1. Spirit Fanfics >
  2. Stray Kids >
  3. Seungmin

História Stray Kids - Capítulo 1


Escrita por: GuriA_FlopaDa

Notas do Autor


Eu gosto de fanfic de terror, e espero que gostem dessa fic 💕

Boa leitura~

Capítulo 1 - Seungmin


Fanfic / Fanfiction Stray Kids - Capítulo 1 - Seungmin



ㅡ Hyung? 


ㅡ Que foi?


ㅡ A mãe tá demorando demais, você não acha?- Seungmin disse meio preocupado-


ㅡ Ela disse que ia voltar só amanhã á tarde... Tá afim de sair com os meninos?


ㅡ Mas Changbin, devíamos ficar em casa.


ㅡ Se você não quiser ir, fica aqui então. Eu vou- O mais velho já pegou o celular mandando mensagem no grupo, perguntando se os outros queriam sair um pouco-


ㅡ Não... Eu vou- O castanho falou, não gostava de ficar sozinho em casa-


ㅡ Tá com medo de ficar sozinho?- Começou a rir do irmão-


ㅡ Changbin! Eu não tenho medo de ficar sozinho, só quero sair um pouco.


ㅡ Então você só vai por causa do Chan, né?- O Seo sorriu malicioso vendo o outro corar e tacar uma almofada em siㅡ Era brincadeira... Vamos, a gente vai se encontrar com eles naquele parque lá.


Seungmin assentiu e saiu de casa junto com seu meio irmão, já que era adotado.


O Kim e o Seo sempre brigavam por coisas bobas, mas Changbin se preocupava muito com o mais novo e estava disposto à cuidar dele e ser responsável quando preciso. Já Seungmin se estressava muito com o moreno, principalmente quando ele o zoava por ter medo de escuro e de ficar sozinho a noite, mas tirando isso, o Kim se magoava fácil e era bastante sentimental.



[...]




Todos já estavam no local onde decidiram se encontrar, Jisung tirava foto zoadas com sua câmera antiga, Jeongin brincava no balanço velho que fazia uns barulhos estranhos por estar enferrujado enquanto Seungmin o empurrava.


ㅡ Balança mais forte Seungmin, tá fraquinho!- O Yang disse fazendo bico com os lábios-


ㅡ Mas tem que ser assim mesmo, este parquinho está velho, se eu te empurrar mais forte o balanço vai quebrar e você vai cair.


ㅡ Balança mais alto! Se eu cair não vou me machucar, tem areia no chão- Acabou que Jeongin convenceu o castanho, que começou a empurrar mais altoㅡ Uhu!



ㅡ Ele ainda parece uma criança- Chan disse e sorriu, lembrando de quando os oito eram apenas crianças e o mais novo deles amava brincar no balanço-



ㅡ Você tá parecendo um velho- Hyunjin disse e mexeu no cabelo-



O Kim ria dos gritos do mais novo enquanto este era balançando, só que sentiu um arrepio após se sentir observado e não era um dos meninos que estavam ali, estava vindo de trás de si, perto de uma floresta. O castanho então, olhou rapidamente para trás e pensou ter visto algo lá longe na floresta, continuou olhando pra ver se era alguma coisa, estava ventando muito naquela parte, arregalou os olhos quando viu uma sombra negra sair de trás de uma árvore.

Se assustou com o barulho de algo caindo forte no chão, olhou denovo para frente e percebeu que o Yang tinha caído.


ㅡ J-jeongin?! Você tá bem?- Os outros meninos vieram correndo na direção do mais novo, e Chan se ajoelhou ao lado do garoto para ver se estava tudo bem-


ㅡ Tá sim Channie, a areia é fofinha é não me machucou- Sorriu e se levantou-


Seungmin olhou novamente para trás e viu que era na verdade a sombra de uma outra árvore. Suspirou e caminhou na direção dos outros.




[...]



Já era sete horas da noite, ainda estava um pouco claro mas nem tanto assim. Todos os garotos estavam correndo no meio da rua vazia, sem destino algum, apenas correndo por diversão.

