1. Spirit Fanfics >
  2. Strawberry - Taekook >
  3. Lábios de morango

História Strawberry - Taekook - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oii Mochiis, tudo pão?

Hoje estou com minha primeira fic (one) de Taekook, se ficar bem merda me desculpem, eu me esforço e vou melhorar. É apenas o começo kkkkkkkkkkk

A capa foi feita pela @Myungkz
E o Plot de GOTHRENJUN (Wuji) no Wattpad!!!

Capítulo 1 - Lábios de morango


Fanfic / Fanfiction Strawberry - Taekook - Capítulo 1 - Lábios de morango

"Seus lábios como o brilho

Seus lábios como o mar

É mais bonito que qualquer estrela para mim

O sentimento que leva a você

LIPS - Artinb"

(Jungkook P.O.V.S)

Oh seus lábios, sim, são a perfeição. Apenas de os olhar me dá uma vontade louca de os tomar somente para mim, mas uma coisa me impede disso.

Kim Taehyung é meu namorado a dois meses, durante todo esse tempo só tivemos um beijo não oficial. Realmente acho Kim muito atraente, tudo nele é perfeito, da ponta dos pés a cada fio de cabelo. Principalmente seus lábios, são tão delicados e rosadinhos.

Apenas ao citar meu nome é uma das melhores e mais satisfatórias coisas que eu posso ver, meu nome chega a parecer mais belo ao sair de seus lábios. Posso parecer um completo idiota, um idiota por Taehyung, mas sei que Kim Taehyung é capaz de ativar todos os meus sentidos.

Nessa manhã me levantei um pouco atrasado para o nosso encontro aleatório a uma cafeteria perto. É inverno aqui em Busan, as ruas cobertas de neve, mas nada que possa nos impedir de sair de casa. É uma ótima época, na verdade a minha favorita do ano. Além de termos a oportunidade de usar roupas melhores e mais bonitas, as comidas que consumimos durante o verão são totalmente diferente, tomar um chocolate quente com gosto e se sentir quentinho não tem preço.

Me levantei da minha cama de casal e arregalei os olhos pulando de volta a cama ao sentir meus pés entrarem em contato com o piso gelado, tão frio que meus pés arderam e agora se encontram avermelhados. Dessa vez tomei o cuidado e atenção de calçar minhas pantufas de coelho.

Arrumei minha cama e comecei a pensar melhor sobre o frio ser a melhor época do ano, usamos apenas cobertores pesados e para arrumar dói bastando o braço.

— Meus braços doem...— resmunguei baixo para mim mesmo, não como se eu tivesse uma opção de falar para ou com alguém, estou sozinho nesse apartamento.

Ao terminar de arrumar a cama fui para o meu banheiro. Me olhei no espelho por um bom tempo, minhas bochechas coradas sem nenhum motivo, minhas orelhas também estavam. Estou com uma aparência horrível, sem contar meu cabelo que parece um ninho. Gosto de demorar bastante no banho, principalmente no frio, dá até medo de sair e sentir frio.

Hoje tomei um banho rápido, mas me lavei direitinho. Quero aparecer bem cheiroso para Taehyung. Saí do box e vesti o meu roupão imediatamente em uma tentativa de me esquentar mais.

Escovei os dentes e arrumei o meu cabelo, mas tendo uma grande dúvida em como eu deveria deixar. Quero aparecer bonito para Taehyung, o mesmo é lindo sem fazer esforço nenhum, já eu preciso de horas me arrumando.

Já a roupa eu  várias, uma calça preta, uma Timberland também preta, uma camisa, um moletom fino e branco e por fim um sobretudo que também era preto.

Olhei a hora em meu celular e vi que faltava pouco. Decidi sair cedo para não correr o risco de me atrasar e chegar atrasado, mas antes de sair parei de frente para o espelho e tirei uma foto e mandei para meu amigo, Jimin que logo respondeu.

"Humm vai ver o TaeTae, beije-o muito!"

Apenas ri de sua mensagem e não o respondi de volta, saí do apartamento e fiquei no elevador vazio preso em meus pensamentos.

