1. Spirit Fanfics >
  2. Stranger Things -Vkook- Coisas Estranhas >
  3. Episódio 6 : Fogo

História Stranger Things -Vkook- Coisas Estranhas - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Estou muito elétrica com essa fic então vou postar episódios freguentes aqui bom por em quanto sim

Boa leitura

Capítulo 7 - Episódio 6 : Fogo




Eu paralisei, levar o Jeon lá era arriscado demais, não queria que nada de ruim acontece-se com o mesmo, Jeon era uma pessoa legal mais as vezes ele gostava de se arriscar demais e as vezes eu ficava com medo de tanta coragem que esse rapaz tinha. Olhei o Jeon tenso e ele pareceu entender meu olhar pois logo ele largou minha mão na maca e se sentou na poltrona deixando minha blusa de frio em suas pernas

-Não é que eu não quero te levar lá Jeon mais... -Interrompido

-Não precisa me chamar assim -Sorrio terno,ele não parecia estar com raiva de mim, ele apenas tinha ficado pensativo por alguns segundos

-Jung Kook -Olhei para o mesmo meio acanhado em o chamar assim e ele apenas sorriu e afirmou com seu costumeiro sorriso de lado- você é um cara daora e não quero que nada de ruim aconteça com você, Entende?

Jung Kook afirmou logo se levantando novamente, ele colocou minha blusa nos ombros e logo veio até mim, colocou dois dedos em meu pescoço e depois no pulso e olhou a máquina cardiaca, o olhei confuso fazer tudo aquilo meio que, aleatoriamente. Quando Jung Kook finalmente parou de andar ele me olhou de canto e sorriu, um sorriso que aqueceu meu coração é aquele sorriso que eu queria ver todos os dias, queria poder acordar e ver essa obra prima todos os dias do meu lado me dando um belo de um bom dia

Sorri sem perceber ainda olhando Jung Kook, vendo o mesmo sorrir ainda mais depois que ele deduziu que eu estava pesando nele

-Estava pensando em mim? -Falou rindo e cruzando os braços na altura do peito, eu ri de sua atitude- agora eu quero saber Oque você estava pensando 

-Eu não estava pensando em você seu idiota -Empurrei seu peito de leve, eu e Jung Kook nos conhecemos por pouco tempo mais sentia que, nos já se conhecíamos a anos- Eu....estava apenas pensando na possibilidade de tudo isso dar certo

-Oque dar certo? -Perguntou curioso e sorrindo que nem bobo

- Em você conseguir me ajudar

Jung Kook sorriu acanhado e logo deixou minha blusa de frio em cima da maca e andou em minha direção, uma de suas mãos foi em direção a maçã de meu rosto, acariciando meu rosto com tanto cuidado que por um momento achei que eu fosse de mármore e que eu iria me quebrar a qualquer, com qualquer movimento brusco da parte de ambos

-Tudo que eu quero é tentar te ajudar Taehyung -Sorriu, vendo o mesmo suspirar tirando minha franja de meus olhos, vi quando o olhar de Jung Kook pesou e ele pareceu ficar triste- você me lembra meu amigo, eu sabia que ele estava passando por um momento delicado e tudo que eu queria era tentar ajudá-lo foi terrível, cada esperiência que eu passei, tudo que eu vive, isso nunca tinha acontecido comigo...-Jeon falou ainda olhando para o nada, vendo algo que eu não conseguia enxergar, logo um sorriso brotou em seu rosto - se não fosse por ele acho que você não estaria aqui agora conversando comigo né?

Olhei atentamente os olhos de Jung Kook se fixarem em, ficamos assim por na média 20 segundos se encarando ser dizer uma se quer palavra. Jung Kook então pigarrou se afastando da maca e logo olhou o relógio no pulso tirando seu palito e logo olhou de relance para  a máquina cardiaca e logo deu a volta na maca deixando seu palito agora dobrado em cima da maca

-Vamos fazer assim -Falou segurando a área da agulha e a tirando fiz uma leve expressão de dor assim como fiz também quando Jung Kook retirou a agulha do soro e colocou um papelzinho para entancar o fio de sangue que saia pelo buraquinho da agulha- Eu te levo pra casa, e eu entro com você, se o ambiente não tiver muito bom você dorme na minha casa ou ligamos para seu amigo, combinado? 

