isso era algo que o Jon nunca iria recusar...Ainda mais sendo que Hawkins é sua cidade...Ele morando nela ou não.

Me levantei da cama e segui pelo corredor.

-O que foi agora Mike...

Antes que eu pudesse terminar a pergunta,notei que ele estava de pé,sem camisa(inclusive...desde quando o meu irmão deixou de ser uma tripa e passou a ser uma pessoa magra normal?) e com um tipo de curativo de gaze bem grande no ombro.

-O que diabos é isso?-Perguntei chocada

-Meu ombro!-Disse ele ironicamente

-Você sabe muito bem o que eu quis dizer!Foi por isso que a mamãe surtou...Eu tinha achado que eram apenas alguns arranhões

Ele meio que deu de ombros(já que usou apenas o ombro que não estava machucado) e começou a colocar um suéter que eu já o vi usando diversas vezes.

-O que causou isso?

-Eu caí de bicicleta?

-Isso foi uma pergunta?

-An...

Ele pareceu pensar em uma fuga,mas,por mais que ele negue...Eu conheço muito bem o meu irmãozinho.

-Mike...O que aconteceu com o seu ombro?

-É uma longa história...Te explico no carro!

Demorei alguns instantes para assimilar as palavras

-Que carro Mike?A mamãe me mata se eu te levar para algum lugar!

-Nancy...A Cam está indo embora hoje...E além de me despedir dela...Eu preciso muito checar a El.

-Por que você checaria ela?-Questionei já com medo da resposta...Que com certeza mudaria o rumo da minha semana

Ele inclinou a cabeça e imediatamente soube que boa coisa não era.

-Já contei que as vezes eu tenho raiva de você ser meu irmão!?

-Todos os dias da minha existência!-Disse rindo

-Então está dito mais uma vez!


Notas Finais


Espero que vocês tenham gostado!
Deixem as suas opiniões aqui em baixo.
...
Ainda não tenho certeza de quando vai sair o próximo cap(em breve eu espero),mas podem ter certeza que eu não tenho nenhum interesse em parar com a fic.
Então...
Até o próximo cap,
Beijos Strangers
<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...