Será que eu gosto apenas dos lábios de Taehyung? Ou isso é apenas um fetiche meu e eu só o descobri agora? Tenho várias teorias, e uma delas é que Kim Taehyung não saí de minha cabeça por nenhum segundo. Talvez eu esteja mesmo totalmente estregue a Taehyung, mas essa é uma qualidade minha, quando amo eu me entrego de corpo e alma.

Saí do elevador dando pulinhos de alegria, afinal vou ver Taehyung. Com dois meses de namoro e eu amo demais, isso me assusta, tenho medo de Taehyung achar que é cedo demais para dizer que o amo. Mas acho que meu maior medo é não ser recíproco, é entregar meu coração e receber um "Obrigado" de volta.

Ao sair do prédio sorri ao ver o tempo fechado e os flocos de neve caindo, eu gostaria de poder ter um floco de neve.

— Bom dia, Jeon! — Uma senhora me para na rua e me deseja um bom dia animada.

— bom dia senhora Wang — Respondi tão animado quanto a senhora que sorria pra mim.

— Tome essas flores meu jovem, vi que está feliz de longe. Me permite uma pedaço de sua felicidade? — perguntou me entregando três rosas.

— está muito linda hoje senhora Wang, não precisa de minha felicidade....basta encontrar a sua! — Beijei sua mão e continuei meu caminho bem pleno.

Cheguei a cafeteria e entrei no local. Por hoje ser um dia de inverno está tudo mais escuro e isso me agrada demais.

— Oi, Kook! — Taehyung aparece sorridente ao meu lado, seu lindo e único sorriso quadriculado me tirou o fôlego.

— O-Oi, Hyung...eu trouxe isso pra você! — Entreguei as flores como um idiota apaixonado.

— Obrigado, Kook! — se inclinou e beijou minha bochecha.

Taehyung já sabe que eu não gosto do sabor morango e sinto que isso o deixa triste, por não poder me beijar, mas eu poderia deixar essa frescura de lado e desfrutar desses doces lábios?

Nos sentamos em uma mesa perto da janela e Taehyung sorriu pra mim.

— Eu pedi uma coisa especial pra você...vai aprender a gostar de meus lábios e de seu sabor, vai mesmo perder meus deliciosos beijos e outras coisinhas também? — Sorriu malicioso.

— O que está aprontando, Tae? — O mesmo não respondeu, apenas continuou bebendo seu chá olhando para a janela e rua agora mais bonita e branquinha.

— O que está pensando? Está corado, pervertido! — disse alto atraindo olhares em volta.

Eu preciso de uma lixeira para enfiar minha cara, acho que vou enfiar a minha cara na neve. Estão todos olhando para nós dois como se fôssemos alienígenas invadindo o planeta. 

— Eu não pensei em nada, você que falou merda! — me defendi. Pego meu protetor labial.

Geralmente no frio as pessoas precisam usar protetores labiais e coisas do tipo, mas Taehyung não, seus lábios continuam rosadinhos e perfeitos.

— Eu queria poder beijar você...— Digo baixo. Pensei alto demais, um erro fatal. Me sinto envergonhado por te digo isso em voz alta.

— Então me beije! — me olhou esperançoso. O olhei assustado e envergonhado.

— Aah Hyung, sabe que algo me incomoda. Da última vez que comi um morango estava envenenado, depois disso não posso nem sentir o gosto do morango...— expliquei baixo.

— Aah, Jeon. Você é muito peculiar, mas se você não gosta de meus lábios outro cara pode gostar! — Disse olhando para os lados.

Prefiro nem responder essa alfinetada para não falar merda, logo a garçonete chegou e colocou várias coisas de frutas vermelhas, ou morango se preferir.

— eu não quero comer isso! — exclamei rápido.

— Não quer desfrutar de meus lábios? — Umideceu os lábios me encarando firme. — terá que aprender a gostar deles...

Taehyung é muito atiradinho e ousado, ele é louco para poder me beijar livremente. Mas não sabe que eu quero mais do que ele, mas morango....eu odeio morango!

— Okay, mas...aish, esquece! — peguei um morango e cheirei.

— tem que aprender a gostar, isso é algo tão bobo. — revirou os olhos impaciente —  Tenho uma forma melhor. Feche os olhos....