-Você não vai desistir desse assunto não é? -Ele negou desligando a máquina cardíaca e me olhando- Tudo bem, combinado

-Se sente melhor? -Falou me ajudando a me levantar da maca- se quiser podemos parar com essa ideia maluca

-Não se preocupe, além de eu concordar com você que isso realmente é uma ideia maluca eu quero continuar, quero acabar logo com isso

-Vejo que está confiante, Kim -Sua voz soou completamente sexy me dando vários arrepios- espero ser bem vindo em sua casa 

-Eles vão gostar de Você -Falei rindo

-Você fala com tanta calma

-Por que eu já sou acostumado a tudo isso, vivo com eles 24 horas por dia...se não fosse por você eu estaria morto agora

-Então eu te salvei não é? -Falou segurando meu pulso assim que eu ia sair do quarto depois de ter colocado minha blusa de frio...-Hum?

-Você fez mais que isso -Jung Kook sorriu em curiosidade- Você mudou minha vida...


.....


-Bom, é aqui que você mora? - Falou parando o carro do outro lado da rua olhando do retrovisor fechado, meu apartamento, olhei também para meu quarto que dava a visão da rua e vi que a luz do meu quarto acendia e apagava sozinha

-Eles já estao lá -Bufei me indireitando no carro, não queria subir lá de novo e colocar a vida do Jeon em risco

-Hey Oque foi? -Falou pousando sua mão em minha coxa sem malícia alguma

-Estou com medo de algo de muito ruim acontecer com você, droga por que eu não desiste dessa ideia maluca antes?

Tapei meus olhos com as mãos ouvindo Jung Kook respirar fundo e logo senti minha mãos sendo retirar vagarosamente da frente do meu rosto, Jung Kook estava tão perto, conseguia ver cada detalhe seu, conseguia ver mesmo no escuro uma pinta sua que me chamou muita atenção, e ela se localizava debaixo de seus lábios. Jung Kook sorriu convencido

-Gosta do que ve? -Revirei os olhos vendo Jung Kook

-Na verdade... não seu idiota 

-Devia parar de me xingar -Falou fingindo-se de irritado

-Devia parar de ser convencido -falei saindo do carro e deixando um Jeon todo confuso para trás, me abaixei no vidro olhando o mesmo - estou pensando na possibilidade de você ter desistido de ir ver as sombras

-Nunca...estava apenas...-Se embolou todo em falar - a esqueça, Vamos entrar logo

Quando paramos no porteiro para pegar minha a chave do meu quarto senti algo me abraçar forte e eu me assustei rapidamente com o ato repentino de Minho

-Minho tudo bem, oque houve? -Falei segurando levemente sua cintura tentando o afastar de mim para eu conseguir enxergar seu rosto

-E-eles...e-eles  me a-atacaram -Falou tremulo- q-quando você saiu

-Meu Deus...eles te machucaram? -perfuntei me afastando rapidamente de Minho querendo ver aonde o mesmo estava machucado

-Aqui -Minho abaixou um pouco a gola de seu uniforme e me assustei com tamanho era os vergões de dedos que tinha pela pele branca do rapaz, Jung Kook se aproximou também querendo ver Oque a coisa fez com o mesmo- doeu, eles tentaram...m-me matar

-Ligou para o Jimin? -Afirmou- e cade ele?

-Ele subiu faiz tempo para seu quarto dizendo que iria acabar com tudo isso eu não entendi na hora mais eu torci para você aparecer logo e...- Interrompido

Minho foi interrompido por um barulho alto vindo de meu quarto olhamos para cima vendo alguns vidros se quebrar e de lá começou a sair fogo... "não, não o Jimin não" pensei começando a correr

-Taehyung Oque vai fazer? -Falou correndo atrás de mim

-Vou salvar meu amigo...


Notas Finais


Espero que tenham gostado beijos até a próxima meu lindos

S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...