Jisung gritava como um louco enquanto Felix ria dele, Chan estava bem na frente por ser o mais rápido, enquanto Minho apenas caminhava por estar cansado.


ㅡ Vamos parar um pouco! Por que estamos correndo mesmo?- O Lee mais velho disse ofegante, fazendo todos os garotos pararem, voltarem para trás e sentarem no meio fio com Minho-


ㅡ Sedentário.


ㅡ Piriguete.


ㅡ Vai tomar no cu- Hyunjin deu um soco no braço do mais velhoㅡ Piriguete é a puta que te comeu.


ㅡ Ué?


ㅡ Poxa, ninguém tem uma água aí não?- Seungmin disse ofeganteㅡ Minha garganta tá seca.


ㅡ Ah, eu trouxe um pouco- Chan pegou a pequena mochila ao seu lado, tirou de lá uma garrafa de plástico que tinha somente um pouco de água e deu para o Kim-


ㅡ Obrigado... Mas você não vai beber também?


ㅡ Não, você deve estar precisando mais, eu não me canso fácil- Sorriu e acariciou os fios castanhos do mais novo-


Seungmin corou e ficou encarando o Bang, até lembrar da água e começar a bebe-la.


ㅡ Uh... Eu também quero água- Felix disse e encostou a cabeça no ombro do Seoㅡ Vai me dar água também?


ㅡ Não tenho, e se eu tivesse iria tomar tudo.


ㅡ Credo Changbin, não ia me dar nem um pouco?- Levantou a cabeça e olhou pro menor-


ㅡ É brincadeira né Lix- Changbin abraçou o de sardas-


ㅡ Mas serião gente, eu tô com sede também- Jisung disseㅡ Eu até tava tentando acumular saliva na minha boca pra beber depois.


ㅡ Credo nojento! Eu também tava- O mais novo de todos disse e riu junto com o Han-


ㅡ Vamos procurar um lugar pra beber água, não tô afim de voltar pra casa só pra isso- O Hwang se levantou e limpou a roupa por ter sentado no chão-


ㅡ Ok... Mas daqui a pouco vamos voltar pra casa que está ficando tarde, e eu tenho que alimentar meus gatos- O Lee disse, se levantando também com os outros e começando a caminharㅡ Deve ter uma lojinha aqui perto.



Como não sabiam exatamente onde tinha alguma loja, foram para qualquer direção aleatória, e nem pensaram na possibilidade de que poderiam se perder por morar naquela cidade desde crianças. 

Agora onde estavam, parecia um pouco mais isolado, com poucas casas e uma floresta mais para frente, então Chan nota de longe um prédio que parecia ser um mercado, só estranhou o fato dele estar mais isolado, perto das árvores da floresta.



ㅡ Olhem aquilo, não é um mercado?


ㅡ Deve ser, vamos- Hyunjin disse e foi na frente, estava morrendo de sede e queria também comprar alguma besteira para comer. Ao chegarem mais perto, perceberam que parecia estar abandonado, e tinha um cheiro de mofoㅡ Credo! Quem vai entrar aí?



ㅡ  Se não tiver ninguém, vamos roubar a comida- Jisung disse-



ㅡ Hmm... Eu concordo, mas não deve ter nada, olhando bem isso nem parece um mercado- Changbin bufouㅡ Vamos ver outro lugar.



ㅡ Ah, vai que a gente acha alguma coisa legal, é um prédio abandonado! Eu nunca vi esse prédio por aqui- O de sardas disse e chegou perto da entradaㅡ Olhem isso- Chamou os amigos com a mão e se aproximou mais-



ㅡ Tá meio escuro- O Han pegou seu celular e ligou a lanternaㅡ Credo, vamo entra- Disse já adentrando o local e iluminando com seu celular-


ㅡ É seguro? Parece que vai desabar a qualquer momento- Jeongin se preocupou um poucoㅡ Aqui é assustador


Hyunjin ainda estava do lado de fora por não querer sujar sua roupa branca, e como Seungmin tinha medo, ficou ali agarrado no braço do Hwang.



ㅡ Entrem logo, Hyunjin é só uma roupa!