Com muita relutância fechei os olhos. Eu estava meio nervoso, com medo de Taehyung enfiar um morango na minha boca. Mas ao contrário disso senti lábios macios tocarem os meus.

— Isso vai te viciar! — disse baixo contra meus lábios, que ansiavam, desejavam intensamente seus lábios nos meus em um beijo.

Taehyung levou suas mãos a meu rosto o acariciando e eu a sua cintura. Logo, enfim cortamos os poucos centímetros entre nós dois, finalmente nos beijamos, eu esperei tanto por isso.

Taehyung é ablidoso e sabe o que faz, mas eu ainda me incomodo demais com o sabor que começava a sentir, o morango. Tentei me afastar, mas Taehyung não deixou e me puxou mais perto, aprofundando o beijo pedindo passagem. Eu logicamente cedi, o enfraquecido sabor do morango já não me incomodava mais, na verdade eu nem o sentia mais.

Taehyung findou o beijo com um selinho e me encarou sorrindo.

— Não foi ruim, foi? — sorriu fraco.

Isso pra mim não é o suficiente, sem me importar com o local ou as pessoas em volta tomei seus lábios para mim novamente. Taehyung acabou por sentar em meu colo e me abraçando, eu o beijava com tanta vontade que parecia que a qualquer momento poderíamos fazer atos impróprios na mesa, mas pra mim não passa de um desejo e uma vontade inocente.

Taehyung é o cara mais perfeito que já vi, mal sabe ele que só ele faz minha pupila dilatar. Meu coração está batendo forte e eu também posso sentir o de Taehyung também, é normal? Estamos tão conectados em um mundo só nosso que parece surreal.

Infelizmente nos separamos por falta de ar, Taehyung me olhou sorrindo e corado.

— Talvez seja cedo pra dizer, mas eu...amo muito você, você é a luz na minha escuridão e quero falar que eu fiz isso para você me beijar, por que por um beijo seu posso conquistar o céu...— Taehyung disse baixo e de repente começou a tocar Por Besarte, uma linda música que diz nossos sentimentos.

— Tae...fico feliz em saber que é recíproco. — o beijo novamente sem saber o que dizer ou como reagir. Eu não esperava por isso do nada. 

Sinto que estou verdadeiramente tocado, por Taehyung retribuir ao meu amor. E nesse mesmo momento descobri, que essa é a nossa música que Taehyung tem os lábios com sabor de morango mais perfeitos que já vi e provei. Agora como o mesmo disse, estou viciado em uma coisa chamada "Lábios de Kim Taehyung, seus lábios de Strawberry"

De volta a realidade, olho em volta e as pessoas nos encaravam espantadas, porém grande maioria sorria para nós dois.

— Não gosto de toda essa atenção...— Taehyung disse baixo enquanto olhava as pessoas.

— Foque apenas em mim...— Seguro seu queixo e o viro para mim sorrindo. — Sou mais bonito que todos, pode ficar me encarando a vontade!

— Okay...— Taehyung assim fez, mantendo seu olhar fixo em mim. Analisando cada detalhe de meu rosto, como se analisasse para não esquecer ou como se me julgasse.

— Era só brincadeira, Tae. Não precisa realmente me encarar...— desvio o olhar cortando o contato visual.

— Tudo bem, pode comer suas frutas...— saiu de meu colo se sentando em seu lugar novamente.

— Aah não, eu não vou comer morango. Odeio morango! — cruzei os braços como uma criança birrenta.

— Não era o que parecia a poucos minutos....— deixou a frase no ar. Pegou um morango e comeu com gosto, enquanto eu apenas olhava.

— Não pode usar isso contra mim, é golpe baixo. Mas em compensação eu amo o cheiro do morango, mas não gosto da fruta. — expliquei pegando o café e tomando.

— Okay, sem brigas. Mudamos de assunto então. — disse calmo e sorrindo como sempre — Acredita em almas gêmeas? O sentimento de entrar em outro mundo, um lugar especial.

Disse com brilho nos olhos, eu sorri sem bem perceber. Agora eu entendo o porquê de dizerem para namorar alguém que te faça sorri com apenas um sorriso.