ㅡ Não é só uma roupa Minho, é minha blusa favorita- Colocou o cabelo pra trásㅡ É você Seungmin, por que tá agarrado no meu braço?


ㅡ Por nada... Estou te fazendo companhia, não vai querer ficar aqui fora sozinho né?- Riu nervoso-


ㅡ Deixem de frescura entrem logo- O Lee puxou eles para dentro, o que quase fez o Kim cair-



ㅡ Vamos tirar algumas fotos?- Han pegou sua câmera na mochila de Chan, sorrindoㅡ Sorri aí Hyunjin!


ㅡ Pera deixa eu fazer uma pose, eu tenho que ficar bonito- Chegou perto da parede iluminada com o flash do celular de Jisung, mostrou os dois dedos fazendo um V com a mão e o Han tira a fotoㅡ Pronto? Deixa eu ver


ㅡ Depois, não dá pra ver direito no escuro. Seungmin, deixa eu tirar uma foto sua?


ㅡ Ok... Que pose eu faço?- Viu um taco ali perto e o pegou, logo fez uma pose com ele e Jisung tirou a foto-


ㅡ Acho que ficou bom, mas essa câmera é velha deve ter ficado desfocado- Bufou-


Depois o Han foi tirar foto de todos, insistiu pra falar que era de recordação, também pediu para tirarem uma dele, ele não iria ficar de fora claro.


ㅡ Jisung, por que quer tirar mais fotos de mim?- Minho perguntou-


ㅡ Ah, eu gosto de fotografar pessoas ou coisas bonitas, e você é uma pessoa bonita- Sorriu meigo olhando para o mais velho-


ㅡ Sinto cheiro de gay- Felix disse levantando um dedoㅡ Na verdade acho que sempre senti, já que só tem viado nessa merda


ㅡ Eu sou hetero!- Seungmin disse-



ㅡ Não é não, a gente nota como você olha pro Chan e fica todo bixinha com ele- Changbin sorriu maliciosoㅡ Você não é hetero nem aqui nem no Brasil. Você gosta do Chan, não é Seungmin?



ㅡ Vai tomar no cu Changbin- O Kim corou e sentou num degrau da escada velha daquele prédio-


ㅡ Hm... O que vocês acham da gente brincar de verdade ou desafio?- Jeongin deu um sorriso malvado-


ㅡ Isso é coisa de criança, mas eu aceito- Felix deu de ombrosㅡ Deve ter uma garrafa por aqui- Arrancou o celular da mão de Jisung pra iluminar o local com o flashㅡ Eu disse, aqui a garrafa.


Todos concordaram em jogar, sentaram no chão sujo mesmo pouco se importando, exceto o Hwang que fez um drama mas acabou sentando no chão também.


ㅡ Minho, verdade ou desafio?- O Seo pergunta, e o mais velho escolhe desafioㅡ Eu te desafio a beber a água dessa garrafa, você tava com sede né?


ㅡ Credo Changbin! E o que eu vou ganhar com isso? Só dor de barriga


ㅡ Tu ganha um beijo do Jisung- O Han arregala os olhosㅡ Se não beber vai fazer minhas tarefas por 6 meses.


ㅡ Ah tá bom. Que nojo- Pegou a garrafa com que jogavam e abriu a tampa, aproximou ela do nariz e viu que não tinha cheiro de nada. Bebeu sem encostar a boca na garrafa, e se surpreendeu por não estar com um gosto estranhoㅡ Só estava um pouco quente.


ㅡ Ele bebeu, Jisung. Dá um beijo nele


ㅡ Eu nunca concordei com isso Changbin! E vai que a boca dele tá fedendo por causa dessa água suja- Fez careta-


ㅡ Não tá, não notei nada de estranho na água. Você não quer me beijar Hannie?- O Lee mais velho dali disse e o bochechudo corou. Sem demora, ele vai engatinhando até Minho e dá um selinho rápidoㅡ Obrigado. Agora... Verdade ou desafio, Hyunjin?


ㅡ Vou escolher verdade, porque do jeito que tu é vai me fazer comer terra.


ㅡ É verdade que você tem ciúmes do Seungmin com o Chan?- Todos ali ficaram em silêncio, e o Yang abaixou a cabeça-


ㅡ Ah, não. Por que eu teria?- O loiro mentiu e girou a garrafaㅡ Verdade ou desafio, Changbin?


ㅡ Verdade, não tô afim de sair do lugar.


ㅡ É verdade que naquele dia que a gente saiu... Você não estava bêbado?- Os outro meninos além de Changbin fizeram uma expressão confusa-


ㅡ Que dia que você saiu com o Hyunjin?- O australiano mais novo dali perguntou ao Seo-


ㅡ Um dia aí... Sim, eu não estava bêbado- Disse e o Hwang olhou pro ladoㅡ Verdade ou desafio, Seungmin?- Falou após girar a garrafa e parar no seu irmão-


ㅡ Desafio. QUER DIZER-


ㅡ Não vale mudar, você já falou desafio- O mais baixo sorriu maléficoㅡ Te desafio, a ir no andar de cima daqui, sozinho.


ㅡ Tá doido? Eu não vou lá!


ㅡ Vai sim, e se você não for, vai admitir que tem medo de escuro e que gosta do Chan!


Seungmin suspirou, depois de um tempo parado se levantou e puxou o celular da mão de Jisung pra iluminar o local onde iria



ㅡ Carai agora é só arrancar de mim mesmo, ninguém pede por favor- O Han cruzou os braços-



O Kim engoliu em seco antes de subir lentamente os degraus da escada empoeirada, levou um susto quando a madeira da escada estralou e Changbin riu de si. Tentou subir mais rápido apesar do medo que tinha, o flash do celular ia de um lado para o outro pelas mãos de Seungmin estarem tremendo.


Ali era mais assustador do que no andar de baixo, tinha um quadro totalmente destruído no chão, uma estante com brinquedos de coleção quebrados, cacos de vidro e uma grande janela quebrada.

Seungmin iluminou o local com o celular, se asusustou com um manequim que estava atrás da estante e derrubou o celular no chão, abaixando desesperadamente para pegá-lo de volta. O cheiro de mofo estava fazendo suas narinas arderem, então caminhou até a janela e pôs a cabeça pra fora.

Seus olhos pararam na enorme floresta que estava bem ali perto, e se sentiu observado novamente. A mesma sombra negra que achou ter visto de manhã, apareceu novamente atrás de algumas árvores.

Seungmin arregalou os olhos e prendeu a respiração, quando tomou coragem de se mexer e sair correndo dali, antes mesmo de poder mover um músculo alguém lhe empurra, o fazendo cair da janela e ir direto ao chão.



ㅡ Vocês ouviram isso?- Chan perguntouㅡ Seungmin já devia ter voltado, né?



ㅡ Hm... Seungmin?- Changbin se aproximou da escada e subiu alguns degrausㅡ Seungmin!- Vendo que não obteve respostas, subiu as escadas e viu que não tinha ninguém aliㅡ Seungmin?!


ㅡ O que aconteceu?- Os outros subiram também-


ㅡ O Seungmin não tá aqui!- O Seo começou a se preocupar e procurar por ali mesmo estando escuro. Acabou por pisar em alguma coisa, se abaixou pra ver e viu que era o celular do Han, só que quebradoㅡ Jisung... Seu celular tá quebrado



ㅡ Que?- Se aproximou do mais velho e pegou o celular da mão dele e viu que não ligava mais, também notando a tela quebradaㅡ Cadê o Seungmin?


ㅡ Seungmin! Aparece, não estamos brincando mais- Changbin ainda procurava ele-


ㅡ Ele também não está lá em baixo- Felix que tinha descido pra ver se ele estava lá ou do lado de fora, subiu denovo e avisou os garotos-



ㅡ Tá meio escuro, não vamos achar ele assim- O mais velho dali disse, e todos concordaram e saíram do prédio, e foi aí que perceberam que já estava muito tardeㅡ Aqui é escuro, não tem postes de luz para iluminar a rua. Procurem em conjunto e tentem não se perderem.





[...]