— Eu realmente não sei, nunca pensei tanto nessas coisas, mas, sinto coisas diferentes com você. — digo focado na boca de Taehyung ficando cada vez mais vermelhinha e chamativa.

— O que tanto olha? — Umideceu os lábios.

— Nada... só queria entender uma coisa.

— Pode dizer, Kook. Se abra para seu Hyung! — disse inocente, mas ao ouvir o que ele mesmo disse olhou para mim com uma cara e confusa e engraçada, assim como eu. E começamos a rir da frase de duplo sentido.

— que eu odeio morango é um fato, mas você... não consigo odiar, é como se fosse a oitava maravilha do mundo. — Taehyung sorriu.

— Então eu não tenho lábios com sabor morango, e sim de strawberry! — Apenas mudou a palavra para o inglês e riu de seu próprio trocadilho.

— Acordamos melosos hoje...— Pensei alto de novo e Taehyung congelou me encarando com o morango pendurado na boca. Mas como sempre começamos a rir alto no meio da cafeteria.

— Tem razão, acho que é a época do ano. — Fiz uma cara curiosa e interessada no assunto. Afinal, o que o clima mudaria nisso? — Somos o Tae e o Kook, somos Taekook.

— Taekook é uma palavra fofa, mas você está fugindo do assunto! — Agora ficarei preso com essa palavra na cabeça, Taekook.....

— Você que não deixou eu terminar. Gostamos desse clima, e isso melhorou nosso humor. Realmente não sei explicar, estou falando merda, né? — Começou a rir e eu o acompanhei na risada, sem nem entender direito.

— Eu não entendi, mas vou fingir que sim!

E assim ficamos um bom tempo na cafeteria. Rindo de coisas bobas e conversando animados. 


***

Taehyung sabia que em três dias eu iria para Seul novamente, ficarei três meses lá para um casamento de parentes. E mais algumas semanas se o bebê de minha tia nascer. Nesses últimos dias ficamos juntos e obviamente nos beijamos bastante, apenas isso. Não tivemos tanto tempo para aproveitar a companhia um do outro. 

Taehyung infelizmente não poderia ir comigo até o aeroporto, fui sozinho, meus amigos também estariam ocupados. Entrei no meu avião e me sentei na janela ainda pensando em Taehyung, espero que fique bem.

— Com Licença, tem alguém sentado aqui? — me virei sorrindo apenas por educação.

— Não que eu saib...Tae? — perguntei surpreso vendo Taehyung ali sorrindo.

O moreno se sentou ao meu lado e me abraçou.

— Jimin me convenceu a comprar a passagem de última hora, troquei de lugar com uma senhora legal. — contou sua pequena aventura animado.

— Doidinho...— beijei sua testa. — te amo maluquinho.

— Bom me amar mesmo, eu realmente fiz uma loucura. Comprei a passagem quando saí do trabalho, me demiti!

— Está louco Taehyung? Se demitiu? — me assustei o olhando espantado, enquanto Taehyung apenas ria.

— Não bebê, meu chefe sabe. Ele me deu um tempinho de férias, mas a verdadeira loucura é que eu não trouxe nada...

— Tae, cadê a sua mala? — o mesmo riu sapeca negando.

— Eu só vim com a roupa do corpo! — escondeu o rosto na minha jaqueta rindo.

— Aí, Taehyung...— o abracei rindo. — o amor te deixou doido, e agora?

— Eu não sei...— riu mais alto e eu tive que rir junto, onde fui arrumar um namorado doido desses? Rimos juntos e nos beijamos. Agora amo sentir seus lábios com sabor de Strawberry, morango é para os fracos.




Notas Finais


Bom, pelo que eu saiba ninguém sabor na boca kkkkkkkkkkk a menos que coma alguma fruta ou use gloss, fora isso não sei kkkkkkkkk

Enfim, fue isso (coloquei em espanhol e nem sei se está certo, mas ok)

Eu não me agradei TANTO quanto eu esperava, mas eu me esforcei né kkkkkkkkkkk. Enfim...se gostou favorite e comente.

Música do começo: https://youtu.be/1SpzZQp8V_s

Música Por Besarte de Taekook: https://youtu.be/P2DydgjNqvU

💜💕💜💕💜💕💜💕💜💕💜💕💜💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...