ㅡ Você gosta do Seungmin, né?- O Hwang perguntou á Chan, que estava consigo procurando o Kim-


ㅡ Por que essa pergunta do nada? O mais importante é achar o Seung. Mas... Se ele quisesse ficar comigo eu aceitaria


ㅡ Hm...- Hyunjin fechou a cara e olhou pro lado, mas não se importou tanto, afinal, como o Bang disse: O mais importante é achar Seungmin-



Por outro lado, Changbin estava tão preocupado que quase não conseguia falar nada, só procurava pelo irmão. Estava até ficando paranóico pensando que alguém poderia ter lhe sequestrado, mas o Han que estava junto do Seo, o acalmava e dizia que encontrariam ele.



Após nenhum sucesso, todos se encontraram novamente no mesmo prédio



ㅡ Algum sinal dele?- Jeongin perguntou, e quando recebeu um não abaixou a cabeça se entristecendo-


ㅡ Sabe... Isso é tudo sua culpa Changbin- Chan disse, se aproximando do Seoㅡ Você que  desafiou a fazer aquilo.



ㅡ Eu não tenho culpa, como eu ia saber que isso ia acontecer porra?! O Jeongin que deu a ideia de jogarmos verdade ou desafio.


ㅡ Não mete o Jeongin nisso, Seo! Ele não tinha culpa de nada- Hyunjin se intrometeu-


ㅡ Pois é, se a culpa não é dele, a culpa é sua. Você que sugeriu para virmos nesse prédio.


ㅡ Mas foi o seu "namorado" que quis entrar, é namorado mesmo ou vocês só fingem? Porque quando a gente saiu Changbin, eu vi você beijando outro cara, e você disse que não estava bêbado- O mais alto apontou o dedo no rosto do Seo-


E todos ali ficaram em silêncio. Hyunjin tinha falado sem pensar e depois se deu conta, olhou pra Felix, este estava com uma expressão de decepção e segurando o choro.



ㅡ Felix, eu- Parou de falar quando o mesmo passou por si indo sentar ao lado do Yang-



ㅡ Nós deviamos procurar o Seungmin em vez de jogarmos a culpa uns nos outros...- O de sardas disse baixo e de cabeça baixa, brigar não iria trazer o Kim de volta-



ㅡ Ele tem razão, mas está escuro demais pra irmos procurá-lo, vamos ficar mais um pouco aqui e ver se ele volta.



ㅡ Tá doido Chan? E se acontecer alguma coisa com ele enquanto estamos aqui fazendo nada?- O Chang disse com raiva-


ㅡ Então pensa em algo melhor, ou se quiser vai sozinho procurar ele.



Changbin só suspirou e sentou no meio fio, colocando as mãos na cabeça.




[...]




Felix acabou dormindo ao lado de Jeongin por ter chorado muito, e o Seo tinha olhado aquilo e teve vontade de ir falar com ele e o abraçar, mas soube que isso só pioraria as coisas. O Lee provavelmente nem queria olhar sua cara.




ㅡ Eu tô com frio...- O Han sentou no chão e se encolheu abraçando suas pernasㅡ Bem que a mamãe disse pra levar um casaco- Suspirou, nunca mais desobedeceria sua mãe-



ㅡ Aqui... Pode usar meu moletom- Minho tirou seu moletom e entregou ao Han, que agradeceu baixinho-



ㅡ Fica aqui do meu lado hyung- Disse e o mais velho sentou ao seu lado, logo Jisung abraçou o Leeㅡ Vou tentar te esquentar pra você não sentir frio- Minho se segurou pra não sorrir com a fofura do outro, apenas puxou a cabeça do mesmo para ficar apoiada em seu peito, e acariciou os fios castanhos dele-



Hyunjin de uma vez ou outra olhava para Changbin, pensando em ir se desculpar com o mesmo. Eles nunca foram de brigar, sempre foram de confiança e o Hwang sempre guardou os segredos do Seo, mesmo que alguns fossem errados e ele precisasse falar.



ㅡ Ele não vem.





Notas Finais


Essa fic vai ser curtinha, então não vai me atrapalhar a postar cap das outras fics, e eu tava animada pra postar essa logo :)

Até~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...